quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Ernesto, como você refuta superstições?

Esclarecendo sua total improcedência.

É verdade isso que os conservadores dizem, de que o aquecimento global é um mito??

Não. Não é um mito. O mito é que seja predominantemente devido ao fator antrópico. Ele também ocorre, mas o natural é preponderante, e segue ciclos inevitáveis. Todavia essa posição não é uma posição conservadora. É uma posição científica. O fato do fator antrópico não ser o preponderante significa que o aquecimento ocorreria mesmo sem ele. Mas ele o hipertrofia e, portanto, deve ser controlado, para evitar danos maiores. Como respondi em pergunta anterior, esse aquecimento atual é uma subida de dente de uma serra que se inclina para baixo e levará, em alguns séculos ou poucos milênios, a uma nova era glacial. Até lá ainda haverá várias oscilações de períodos decenais ou seculares. As eras glaciais são de períodos milenares.

O efeito estufa realmente existe na atmosfera terrestre ?

Sim. Se ele não existisse, o mundo congelaria toda noite e a vida nem teria surgido. É o efeito estufa que garante que a temperatura da noite não caia tanto. A questão é que ele tem que estar dentro de limites que favoreçam a vida. Ao longo do tempo o efeito estufa provocou temperaturas maiores e menores, também decorrentes de outros efeitos, como o albedo (que provocou a "Bola de Neve", de 790 a 630 milhões de anos atrás). No tempo dos dinossauros o mundo era muito mais quente (251 a 65,5 milhões de anos atrás). Na atualidade está havendo uma elevação da temperatura superficial da Terra em razão do efeito estufa. Parte disso se deve a fatores antrópicos, isto é, à ação conjunta da humanidade. Parte se deve a fatores puramente naturais. Estes fatores, ao que se prevê, levarão, em poucos milênios, a uma nova era glacial. A temperatura da Terra apresenta ciclos dentro de ciclos. O atual aquecimento é uma subida de dente de uma serra descendente. De qualquer modo, é preciso que se tomem providências para que seja evitado um aquecimento maior do que o desejável, mesmo que, depois ocorra o esfriamento. Porque nesses séculos até que comece a esfriar, pode ser que um aquecimento maior concorra para grandes desastres ambientais e dizimação de grande número de seres vivos. O planeta não se importa com o destino dos seres que nele habitam. Mas nós, humanos, tendo consciência, não desejamos uma grande mortandade para nossa espécie. Todavia a nova era glacial é inteiramente inevitável. E ela, provavelmente, deixará debaixo do gelo todo o norte da Europa, da Ásia e da América do Norte. Como o esfriamento não será rápido, as pessoas poderão abandonar os países que ficarão sob o gelo, com os escandinavos, a Grã-Bretanha, a Islândia, o Canadá, a Rússia e alguns outros.

Pra você, onde está a beleza das equações físicas/matemática? Na simplicidade de uma E = mc2 ou numa complexidade das equações de Maxwell ?

Nem a simplicidade nem a complexidade são critérios de beleza. O critério é o fato da equação expressar um comportamento real da natureza. A beleza reside em que a mente humana seja capaz de elaborar um modelo matemático que descreva e preveja o comportamento da natureza. Pois essa se comporta por conta própria, seja ou não descrita por algum modelo científico. Elaborar uma teoria que confira com o que, de fato, acontece, é que constitui a beleza da ciência. Seja simples ou complexa. O ideal é que, podendo ser simples, que o seja. Mas não que se force a ser simples se a simplicidade não der conta de descrever corretamente o fenômeno. É preciso encarar a complexidade e dominá-la.

Acha que é algo bom ou ruim que as crianças usem bastante a tecnologia disponível hoje para se divertirem? Como celular, tablet, computador...

Bom. Mas bom também que não seja exclusivamente isso. Que se tenham outras atividades mais diretas com objetos físicos e interação entre pessoas ao vivo.

Boa noite professor, o que aconteceria se um humano "caísse" em um espaço vazio? Ps.: Nesse caso, me refiro ao espaço que não tem nada, nem vácuo, matéria ou alguma das forças.

Isso não existe. Todo o espaço existente é preenchido por algo. Quando não tem matéria é o vácuo. Mas o vácuo não é vazio. Tem campos e radiação. O espaço não é apriorístico. Ele advém de seu conteúdo. Sem conteúdo ele não existe. Quando se diz que não há nada, não há sequer espaço vazio. Isto é, não há um conjunto de lugares em que algo poderia se colocar mas não existe coisa alguma. Se não existe coisa alguma, também não existe lugar vazio onde algo poderia se colocar.

Legal os seus brinquedos! Mas acho que quando eu tiver filhos vou querer impor que eles estudem muito, sobre vários assuntos, desde matemática a línguas; mas não sei se isso é correto

A questão não é impor. É cativar para que eles queiram estudar porque estejam gostando. Para isso o ambiente familiar tem que ser um ambiente de estudo. Tem que ter uma biblioteca. O pai e a mãe têm que ser estudiosos e não dos que ficam vendo televisão. Então a criança vai querer imitar. Minha família é de intelectuais há muitas gerações, tanto a paterna quanto a materna. Todos os tios e tias, dos dois lados eram assim. Tinham bibliotecas, eram professores, advogados, médicos pesquisadores, engenheiros (formados no ITA). Não tive parentes comerciantes, fazendeiros, exceto um tio do meu pai que era dono de uma fábrica de anilinas para tingir roupas. Mas ele também era um intelectual e tinha uma vasta biblioteca. O pai do meu pai era professor universitário de Russo e Tcheco e falava mais seis idiomas. O pai da minha mãe era médico da marinha e pesquisador da cura da beriberi. Um irmão dela era médico pesquisador da cura da tuberculose. Meu pai era professor de história e geografia e tinha cursado direito sem terminar, pois fora transferido do seu trabalho também no antigo IAPC do Rio para Barbacena, onde foi ser o gerente da agência recém-fundada, em 1951. Fui criado em um ambiente de leitura e estudos. Para que seus filhos queiram estudar, estude diante deles e com eles, do mesmo modo que sua mulher. Eles vão achar que estudo é algo bom de se fazer. Principalmente à noite, não fiquem vendo televisão. Fiquem lendo e estudando. Ajudem eles a fazer suas tarefas.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails