sexta-feira, 3 de outubro de 2014

O que é mais complexo que o cérebro humano?

Os sistemas de cérebros humanos, como a sociedade.

A Cosmologia Quântica do Hawking é uma hipótese em estudo válida ou uma pseudociência?‎

É uma hipótese científica válida, em estudo, mas não confirmada. Portanto não é uma teoria.

Como você argumenta o fato de que um dia alguém morreu na cruz para salvar-lhe ?

Trata-se de uma mentira. Esse alguém seria Jesus Cristo. Se ele de fato existiu e se, de fato morreu na cruz (suponho que sim), não foi para salvar ninguém. Salvar de quê? Que diferença faz para a vida das pessoas o fato dele ter morrido ou não. Para mim, o melhor seria que ele tivesse continuado a viver até bem velhinho, como acho que deve ser para todo mundo. Essa história de que há uma alma nas pessoas que continua a viver quando o corpo morre é lorota. Não há nada disso. E não há céu nem inferno. Quando se morre, se acaba completamente. Deixa-se de existir totalmente. Não se vai para lugar nenhum, já que não se existe mais. E Jesus Cristo (novamente supondo que tenha existido, o que faço) foi, simplesmente, uma pessoa humana. Não era Deus coisa nenhuma, mesmo supondo que exista algum deus (o que não suponho).

"Você tem medo de morrer?Nem um pouco.Pode até ser que seja gostoso.[Você respondeu]"O que quis dizer com isso, Ernesto?Soou meio bizarro.Como morrer poderia ser gostoso?Em absoluto seria algo neutro, a não ser que você detestasse viver - o que não é o caso

O que poderia ser gostoso seria a sensação de estar morrendo, como se fosse um orgasmo. Claro que isso é uma conjectura gratuita. Não há como saber, pois quem morre não conta e, morrendo, não sente mais nada. Não tem nada a ver com lamentar a perda da vida ou ficar satisfeito porque ela acabou. É uma questão orgânica e não psíquica.

Professor, a lei da ação e reação pode se provar errada (ou inconsistente) de alguma forma?‎

Sim, se você considerar que a ação e a reação sejam simultâneas entre corpos afastados, o que não é. Nesse caso é preciso considerar e interveniência do campo mediador da interação, que interage com os corpos como agente e paciente e vice-versa. Um exemplo típico disso é a transmissão radiofônica. A antena emissora interage com o campo que ela emite, ele se propaga até a antena receptora e, então, interagem com ela. Isso acontece com um atraso, perceptível quando se sintoniza o mesmo canal de televisão pelo satélite e pela onda de superfície. Em verdade isso é o que acontece sempre. Só que, quando os corpos estão muito próximos (o que se chama de contato), o tempo de trânsito do campo entre eles é tão curto que se pode dizer que a interação seja instantânea.

Professor, como o senho reage quando te dizem coisas do tipo: Vá com Deus. Vamos orar pelo Senhor. Graças a Deus. Jesus vai te curar. Você vai melhorar, em nome de Jesus...? Como o senhor costuma dizer nesses casos?‎

Agradeço. Mesmo sabendo que será inócuo, isso representa uma boa intenção de quem o diz e um sentimento de preocupação e estima para comigo. Não adianta retrucar ou contestar, pois a pessoa não vai mudar sua crença de repente.

Professor, se tratando de ciências humanas, como podemos fazer a escolha certa? Para cada pessoa que defende uma ideia, poderá haver outra pessoa que seja contrária. Na visão de ambas elas estão corretas. Como podemos saber qual ideia está correta?

Esse é o problema das ciências humanas em geral, que, por isso, denomino-as de "protociências". Elas não possuem um "corte epistemológico", isto é, uma situação em que, a cada momento, apenas uma explicação é aceita por toda a comunidade. Claro que nenhuma explicação é definitiva. Logo, ela pode ser mudada. Mas, isso ocorrendo, a mudança é aceita por toda a comunidade. Enquanto isso, há propostas em estudo, mas não admitidas como válidas até que comprovações sejam estabelecidas, derrubando as concepções anteriores. Isso é o que caracteriza as ciências propriamente ditas, como Física e Biologia. Em Sociologia, Economia, Psicologia, História, Linguística e outras similares, bem como em Filosofia (que não é ciência) acontece a coexistência de propostas de explicação divergentes, defendidas por diversas escolas, sem que se possa decidir inequivocamente por uma delas. A questão fica, pois, como uma opinião de cada um. Isso enfraquece muito essas ciências em sua credibilidade. O ideal é que toda proposta, como se dá em Física, Biologia, Química, Geologia, Astronomia e outras, seja sempre acompanhada de testes de validação que possam confirmá-la e rejeitar as opositoras. Isso, em minha opinião, é essencial para que qualquer proposta de explicação possa ser aceita, de modo que ninguém possa rejeitá-la a não ser que prove que há algo que ela explica errado e mostre como seria a explicação correta, justificada, testada e validada. Nada de opinião.

Por que a farmácia ganha mais comissão vendendo produto genérico – apesar do preço final menor – ao invés do medicamento de referência?

Não tenho a menor ideia. Realmente sou desligado em relação a assuntos comerciais e financeiros.

Kropotkin ou Bakunin? Qual das duas vertentes mais lhe agrada?

Kropotkin. Só não concordo com a via revolucionária para o atingimento da anarquia.

Tentar mudar o mundo fazendo o bem, desinteressadamente. Isso dará a satisfação de saber que deixou o mundo melhor por ter existido. Mesmo que não se consiga muito, o simples esforço e dedicação já são compensadores. Mas isso tem que ser feito de coração, sem pretender nenhuma recompensa ou glória. Pode ser em qualquer área. Obras filantrópicas, educação, medicina, jornalismo, todas as artes, justiça, administração, negócios. Ou mesmo em atividades menos destacadas, como sendo um trabalhador braçal. Se se fizer tudo o que se faz com o fito de fazer o melhor possível, para o bem de todos. Mas é preciso uma atitude de rebeldia para com a situação opressora existente, de modo que se obre para combatê-la em tudo que for possível.

Os cientistas que propõem a possibilidade de múltiplos universos consideram que o conjunto deles todos, o "Multiverso", seria eterno para o passado e para o futuro. Veja isto:
http://en.wikipedia.org/wiki/Multiverse
Propostas de um Universo simples eterno para o passado, como a do "Estado Estacionário", já foram descartadas. Mas não para o futuro.
As propostas do Universo Oscilante, também consideram que a sucessão de universos seja eterna para o passado e para o futuro.
Nenhuma dessas hipóteses é confirmada. O que se sabe, com confiança bem boa, é que este universo é único e que não é eterno para o passado.

Professor, o que devemos fazer em vida, e enquanto há tempo, para que quando estivermos em nosso leito de morte não termos uma sensação de ter dito um vida em vão? Tentar mudar o mundo fazendo o bem, desinteressadamente. Isso dará a satisfação de saber que deixou o mundo melhor por ter existido. Mesmo que não se consiga muito, o simples esforço e dedicação já são compensadores. Mas isso tem que ser feito de coração, sem pretender nenhuma recompensa ou glória. Pode ser em qualquer área. Obras filantrópicas, educação, medicina, jornalismo, todas as artes, justiça, administração, negócios. Ou mesmo em atividades menos destacadas, como sendo um trabalhador braçal. Se se fizer tudo o que se faz com o fito de fazer o melhor possível, para o bem de todos. Mas é preciso uma atitude de rebeldia para com a situação opressora existente, de modo que se obre para combatê-la em tudo que for possível. 10 dias atrás13 pessoas curtiram isso

Tentar mudar o mundo fazendo o bem, desinteressadamente. Isso dará a satisfação de saber que deixou o mundo melhor por ter existido. Mesmo que não se consiga muito, o simples esforço e dedicação já são compensadores. Mas isso tem que ser feito de coração, sem pretender nenhuma recompensa ou glória. Pode ser em qualquer área. Obras filantrópicas, educação, medicina, jornalismo, todas as artes, justiça, administração, negócios. Ou mesmo em atividades menos destacadas, como sendo um trabalhador braçal. Se se fizer tudo o que se faz com o fito de fazer o melhor possível, para o bem de todos. Mas é preciso uma atitude de rebeldia para com a situação opressora existente, de modo que se obre para combatê-la em tudo que for possível.

Para um futuro neurocientista é mais interessante fazer um curso de farmácia ou biologia?‎

É melhor fazer um curso de medicina e se especializar em neurologia e psiquiatria. Também vai ter que estudar psicologia e biologia. Um neurocientista é um cientista que precisa ter trânsito fácil nessas áreas, além da Filosofia da Mente. Não é uma atividade amena. Exige grande dedicação, o que só se consegue com um grande entusiasmo pelo assunto, independentemente da recompensa econômica e de alguma glória a se conquistar.

Ernesto, estou com um pensamento cético para diversas coisas inclusive religião. Porém minha família é muito religiosa então como eu posso explicar isso para eles ?‎

É bom você se munir de muitos argumentos para conversar com eles e mostrar porque discorda deles na fé que possuem. Recomendo a leitura do livro: "The Portable Atheist" de Christofher Hitchens. Você pode, também, achar bons argumentos nos sites:
http://ateus.net/
http://irreligiosos.ning.com/
http://www.atea.org.br/
E outros citados em meu delicious:
https://delicious.com/ernestovon/Ate%C3%ADsmo
Também pode buscar em meus blogs:
http://www.ruckert.pro.br/blog/?cat=36
http://wolfedler.blogspot.com.br/search/label/Ate%C3%ADsmo
É preciso, contudo, respeitar o fato de que sejam crentes e, jamais, ofendê-los em sua crença. Eles precisam saber que você os ama, mesmo discordando e que você, mesmo sendo ateu, não é uma pessoa do mal.

http://epoca.globo.com/vida/noticia/2014/09/fisica-pode-estar-perdendo-bconexao-com-realidadeb.html Professor, não entendi muito bem o por quê dessa necessidade de tentar unificar a relatividade geral com mecânica quântica. Poderia me explicar? E por que não acha plausível o universo holográfico?‎

Essa ideia começou com Einstein, que pretendia geometrizar toda a Física e não só a gravitação. Não conseguiu. Depois, com o advento das teorias quânticas de campo, o que se pretendeu foi quantizar a gravitação, o que, também, ainda não se conseguiu. Mas esse ideal ainda é perseguido por muitos cientistas. Em vão, no meu modo de ver. Recomendo a leitura do livro: "Criação Imperfeita" do Marcelo Gleiser. Quanto ao Universo Holográfico, inclusive, estou estudando isso, para ver se aceito a proposta ou continuo com minha convicção de que não é assim. Depois respondo.

Como você lida com deboches no meio de uma conversa ou aula? Especialmente quando são direcioandos a você?

Isso é muito raro, pois sou uma pessoa bem séria e não dou margens a deboches, ironias, sarcasmo e esse tipo de coisa. Exatamente porque nunca os faço. Se acontecer, eu corto na hora, explicitando a intenção de quem debocha e argumentando contra suas considerações de modo inescapável, sem ofensa pessoal, o que deixa o debochador constrangido e alvo de reprovação por quem assiste o diálogo. Jamais retruco na mesma moeda. Ajo com extrema elegância, cortesia, veracidade e argúcia.

Porque tanta ambição para com conhecimento ?‎

Por dois motivos. O primeiro é que é algo extremamente prazeroso para mim. Imagino que seja como quem gosta de álcool ou de drogas. O conhecimento me embriaga. Acho delicioso saber tudo a respeito de tudo. E fruo um grande prazer na ação de buscá-lo, de me debruçar sobre as questões cognitivas para decifrá-las, para entender, para compreender e, assim, saber ensinar e argumentar. Segundo porque vejo que o conhecimento é a melhor forma de libertação das pessoas e eu quero conhecer o máximo para ensinar o máximo e libertar o máximo as pessoas. Porém não chamo isso de ambição e sim de desejo. Porque ambição é um desejo doentio, um desejo que faz a pessoa ficar abatida e rancorosa se não o alcança. Não sinto isso a respeito do conhecimento. Desejo-o com serenidade e não me apoquento quando não o obtenho. Ou seja, não faço questão de o ter. Apenas o quero ter, com ardor e, o tendo, sinto-me feliz e realizado. Mas não é a prioridade de minha vida. Esta é amar e ser amado. E, justamento porque amo o mundo e as pessoas, quero-as sabidas e sábias.

Quando o senhor começou a ter dúvidas sobre a existência de Deus?‎

Aos 19 anos, mais ou menos. Antes eu era católico fiel. Então resolvi estudar minha religião a fundo. Já tinha algumas dúvidas, como sobre a hóstia consagrada se transformar em Jesus. E sempre fui muito estudioso de ciências, história e filosofia, mesmo de temas que não se pedia na escola (nem havia aula de filosofia e eu já estudava desde o ginásio). Estudava, também, física atômica, nuclear, astronomia, cosmologia, história da China e da Índia e um monte de assuntos não curriculares. Dentre eles, neurologia. Estudar, para mim, sempre foi um imenso prazer. Mas não o que era dado nas aulas. Isso eu não estudava, pois aprendia só pelas aulas. Então ficava desenhando histórias em quadrinhos em meus cadernos. Juntando meus estudos científicos com os religiosos (de todas as religiões) acabei concluindo que a fé é um disparate e que não existem deuses nenhum. A princípio deixei de ter religião, tornando-me deísta. Depois ateu agnóstico, depois ateu cético. Isso se completou lé pelos 24 anos.

Professor, oque acha sobre namoro a distância?

Inteiramente válido. E pode ser tão envolvente e emocionante quanto o namoro com o contato pessoal direto. Certamente que vai envolver o desejo e a esperança do contato. Mas pode, até, durar a vida toda sem o contato. Esse amor, dito "platônico" é tão amor quanto qualquer amor romântico vivido de perto. O que nenhum desses amantes pode exigir um do outro é a exclusividade amorosa e a abstinência sexual, mesmo sem amor. Mas nenhum amor pode exigir nada do ser amado. Todavia, se um dos namorados platônicos também tiver um namorado ou namorada não platônica é preciso que este ou esta saiba que também se ama platonicamente a outra pessoa.

Você gosta de geometria espacial ?‎

Sim. Muito mais interessante do que a geometria plana. E gosto muito da geometria sintética (não analítica). É mais desafiante. A analítica facilita muito as soluções. Um exemplo típico é deduzir as relações métrica das curvas cônicas considerando-as seções planas de cones espaciais. Deduzir tudo não analiticamente é super interessante.

http://ask.fm/wolfedler/answer/117846647325 Como você lia os livros do Doyle? Digo, você liga direto, sem parar, ou parava a cada acontecimento para formular sua própria teoria do crime?‎

Na primeira vez que li, lá pelos meus 11 anos de idade, li direto. Na segunda e na terceira leituras, pelos 20 e pelos 30 anos de idade, já ficava pensando como resolver.

Ernesto, n entendi muito bem essa de a pessoa q viaja na velocidade da luz não envelhecer. Então pra uma pessoa q viaja durante 100 anos o tempo não passaria pra ela? pq isso acontece(claro, se fosse possível)? E se ela não envelhece o tempo tbm n passa noutros lugares, certo? Mas se um...‎

Não é possível se mover à velocidade da luz, a não ser que não se tenha massa, como a luz. Mas, é possível se aproximar da velocidade da luz (mesmo que seja muito difícil). A questão é a da relatividade do tempo. Alguém que se mova a altas velocidades, para si mesma, continua envelhecendo normalmente. Mas para quem fica parado esperando a sua volta, passará mais tempo do que para o viajante. Por exemplo se a viagem levou um ano para o viajante (que então envelheceu um ano), para quem ficou esperando pode ter levado dez anos. O pessoal da Terra terá, pois, envelhecido dez anos. Quando se encontrarem com o viajante, que só envelheceu um ano, parece que ele rejuvenesceu nove anos. Mas todos envelheceram e o tempo passou para todos. Só que em ritmos diferentes.

Acabaram de me fazer uma pergunta sobre Holmes. Ele é um belo exemplo de cético metodológico. Sugiro que instigue a ler suas histórias. Pode-e amadurecer e aprender muito com tal personagem

Sem dúvida. Já li todos os romances do Conan Doyle três vezes, Todos os da Agatha Christie também. Esse tipo de leitura é muito bom para desenvolver o raciocínio, o ceticismo e a argumentação. Recomendo a todos que leiam. Mas leiam mesmo. Não vale assistir os filmes. É a leitura que instiga o raciocínio. Assistir filme é uma atividade passiva. Leitura é interativa.

(Professor, gostaria que o senhor me respondesse, por favor). Pense em algum problema e dê uma solução (que ainda não existe) e pode ser aplicada na feira de ciências.‎

Não conheço solução ainda não existente para nenhum problema existente. Se eu conhecesse já teria divulgado, para que fosse solucionado. O que se pode fazer é apresentar propostas de solução a serem testadas, para problemas detectados. É muito difícil que pessoas sem doutorado e que não sejam membros de instituições de pesquisa consigam resolver os problemas ainda não resolvidos. Exemplos: cura da AIDS, cura do Câncer, cura do botulismo, cura da doença do vírus ebola, obtenção da paz na palestina, erradicação da pobreza do mundo, erradicação da fome do mundo, erradicação da criminalidade no mundo, erradicação do analfabetismo e da ignorância no mundo, contenção do aquecimento global, redução da poluição do meio-ambiente. E assim vai... Uma proposta: formação de grupos de estudantes voluntários para alfabetizar adultos de graça nas periferias das cidades. Ou a criação de um site de combinação de rodízio de caronas para evitar mais carros poluindo as ruas.

Ser cético demais pode nos prejudicar. Se passarmos a não acreditar mais em nada, podemos cair no Absurdo e num profundo niilismo. Claro que temos que ser céticos no sentido de questionar sempre a veracidade de algo, mas sempre considerando a verdade encontrada como provisória. Concorda?‎

Por isso é que disse que meu ceticismo não é o pirrônico e sim o metodológico. Ou seja. Não considero que a verdade seja inacessível mas que sempre se tem que duvidar de já se ter a posse dela. Justamente para envidar esforços para comprovar ou descartar o que se considera que seja a verdade. Jamais sendo dogmático, ou seja, nunca considerando que algo não possa ser revisto. Seja o que for. O ceticismo é, pois, a melhor ferramente da busca da verdade.

passou a semana toda esperando por esse final de semana( algo em especial ) ou só mais um fds chato como outros?‎

Nem uma coisa nem a outra. Não considero que os finais de semanas sejam chatos, pois curto muito tudo o que faço neles. Mas também não considero que sejam algo especial, pois para mim todos os dias são igualmente especiais, mesmo os de semana. O fato de continuar vivendo um dia após o outro já é uma suprema ventura. A vida é uma preciosidade ímpar e precisa ser curtida a cada minuto, sempre se fazendo o que se quer e, se for preciso fazer algo que não se queira, então curtir o que se faz como se fosse o que se desejasse fazer.

Que diferenças há entre a geometria plana, espacial e analítica?

A geometria plana estuda as figuras (conjuntos de pontos) que se dispõem em um plano e, por extensão, em uma superfície, isto é, em duas dimensões. A geometria espacial estuda as figuras que se dispõem nas três dimensões do espaço. Ambas estudam as relações entre medidas de comprimentos e ângulos nessas figuras. A geometria analítica é uma técnica de representar as figuras geométricas por relações algébricas e concluir a respeito das medidas de comprimentos e ângulos dessas figuras por manipulação das relações algébricas que as representam, seja no plano ou no espaço.

Qual você prefere as ciências exatas ou humanas ?‎

As exatas, mas nem todas. Adoro Física, Matemática, Astronomia, Cosmologia, Geologia. Não tenho muita identificação com Química, por exemplo. Também gosto muito das humanas, mas nem todas. Gosto de Filosofia, História, Geografia, Sociologia, Economia (filosoficamente), Política (filosoficamente). Mas não gosto de Direito, Administração, Finanças, por exemplo. E gosto muito de belas artes, música, literatura. Também gosto de Biologia, especialmente neurociências, evolução, citologia, genética, embriologia. Não gosto de botânica e zoologia. Nem gosto de Agronomia e correlatas.

Você se considera cético ?

Certamente que sim. Desde jovem que me eduquei para ser cético e considero que o ceticismo é a grande virtude epistemológica. Mas não o pirrônico e sim o metodológico.

Machado de Assis, Fernando Pessoa ou Camões?‎

Gosto mais de Fernando Pessoa. Depois de Machado de Assim e depois de Camões. Mas gosto muito de Camões. Então gosto muito muito de Machado de Assim e muito muito muito de Fernando Pessoa.

Professor, você acha que essa afirmação é correta? "Se minha casa for um latifundio enorme e improdutivo, tem que invadir sim. O uso da terra é plantar, o uso da propriedade é produzir, e não especular.

Em parte sim, em parte não. Latifúndios não são uma boa coisa, mesmo produtivos. Improdutivos, então, não há a menor justificativa para existirem. Mas invasão não é uma atitude correta. O que é preciso é que o governo faça a desapropriação e a distribuição a quem já esteja na fila aguardando. Acontece que, nas invasões, nem sempre são os mais necessitados que ficam com a terra invadida. Há, inclusive, especuladores que nem são lavradores. Em alguns casos é justo, inclusive, que, em vez de desapropriar, o governo confisque a terra. Se o proprietário não provar a origem honesta do dinheiro que a comprou, ou se a compra se deu por meio de algum golpe. A argumentação de que só latifúndios são capazes de produção em larga escala com alta tecnologia não procede, porque as cooperativas existem, justamente, para fazer esse papel, congregando muitos pequenos produtores. Nada justifica riqueza excessiva de ninguém se existe tanta gente na miséria.

Professor , eu o invejo pela sua inteligência e nível de conhecimento. O que você diria para uma pessoa invejosa como eu?

Inveja é um sentimento completamente tolo. Não torna o invejoso como a quem inveja e o corrói por dentro. Se se acha que alguém possua qualidades que se deseja ter e não se tem, não se inveje. Admire e busque imitar, esforçando-se para tal. Mas não se corroendo e nem se desprezando por não ser o que se inveja. E nem, em muitos casos, desejando que a pessoa objeto da inveja deixe de ser do modo que a faz ser invejada.

Ernesto, o Estado hoje é mais um comissário do capital, das grandes corporações etc. (Chomsky). Correndo o risco de ser simplista e antiquado, pergunto: o Estado não deveria mesmo ficar sempre do lado dos trabalhadores, uma vez que o capital já tem seu poder próprio?‎

Concordo. Mas, trabalhadores não são apenas os assalariados. Os pequenos empresários também são trabalhadores, bem como os profissionais liberais não muito ricos, artistas, funcionários públicos, militares e esse povo todo. O que o governo precisa é defender o interesse geral do povo em contrafação aos interesses pessoais e corporativos dos muito ricos, dos grandes empresários, grandes fazendeiros e mesmo, até, assalariados de algo nível, como executivos de grandes empresas. Ou políticos poderosos. Essas pessoas, ao se empenharem em seu enriquecimento cada vez maior, em verdade não promovem a riqueza distribuída. O que faz isso são as pequenas e médias empresas. O que o governo precisa é estimular a transformação de todo empregado assalariado em patrão, mesmo que seja só de si mesmo. O ideal é acabar com o emprego e só haver trabalho. Claro que, não dá para mudar de repente, mas é preciso que as leis comecem a promover a pulverização do capital das empresas, distribuindo-o pelos trabalhadores. O capital em si não é mal. Sua concentração é que é um mal. Se for totalmente distribuído, é bom. Inclusive é uma forma muito melhor de se chegar ao comunismo do que o socialismo de estado, com ditadura do proletariado, que é a proposta marxista. Não concordo com o comunismo marxista. O comunismo que eu quero é o anarquista. Mas para se atingi-lo é melhor exacerbar o capitalismo tornando todo trabalhador um capitalista e extinguindo o trabalho assalariado. Com a concomitante desconcentração do capital na posse de poucas pessoas. Isto é, aumentar a riqueza global com a redução das diferenças de riqueza.

Cite cinco personagens históricos que você mais admira ?‎

Ghandi, Lincoln, Kropotkin, Hipatia, Kennedy

Você tem costume de trancar as portas de casa antes de dormir?

Não. Minha mulher é quem faz isso. Mas poderia ser eu. É só uma questão de hábito.

Vc se casaria com uma mulher que não sabe cozinhar (caso vc seja homem, se não for, imagine que é)?

Claro. Porque isso seria importante? Eu e ela poderíamos aprender e revesarmos. Como revesaríamos todos os outros serviços domésticos. Ou comermos fora todo dia.

Eu odeio festas, e você?

Não odeio, mas não curto. Se for o caso de ir, por consideração a alguém, eu vou e não fico aborrecido. Só não acho interessante. Especialmente se houver musica muito alta que não permita a conversação.

Qual a melhor forma de se aproveitar o tempo livre?

1 - amando
2 - pensando
3 - lendo
4 - conversando
5 - brincando
6 - ajudando

Minha família é praticamente toda crente e não acredita na evolução, se rejeitam a acreditar que o humano tem um ancestral comum com o macaco. Sempre que vou visita-los eles me pressionam e criticam por eu ser ateu e acreditar na evolução, é meio difícil argumentar com eles porque normalmente são 5,‎

Desista de convencê-los. Diga que os ama e respeita mas discorda das concepções deles e possui outras. E que eles têm que respeitar as suas também. Se eles verem que você, sendo ateu, é uma pessoa honesta, justa e bondosa, isto é, "do bem", vão saber que ateísmo não é coisa do demônio e te aceitar normalmente.

Olá, professor. Tudo bem? Gostaria de saber se o livro A Dança do Universo, do Marcelo Gleiser, é um bom livro pra leigos em astronomia. Eu gostaria muito de começar por Carl Sagan, com o livro Contato, mas confesso que o livro do Marcelo me chamou mais atenção. Algum conselho?

Contato é um romance. A Dança do Universo é divulgação científica. Ambos são ótimos. Comece pelo do Gleiser, porque você vai precisar entender um pouco de astrofísica e cosmologia para entender o romance.

Professor, é correto existir direitos autorais? A pergunta parece banal, mas ouvi recentemente pessoas defendendo que é inapropriado existir esses direitos.‎

Também acho. Penso que toda produção intelectual deva ser doada ao mundo e não ser fonte de auferimento de lucro. Cientistas e artistas, enquanto o mundo não for anárquico e existir estado, governo e dinheiro, deveriam ser sustentados pelo governo, como se fossem professores universitários, para produzir para o bem do mundo e proveito gratuito de todos. O resultado de sua produção não seria propriedade de ninguém, nem do governo do país que os sustenta. Assim livros e músicas, por exemplo, seriam disponibilizados pela internet de graça ou vendidos a preço de custo. Pinturas e esculturas originais só seriam expostas em museus. Pessoas particulares poderiam fazer cópias delas para decorar suas casas (enquanto houver casas particulares). E os museus deveriam ser em número imenso, bem como as bibliotecas, em todos os bairros, para que o povo pudesse se embeber de cultura. Da mesma forma que o teatro e o cinema. Tudo de graça para o povo (e povo é todo mundo, ricos e pobres). Saúde e educação também teriam que ser exclusivamente públicas e gratuitas, não existindo medicina nem escolas particulares.

http://ask.fm/wolfedler/answer/117802584093 eu li em "uma breve história de quase tudo" que no começo do século passado (antes da mecânica quântica) os físicos achavam que os conhecimentos estavam quase todos atingidos (por causa da física newtoniana), que só faltava pouca coisa pra ser explicada‎

Sim, de fato. E estavam redondamente enganados. Hoje há que ache que tudo está quase conhecido também. Outro enorme engano. Esse livro é muito bom mesmo. Adorei lê-lo.

Mas matemática não é teórico.

Em parte a Matemática é teórica, em parte é aplicada. Me interesso mais pela parte teórica. Isso não significa que desdenhe as aplicações e nem que não me inteire delas. Só que gosto menos das aplicações. Todavia lecionei, várias vezes, a disciplina "Métodos Matemáticos da Física", que, justamente, é uma aplicação da Matemática para a solução de problemas físicos. A questão da química é que, de fato, para mim, a química não é bem uma ciência e sim uma arte, como a engenharia. Não belas artes, mas arte no sentido do fazer e não do saber. Na química, o que eu gosto de estudar é a química das condições extremas de pressão e temperatura existente no interior das estrelas. Ou a química do espaço sideral. Nada nas CNTP. Nada de gás perfeito. Tudo ionizado e na forma de plasma. Ligações covalentes entre íons e não entre átomos. Isso é que é interessante. Mas o mais interessante da química, em verdade, é física, que é a determinação da forma dos orbitais moleculares. A rotação do plano de polarização da luz ao atravessar um meio, que inclusive, foi a forma de se confirmar a aceleração inflacionária do Universo em seus primórdios, pela análise da polarização da radiação de fundo do Universo. A análise espectral da luz das estrelas e galáxias para descobrir suas composições químicas. Isso é o que eu acho interessante em química.

Ernesto você acha que os cientistas conseguiram unificar a física nos próximos anos para explicar o surgimento do universo ?‎

Não. Para mim as propostas de teorias unificadas não vão conseguir sucesso. Acho que as interações não são unificadas. A gravidade não é uma interação e não se enquadra no esquema da supersimetria. Todavia, mesmo que sejam, isso não seria uma garantia de se obter uma explicação para o surgimento do Universo. E essa explicação pode ser obtida sem a unificação. Só que ainda não existe.

http://ask.fm/wolfedler/answer/117802182173 o sr aprendeu isso na faculdade e nunca mais esqueceu, ou revisou isso durante vários anos?‎

Aprendi isso no curso ginasial (atual ensino fundamental) e nunca mais esqueci. Sei isso desde quando tinha meus 11 ou 12 anos de idade. Como eu sempre adorei matemática (que chamava de "boatemática") eu nunca me contentei em saber só o que o professor ensinava, mas ia além, estudando em outros livros, porque fruia e ainda fruo, um imenso prazer em estudar matemática.

Estamos próximos em chegar no limite do conhecimento científico?

Nem de longe. O que falta para saber é imensamente muito mais do que o que já se sabe. O limite do conhecimento, provavelmente, nunca vai ser atingido. Nem em centenas de milhares de anos.

Você é químico também ?

Não. Não tenho grande interesse pela Química, apesar de ter algum interesse e dela ter sido a matéria que eu tirava as melhores notas no Científico (atual Ensino Médio). Isso porque achava Química extremamente fácil. Mas acho a Química muito prática e eu gosto é de assuntos teóricos e filosóficos, mesmo na Física.

A Igreja Católica cometeu muitas atrocidades durante a Idade Média, mas o sr não pode negar que os maiores assassinos da história, foram ateus, Stálin e Mao Tsé-Tung eram ateus, e juntos, eles mataram mais de 100 milhões de pessoas. Isso é mais do que a inquisição. O que acha disso?

A questão é que o motivo pelo qual eles mataram não foi o ateísmo e sim a fome do poder e o ódio contra a burguesia (mas Stálin matou mais comunistas do que burgueses). Isso não justifica em nada as matanças, todavia mostra que não é o ateísmo o motor das matanças. Por outro lado, nas cruzadas e na inquisição, foi o cristianismo o motor das matanças,

O que você pensa sobre Lênin e Stálin?‎

Grandes facínoras. Ditadores impiedosos. Não os tenho na menor conta. Para mim são como Hitler e Mussolini. Meu comunismo não tem nada a ver com o que eles fizeram na União Soviética. Não aceito ditaduras e nem totalitarismos. Nem partido único, nem estado policial, nem falta de liberdade. Comunismo não é nada disso. Nunca houve comunismo nos países ditos "comunistas".

O que é o universo?‎

O conjunto de tudo o que existe, existiu e existirá em todos os lugares e momentos, em todas as direções.

Sim, mas eu me refiro aos ateus residentes no Ocidente. Falam tanto da Inquisição e de outros crimes da Igreja Católica mas até agora não vi essa gente criticar as atitudes dos extremistas islãmicos, em especial, a morte de cristãos por parte do Estado Islâmico

Criticam sim. Em geral têm mais repúdio ao islã do que ao cristianismo. Mas falam menos porque é o cristianismo que molda a mentalidade da maior parte das pessoas do ocidente. Da mesma forma que criticam todas as religiões e crenças sobrenaturais, mesmo que não se constituam em religiões.

Ainda sobre o raio: a circunferência eé formada por pontos?‎

Circunferência é, justamente, o conjunto de pontos de um plano equidistantes de um dado ponto. Círculo é a região do plano limitada pela circunferência, inclusive ela. Tanto a circunferência como o círculo são conjuntos contínuos de pontos.

O dinheiro é mesmo a raiz de todos os males?‎

Não. A raiz de todos os males é o egoísmo. Dinheiro é só um meio de troca. Não é bom, mas não é a pior coisa que existe. Abolir o dinheiro só vai ser bom se for uma consequência da abolição do egoísmo, da cobiça, da ganância. Não só de dinheiro, mas de bens. Porque o que se deseja não é o dinheiro, mas o que o dinheiro propicia. Uma sociedade ideal até pode ter dinheiro, mas tem que ser altruísta, generosa, compartilhadora, desapegada, colaborativa. Numa sociedade assim o dinheiro acaba desaparecendo por falta de necessidade de existir. Isso é a anarquia. A culminância da civilização.

Por que os ateus se empenham mais em criticar o cristianismo do que o Islamismo?

Porque a maioria deles vive imerso nas sociedades cristãs, uma vez que o ateísmo é crime passível de pena de morte em alguns países islâmicos. Lá eles podem ser ateus em seu foro íntimo, mas têm que fingir que são muçulmanos. Já participei de uma comunidade de "Ateus do Paquistão", no Orkut e todos eles não podiam revelar sua verdadeira identidade. Felizmente o cristianismo, depois da reforma, se tornou mais aberto a contestações, especialmente depois da Revolução Francesa. Então o grosso dos ateus que se volta contra o cristianismo é, justamente, a parcela que goza da liberdade de se declarar ateu. Mas todo ateu também não concorda com o islã. Você pode ver isso na leitura de autores ateus, como Dawkins e Sam Harris. Ou mesmo em Ingersoll.

Quando pega um livro fraco, você abandona a leitura dele?‎

Geralmente sim. A não ser que tenha um interesse especial por conhecê-lo, apesar de fraco. Também abandono livros chatos e empolados, a não ser, novamente, que deseje conhecê-lo, não por deleite, mas por curiosidade, face sua importância histórica, filosófica ou científica. Alguns que abandonei foram "Arquipelago Gulag" do Soljenitsin e "Ulisses", do James Joyce. Achei preferível dispender tempo de leitura com outros. E tem muitos em minha fila.

Um dia tudo fará sentido?

Acho que não. mas não garanto que não. Pode ser que sim, pode ser que não. Não há nada que implique que sim e nem que não.

O que é raio na matemática?

Dado um conjunto de pontos que mantêm a propriedade de serem todos equidistantes de um dado ponto, chama-se raio o valor dessa distância comum de todos os pontos desse conjunto ao dado ponto, chamado centro da curvatura. Tais conjuntos são os círculos, os arcos de círculo as esferas e as calotas esféricas.

Ernesto, na sua opinião qual das 3 opções é a melhor e qual é a pior? Levando em conta a sociedade atual e o ambiente profissional e social: Esperteza, Inteligência ou Sabedoria?‎

A qualidade mais valiosa dessas, em termos do bem que promove tanto para a própria pessoa quanto para a sociedade é a sabedoria. Em segundo lugar, a inteligência. A esperteza pode ser, até, danosa. Mas pode ser benéfica. A inteligência também pode ser usada para o mal, mas a sabedoria, por definição, é sempre benéfica.

O Sol e as estrelas são incandescentes devido a sua massa gigantesca?‎

Inicialmente sim. Há uma massa mínima para que uma condensação de gás sideral possa iniciar a fusão nuclear em seu interior. Essa massa é de cerca de 8% da massa do Sol (80 vezes a massa de Júpiter ou 27 mil vezes a massa da Terra). Todavia, após uma explosão de nova ou supernova, o caroço remanescente pode continuar incandescente pela temperatura residual, sem geração de energia, mesmo tendo massa menor.

Ernesto você é muito confiante que um dia as crenças religiosas podem desaparecer pela razão e ciência,mais acho difícil a cada esquina têm uma história de fantasma,muitos que abandonam as religioes monoteístas se voltam para budismo,hinduísmo e misticismo,o ser humano parece não largar dessas crenç‎

Isso é só um problema de falta de cultura e conhecimento. Com o progresso científico e a difusão da educação essas crendices desaparecerão. Para tal é preciso disseminar a prosperidade. Veja que os países mais prósperos, em geral, são mais civilizados e menos religiosos. Considere o caso dos países escandinavos. O mundo todo, sem exceção, chegará ao nível de prosperidade e civilização que eles possuem. Acho que isso levará de um a dois mil anos. Mas chegará. Então as religiões também desaparecerão. Esse tempo é pequeno, se considerarmos que a humanidade ainda tem milhões de anos pela frente.

Não gosto de Funk também. Mas acredito que as letras promíscuas deste estilo sejam oriundas dos desejos mais naturais de todo homem e mulher, expressados em música. Isto explica também o motivo de fazer muita fama entre adolescentes. E até, se parar pra pensar. Que homem não pensa em sexo?‎

Pensar em sexo é normal, tanto para homens quanto para mulheres. E, inclusive, pode ser tema de poesia e de letra de música. O que não aceito é abordagem chula e nada poética. Não considero que sexo seja tabu e nem que não possa ser assunto de conversa, música, filme, romance, poesia, teatro, pintura, escultura, cinema ou qualquer obra de arte, bem como acho que deva ser abordado nos programas da educação básica em todos os seus aspectos, biológico, psicológico, social, sentimental e ocupacional, isto é, como transar gostoso. Mas não gosto que seja abordado de forma chula, sarcástica, irônica ou, simplesmente, humorística. Trata-se de algo de importância vital. E tem que ser tratado com o mesmo nível de consideração quanto se trata o amor romântico, a gastronomia, os esportes, os negócios, a política e tudo o mais. Dai não apreciar a forma como o funk o aborda.

Ernesto eu acho que a violência faz parte do ser humano,desde os tempos mais remotos o ser humano mata um ao outro em guerras ou por outra coisa,acho que essa violência está nos nossos genes,mais com o passar dos tempos os humanos podem tentar vencer isso,vamos ver este seculo como vai ser,o q acha‎

A civilização surgiu, dentre outros motivos, exatamente para conter a violência e os instintos humanos. Quanto mais civilizado, menos instintivo. Países mais civilizados são menos violentos. Aliás, isso é uma das melhores medidas do nível de civilização, e não a riqueza. Todavia, levar o mundo todo a um estado de altíssima civilização, em que a violência seja abolida, não sera trabalho para apenas um século. Mas confio que em um ou dois milênios isso já terá sido alcançado. Já que o progresso civilizatório tem sido exponencial (ou seja geométrico). Para tal, uma das medidas importante será a abolição das religiões, ou, pelo menos, a tolerância mútua entre elas. E isso se consegue por meio da prosperidade generalizada, uma vez que a libertação do jugo das religiões se dá mais facilmente não havendo carência econômica nenhuma. A distribuição e o crescimento da renda é, pois, um dos melhores meios de se acabar com a violência. Geralmente, inclusive, as motivações religiosas são pretextos para encobrir as motivações econômicas. Mas elas existem por si mesmas também. Todavia essa abdicação das religiões tem que vir no bojo de uma mudança cultural no sentido da tolerância ao diferente. Note que abandonar as religiões não significa abandonar as crenças religiosas. Elas podem subsistir sem as religiões. E não são problemáticas, desde que não incorporem a noção de intolerância. As religiões, como instituições comandadas por certas lideranças, que manipulam o pensamento das pessoas, é que são sumamente inconvenientes. As crenças, sendo de foro íntimo e não institucionalizadas, não são nocivas, em geral. O único problema com elas é que são uma enganação.

Se eu saio a noite, olho para os céus e vejo 3/4 da lua, que horas são? E por que?‎

Se você vê 3/4 da Lua é porque ela está se aproximando de ser cheia ou acabando de sair da fase cheia. Como 3/4 é aproximadamente 5/7 e a Lua leva aproximadamente 7 dias entre as fases, então está faltando ou já passaram dois dias para a Lua cheia. Como a Lua cheia nasce às 18 horas e se põe às 6:25 horas e a Lua atrasa 50 minutos para nascer de um dia para ou outro, dois dias antes ela nasceu às 16:20 e se pôs às 4:45 e, dois dias depois, nasceu às 19:40 e se pôs às 8:05. Em ambos os casos ela será visível em grande parte da noite, dependendo do lugar em que se esteja e do dia do ano considerado.

Se existisse vida após a morte,e depois que você morresse você voltaria para contar a humanidade a verdade ?‎

Como não vejo ninguém voltar, isso significa que, se existir, não é possível voltar.

Certa vez, o senhor disse que não enquadra o funk como cultura. Mas pela definição mais conhecida, qualquer tipo de crença, arte, ideologia que é aceita e utilizada por uma sociedade passa a ser considerado cultura. Levando em conta que o povo, em sua grande maioria ouve este estilo denominado "Funk‎ Bruno da Silva

Não falei cultura, falei música. Cultura é, mas música não é. É um recitativo ritmado. E meu critério de apreciação musical se liga a dois aspectos, melodia e poesia, no caso da música cantada. Harmonia, ritmo e timbre são elementos acessórios. Não consider o funk melódico e nem poético. Quanto a ser apreciado por muita gente, isso não muda o que seja. Há muita música que não é apreciada por muita gente, como ópera e música sacra.

Ernesto você acha que se uma alma ou Deus existisse seria possível nós seres humanos descobrirmos cientificamente tal coisa ? Ou seria inacessível ao homem ? Qual a evidência materialista contra a alma ?‎

Não existe evidência física da existência de espíritos. Se existissem, haveria alguma forma de se constatar. Essa constatação tem que ser universal, isto é, não dependente de circunstâncias, como o local, a pessoa. E tem que ser reprodutível por qualquer um, em qualquer lugar e momento. Como não há nada que demonstre inequivocamente que existem, a hipótese que se deve considerar é de que não existam. Não há porque considerar que algo exista se não é detectável e se sua existência não é necessária para a explicação de nada. Supor que possam existir espíritos mas que sejam inacessíveis à percepção só se justificaria se houvesse algo que não se poderia explicar sem que a existência deles fosse considerada, o que não ocorre. Isso não se aplica apenas a espíritos, mas também a qualquer coisa, mesmo física, como as supercordas. Sua existência é uma hipótese ainda não confirmada por nenhuma observação e não há nada que a exija para ser explicado. Mas ela é capaz de reunir muitas propriedades em uma explicação só. Todavia há outras explicações. e a ideia de uma unificação das interações é uma aspiração da comunidade científica que não necessariamente representa o fato da natureza ser assim.

o sr não gosta de piadas?‎

Depende. Gosto de piadas sutis, inteligentes, instigantes. Não gosto de piadas vulgares e detesto as chulas. Nem as que se baseiem em preconceitos.

Sobre a variação da gravitade terrestre:Em um exercício que fiz dizia que a força atrativa que um corpo exercia no centro de massa da terra era menor que a força que ele exercia na balança.Poderia esclarecer?‎

Sim. A força que o corpo exerce sobre a centro de massa da Terra é igual a seu peso. Mas a que exerce sobre o prato de uma balança não. Porque, estando a balança na superfície da Terra, possui uma aceleração centrípeta. Portanto o "peso efetivo", que a balança (ou melhor dinamômetro) vai marcar, será o peso menos a força centrípeta (massa vezes aceleração centrípeta). No equador isso reduz em 0,35% o valor.

um cavalo morto é um animal sem vida‎

Não só um cavalo. Um ser vivo morto é um ser não vivo.

O que significa considerar a organização como um sistema que busca equilibrio e homeostase?‎

Não penso assim. Um sistema que evolua espontaneamente, realmente o faz para estados cada vez mais tendentes ao equilíbrio. Mas uma ordem aplicada a um sistema não é algo espontâneo. É o produto de uma ação volitiva de um ser dotado de razão e vontade. Não precisa, pois, provocar transformações que levem ao equilíbrio. Em geral, a intenção de se aplicar ordem é, justamente, fugir do equilíbrio, ou seja, promover a redução localizada da entropia. Isso também pode acontecer em fenômenos naturais de alguns tipos, sem a interveniência de um agente dotado de vontade. Como acontece com as interações atrativas cumulativas, como a gravitação e a de Van der Waals, que fazem surgir estrelas, planetas e galáxias, bem como a vida a partir da matéria inanimada.

O que acha disso? http://www.duniverso.com.br/cientistas-comprovam-reencarnacao-humana/‎ Mond

Acho uma imensa bobagem. Nenhuma dessas conjecturas é comprovada. Não há nada na Física Quântica que sustente a existência de algo do tipo da alma ou que diga que a consciência preceda o corpo. A consciência é uma função do organismo. Não vem de fora dele e não existe fora dele.

Conte-me um assunto que te fascina. Se necessário, explique o motivo. Pode falar um pouquinho sobre, se desejar:‎ Kemmy ♡

Dentre vários, Cosmologia, em que fiz meu mestrado. Sou fascinado pelo conhecimento e pelo estudo a respeito da origem, estrutura e evolução do Universo e temas correlatos. Considero a parte mais filosófica da Física. Para mim é uma suprema satisfação estudar isso tudo. Mesmo que não tenha utilidade prática nenhuma. Mas sou assim mesmo: vivo no mundo da Lua e não tenho os pés no chão.

O que acha de ateus que acreditam em astrologia?‎ Júlia

Pode-se não considerar que Deus exista mas achar que haja influências astrais na vida pessoal. Pessoas que pensão assim não são suficientemente esclarecidas. Nem todo ateu é cético, mesmo que a maioria o seja. Do mesmo modo que nem todo cético é ateu.

O que diferencia uma pessoa triste de uma pessoa com depressão?Você acha que ssa doença influencia na capacidade de raciocinar?Existe alguma solução eficiente que não seja psicólogo?‎

Toda tristeza advém de uma causa detectável e é proporcional ao impacto dessa causa, cessando ou atenuando com o término da causa ou sua diluição. A depressão, por sua vez, mesmo que se inicie como uma tristeza, cresce além do que a causa provoca e perdura com a cessação da causa. Trata-se, portanto, de uma patologia. Sua detecção e tratamento tem que ser feita por um profissional médico ou psicólogo (melhor que a pessoa seja as duas coisas). A cura da depressão é feita tanto por drogas quanto por terapia psicológica. Não conheço outra forma eficaz de curá-la. Mas o tratamento tem que ser individualizado. É importante esclarecer que não se trata de "frescura". Mas há casos em que pessoas simulam uma depressão como forma chantagista de obter atenção e afeto . Só um profissional pode detectar.

Ernesto, tenho uma dúvida sobre o núcleo externo da Terra. Costuma-se dizer que essa é a região responsável pelo campo magnético do planeta. Porém, vi na Wikipédia americana que a sua temperatura vai de 4000°C a 5700°C, aproximadamente. Mas e o ponto Curie do ferro? Ou nada disso está relacionado?‎

O magnertismo da Terra não é de origem ferromagnética e sim eletromagnética. Resulta do movimento convectivo de cargas no fluido do núcleo externo. Veja isto:
http://en.wikipedia.org/wiki/Dynamo_theory
http://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_do_d%C3%ADnamo

Se algum dia você enxergar um anjo, espírito ou qualquer coisa do tipo; o que você pensará? Que se trata de um engano dos sentidos (visão) ou que você tenha se equivocado, anteriormente, ao concluir, somente com a razão, que esse tipo de coisa não existe? Como saberá se é ou não uma alucinação?‎

Estarei plenamente convicto de que se trata de um engano de percepção, ou alguma alucinação de minha parte. Para aceitar que seja, de fato, algo sobrenatural a ocorrência teria que ser observada com uma série de dispositivos registradores que garantissem não haver nenhuma falha de percepção. Ao que me consta, nunca isso foi detectado, de modo que não acredito em sobrenatural mesmo.

" Eu só acredito vendo." Há algo que você não acredite nem vendo?‎

A visão não é garantia de adequação entre a realidade e sua percepção. As ilusões de ótica podem advir da parte física, da parte fisiológica e da parte psicológica da visão. Por isso não se pode garantir que se esteja "vendo" o que de fato ocorre. Então se pode atribuir explicações mágicas para ocorrências observadas em função de supostas "constatações" visuais, que não sejam verdade. Se me apresentarem situações em que se "veja" a realização de mágicas ou milagres, eu não acredito, mesmo vendo. Tais tipos de fenômenos não existem, como já é sobejamente demonstrado por ilusionistas empenhados em desmascarar curandeiros. A comprovação de que algo tenha se dado em inobservância ao comportamento natural do mundo requer uma série de cuidados e controles no acompanhamento do fato, para poder desmascarar qualquer fraude. Pelo que me consta, até hoje não se detectou a ocorrência de nenhum milagre ou mágica (que são a mesma coisa).

Ernesto na história evolutiva humana em que tempo a consciência surgiu na nossa especie e porque surgiu ? a ciência nada tem a dizer sobre isso ? ou tem alguma explicação porque nós somos tão inteligentes capaz da autoconsciência e por qual motivo isso aconteceu ?‎

A consciência não surgiu em nossa espécie. Ela já existia nas que nos precederam, como existe em outras fora de nossa linha evolutiva. O surgimento de qualquer característica biológica dos seres é completamente fortuito. Se a característica se revela vantajosa para aquele ser nas circunstâncias em que vive, permanece e é transmitida à descendência. Note que tem que ser algo que surja por mutação nas células gaméticas e não nas somáticas. Não há motivo para termos adquirido a consciência e a autoconsciência. Tudo acontece por acaso na parte mutacional da evolução e, depois, por interação com o meio na parte seletiva da evolução. No futuro, outros animais que vierem a surgir, inclusive de outras linhas evolutivas, poderão também se tornar tão ou mais inteligentes do que nós. Como, por exemplo, alguma linha evolutiva a partir dos atuais cefalópodes.

Professor, qual sua opinião sobre professores que não suportam quando um aluno tem um pouco mais de conhecimento do que eles, em determinado assunto? Ou quando subestimam o mesmo?‎

Em verdade não são verdadeiramente professores, pois um verdadeiro professor adora alunos que têm sede de conhecimento e que, de fato, sabem muita coisa, até mais do que eles. uma vez que é uma oportunidade para aprenderem. E o que mais caracteriza um professor, mais do que a didática (se bem que a didática seja muitíssimo importante) e o seu deslumbramento e a sua ânsia ilimitada por conhecimento. E o prazer que sente em difundi-lo. O professor tem é que se alegrar por ter um aluno muito sabido. Professor que não suporta isso é porque, em geral, não sabe quase nada mesmo. Quem sabe, gosta de quem sabe mais ainda. Veja isto:

http://www.ruckert.pro.br/blog/?p=4518

Professor, qual o melhor caminho para aprimorar o raciocínio lógico-matemático?E quais as matérias que mais desenvolvem essa competência?Tenho alguma dificuldade nesse aspecto e gostaria de dicas.Abraço.‎

Estude "Matemática Finita", ou "Matemática Discreta". Estude, também, geometria sintética, bem como geometria analítica.

O Senhor já leu "Eram os Deuses Astronautas?"?

Sim, bem como "De volta às estrelas". Há mais de 40 anos. E acho que tudo o que ele diz é besteira. Todos os fatos relatados são perfeitamente explicados por meio de ações dos próprios seres humanos.

Por que voce acha pouco provável vida inteligente em outros planetas? Na terra também não havia de inicio.E se houve aqui,nada impede que exista em outros lugares.‎ Catarina

Não impede e nem é impossível. Mas é muito difícil reunir em um lugar todas as condições que se deram na Terra para surgir vida inteligente. Daí a probabilidade muito baixa, da ordem de três planetas por galáxia com vida inteligente (em um total de um trilhão de planetas por galáxia). Isso que daria, pelo menos, 300 bilhões no Universo Observável. Todavia o afastamento médio entre eles, mesmo os de nossa galáxia, seria tanto que inviabilizaria a comunicação e, muito menos, o encontro. Leia o livro: "Sós no Universo", de Ward e Brownlee.

Estou a perturbá-lo há um bom tempo. Peço desculpas por incomodar. Mas gostaria de sanar algumas dúvidas que, de fato, estão me levando à loucura. https://drive.google.com/file/d/0B9WJMlMy6kxjQ3FzR2ZFV3JkZHM/edit?usp=sharing Há algum equívoco de minha parte, no concernente à criação da matéria?

O surgimento da matéria não é algo difícil de se entender. Ao surgir, o Universo era campo puro, sem nenhuma quantização. Esse campo possuía uma densidade de energia extremamente grande, equivalente a uma densidade de massa de mais de 10E80 g/cm³ (equivalente ao caroço de um buraco negro). O interessante é que, sendo o Universo infinito, ele já surgiu infinito. A singularidade de que se fala é da densidade de energia e não de volume. O Universo Observável, hoje com 92 bilhões da anos-luz de diâmetro, é que se concentrava em um volume menor do que um elétron, não o Universo, que já era infinito. Mal surgiu, o espaço que continha esse campo começou a se expandir, a princípio com uma aceleração imensa (inflação) que fazia a taxa de afastamento dos pontos ser muito superior à velocidade da luz (mas não se trata de uma velocidade, pois não é um movimento). Nessa expansão ocorreram flutuações aleatórias de densidade que permitiram ao campo se quantizar em pares de partícula e antiparícula (as quantizações são concentrações do campo possuidoras de valores específicos de certas grandezas, como carga, spin e outras, que fazem com que a concentração adquira uma individualidade). As quantizações de spin semi-inteiro formaram férmions que são os quarks e léptons, partículas constitutivas da matéria e antimatéria. As quantizações de spin inteiro formaram os bósons transmissores das interações, como os glúons, W, Z e fótons. As partículas e antiparticulas se afastavam pela expansão de modo que não se aniquilavam, mas poderiam se aniquilar com as pertencentes a outro par. Isso gerava fótons, que também poderiam se colidir e gerar pares. Tal bagunça durou 380 mil anos nos quais todo o Universo era como o interior de uma única estrela, completamente opaco. Nisso se formaram prótons, nêutrons, antiprótons, antinêutrons, átomos e antiátomos de hidrogênio e hélio. Havia também o decaimento radioativo das partículas e antipartículas formadas. Curiosamente a meia vida das partículas radioativas não era igual à meia vida de suas correspondentes anti-partículas. Quando a separação se tornou suficiente para que uma partícula ou antipartícula decaísse antes de encontrar outra para aniquilar, as aniquilações cessaram, pois, tendo decaído em tempos diferentes, partículas não achavam a antipartícula para se aniquilar. Isso fez sobrar matéria em relação à antimatéria, na fração de um bilionésimo do que havia das duas. O resto se tornou a radiação de fundo do Universo. Então o Universo ficou transparente. Depois surgiram estrelas e galáxias e o Universo tomou a forma atual. O que não se sabe é como o campo puro primordial surgiu a partir de nada, sem causa e sem propósito.

O que está no centro do mundo?

Se se entender por mundo o planeta Terra, seu centro está a 6.371 km abaixo da superfície (em média). Se se entender por mundo o Universo. ele não tem um centro, pois é infinito. Se se entender por centro do mundo o centro de distribuição das terras emersas, ele se situa mais ou menos no Egito.

Ernesto a teoria quantica da consciência de Roger Penrose realmente trás a ideia de alma ? Ele realmente tenta provar a alma por meio da física quantica ? então ele acredita que temos uma alma imortal ? Um grande Cientista do porte dele,essa teoria é assim mesmo ou as pessoas interpretam errado ?‎

Nada disso. As teorias quânticas da consciência são inteiramente físicas. Tanto a de Bohm, quanto a de Penrose-Hameroff, quanto a de Umezawa, Vitiello, Freeman, Kak. Não dizem nada a respeito de alma e nem de imortalidade. Mas não são consistentes com os fatos. Outra proposta alternativa á linha mestra da neurologia é a da "Mente Holográfica", de Karl Pribram.
http://en.wikipedia.org/wiki/Quantum_mind
http://en.wikipedia.org/wiki/Holonomic_brain_theory
http://en.wikipedia.org/wiki/Quantum_cognition
Há muitas dificuldades com essas propostas.

Como se concentrar nos estudos?

Para começar é preciso estar com vontade de saber o que se está estudando. Isso vai acontecer se se gostar do assunto. Então se deliciará com o estudo e se concentrará espontaneamente. Se não se gostar do que vai ter que estudar, só há um recurso: força de vontade. Como se obtém força de vontade? Com força de vontade!

Se a sua parceira resolvesse ter um relacionamento aberto com você, aceitaria?

Sem problema nenhum.

Flertar é traição?

Depende do que está combinado entre as pessoas que mantêm um relacionamento romântico. Se há a exigência de exclusividade tanto sexual quanto sentimental e, mesmo, de amizade. Há casos em que as pessoas são completamente exclusivistas. Se se aceitou viver desse modo, o flerte é uma violação do que ficou combinado. Caso contrário, não. Em meu entendimento um relacionamento não deve incluir uma cláusula de exigência de exclusividade em nenhum aspecto. O importante é que haja amor sincero, profundo, completo, mesmo que não exclusivo. E que haja desejo, admiração, cumplicidade, compartilhamento, curtição, prazer. Isso não precisa estar associado nem à perenidade nem à exclusividade. Mas tem que ser de forma sabida e permitida. Senão é traição mesmo. De modo geral, quando se ama muito um pessoa, não se sente vontade de se relacionar com outra. Mas isso não é uma regra incontornável. Pode haver o caso de se amar muito a alguém e, de repente, se apaixonar por outra pessoa, sem deixar de amar a primeira. A necessidade de escolha é um grande fator de sofrimento existencial. A possibilidade de vivência simultânea de mais de um amor é um alívio sentimental, desde que todos os envolvidos estejam cientes e felizes com a situação. Mesmo que se interrompa um relacionamento, não é preciso que se deixe de amar, de forma platônica. Isso também é bom.

Quanto é a metade de 2^50?‎

2^49

Ficar sem fazer sexo ou se relacionar por um bom tempo, melhora o foco e concentrar-se nos estudos, atividades profissionais e carreira ?‎

Não. A não ser que a pessoa seja compulsiva e incontrolável, a atividade sexual, inclusive, é benéfica, por liberar endorfinas, dopamina, serotonina, oxitocina e outros neurotransmissores dopaminérgicos.

Professor, presenciei uma sena em uma igreja, e mesmo aceitando que o seu conceito sobre Deus nao seja como o meu, eu queria que o voce me falace como vê uma pessoa que diz falar em linguás

Pura encenação. Inclusive pode ser trainada, para impressionar.

http://ask.fm/wolfedler/answer/117623476509 "Sem condenação" e "com o cencentimento da família" são duas coisas que não podem existir juntas, a família muitas vezes é quem condena. Então não deve haver nenhum tipo de concentimento por parte de ninguém, somente dos praticantes

Discordo de você. Para que a prática sexual de adolescentes e jovens seja uma atividade tranquila e sem nenhum trauma e nem ansiedade, por se estar supondo que se faça algo errado, é preciso que os pais considerem que isso seja permitido, e uma coisa boa de se fazer. Assim os meninos e meninas aprenderão o sexo uns com os outros num clima lúdico e de amizade fraterna, com o desejo de se gratificarem mutuamente. As famílias precisam arrostar a sociedade e se abrirem para essa possibilidade com naturalidade, inclusive aconselhando os filhos e filhas sobre a melhor forma de praticar o sexo para se tirar o melhor proveito e prazer, bem como alertando para os cuidados a se tomar para evitar doenças e gravidez.

Será que existem menos de casos de fotos de MENINOS pelados ou simplesmente não dão audiência, afinal """'"homem pode""""?‎

Geralmente a publicação de fotos de meninas nuas pretende aliciar clientes para a prostituição infantil. E a prostituição acontece muito mais com relação a clientes masculinos do que femininos. Existe uma clientela masculina para um tipo de prostituição com meninos, mas é mais reduzida. Por outro lado, mulheres que procuram prostituição masculina, em geral querem homens e não meninos. Ou homossexuais que também buscam parceiros para o papel de machos na relação. Outra possibilidade é de meninas publicarem, por sua iniciativa, fotos suas nuas, para conseguir meninos parceiros para o sexo, não prostitucional. Isso é menos ocorrente da parte de meninos. De qualquer modo, tudo isso é uma atividade extremamente deplorável, eu diria mesmo, execrável. Nada disso seria preciso se o sexo e o amor fossem inteiramente livres e abertos na sociedade, de modo consentido entre todos que quisessem, sem nenhum tipo de condenação, seja a homens ou a mulheres e entre meninos e meninas que mantenham uma relação de amizade. Com o consentimento das famílias.

Na sua opinião, qual é o melhor provedor de e-mail? Preciso criar um e-mail novo mas estou em dúvida sobre qual provedor usar rs.‎

Depende da cidade em que você more. Aqui em Viçosa acesso a internet pela "Super-cabo Televisão" (SCTV) na taxa de 15 megabits por segundo. Por enquanto está bom.

Professor, você sabe mais ou menos como e quando o homem passou a condenar o incesto e a poligamia? Sendo que Adão e Eva tiveram filhos entre si e os mesmos foram se reproduzindo entre si. E os cristãos não sabem responder quando Deus (para quem crer) proibiu o incesto. Você sabe?‎

Adão é Eva são personagens lendários. Eles não existiram de fato. Não sei em que estágio e em que lugares surgiu a interdição ao incesto e à poligamia. Teria que fazer um estudo antropológico. Há um livro do Engels sobro o assunto: "A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado", que pode ser baixado de graça:
http://www.dhnet.org.br/direitos/anthist/marcos/hdh_engels_origem_propriedade_privada_estado.pdf
Trata-se de um estudo desatualizado, mas é interessante para começar. Além dele veja:
http://www.psicologia.pt/artigos/ver_artigo.php?codigo=A0180
http://pt.wikipedia.org/wiki/As_Estruturas_Elementares_do_Parentesco
http://www.fabulasecontos.com.br/impressao.php?id=86
http://pt.wikipedia.org/wiki/Poliandria
http://www.superinteressante.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=2653:todos-por-uma&catid=12:artigos&Itemid=86
http://en.wikipedia.org/wiki/Polyandry

Sobre o caso da moça que chamou o goleiro Aranha de macaco durante uma partida de futebol e que está respondendo por crime de racismo. Muitas coisas são ditas sobre o assunto e há quem defenda que a atitude dela foi no momento de tensão do jogo. Gostaria que comentasse o episódio, obrigado.‎

Certamente que foi resultado da euforia, quando, então, o cérebro dela desligou a censura e ela externou o que, de fato, sente por dentro. O problema é que racismo não é o que se sente e sim o que se faz. Mesmo que uma pessoa não aprecie negros, orientais, indígenas, brancos, judeus, árabes ou que raça sejam, ela tem que se policiar para não agir contra em nenhuma circunstância. Isso vale para todo tipo de preconceito, além do racial. Qualquer um tem o direito de não gostar de heterossexuais ou de homossexuais, de cristãos ou de muçulmanos, de atleticanos ou cruzeirenses. Mas não pode fazer nada contra eles. E xingar um negro de "macaco" é ofender, como xingar um branco de "lagartixa" ou xingar um homossexual de "viado". Todo mundo tem que ser respeitado, mesmo que não seja amado. Só não se pode respeitar quem seja cruel, injusto, desonesto ou qualquer forma "do mal" de ser. Mas isso não depende de raça, credo, nível, nacionalidade ou o que seja.

"Ativismo de sofá" é melhor ou se iguala a nada?

Claro que é. E tem um grande valor. Influenciar o pensamento é tão ou mais importante do que agir corporalmente. É possível, inclusive, fazer mudar toda uma concepção social a respeito de algo sem nenhuma ação física, mas apenas por convencimento. Um trabalho educativo pode resultar em mudanças radicais de atitude, sem nenhuma batalha. Essas, inclusive, são as mais permanentes e duradouras, pois quem muda não muda por coação e sim por opção. É o que faz, por exemplo, a propaganda que pode mudar a mentalidade de um povo para o bem ou para o mal. Isso tem sido muito usado e, quem deseja o bem do mundo, também tem que fazer uso desses recursos, como a internet, para mudar a mentalidade. Isso é o que Gramsci mostrou que precisava ser feito para a implantação do comunismo no mundo. E é válido para qualquer outra pretensão. O capitalismo faz isso a todo momento. É o que tenho feito com respeito ao anarquismo e ao ateísmo.

Meu professor de História disse-me que "escravo" e "escravizado" não são sinônimos e deve-se usar o segundo termo; ele está certo ou é puro politicamente correto?‎

Rigorosamente falando, escravo denota um atributo permanente, uma condição essencial, enquanto escravizado significa uma situação temporária. Uma pessoa "seria" um escravo, mas "estaria" escravizada. Como o ser humano, essencialmente, é livre, ninguém "é" escravo, mas pode estar, circunstancialmente, escravizado. Mesmo que essa circunstância perdure por toda a vida. Mas, essencialmente, toda pessoa é livre. Eu, não diria, como Sartre, que o homem está "condenado" à liberdade, pois a liberdade não é condenação nenhuma. Seu professor, portanto, está certo.

Superinteressante e Galileu. Perda de tempo ?‎

Não acho. Inclusive tenho todas, ambas, desde que foram lançadas, bem como as que as antecederam em suas editoras e a "Ciência Hoje" e a "Scientific American Brasil". Para mim, as duas primeiras são mais superficiais, mas valem pela divulgação científica e pela satisfação da curiosidade. Quanto mais se souber a respeito de tudo, mais interessante. Muitas vezes um tema abordado de forma mais superficial acicata a curiosidade para maiores aprofundamentos em outras fontes.

Baixa auto-estima ou baixa estima ? qual o correto ?‎

Ambas as expressões são corretas, mas cada uma significa algo diferente. Auto-estima é a estima por si mesmo. Baixa auto-estima é não gostar de si mesmo. Baixa estima é não gostar de outra coisa qualquer. Por exemplo: "Tenho baixa estima por quem seja preconceituoso".

Baixa auto-estima ou baixa estima ? qual o correto ?‎

Ambas as expressões são corretas, mas cada uma significa algo diferente. Auto-estima é a estima por si mesmo. Baixa auto-estima é não gostar de si mesmo. Baixa estima é não gostar de outra coisa qualquer. Por exemplo: "Tenho baixa estima por quem seja preconceituoso".

Tem alguém em que você se inspire ou admire ?‎

Bertrand Russell.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Você é curioso(a)?‎

Extremamente. Mas não sobre a vida dos outros e sim sobre coisas e fenômenos.

Qual sua definição de beleza?‎

Trata-se da qualidade de algo que, ao ser apreciado, pela visão, estática ou dinâmica, ou audição, provoca uma reação de satisfação, de agrado na contemplação, de recompensa, de prazer sensório. Isso vale para sons e imagens. Não se aplica, com essa denominação, a odores, sabores ou texturas. Mas tem que ser uma apreciação consensual entre várias pessoas, para que se possa conferir a qualidade de belo a algo que se vê, se assiste ou que se ouve. Isto é, há uma beleza subjetiva, que é uma apreciação pessoal, e uma beleza objetiva, que é um consenso de subjetividades. Normalmente essa sensação agradável advém de certas características daquilo que se aprecia, como harmonia, suavidade, simetria, fluidez. Todavia, rupturas desses aspectos, quando parcimoniosas e bem colocadas, contribuem para a beleza, pelo contraste.

Professor, uma dúvida: o que Schopenhauer quer dizer quando ele fala que os prazeres(e desejos) são de natureza negativa e a dor é de natureza positiva?Obrigado por todas as respostas, são muito esclarecedoras e suas opiniões são realmente de grande relevância!Meus cumprimentos.‎

Uma interpretação inteiramente equivocada que ele tinha da vida. Ele deveria ser uma pessoa frustrada, tanto amorosamente quanto intelectualmente, por não ter sido reconhecido como queria . Tornou-se melancólico, soturno, misantropo e masoquista. Em verdade é justamente o contrário. A dor é que é negativa. O desejo e o prazer são positivos.

Professor, uma dúvida: o que Schopenhauer quer dizer quando ele fala que os prazeres(e desejos) são de natureza negativa e a dor é de natureza positiva?Obrigado por todas as respostas, são muito esclarecedoras e suas opiniões são realmente de grande relevância!Meus cumprimentos.‎

Uma interpretação inteiramente equivocada que ele tinha da vida. Ele deveria ser uma pessoa frustrada, tanto amorosamente quanto intelectualmente, por não ter sido reconhecido como queria . Tornou-se melancólico, soturno, misantropo e masoquista. Em verdade é justamente o contrário. A dor é que é negativa. O desejo e o prazer são positivos.

A Parapsicologia é ciência ? Ela diz que prova a paranormalidade cientificamente, exemplo a telepatia, o que acha desses estudos ? Será que nós céticos somos chatos demais para aceitar esses fenômenos ?‎

No meu entendimento, não. É uma "pseudociência". Não prova a telepatia coisa nenhuma. Céticos são chatos mesmo e têm que ser. Essa chatice do ceticismo é uma grande virtude. Sem o ceticismo o mundo estaria repleto de crendices sem fundamento. Alguns parapsicólogos pesquisam os ditos fenômenos paranormais de forma científica e cética e, até hoje, não acharam nada que os confirme. Casos confirmados se revelaram fenômenos puramente naturais. Veja isto:
http://ateus.net/artigos/ceticismo/a-parapsicologia/
http://www.adorofisica.com.br/trabalhos/ciencia_e_ps/parapsicologia1.html
http://hypescience.com/parapsicologia-ramos-estranho/
http://fatoefarsa.blogspot.com.br/2012/02/voce-sabe-o-que-e-parapsicologia.html

«O Direito é a mais linguística de todas as instituições – e não haverá muitas profissões tão dependentes das virtualidades da linguagem como a profissão jurídica.» Concorda?‎

O Direito não é uma instituição e sim uma atividade ou profissão. A instituição que abrange a atividade do Direito é a Justiça. Sem dúvida ela é extremamente ligada ao uso da linguagem, como forma de expressão do pensamento. Mas o fundamental não é a linguagem e sim a argumentação, a lógica, o raciocínio. Esses existem na mente por baixo da linguagem, mas só se expressam de forma conveniente e convincente por meio da linguagem. Todavia não é só o Direito que se vale da linguagem como sua principal ferramenta, do mesmo modo que a Física se vale da Matemática. A Filosofia também é extremamente dependente da linguagem para se expressar, tanto é que existe uma corrente filosófica que coloca a linguagem como o objeto mór da Filosofia, que é a Filosofia Analítica. As ciências humanas, por sua vez, também são dependentes da linguagem para transmitir sua mensagem e convencer. Aliás, qualquer atividade humana, como o comércio, a política, a diplomacia e tudo o mais. Sem dúvida, contudo, são o Direito e a Filosofia as que mais se ligam à linguagem.

O que o sr acha do Islã e da ideologia dos muçulmanos radicais?‎

Não aprecio nenhuma religião. Nem o Islã, nem o Cristianismo (tanto católico quanto ortodoxo, protestante ou evangélico), nem o Judaísmo, nem o Hinduísmo, nem o Budismo, nem o Espiritismo (que não é cristão), nem o Zoroastrismo, nem o Xintoísmo, nem o Siquismo, nem o Jainismo e nenhuma outra. Especialmente os fanáticos, fundamentalistas e radicais de qualquer uma delas. Mas tolero os tolerantes, pacíficos, bondosos e justos que há entre os seguidores de todas elas, inclusive admirando muitos deles em suas atitudes, mesmo discordando de suas crenças. Não acho que sejam todos burros e ignorantes por terem suas religiões. Só equivocados. Todavia desprezo e repudio os que se aproveitam da credulidade do povo para auferir lucros financeiros, políticos, religiosos ou de qualquer espécie. Isso inclui, principalmente, os fanáticos. Aí se encontram os jihadistas, bem como fanáticos cristãos, hinduístas, judeus e de outras religiões. São todos farinha do mesmo saco, isto é, gente do mal.

se tivesse que escolher entre marina e luciana genro, qual vc escolheria? qual vc acha que tem mais postura pra ser presidente?‎

Pelos estudos que fiz até agora estou preferindo a Luciana Genro. Acho que a Marina está comprometida com os evangélicos e, até, com banqueiros. Além do mais está querendo agradar gregos e troianos. Acho a Luciana mais coerente e radical. E é isso que eu quero de um presidente. Nada de acordos com aproveitadores.

Qual o percentual de esquizofrênicos na população ? Muita gente pode ter essa doença e não saber ?‎

http://pt.wikipedia.org/wiki/Esquizofrenia#Epidemiologia
(não clique: copie e cole na barra do navegador)

Analisando o Status quo do Brasil, você considera algumas propostas da Luciana Genro utópicas?‎

Não. Apenas não são propostas a serem concretizadas no tempo de uma única presidência. São mudanças a serem concretizadas em décadas ou séculos. Mas isso é que um estadista tem que empreender. Não o que vai colher em seu mandato. Tem que pensar no bem das pessoas de modo permanente e não para obter aprovação. Nem sempre as boas medidas são agradáveis. Especialmente para quem se locupleta com o "status quo" existente. Essas pessoas têm que se convencerem a diminuir seu lucro e aplicar em investimentos que gerem mais riqueza para o povo.

Luciana Genro se declara ateísta em plena campanha. É um ato corajoso diante de um país super religioso?‎

Sim. Isso é muito bom. É bom que o povo saiba que há ateus bem intencionados.

quais são respectivamente as áreas da medicina que vc tem mais interesse?‎

Neurologia, embriologia, psiquiatria. Meu interesse não é clínico, é científico, isto é, entender como acontece e não como se cura.

Sei que o sr não é ligado muito à tv, mas para voce, existe/existiu algum canal de televisao brasileira melhor que tv cultura?

Não. Os poucos programas que assisto na TV aberta são da TV Cultura. Às vezes na Futura, na SESC, na Rede Minas (que transmite programas da Cultura). Ou então nas TVs fechadas, como a Discovery, a NatGeo e similares.

"O Bem é parte da Hipóstase divina, logo, a noção de bondade é atrelada à Substância de D'us e não Ele atrelado às noções de bondade. Tudo que Ele faz é inquebrantavelmente bom, não só em última, como em qualquer instância" A saída calvinista para o paradoxo de Epicuro é coerente ontologicamente?‎

De modo nenhum. Isso é uma opinião completamente sem base. O bem não tem nada a ver com Deus. Deus, se existisse, poderia não ser bom que continuaria sendo Deus. O que caracterizaria uma entidade como um Deus seria o seu poder de agir sobre a natureza à revelia de seu comportamento normal. Isto é, um mágico, no sentido próprio da palavra. As pessoas passaram a considerar que um dos atributos de pretensa entidade que seria o Deus seria, também, a bondade. Certamente que essa não é a entidade que as religiões abrahãmicas concebem. O Deus de Abrahão não é nada bondoso. Sua extrema perversidade se demonstra na concepção cristã de Jesus como encarnação da segunda pessoa de Deus que teria nascido para morrer em sacrifício expiatório pelos pecados da humanidade. Exigir tal sacrifício de seu próprio filho (que é ele mesmo, pasme-se) é o cúmulo da crueldade. Um Deus bondoso teria simplesmente perdoado a humanidade. Além do que, um Deus bondoso nem sequer teria permitido a existência do mal, se fosse mesmo poderoso.

É impossível se afastar da dor sem se aproximar do tédio?(E vice-versa)‎

Mas é claro que é possível. Tédio e dor são aspectos diferentes de uma vida insatisfatória. A vida boa é a vida plena de alegria, paz, realização. Uma vida ativa, produtiva, realizadora, benfazeja. Para isso ela tem que ser conduzida por um ideal, que justifique todo o empenho e os sacrifícios, que não permita que os reveses sejam derrotas e se transformem em dor e que não deixe o tédio tomar conta de nenhum momento. Aliás, o tédio é o mais fácil de se derrotar, pois tendo-se uma razão pela qual viver e lutar jamais se sentirá tédio. Isso não significa que vá se trabalhar o tempo todo. Há os momentos de relaxamento e curtição de prazeres. Mas isso não é tédio, se os prazeres não forem o objetivo da vida, mas um intermezzo gratificante e saudável. O segredo é o epicurismo, que não se pode confundir com o hedonismo. Recomendo a leitura do livro: "Os Oito Pilares da Sabedoria Grega" de Stephen Bertman. Bem como o Tao Te Ching e o Bhagavad Gita. Ou, ainda, "As Consolações da Filosofia", de Alain de Botton. O Sermão da Montanha também é interessante, se se deixar de lado as justificativas para as bemaventuranças e se focar em levar a vida realizando as ações e modos de ser que elas prescrevem.

Quais benefícios uma pessoa tem em viver o resto da sua vida com seu cônjuge?

Se o relacionamento for gratificante e o amor, o respeito, a admiração, o carinho, o desejo, o companheirismo, a cumplicidade continuarem sempre em alta, levar a vida toda em comum com uma pessoa é um imenso tesouro a ser cultivado com todo denodo. Isso fornece uma segurança emocional, uma paz existencial e um grande conforto no enfrentamento dos reveses e das vicissitudes, bem como no gozo das beatitudes e das epifanias. Claro que isso tem que ser vivido de modo inteiramente aberto e livre, sem o menor sentimento de castração ou posse de um pelo outro. Todavia não pode ser algo colocado a ferro e fogo como uma meta a se atingir a qualquer custo. Pois se a relação não estiver sendo fator de felicidade e satisfação em viver, é melhor que seja desfeita. O que não significa que se tornem inimigos e, nem sequer, que deixem de se amar e respeitar. Só deixam de ser uma célula unida para levar a vida em comum.

https://www.youtube.com/watch?v=Wf0ItQ6DjHU O que acha de Plínio Arruda?

Admirei muito suas idéias e ideais. Lamento apenas ele ter sido cristão e, ainda por cima, católico. Fora isso, em geral, concordo com o que ele defendia e com sua conduta digna e coerente. Pena que não era ateu.

Você acha que têm pessoas que têm poderes como a telecinese,de mover objetos físicos com a mente,tipo o grupo dos quadrinhos dos X-men ?‎

 Heinrich Ladolf Não. Isso não existe. É truque.

Mariana Genro. O que acha dela? Quais propostas lhe chamaram mais atençao?‎

O nome é Luciana Genro. Aprecio suas propostas e estou estudando-as melhor para me decidir. Depois comento. No momento, tornou-se a minha preferida, em lugar da Marina. Na Dilma e o Aécio eu não voto de jeito nenhum. Se houver segundo turno entre eles, eu voto em branco. Despontei com a atitude da Marina em acatar as ponderações do Silas Malafaia. E ando achando ela muito tíbia, querendo agradar a gregos e troianos.

Mariana Genro. O que acha dela? Quais propostas lhe chamaram mais atençao?‎

O nome é Luciana Genro. Aprecio suas propostas e estou estudando-as melhor para me decidir. Depois comento. No momento, tornou-se a minha preferida, em lugar da Marina. Na Dilma e o Aécio eu não voto de jeito nenhum. Se houver segundo turno entre eles, eu voto em branco. Despontei com a atitude da Marina em acatar as ponderações do Silas Malafaia. E ando achando ela muito tíbia, querendo agradar a gregos e troianos.

Gostaria de saber sua opinião sobre outra coisa também: O que acha dos movimentos separatistas existentes no Brasil, em especial o ''O Sul é meu país''. O que acha disso? (sou contra)

Acho que a melhor forma de se chegar mais cedo à abolição dos estados e dos governos e por meio de fragmentação cada vez maior deles, como aconteceu na Iugoslávia, e na União Soviética. Para mim cada estado do Brasil deveria ser uma nação independente e, em alguns casos, os estados deveriam se fragmentar em mais de uma nação. Do mesmo modo que os Estados Unidos, o Reino Unido, a Espanha. Todos os estado em que houver regiões em que o povo deseje a independência ela deve acontecer. Por outro lado, sou a favor do livre comércio global e do trânsito internacional livre para todas as pessoas.

Por que o povo brasileiro adora políticos populistas?

Por não ter suficiente educação política, o que está embutido na educação em geral. Daí os políticos, em sua maioria, serem contrários às propostas educativas genuínas e de qualidade. Ou seja, examinadoras, reflexivas, críticas, contestatórias. Não querem educação filosófica, sociológica, psicológica, religiosa, política, econômica. Em filosofia só se importam em conhecer a história da filosofia para responder questões do ENEM. Mas não em filosofar. Em examinar tudo criticamente. Isso é que é preciso estabelecer no ensino e todos nós podemos colaborar, instando com as direções das escolas para inserir isso na programação, mesmo que não caia no ENEM. Discutir todas as religiões. Debater sobre elas. Discutir todos os partidos políticos. Os políticos, nominalmente. As propostas econômicas. As ideologias. Tem que debater, apresentar argumentos a favor e contra, seja do que for. A homofobia, o racismo, o bulling, a prostituição, a poligamia, o aborto, a legalização das drogas, a criminalidade, a maioridade penal. Defender e atacar todas as propostas. Isso é que é bom ser feito. Assim os jovens, aprendendo a debater, abrirão os olhos dos pais.

Como me livrar do medo de deus mesmo que argumentos contra essa possibilidade que embora eu concorde, não são o suficiente pra eliminar esse MEDO que me perpetua desde sempre

Se você concluiu, depois de estudar com abrangência, profundidade e seriedade, que não existe deus nenhum, mas continua com medo de estar errado(a) e, possivelmente, merecer a danação eterna por desacreditar dilo, convença-se de que, se ilo existir, certamente que não condenará nenhuma pessoa de reta intenção que, com o uso da razão, concluiu por sua inexistência. Mormente se você for uma pessoa justa e bondosa. Mais provavelmente, se existir algum deus, ilo não se importaria com a vida particular de cada pessoa do Universo, existente em qualquer tempo. Portanto, continua e levar sua vida com retidão e bondade, sem se preocupar com o fato de deus existir ou não.

Uma dúvida. Uma vez você disse que somos civilizados por contermos nossos instintos. Apesar de amar não fazer mal ao próximo, ele é um sentimento. Amar várias pessoas, mesmo realmente amando, seria se entregar ao instintos. Como você disse se for consentido é certo, pois não está fazendo mal aNinguém. Porém tenho dificuldade de me acostumar com essa ideia. Tenho medo de estar sendo egoísta por não querer compartilhar a pessoa amada. Porém, se eu me apaixonasse e deixasse de amar essa, eu terminaria com ela para ficar com a outra. Portanto, não seria necessário ficar com as duas

Claro que amar a mais de uma pessoa ao mesmo tempo não é entregar-se aos instintos. É admitir uma possibilidade natural. Entregar-se aos instintos seria viver uma vida libidinosa e promíscua. E não ter mais de uma namorada ou namorado, mulher ou marido, todos estabelecidos, cientes e concordantes com a situação. Não admitir a possibilidade de compartilhar a pessoa amada é egoísmo sim. E o fato de passar a amar uma outra pessoa não significa que se deixou de amar a anterior. Mesmo que não se admita o relacionamento plural, o amor não acaba. Só fica sufocado sem poder se realizar. O que é fonte de sofrimento desnecessário.

Se o senhor fosse se filiar a um partido, qual seria?

PSOL, PV, PCdoB. Mas não quero me filiar a partido nenhum, porque gosto de ter minha independência e se discordasse de algo que qualquer partido dissesse, até o que fosse meu, eu contestaria e se concordasse com algo que um partido que fosse adversário do meu dissesse de certo, eu apoiaria, independentemente de sua ideologia.

o que é ataraxia?‎

asdasdasd http://www.infopedia.pt/$ataraxia-(filosofia)

"Um acesso de ciúme pode levar um homem a cometer ações tão indignas que, uma vez passada a vertigem da suspeita, ele se encontre grandemente envergonhado". — Jean-Baptiste Massillon. Concorda? Não? Por quê?‎

Não só um homem, como uma mulher. O que as pessoas precisam é se desligar de qualquer suspeita de infidelidade da pessoa a quem amam, simplesmente considerando que ela tenha todo o direito de amar, também, a outras pessoas. Se essa concepção for adotada, não existe traição e nem existe ciúme. Todos podem amar a todos livremente. Ninguém é dono de ninguém.

Ainda vou ter... (continue com suas palavras.)‎

o prazer de ver o mundo livre da maldade.

Professor, como funcionariam relações afetivas em um mundo utopicamente anarquista conforme suas descrições? Haveria possessividade? Disse que as atuais pessoas não são as pessoas a povoar um mundo anarquista.. então como seriam essas ditas pessoas de um quase utópico futuro? Obrigado por esclarecer‎

A possessividade não se coaduna com a concepção anarco-libertária, especialmente a comunitarista. Nessa concepção, as relações amorosas são totalmente livres, sem restrição de nenhuma espécie. Isso, absolutamente, não significa inexistência de paixão, de desejo, de romantismo nem de qualquer característica do amor, do sexo, do romance, da relação, exceto a possessividade, a exclusividade e a perenidade (mas o amor pode ser exclusivo e perene, só não é exigido que seja - mas não pode ser possessivo). Portanto, em um mundo anárquico, o amor, o sexo, o romance e o relacionamento se darão, inclusive, de modo muito mais satisfatório e gratificante, propiciando muito mais alegria e felicidade. O que vai caracterizar a personalidade e a cosmovisão das pessoas para que possam construir tal mundo é o desprendimento, a generosidade, o compartilhamento, a bondade, a dedicação, o compromisso, a responsabilidade, a falta de cobiça, de preguiça, de ganância, do desejo de poder, de posse. Isso é que a educação precisa, desde já, incutir na mente das crianças e dos jovens. A colaboração ao invés da competição, o altruísmo em vez do egoísmo.

Professor, acreditar na hipótese de Oparin-Haldane para o surgimento dos seres vivos não seria o mesmo que acreditar na abiogênese?‎

A hipótese de Oparin-Haldane é uma proposta de explicação para o surgimento da vida a partir da matéria inanimada em condições especiais. A abiogênese é a suposição de que a vida pode surgir da matéria inanimada nas condições normais. Isto não acontece, mas aquilo sim.

Professor, eu li que a ciência não consegue explicar a "intuição" e o "déjá vu", verídico?‎

Não. Consegue sim. A intuição é, apenas um raciocínio inconsciente. A mente, sem conhecimento consciente, processa informações registradas na memória, adquiridas pelos sentidos, e gera uma conclusão que é passada à consciência como uma intuição. Quanto ao "deja vu", trata-se de uma falha de processamento evocativo da memória que considera que o que acabou de se ver seja algo que já estivesse registrado há tempos.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Intui%C3%A7%C3%A3o
http://pt.wikipedia.org/wiki/D%C3%A9j%C3%A0_vu

A Luciana Genro não é uma louca, ela é uma pessoa que sabe muito bem o que diz, e que sabe tudo que qualquer um dos três mais populares poderia fazer se conseguisse o poder. Pra mim, ela é a única que pode realmente representar o Brasil pena que nem todos pensam assim.‎

Concordo plenamente.

O que você acha das grandes doações de bancos ( mais de 6 milhões) para a campanha de Marina e Aécio ( Itaú) e para Dilma ( Banco BTG Pactual) ?

Isso deveria ser inteiramente vedado. Não só de bancos, mas de qualquer empresa. Poderia se admitir doações de pessoas físicas, sem desconto de impostos e com um teto limite, digamos, de dez ou vinte mil reais.

Sobre a mágoa: o que ela te ensinou?‎

Tenho uma tendência a me magoar. Mas acho preferível isso do que a raiva, a ira, o ódio, o desprezo, a vingança ou a ingratidão. A mágoa só faz mal à própria pessoa, não aos outros. Também é preferível do que o melindre. Todavia tenho me educado para não sentir mágoa, adotando um comportamento ataráxico.

Poque tantas pessoas vêem fantasmas de pessoas mortas ? Qual seria a explicação ?‎

São alucinações, isto é, sonho acordado.

Professor, na antropologia eles prevalecem a ideia de que nada é inato. Que explicação então, eles dariam para o riso, o choro, a fome?

Esta ideia é totalmente equivocada. Claro que existem comportamentos inatos. Não me consta que a antropologia diga que não.

Professor, quando eu usei a palavra "absurdo", foi no sentido de ser muito especulativo, e nao contraditório. Afirmar que o universo surgiu "sem ter do que provir" nos remete a concluir se havia algo, ou não, antes do Big-bang, quando nao sabemos se havia ou nao alguma coisa, de fato

Certamente que havia algo antes do Big Bang. Isso não é especulativo. Mas o Big Bang não é o surgimento do Universo e sim o começo de sua expansão, que foi a expansão de um conteúdo existente. O surgimento desse conteúdo e de seu espaço continente é que foi o surgimento do Universo. Claro que, se o universo teve algum surgimento, ele só pode ter se dado sem ter do que provir, pois se já houvera algo de que se fazer o Universo, isso já era o Universo, só que de outra forma. Todavia, se havia um conteúdo, seria preciso haver o espaço que o continha, mas não havia tempo, pois esse conteúdo tinha que ser imperturbado e o tempo advém das alterações do estado do Universo. A questão é, seria possível haver algo físico fora do tempo? Ou a existência significa estar presente ao longo do tempo? Acho que poderia, como poderá se dar o fim da passagem do tempo no futuro, sem que o que existe desapareça, bem como o espaço continente. A resposta só pode ser obtida a partir da análise dos dados observacionais que se dispuser. Mas ainda não há dados disponíveis e nem teorias adequadas a interpretá-los para afirmar se o conteúdo cujo espaço continente começou a se expandir no Big Bang já existia ou surgiu imediatamente antes. Suponho que seja esse último caso.

Moto perpetuo é possível?‎

A questão é a seguinte: Seria possível um dispositivo que se movesse indefinidamente, desde que o atrito fosse nulo. Mas esse dispositivo não poderia fornecer energia para nada, pois se assim o fizesse, iria perdendo o movimento até parar.

Por que o nome da fruta laranja, é "laranja" e o nome do limão não é "verde" ?‎

Porque o nome da cor laranja foi dado por causa da cor da fruta e não o nome da fruta por causa do nome da cor.

Quem ensinou os bebês a chorarem ?‎

Choro não é aprendido. É instintivo.

"Admitir" que o universo sempre existiu não fere a 2° lei da termodinâmica?‎

Não. A segunda lei da termodinâmica não diz que a entropia tem que aumentar com a passagem progressiva do tempo (e portanto diminuir com sua passagem regressiva). Ela diz que a entropia não pode diminuir com a passagem progressiva do tempo (e portanto não pode aumentar com a passagem regressiva do tempo). Mas ela admite que a entropia possa ficar constante. E, mesmo que aumente ou diminua (para o futuro e para o passado), pode fazê-lo de forma assintótica, tendendo a um valor limítrofe, que, para o passado, poderia ser zero. No caso do surgimento do Universo, isso também não contraria nenhuma lei física, pois as leis físicas só passaram a vigorar após existir universo. O evento da passagem da inexistência para a existência, do universo todo, está fora do alcance das leis físicas.

O sr não acha que é uma incoerência muito grande a esquerda ser contra a pena de morte e a favor do aborto? Não, pois o aborto em questão não é a morte de uma pessoa e sim de um embrião, que ainda não é pessoa. Depois que se torna pessoa, ao se transformar em feto, sua eliminação já é um assassinato, como a pena de morte. Ademais a defesa do aborto e a condenação da pena de morte não são posições universais da esquerda. Tanto que os regimes ditos "comunistas" da União Soviética, da China, de Cuba, da Coréia do Norte, da Albânia e de outros países condenaram milhares de pessoas à pena de morte por dissidência política e por crimes comuns. Sendo também, em alguns casos, como na China, favoráveis ao aborto, até de fetos. 18 dias atrás17 pessoas curtiram isso

Não, pois o aborto em questão não é a morte de uma pessoa e sim de um embrião, que ainda não é pessoa. Depois que se torna pessoa, ao se transformar em feto, sua eliminação já é um assassinato, como a pena de morte. Ademais a defesa do aborto e a condenação da pena de morte não são posições universais da esquerda. Tanto que os regimes ditos "comunistas" da União Soviética, da China, de Cuba, da Coréia do Norte, da Albânia e de outros países condenaram milhares de pessoas à pena de morte por dissidência política e por crimes comuns. Sendo também, em alguns casos, como na China, favoráveis ao aborto, até de fetos.

Como matar um Deus?

Não há como matar um deus, pois eles não existem. O que se pode é destruir a crença na existência desse conceito. Isso pode ser feito por meio de um processo de esclarecimento a ser levado adiante nas escolas por meio de aulas de religiões (e não de religião). Com o passar das gerações em que esse esclarecimento for sendo feito, em todo o mundo, em poucos séculos a crença nesse conceito poderá acabar. Isso depende da disseminação da educação libertária em todo o mundo.

O consumo de cenoura realmente faz bem para a nossa visão?‎

Sim, como outros vegetais com pigmentação avermelhada, indicadora da presença de betacaroteno, fonte de vitamina A, necessária para a fisiologia da visão.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Betacaroteno
http://pt.wikipedia.org/wiki/Vitamina_A

Não parece ser uma concepção muito mais absrda, a de um universo surgir "de nada" (sem ter do qie provir), e não a de um universo ter surgido de algo preexistente? Ou será que entendi errado‎

A única alternativa a que o Universo tenha surgido sem ter do que provir (seja por acaso ou por um ato criativo de alguma entidade extrínseca a ele) é que tenha sempre existido. Tanto um caso quanto o outro são, do mesmo modo, incompreensíveis. Mas não absurdos. A opção pelo surgimento e não pela eternidade pretérita se deve aos dados observacionais que indicam a existência de um momento antes do qual não havia nada, nem espaço vazio, nem tempo. Porque você acha que isso seria um absurdo? Para mim, absurdo é supor que poderia existir algo não pertencente ao Universo para criá-lo, sem ter do que provir. Surgir por acaso é muito mais plausível. A se admitir algo extrínseco ao Universo já existente, é preferível admitir que o Universo sempre existiu.

O que faz com que a vida valha a pena ser vivida?

Não há nada que faça a vida valer a pena, simplesmente porque viver não é uma pena. É uma maravilha.

Por que as top models precisam ser tão altas ( no minimo uns 1,77) e tão magras,mais ou menos uns 50 kilos?‎

A indústria publicitária assim o exige porque é o padrão mais apreciado pelo público masculino e mais invejado pelo público feminino. Em parte porque a publicidade assim o estabelece. Trata-se de um círculo vicioso, como o dos biscoitos Tostines. Mas penso que o começo do círculo tenha se dado em função da preferência popular não induzida. Em um teste de apreciação de beleza a grande maioria escolherá mulheres mais altas e mais magras, exceto se forem realmente feias.

eugênio por que você se acha um genio? meu nome seria euesperto‎

Não. Porque é o nome do meu outro avô. Um se chamava Wolfgang Anton Ferdnand Ernst e o outro Eugênio Ernesto Barbosa. Por isso fui chamado de Ernesto, já que ambos os meus avôs se chamavam Ernesto. Também gosto de Wolfgang, mas é muito incomum no Brasil.

conhece tupac shakur?‎

Sim. Aprecio suas posturas em defesa de negros, minorias e oprimidos. Mas não gosto de Rap.

Minha Namorada está muito chata, não esta como antes, e mesmo assim continuo a tratando bem até mesmo as vezes como uma amiga, pra evitar briga, devo dar um espaço á ela ?‎

Você não tem que dar espaço a ela. Ela já é dona do espaço dela, sempre foi e sempre será. Ninguém controla o espaço de ninguém. Nem você a ela nem ela a você. Você não tem que permitir que ela possa ter outro namorado, por exemplo. Ela tem esse direito, como você tem o direito de ter outra namorada. E vocês não precisam romper o namoro se cada um também namorar a outra pessoa. Ninguém é dono de ninguém. Se quiserem deixar de namorar, por outro lado, não precisam deixar de continuar amigos, isto é, não precisam "brigar". Amor, sexo, namoro e qualquer forma de relacionamento romântico, conjugal ou assemelhado sempre tem que ser algo completamente livre, sem nenhuma exigência nem de perenidade nem de exclusividade. Ama-se, namora-se, transa-se, coabita-se e tudo o mais porque se vê nisso um prazer, um fator de felicidade, não uma obrigação. Claro que, tendo filhos, se tem a responsabilidade inescapável de provê-los e criá-los até serem adultos. E formar uma família é uma excelente forma de levar a vida com harmonia, paz, satisfação e, até, economia. Mas isso, também, não implica que a família tenha que ser do tipo tradicional. Pode ser multiparental, inclusive (isto é, polígama, tanto poliândrica quanto poligínica) ou monogenérica (ou seja todos os pais serem do mesmo sexo). Em suma, você deve encarar a relação com sua namorada de uma forma aberta. Isso, absolutamente, não implica em diminuição do amor e do desejo. Apenas na abolição do sentimento de posse e do ciúme. É imoral? Sim! Mas a moral é que está errada.

Ernesto, estou com um problema em redes-sócias. Enjoei delas, mas não quero sair pois fiz muito amigos lá porém eu não quero mais perder meu tempo com essa bobagem !

Se você acha que é bobagem, peça o e-mail de seus amigos e se comunique com eles por e-mail, saindo das redes. Ou peça o endereço e escreva cartas. Ou peça o telefone e telefone. Ou desista do contato com seus amigos.

Vc se trata dessa enfermidade? https://scontent-b-gru.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/v/t1.0-9/p600x600/10665189_691828050899942_5282776670476463209_n.png?oh=a982e95b6352ef0563939129b6405425&oe=54912E7E‎

Claro que não. Pois, absolutamente, não é doença mental nenhuma. Pelo contrário, é, exatamente, o suprassumo da lucidez. A crença em alguma realidade sobrenatural, mesmo não sendo, também, nenhuma doença, é uma falha de percepção, de análise da realidade, de inconsistência reflexiva. Crentes não são necessariamente burros e nem ignorantes (mas podem ser, como também ateus o podem). Crentes são pessoas que não se debruçaram profunda e criticamente no estudo das doutrinas religiosas, da história, da filosofia, da psicologia, da antropologia, da sociologia, da cosmologia, da física de partículas, da evolução e da neurologia. O estudo disso tudo, levado a sério, fatalmente conduzirá à descrença. Ou pode ser que, tendo concluído pela inexistência de uma realidade sobrenatural, voluntariamente mantêm a crença nela por medo de estar equivocado e, com isso, deitarem sua alma a perder, como Pascal. Ou que, mentirosamente, afirmam-se crentes por conveniência, para não sofrer rejeição social ou para tirar proveito pessoal da crença.

Como explicar que a Lei da Biogênese não contradiz a Origem da vida(Hipótese de Oparin)?Quem estudou os dois assuntos percebe que são situações diferentes, porém é um tanto difícil explicar de forma clara.‎

A afirmativa segundo a qual toda a vida procede de outra vida se aplica apenas às condições ambientais atuais na superfície da Terra. Não se aplica a condições especiais reinantes na Terra primitiva, nem, atualmente, nas fumarolas submarinas.

Ernesto gostaria de saber se os gregos antigos acreditavam nos mitos e Deuses deles ?‎

A maioria da população sim. Tanto que iam aos templos orar, faziam promessas, novenas. Tudo isso o cristianismo e o islamismo herdaram do politeísmo greco-romano, que, por sua vez, herdaram da religião egípcia. O judaísmo e o zoroastrismo tiveram menos influência na mitologia deles.

Como perder a timidez e me expressar melhor na frente das pessoas ? nunca consigo explicar nada pra ninguém pessoalmente, quando tento contato visual chego a ter vontade de chorar.‎

Para vencer esse tipo de barreira, a da timidez, a única solução é ir treinando e ir falando com timidez mesmo, até que ela desapareça. Não ligar para passar vexame por dar tudo errado e ir em frente. Assim é que se vence qualquer dificuldade, como o medo, por exemplo. Correndo-se riscos de dar tudo errado. SE der, não ligar e ir em frente.

Ernesto você acha certo surrar uma criança para ensina-las boas maneiras ?você batia nos seus filhos quando eles faziam besteira ?‎

Não acho certo e nunca, nem eu nem a mãe de meus filhos bateram neles. Como anarquista não considero aceitável nem mando nem obediência. Fui criado sem isso por meus pais e criei meus filhos assim. Com convencimento. Com argumentação. Com comandos firmes sem imposição. Sem gritos. Mas, para isso, você só pode pedir que elas façam o que seja razoável, lógico, saudável, justificável. Não pode ser caprichoso e querer que as crianças façam o que quer que seja apenas para sua conveniência. Não é fácil ser um pai e uma mãe corretos. Porque dá muito trabalho e não se pode ter a mínima preguiça e nem a menor impaciência. Mas é perfeitamente possível. Mas tem que ser firme também. Quando disser que algo não seja admissível, não pode tergiversar. Não importa se a criança faça manha. Se isso começar desde cedo, as crianças não serão manhosas. Não pode se ligar para "pagar mico" ou "passar vexame". Não se pode importar com as aparências sociais. Quando se diz não (e só se diz se for porque há uma razão plausível), isso tem que ser definitivo.

Professor, agora eu fiquei curioso, por favor responda minha pergunta. Porque votaria na Marina????

Já não sei se vou votar nela mais. Estou desapontado com certas atitudes dela. Estou estudando a possibilidade de votar ou na Luciana Genro ou no Eduardo Jorge.

Quando o homem irá descobrir um jeito de controlar sua própria alma, seu próprio caminho?‎

Isso é impossível. A trajetória de vida de uma pessoa não depende apenas dela mesma. Por mais que ela seja correta em suas decisões, há inúmeros fatores fortuitos que levam sua vida por outros caminhos não previstos. Existe uma intrincada teia de causações interconectadas, além de inúmeros eventos totalmente casuais, coincidências e ocorrências naturais fortuitas que implicarão em mudanças de rumo do desenrolar da vida, de modo que isso é muito imprevisível e incontrolável.

Existem pessoas escrotas no mundo porque ser escroto é uma característica inerente aos seres humanos ou existem pessoas escrotas para aprendermos a valorizar os seres humanos fodas que estão ao nosso lado na nossa vida, dia a dia e cotidiano?‎

Existem pessoas escrotas porque, por acaso, a personalidade das pessoas é inteiramente variável. A existência dos escrotos não tem propósito nenhum e poderia não ocorrer, como seria o melhor. Ser escroto não é inerente ao ser humano. Mas pode ser parte da personalidade de alguns deles.

Crie o seu guia para não criar expectativas

Não. Pois eu acho bom criar expectativas. Elas nos induzem a batalhar para a obtenção do que se deseja. O que não se pode é sucumbir à frustração de sua não realização. Há que se ter uma atitude de ataraxia. Mas não de sufocar o desejo, como pensam os budistas. O desejo é bom. O ruim é se abater quando não é realizado.

Nós carregamos características genéticas que nos foram úteis na seleção natural, características essas que nos tornam egoístas, até nossas ações altruístas se dão por motivos egoístas, por mais internos que sejam. Você acha que nessas condições o socialismo é viável ?‎

Não é verdade que nossas ações altruístas se deem por motivos egoístas. Há o altruísmo autêntico, mesmo que, em alguns casos, uma ação aparentemente altruísta oculte intenções egoístas. Por outro lado, a cultura e a civilização surgiram, justamente, para controlar os impulsos instintivos. Tendo desenvolvido a racionalidade, o ser humano deixou de se enquadrar nos critérios da evolução por seleção natural, como cabalmente demonstra a medicina, que prolonga a vida dos menos capazes e os permite gerar prole. O darwinismo social não existe. É só uma desculpa esfarrapada para pretendentes ao poder. O ser humano é capaz de ações boas e más. Todavia, na maioria dos casos e das vezes, é mais bom do que mau. Por isso considero que uma sociedade ácrata e comunista seja possível. Mas o socialismo de estado não é algo bom. É uma dominação de uns pelos outros, como os sistemas politicamente despóticos e o liberalismo capitalista.

O que você acha do Deus das lacunas ?‎

Uma hipótese completamente gratuita e epistemologicamente desnecessária. A falta de explicação para muitos fenômenos não é razão suficiente para avocar uma interveniência extra-natural em sua ocorrência. Se não se sabe nem como nem porque algo acontece o que se deve é buscar a explicação com observações, experimentos e estudos e não, de cara, considerar que seja obra de Deus. Inclusive porque tal suposição não fornece explicação nenhuma, pois não é acompanhada da descrição detalhada do processo divino de interveniência na natureza para produzir o fenômeno considerado.

Das Hipóteses alternativas na ciência como a teoria das cordas,universos paralelos,multiverso,muitos mundos etc qual você acha mais plausível de existir ? ou acha que realmente nenhuma faz sentido ?‎

A hipótese (e não teoria) das cordas é mais plausível, mas não é confirmada fenomenologicamente. A do multiverso (ou universos paralelos), bem como a de muitos mundos (que são distintas), para mim, são implausíveis. Tratam-se apenas de extensões matemáticas das soluções (o mulitiverso) ou de uma interpretação fenomenológica alternativa do caráter probabilístico da mecânica quântica. Nenhuma das duas é confirmada e nem é exigida para a consistência das teorias cosmológica e quântica. É o que acontece, também, com a hipótese dos tachions, dentro da relatividade restrita.

O que acha da existência de algo não-físico?O que seria?É plausível a existência de algo assim ou seria puramente fantasia humana?‎

Pode ser que haja algo não físico, mas não algo que seja substancial, no sentido filosófico e não químico do termo. Por exemplo, abstrações não são físicas, mas não são substanciais. Então podem existir. Como é o caso das leis, instituições, números, figuras geométricas, valores. Não são físicos, mas existem. Algo é dito "substancial" se for feito de alguma "substância", isto é, algo que exista por si mesmo e não apenas como uma ideia concebida pelas mentes, que não existiria se não houvesse mentes. Entidades substanciais são as entidades físicas, cuja "substância" pode ser matéria, radiação ou campo (mas não "energia", pois energia não é uma substância e sim um atributo ou qualidade). Mas poderia haver entidades substanciais não físicas, cuja substância seria "espírito", como almas, anjos, gênios, deuses, demônios e similares. Não é vedado sua existência nem por considerações ontológicas nem lógicas. A dificuldade de sua existência é fenomenológica e epistemológica. Ou seja, não há evidências fáticas de que tal tipo de realidade exista e nem há nenhuma explicação de nada que requeira a sua existência. Como também não há explicação para a sua existência. Por isso é que ela é descartada tanto filosófica quanto cientificamente, em que pesem pretensas "provas" da existência de Deus e de espíritos, todas falaciosas. A admissão da existência dessa categoria de realidades é feita apenas pela fé, como bem já o disseram Duns Scotus e William Ockham, no século XIII, contrariando Tomás de Aquino.

"O que for logicamente impossível não existe mesmo". Meu caro, vivemos em um universo que possui muito mais do que estas infímas 3 dimensões que a lógica é capaz de analizar. Vc como fisíco e cosmologista deveria saber disso.

Mas a existência de mais dimensões não é logicamente impossível. Pode ser que existam e se existirem não seriam ilógicas. Só não se pode garantir que existam sem que se proceda a um experimento crucial para confirmar ou não tal fato. Ilógico seria um círculo quadrado, por exemplo. Sua afirmativa de que o Universo possui mais de três dimensões não é, pois, ilógica, mas não é confirmada. Trata-se de uma proposição hipotética, que alguns aceitam num ato de fé, do mesmo tipo que há quem considere que Deus exista.

Professor, para você, existe algum enigma maior que a própria vida?‎

Há dois grandes enigmas. Como se deu o surgimento do campo primordial do Universo sem ter do que provir e como a matéria inanimada se transformou em um sistema vivo. A teoria do Big Bang apenas estuda a expansão de um Universo já constituído de seu conteúdo e de espaço. E a teoria da Evolução apenas estuda como as espécies se transformam umas nas outras a partir de uma primeira já existente.

Professor, você sabe me dizer qual fórmula utilizo para calcular o campo elétrico que uma carga produz no local da outra? São duas cargas pontuais de módulos 2,0x10^-7 C e 8,5x10^-8 C, e estão a 12cm distantes uma da outra

Calcule a força pela lei de Coulomb e depois divida pela carga que sofre a força para achar o campo que a outra exerce sobre ela. Mas trabalhe algebricamente antes de fazer as contas e não esqueça de converter os centímetros para metros.