quinta-feira, 2 de julho de 2015

Você disse aqui (http://ask.fm/wolfedler/answer/104205895709#_=_) que recomenda que uma pessoa introvertida seja cientista, mas não professor. No entanto, no Brasil, é exigido do cientista que seja também professor. O que pensa neste caso?‎

Não. Só se você trabalhar em uma Universidade. Em um Instituto de Pesquisa você pode ser cientista sem ser professor. Interessante é que meu filho é cientista na Minnesota State University, nos Estados Unidos, mas não é professor. Infelizmente as universidades brasileiras, que fazem ensino, pesquisa e extensão, consideram que a mesma pessoa tenha que ser professor, pesquisador e extensionista. Isso é um grande equívoco. Essas funções são da universidade, mas não têm que ser de cada pessoa. Há quem seja ótimo cientista mas péssimo professor ou ótimo professor mas péssimo cientista. Essas pessoas não podem ser exigidas a fazer aquilo para que não têm vocação mas não podem, por isso, serem impedidas de fazer aquilo para que têm grande vocação. Uma lástima. Um terrível equívoco brasileiro.

Como você gostaria de morrer?‎

De um ataque cardíaco, dormindo.

Professor, queria sua opinião. É correto um professor dar como incorreta uma questão com a resposta correta porque o aluno usou métodos não apresentados em sala de aula, mas que consta no material didático adotado?‎

De modo nenhum. Ele tem que aceitar qualquer forma correta de chegar ao resultado, mesmo que não seja a que ele ensinou. O aluno pode (e deve) buscar outras formas de solução de problemas. Desde que sejam válidas e corretas, têm que ser aceitas. E o professor deve é ficar contente em ter alunos que façam isso. Você pode reclamar com a coordenação e com a direção da escola, pois está com a razão.

Por que quanto mais fragmentado o mundo melhor? O anarquismo não propõe o extremo contrário? Como o fim de todas as bandeiras e fronteiras...‎

Justamente para acabar com todos os estados é que é melhor que eles se tornem o mais fracos possível. Estados de maior poder econômico são mais difíceis de serem acabados. O caminho para a anarquia passa pela pulverização do mundo em nações minúsculas.

Ernesto, você disse em uma das respostas que o surgimento de qualquer característica de qualquer espécie foi por acaso. Ao meu ver eu discordo, pois na minha opinião, as características(as físicas, pelo menos) de um ser vem do ambiente onde ele vive. A vida é adaptável. Corrija-me se eu tiver errado‎

Está errado sim. O ambiente não provoca nenhuma alteração genética. Todas acontecem por acaso. O fato é que só permanecem aquelas que se revelem favoráveis à sobrevivência. Alguma que atrapalhe, acaba levando seus portadores à extinção. Estude evolução para ver como é.

Usaria roupas de campanha de agasalho?

Sem o menor problema. Mas, como tenho condições de comprar as minhas, prefiro que elas sejam destinadas a quem precise. Quando criança sempre usei roupas dos meus primos mais velhos que ficavam apertadas neles.

Boa noite professor. O que tem a dizer sobre as paradas gays, que ocorrem em quase todo o Brasil?‎

Acho muito bom, para fazer com que a sociedade toda acabe considerando que a homossexualidade seja algo inteiramente normal, completamente aceitável, totalmente respeitável. Uma coisa a ser considerada digna, justa, válida. Como ser destro ou canhoto. Sem o menor problema. Até que seja assim é bom que sejam feitas essas paradas para chamar a atenção.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails