quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Quais são as principais barreiras para o acesso ao conhecimento?

A maior é a pobreza, que impede a pessoa de comprar livros, computador, ter acesso à internet, estudar em bons colégios e por aí vai. Todavia há quem tenha acesso a isso tudo mas não se torna alguém sapiente (não digo sábio) nem conhecedor de muios assuntos. Nesse caso, a barreira é o desinteresse e a preguiça. Infelizmente as escolas públicas, por pagarem mal, não têm professores e professoras de alto gabarito e fissurados por conhecimento que passem aos alunos esse fascínio. Porque adquirir muito conhecimento é trabalhoso e, quem não é maravilhado com isso, não se dispõe ao trabalho de obtê-lo, especialmente se ele não reverter em alguma compensação financeira.

Por que comunistas usam muito a palavra "Camarada"? Vejo que em escritos antigos já utilizavam esse termo

Da mesma forma que os neo-pentecostais se chamam de "irmão", os rotarianos de "companheiro", os comunistas, bem como os socialistas, se chamam de "camarada" como uma forma de se identificarem na adesão a sua concepção.

Ser corajoso é não ter medo ou agir apesar do medo?

Agir apesar do medo. O medo é salutar, se não for obsessivo.

Como não se desviar de seus propositos? A rotina, as pessoas, e tudo mais, parecem que vivem outra realidade, é dificil se ver diferente e manter o foco no que somos e o que queremos, como o senhor conseguiu manter tudo que é por tanto tempo sem se desviar por nada nem por ninguém?

Não sei como fazer isso. Vou fazendo espontaneamente. Não me importo com a opinião dos outros. Sigo meu caminho de modo assertivo na maior tranquilidade e sem ter que me esforçar. É o meu modo de ser e a minha cosmovisão.

È correto não querer trabalhar para alguém? Querer ganhar dinheiro sem ser escravo de outra pessoa? Trabalhar enquanto outro fica rico com o seu esforço?

Acho que o emprego assalariado deve ser algo a ser abolido da economia e haver apenas rendimento por participação nos lucros ou profissional liberal e trabalhador autônomo. Para mim o trabalho é um capital também. Até que o dinheiro e a propriedade sejam abolidos no mundo e a economia seja toda ele de doações e não de trocas.

Uma amiga minha que considero muito inteligente disse que pessoas com capacidade intelectual maior não deveriam ficar em casa lavando panelas e trabalhando na horta e sim deveriam estar desenvolvendo o seu intelecto. Para estes serviços, deveriam pagar. Concorda?

Não. Acho que todos os moradores de uma casa devem compartilhar os serviços domésticos, bem como o provimento da família, exceto as crianças pequenas e os bem idosos. Isso, inclusive, é bom para ninguém ficar convencido de que seja melhor do que ninguém por ser muito inteligente ou intelectualizado.

A Suzane Von Richthofen na saidinha de dia das mães, tirou fotos, deu autógrafos por ai, paravam para conversar com ela, assim como idolatram o goleiro Bruno que matou a ex, é esse tipo de pessoa que você insiste em dizer que tem solução moral por si mesma, fã de assassinos!

Você ainda não entendeu minha proposta anarquista. Absolutamente não sou fã de assassinos. E nem acho que assassinatos não devam ser punidos. Ou qualquer outro crime. Pelo contrário, acho que têm que ser punidos e com grande rigor. O que eu proponho é que se faça um esforço educativo, ao longo de vários séculos ou alguns milênios, para que as pessoas não cometam crimes e nem desonestidades porque não queiram. Todo mundo será uma pessoa virtuosa, justa, bondosa, gentil, honesta, solidária, brava, valorosa, corajosa, compassiva, despreconceituosa, solidaria, colaborativa e assim por diante. Não porque receberá alguma recompensa por isso e nem porque receberá alguma punição por não ser assim. Mas porque será consciente de que assim é que se tem que ser. Então não existirá mais trabalho para advogados, policiais, juízes, militares e esse tipo de ocupação que só existe porque a humanidade não é civilizada. Mas, por enquanto, isso é necessário.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails