terça-feira, 22 de abril de 2014

Você aconselha ou aconselharia as pessoas a se espelhar em você?

Sim, pois eu acho que ser como eu sou seja algo bom. Se eu não achasse eu mudaria meu modo de ser para ser de modo que achasse que fosse bom.

Porque a crença na ciência deve ser superior as demais crenças? Quem assim considerar deve ser taxado de positivista?

A crença na ciência significa a crença em que as explicações científicas são muito mais prováveis de serem verdadeiras do que as não científicas. Essa crença é superior a outras a respeito, porque a ciência, realmente, provê explicações que, submetidas ao crivo da verificação, se revelam satisfatórias. Todavia essa crença não implica na concepção positivista e nem cientificista de que apenas as explicações científicas sejam válidas. Há casos em que as explicações científicas não se aplicam, como na ética, por exemplo. Em outros casos também. Existem explicações filosóficas e explicações vulgares que também são corretas. As explicações mitológicas é que não possuem nenhum compromisso com a verdade e só podem ser aceitas caso coincidam com as científicas. Todavia, historicamente, antes que a ciência tivesse se desenvolvido, elas eram, com as vulgares, as únicas disponíveis, de modo que a humanidade se aferrou a elas, visto seu apelo extremamente deslumbrante. Tirar das massas populares sua adesão a tais explicações é um grande desafio do processo educativo.

Você acha que a Bíblia pode ser uma grande mentira?‎

Sim. Em três aspectos: científico, histórico e teológico. Suas concepções a respeito do surgimento do Universo e da vida não conferem com os conhecimentos agora já disponíveis e, portanto, não podem ser relatos de quem tenha providenciado esse surgimento. Da mesma forma grande parte de suas narrativas históricas não conferem com os resultados que as pesquisas apresentam, mesmo que algumas o façam. E as concepções teológicas são completamente desprovidas de confirmação, quer por evidências, quer por provas. Além do mais, suas prescrições litúrgicas e devocionais carecem de eficácia em termos de propiciar os resultados almejados pelas preces, sacrifícios e louvores que prescreve. O que se aproveita dela, especialmente do Novo Testamento, são os conselhos éticos para a condução de uma vida virtuosa. Tais conselhos, contudo, não são apanágio nem privilégio dela, pois que também são dados por quase todas as religiões e correntes filosóficas da humanidade, muitas anteriores.

Professor, o que Marx escreveu e o senhor não concorda?‎

Que o socialismo e a ditadura do proletariado seriam os caminhos para se alcançar o comunismo. Que isso teria que acontecer por meio de uma revolução e que o socialismo teria que ser implementado por meio de um governo de partido único.

Se Definir é se Limitar

Depende do tipo de definição. Se for uma definição restrita, sim. Se for uma definição abrangente, não. Por exemplo, se definir como eclético em relação a algum assunto não é se restringir.

O que não é física quântica? - "Quem somos nós?" Seria um bom exemplo?

Quem somos nós é uma interpretação equivocada da Física Quântica. O que esse livro (e filme) diz é que a incerteza quântica, inerente à natureza é afastada pela intervenção da consciência. Ou seja, dentre as diferentes possibilidades para as consequências de um evento, cada qual com a sua probabilidade, a escolha seria feita pela intervenção da consciência. Ora, não há a menor comprovação disso. As escolhas são aleatórias mesmo. O futuro é imprevisível.

Ernesto, você se considera um perfeccionista?

Intencionalmente sim: me empenho ao máximo para fazer todo do modo mais perfeito possível, sem nenhuma preguiça, sem me importar com o trabalho que dê, como o tempo que consuma, com o gasto que se tenha, nem com a dificuldade que se apresente. Não busco a eficiência, e sim, o resultado perfeito e eficaz. Não tenho pressa. Às vezes, contudo, não consigo. Mas não me apoquento. Dou o melhor de mim

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails