quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Tá, sobre pessoas escandalosas respeito seu ponto de vista. Mas o que acha das pessoas que fogem dos estereotipos do seu genero, por exemplo, um homem que usa maquiagem e salto? Porque com a aboliçao de genero nenhum pertence será "feminino" ou "masculino" e tal situaçao será considerada normal.

Isso não tem problema. Qualquer um pode usar o tipo de roupa que quiser. Mesmo sendo heterossexual, se quiser, pode usar a roupa típica do gênero oposto. Não acho que seja estranho. Mas que a use da maneira normal com que uma pessoa daquele gênero usaria. Acho válido uma mulher usar terno masculino, mesmo que seja heterossexual. Como um homem usar uma roupa feminina (mas é difícil que eles usem, pois as pessoas vão achar que não seja heterossexual, mesmo que não pensem que uma mulher que use terno masculino seja homossexual - o que acho muito incoerente).

Ce se prende muito a significados, como se um dicionario fosse inquestionável. Racismo contra brancos é raríssimo no Brasil, e mesmo que um branco o sofra, ele continuará tendo privilegios em relaçao aos negros na hora de procurar emprego, e continuará tendo sua etnia enaltecida pela midia.

Prendo mesmo. Se existe preconceito racial de negros contra brancos, mesmo que isso aconteça com uma pessoa só no mundo, existe. E existe para muito mais de uma pessoa. Como existe preconceito racial de orientais, negros, semitas, judeus, indianos, brancos e quaisquer outras etnias umas contra as outras. Basta ver o que aconteceu na antiga Ioguslávia quando se desfez. Cada coisa é cada coisa. De fato, na média, existe rejeição social com relação a pessoas negras (inclusive a própria denominação "negra" que é uma palavra usada para designar coisas ruins - eu prefiro chamar os negros de pretos, pois a palavra "preto" não tem a conexão de ser algo ruim). Do mesmo modo que considero que não se deva mencionar o gênero de ninguém com relação a qualquer coisa, também não se deve mencionar a raça (ou etnia, como queira). A pessoa é só uma pessoa, seja mulher, seja homem, seja negra ou negro, branca ou branco, indígena, semita, judeu, oriental, baixa, alta, gorda, magra, feia, bonita ou o que for. Concordo com o pensamento do Morgan Freeman sobre o racismo. E a estendo para todos os tipos de preconceitos.

Nao te entendo, voce é a favor da aboliçao de genero, mas critica gays e pessoas que fogem dos estereotipos ditos masculinos? Um gay afeminado, ou ate um hetero afeminado te causa desconforto e você "acha" feio? É tem uma diferença gritante entre ser afeminado e escandaloso. Muitos machos são também

Você tem todo o direito de discordar de meus pontos de vista. Mas eles são esses e eu não estou convencido de que esteja errado. Sou contra o gênero e sou contra modos de ser escandalosos, seja por parte de quem seja, seja um homossexual do sexo (biológico) masculino, um heterossexual masculino, uma homossexual feminina ou uma heterossexual feminina.

Se incomodar com homossexuais e transsexuais escandalosos todos se incomodam, mas quando um hetero másculo é escandaloso ninguém critica. Sociedade desonesta que disfarça preconceitos com "gosto" e opinião.

Mas eu me incomodo, também, e muito, com heterossexuais machistas e que gostam de posar de "machões". São ridículos! Eu critico sim. Da mesma forma que não aprecio mulheres do tipo frágil e cheias de fricotes, dengues e "nhem, nhem, nhem". Acho que as pessoas precisam ser "normais", cada uma dentro do seu sexo e gênero. Mas não aprecio exageros. Não mesmo! Especialmente se os exageros são com relação ao comportamento característico do sexo oposto ao seu biológico. Acho perfeitamente normal e aceitável que uma pessoa tenha o gênero oposto ao correspondente a seu sexo. Mas acho que, em qualquer circunstância, exibir um comportamento histriônico, não é nada elegante. E a falta de elegância, para mim, é um grave pecado.

Se uma pessoa que tem deficit de atencao, nao consegue se concentrar mesmo fazendo uso de medicamentos, ela deve desistir da vida universitária e ter um trabalho mais comum que nao demande muito?

Isso só pode ser avaliado por um médico especialista.

O que seria o "referencial tangente euclideano"? Então, até mesmo o termo "força" está correto? Falar por exemplo, da gravidade como sendo uma força da natureza, assim como eletromagnetismo, está correto?

Depende da interpretação em que se está contextualizado. Força de gravidade é um conceito perfeitamente aceitável no contexto da mecânica clássica. Mas não existe no contexto da Relatividade Geral. Força elétrica existe tanto no eletromagnetismo clássico quanto na relatividade. Alguns conceitos caíram em desuso, devido a dificuldades em sua interpretação, como o de "massa relativística". Referencial tangente euclideano é um referencial que, em cada ponto do espaço-tempo, é construído com eixos retilíneos tangentes às geodésicas que passem pelo ponto, escolhidas como três espaciais mutuamente perpendiculares e uma temporal. Esses referenciais são correlacionados pelas transformações de Lorentz de Relatividade Especial. Também são chamados de "Lorentzianos" ou "Minkowskianos".

Essa técnica de traduzir um livro para outro idioma, também serve para livro de Física em inglês

Sim, pode usar para qualquer livro, não precisa ser romance. E em qualquer língua.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails