sexta-feira, 26 de abril de 2019

Professor, é didático tratar de um assunto usando termos não conceituados? Por exemplo, uma aula sobre listas (enuplas) em que não se diz o que é uma lista, mas é possível formar um conceito de lista com nase no que foi exposto.

Não acho que seja didático não. Para mim tudo que for abordado em qualquer ensinamento tem que ser muito bem conceituado e logicamente definido. Não sou a favor de se ensinar por meio de exemplos. Acho que, antes, tem-se que construir e apreender o arcabouço teórico do assunto e, então, exemplificar. Sou a favor da primazia do entendimento lógico em relação ao entendimento intuitivo. Mas este também tem que ser abordado, só que depois do lógico. Se se fizer o oposto, não se pode deixar de, posteriormente, abordar o entendimento lógico do assunto. Um aprendizado puramente intuitivo, para mim, não é satisfatório.

A ética já abrange a Axiologia?

Axiologia é o estudo filosófico dos valores. Dentre eles estão os valores éticos, isto é, concernentes às ações dos seres providos de consciência. Desse modo a ética está inserida dentro da axiologia, mas esta pode cuidar, também, de valores não éticos, como estéticos, por exemplo. Um ramo filosófico que faz parte da ética (e não que a ética faça parte dele) é a Deontologia, isto é, o estudo dos "deveres".

Quais são os verdadeiros fundamentos das Seitas pelo mundo ? Porque existe tantas ?

As seitas religiosas existem porque as pessoas acreditam que haja uma realidade sobrenatural. Só que essa crença pode ter muitas variantes em relação a seus pormenores. Desse modo, grupos de pessoas que, entre si, concordam com algum conjunto de aspectos de sua crença, constituem-se em uma seita. Se a seita for especialmente numerosa, bem como estruturada em torno de um corpo doutrinário estabelecido em alguma espécie de legislação, constante de alguma escritura, munida de regras cerimoniais, inserida em uma instituição com edificações e corpo de funcionários, passa a ser considerada uma "religião".

https://www.facebook.com/UOL/posts/10154788392163239 | Defender o *PRETO* racista e estuprador ou a mulher BRANCA, arrogante e mal-educada? A esquerda buga.

Defender uma pessoa racista, estupradora ou o que quer que seja de malvadeza, bem como uma pessoa arrogante e mal educada, independentemente de sua raça, seu gênero, sua nacionalidade, sua religião, ou o que for, revela uma concepção malsã e inteiramente equivocada a respeito de como se deve ser em relação à vida em sociedade. Quem assim o fizer, seja de esquerda, direita ou centro, está manchando a reputação da ideologia que abraça e precisa ser repudiado pelo grupo em que se enquadra.

A vida começa com a formação do sistema nervoso?

Não. O novo indivíduo já é um ser vivo independente desde a formação do zigoto. Todavia não é uma pessoa enquanto não possuir um sistema nervoso. Portanto, com relação a considerar que a interrupção da vida seja um assassinato ou apenas o descarte de um grupo de células vivas, como a retirada de um órgão ou uma amputação, ela se decide a partir da existência do sistema nervoso no embrião ou feto. A definição de tal momento é controversa, estando em torno de 7 a nove semanas de gestação.

E sobre fórmulas nas provas gerais. Voce as colocaria em um formulario na prova ou faria com que decorassem? Suponha que NAO foi dado nenhuma aula (ee nem pedido pelo prof) de demonstracao de como chegar na formula.

Sempre fornecia as fórmulas aos alunos nas provas. As básicas, pois as particulares os alunos aprendiam a deduzir na hora de resolver os problemas. Minhas provas sempre requereram, ou que se deduzissem fórmulas ainda não deduzidas ou que se jogasse com várias fórmulas para obter a resposta. Além de questões conceituais, especialmente requerendo comentários e discussões e não a apresentação de conceitos e definições memorizadas. Todavia eu sempre fazia com que os alunos, em classe, deduzissem as fórmulas principais, sob orientação, e não as apresentava prontas nem deduzia para eles. Meu método de ensino não era ensinar e sim provocar o aprendizado por conta do aluno. Claro que eu dava os pontos de partida e orientava o trabalho. Mas os alunos é que tinham que quebrar a cuca. Se não for assim, não se aprende. E os conceitos eram exaustivamente discutidos, especialmente para se ver em que casos se aplicavam e em que casos não. Não só os conceitos e definições, mas as leis e os teoremas também.

Se um aluno que é conhecido por estudar e ir bem nas provas, mas em uma materia quase zera uma prova, pq o prof. nao explicou bem. Mas ele tb nao foi atras de estudar por conta propria, visto que esperava uma boa didatica do professor. O professor tem uma pequena "parcela" do pq o aluno ter ido mal?

Nas séries iniciais do Ensino Fundamental, o papel do professor é essencial e determinante no aprendizado. Já no fim do Fundamental, no Médio e no Superior, a responsabilidade maior é do próprio aluno. Claro que um bom professor é extremamente desejável, mas o aluno não pode colocar a culpa por não ter aprendido no professor. O que o professor, principalmente, tem que fazer é apresentar o que tem que ser estudado. O aluno tem que se virar para aprender por sua conta e, então, no que não conseguir, recorrer ao professor para esclarecer. Mas tendo tentado aprender antes.

Na sua opinião, o PT é um partido de esquerda ou direita? Por quê?

É de esquerda por defender os direitos dos trabalhadores, bem como combater as desigualdades das classes sociais. Todavia é uma esquerda equivocada, porque considera que essa defesa passa pela estatização das atividades econômicas e a transformação de todos em empregados do estado. Ou seja, quer acabar com a burguesia. A legítima esquerda deve é querer acabar com o proletariado, transformando todos os proletários em burgueses e abolindo o trabalho assalariado, levando todos a auferir renda como autônomos ou sócios e não empregados. A pulverização do capital é que conduzirá ao comunismo (o verdadeiro).

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Por que aqui no Brasil geralmente a direita é contra o aborto até em casos de estupro e a esquerda defende o estuprador principalmente se ele for de menor, pobre e afrodescendente? Parece que ninguém pensa no principal no caso a vítima.

A direita é conservadora, tradicionalista e, em geral, cristã. Então adota as posturas dessas concepções. Já a esquerda, que deveria defender a vítima, costuma defender criminosos, justificando seu crime em razão das injustiças sociais de que é vítima. Ambas concepções estão totalmente equivocadas. Claro que as injustiças sociais têm que ser combatidas. Mas elas, em absoluto, jamais podem justificar qualquer crime.

Tens a recomendar livros sobre Ética?

Aristóteles - Ética a Nicômaco
Spinoza - Ética
Bernard Williams - Moral
G. E. Moore - Principia Ethics
P. Singer - Pratical Ethics
Dwight Furrow - Ética
Yves de La Taille - Moral e Ética
A. S. Vázquez - Ética
Há vários outros. Note que esses e outros não concordam entre si. É preciso ler várias concepções para formar a sua própria.
Os artigos da Wikipedia dão uma boa noção do tema:
https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%89tica
https://en.wikipedia.org/wiki/Ethics
Veja, também, estes sites:
http://www.ditext.com/frankena/ethics.html
http://www.iep.utm.edu/Ethics/

quarta-feira, 24 de abril de 2019

Professor, você era destaque quando estava na universidade? O que as pessoas pensavam de você?

Durante todo meu tempo de estudante sempre fui o melhor aluno da turma e me destacava por minhas ótimas notas e por ser entendido em muitos assuntos, mesmo que não fossem objeto do currículo. Na faculdade, contudo, fiquei em segundo lugar, mesmo continuando a ser um excelente aluno. É que tive uma colega que era excepcional. Um gênio mesmo. QI de uns 160 e o meu é só de 140. Mas eu não sentia inveja. Pelo contrário, eramos muito amigos e estudávamos juntos. Meus colegas e meus professores sempre respeitaram muito minha dedicação ao conhecimento e minha constante disposição de ensinar a todos. Mas nem tanto estudioso eu era, exceto de assuntos extras, como música clássica, religião, filosofia, artes plásticas, psicologia e temas que não tinham nada a ver com o curso de Matemática que eu fazia. É que eu aprendia tudo apenas assistindo as aulas, o que fazia com grande atenção e participação, mesmo estando com muito sono, pois estudava à noite e, de dia, lecionava, e não eram poucas aulas por semana.

Professor, estou no meu primeiro semestre da engenharia, porém, estou um pouco desmotivado para estudar algumas matérias que são dadas. Mas, eu gosto de estudar bastente por conta própria assuntos que me chamam atenção como , por exemplo, supercondutividade. Isso é pode acontecer ?

Certamente que sim e você deve estudar mesmo esses assuntos que o motivam. Mas não pode deixar de estudar, também, mesmo que não motivado, os assuntos necessários para sua formação como engenheiro. Faça-o por meio de um esforço de vontade.

O objetivo principal da punição é só servir de exemplo para os outros? As pessoas aprendem com mais facilidade através de exemplos?

O apenamento de criminosos cumpre três propósitos:
Afastar o criminoso do convívio social para proteger a sociedade;
Ocasionar sofrimento ao criminoso para mostrar que o crime não compensa;
Recuperar o criminoso para o retorno ao convívio social.

O que é a "esquerda estatizante"??

A facção da esquerda que considera que o socialismo se obtém pela concentração de todas as atividades econômicas na mão do estado que, assim, passa a ser o único patrão de todos os trabalhadores, que continuam assalariados. Em verdade trata-se de um "capitalismo de estado", em que o papel exercido pelo empresariado no capitalismo de mercado passa a ser exercido pelo estado. Normalmente tal sistema econômico é acompanhado por um sistema político ditatorial. Isso não é nada propício ao atingimento do comunismo, mesmo que costume ser chamado de "comunismo". No comunismo os trabalhadores não são empregados de ninguém. Nem do estado.

Me responda com todo seu conhecimento, porque a maçonaria não aceita "Ateu" ?

Acho que seja porque sua cosmovisão inclui a concepção da existência de Deus, por ela chamado de "Supremo Arquiteto do Universo". Não necessariamente a concepção judaico-cristã de Deus.

Achas que os teus pais escolheram o nome certo para ti?

Sim. Gosto muito dele. Foi escolhido pelo fato de tanto o pai do meu pai quanto o pai da minha mãe se chamarem Ernesto. Gosto muito do significado desse nome, que é "sério". De fato eu sou uma pessoa séria. Mas não casmurra.

Somos consequências do acaso?

Não propriamente consequência, porque isso dá ideia de que tenha havido algum propósito. De fato, o surgimento de tudo no Universo ocorreu meramente por acaso, sem motivo e sem propósito. Isso vale para o próprio Universo que, além disso, não teve nem conteúdo algum a partir do qual tenha sido feito.

Qual começo para pegar hábitos com leitura, posso começar lendo quadrinhos, já leu muito gibis ou HQ's o que achou ?

Pode. No meu caso foi assim que eu comecei, desde os quatro anos de idade. Meu pai comprava as revistas do "Pato Donald" e as lia para mim. Então eu resolvi aprender a ler para ler sozinho. Meu método foi o de decorar todas as sílabas e depois as ir juntando para formar as palavras. O contrário do que se recomenda. Mas deu certo e foi bem rápido. Eu tinha um brinquedo de blocos de madeira com as letras (de forma e maiúsculas) e fui aprendendo a formar palavras. Quando entrei para o curso primário já sabia ler e escrever. Desde então que venho lendo muitas revistas em quadrinhos. Guardo todas que já tive, desde criança e, ainda hoje, compro sempre.

Correção da resposta da questão https://ask.fm/wolfedler/answers/143242148893

Favor substituir a última frase por esta:
Então não é o caso de ser radicalmente contra o aborto, tampouco de ser a favor, em qualquer circunstância.

O mundo precisa mais do kantianismo ou do Nietzscheanismo?

Em alguns aspectos de um, em alguns aspectos de outro, rejeitando algo de um e algo do outro. Bem como de qualquer corrente filosófica. Nenhuma pode ser seguida integralmente sem crítica. Aliás, Kant foi quem instaurou a crítica como fundamental ao filosofar. E isso se aplica a sua própria proposta de filosofia. A ela se tem que adicionar o ceticismo, que Nietzsche preconizou, bem como sua rejeição a todo dogmatismo, especialmente religioso, mas, também, filosófico. Há que se inteirar de todas as propostas e aproveitar o que de bom houver nelas. Algumas em maior escala, como a proposta de Bertrand Russell, outras em menor. Todavia é sempre muito importante filosofar e, para tal, mister se faz conhecer o que os filósofos já filosofaram. Só que o estudo da filosofia não pode se ater apenas ao estudo da contribuição dos filósofos. O mais importante é desenvolver a habilidade de filosofar por si mesmo e construir sua própria filosofia.

O que você acha de uma pessoa que se recusa a aprender finanças, usufrui dos bens que as empresas produzem, se endivida, não paga por esses bens e depois reclama das empresas que sonegam imposto? Pois é. Essas empresas, muitas vezes, precisam demitir funcionários por causa de caloteiros como você.

De onde você tirou a informação, inteiramente falsa, de que eu seja caloteiro. Quem faz dívidas não é caloteiro. Caloteiro é quem não as paga. Quanto a não se interessar por finanças, isso é um direito de cada um. Há quem não se interesse por ecologia, quem não se interesse por esportes, quem não se interesse por música, quem não se interesse por pintura, quem não se interesse por física. Cada um se interessa por aquilo que lhe interessar interessar.

O que você acha das pessoas, principalmente daquelas que fazem parte da direita reacionária, que pensam nos direitos humanos como algo ruim, e não algo bom? Por que os direitos humanos, hoje, são associados à impunidade de bandidos?

A questão da direita é considerar, exatamente, que as desigualdades são justas e desejáveis. Assim, pensa que pessoas mais pobres não devam ter os mesmos direitos das pessoas mais ricas. Que ricos devam ter privilégios. Que pobres devam ter mais obrigações. Isso é a essência da direita, o que a faz ignóbil. Que todas as pessoas, sejam ricas ou pobres tenham que ter os mesmos direitos e as mesmas obrigações não é uma bandeira esquerdista. É uma bandeira humanista. Mas isso, absolutamente, não significa impunidade nenhuma a bandidos. Apenar criminosos faz parte, justamente, da igualdade de direitos e deveres para todos. Sejam eles ricos ou pobres. Porque a sociedade não pode admitir que criminosos continuem gozando dos mesmos direitos das pessoas não criminosas. Essa é a única discriminação válida. A única intolerância tolerável: Contra o mal. Esquerdismo não significa impunidade, de modo nenhum. Pelo contrário, muitos direitistas é que advogam a impunidade para os crimes dos ricos e a advogam apenas para os crimes dos pobres.

O existencialismo nega o instinto?

Não. O que ele afirma é que a pessoa tem a liberdade de ceder a ele ou resistir a ele. Isso é óbvio. O existencialismo é óbvio. Não se requer uma corrente filosófica para admiti-lo.

Estava vendo essa matéria da seguinte revista https://istoe.com.br/massacre-de-indios-pela-ditadura-militar/ Comente se quiser. E ainda tem gente que defende essa ditadura. Só falta dizerem que os índios eram comunistas.

De fato, os índios são comunistas. Mas seu comunismo não abala as estruturas da sociedade brasileira que, infelizmente, não é comunista. Note que o comunismo a que me refiro não é o regime que vigeu na União Soviética. Quanto à ditadura militar, realmente foi uma ocorrência lamentável na História do Brasil. Esse episódio de matança de índios mostra o quanto ela foi perversa.

Qual é o papel que a igreja exerce sobre o psicológico de uma pessoa que consegue abandonar um vício quando começa a frequentá-la? Porque eu não acredito que é uma "obra de Deus" como dizem.

Claro que não é obra de Deus, uma vez que Deus não existe. Penso que a pessoa, filiando-se a uma igreja, sente-se comprometida a exibir para a congregação, um comportamento compatível com o fato de ser membro dela e, assim, ser aceito e aprovado por todos, integrando-se no grupo. A manutenção do vício seria um comportamento inadequado e reprovável pelo grupo. Então a pessoa se esforça para abandoná-lo. Por outro lado, a pessoa também considera que Deus exista e que aprovaria sua conduta em abandonar o vício, favorecendo seu caminho para o céu.

"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." Jesus Cristo. Eis a questão: conhecimento é verdade? Este pode libertar a mente humana da ignorância de uma fantasia? Conhecimento, liberta ou aprisiona?

O conhecimento da verdade, de fato, é libertador. Libertador da ignorância, certamente. E a ignorância é um grande fator de apreensão equivocada da realidade. O melhor é que sempre se tenha uma boa compreensão da realidade para melhor interagir com ela. Conhecimento não aprisiona, em absoluto. Quanto mais se souber a respeito de tudo, melhor. O problema é que, especialmente as religiões, apresentam como verdades suas considerações que, absolutamente, não são verdade nenhuma. Como existem diferentes religiões que apresentam como verdades diferentes proposições, crer em qualquer uma delas não é critério de veracidade nenhum. A verdade tem que ser investigada por critérios objetivos.

Lula não foi eleito sendo um caviar-comunista? Então, não tem o porquê do Jair Bolsonaro não ser eleito, também. O povo da direita matou ele? Eles estão no poder há mais de uma década. Só vi democracia até aqui. As pessoas somente aceitam aquilo que lhes convêm.

Nem Lula nem Bolsonaro. Ambos são uma desgraça. Estamos num beco sem saída. Claro que as pessoas só aceitam o que lhes convém. Mas é preciso esclarecer o povo sobre o que lhe convém e sobre o que cada candidato faria a respeito. O que convém às elites econômicas não é o que convém ao povo. E o país é do povo e não das elites. Só que nem Lula nem Bolsonaro defendem os interesses do povo e sim dos grupos que os apoiam.

Não vejo o porquê do Bolsonaro ser uma pessoa ruim para ser presidente. Isto é, só por que ele não condiz com as ideologias que as pessoas querem. O que queremos é um Brasil próspero.

Não. Prosperidade não é o mais importante. O mais importante é um país justo, igualitário, decente, solidário, honesto, sem preconceitos, livre, progressista, libertário. Ideologia é muito importante. A ideologia dele é de direita, conservadora, retrógrada, intolerante. Isso é tudo de ruim. Tão ruim quanto a esquerda estatizante.

Ernesto, os fundamentos dessa expectativa, por mais variados que sejam, são muito frágeis e não estão predefinidos. O atingimento de um anarco-comunismo GLOBAL continua tão absurdamente distante que beira o improvável. Não é porque o ser humano chegou à Lua que um dia ele chegará a outra galáxia.

Nada disso. Não é absurdamente improvável não. Mas é extremamente difícil. O que não significa que seja impossível se se proceder a um processo educativo constante nesse sentido por décadas ou séculos a fio, sem esmorecimento. O anarco-comunismo não estabelece diretrizes pormenorizadas para nada. Trata-se de uma concepção ideológica global, que tem toda a liberdade se acontecer de variadas maneiras. O essencial é a inexistência de poder de mando, para o aspecto anarquista, e de propriedade, para o aspecto comunista. Tudo consensual e tudo compartilhado.

Se você é homem é for capaz de avaliar a beleza de outro homem, você é gay?

De modo nenhum. Existe beleza tanto no ser humano feminino quanto no masculino. Apreciar ambas não tem relação nenhuma com a orientação sexual do apreciador. Como também pode haver feiura tanto em homens quanto em mulheres.

"Considerar o aspecto animal do homem, pelo contrário, é o que fundamenta a concepção de "direito natural" Mas aí o direito natural não seria algo errado? Visto que a razão e lógica não deveriam ser os condutores da sociedade, e não um "instinto animal"?

Considerar o aspecto animal, isto é, natural do ser humano não tem nada de "ilógico", nem de "irracional". Pelo contrário, deixar de considerar isso é que é "ilógico" e "irracional". Ademais, a contenção dos instintos nocivos advém, justamente, da consideração de sua existência. A civilização, então, busca estimular os instintos benéficos e conter os maléficos. Para tal tem que considerar, justamente, o aspecto natural e animalesco do ser humano.

https://ask.fm/wolfedler/answers/143351058973. Mas a história não é teleológica. O fato de termos "progredido" muito em tão pouco tempo não nos impõe a ideia de um último estágio de desenvolvimento histórico, menos ainda que o ápice natural da humanidade seja a "perfeição".

Isso não é teleologia nenhuma. É apenas uma expectativa com base na observação do progresso havido no passado. Teleologia é a explicação de algo em função de seu propósito. Nada disso. A consideração de que a humanidade caminha para uma situação cada vez mais libertária advém da observação de que, a cada dia, as relações humanas, especialmente de poder, vão se diluindo. Da mesma forma a economia vai se tornando mais distribuída, com diminuição da pobreza e da excessiva riqueza. O caminho para o anarco-comunismo, absolutamente, não é o socialismo estatal e sim a pulverização do capitalismo. E isso já está acontecendo. A tendência é o fim do trabalho assalariado. Não para daqui a décadas, mas daqui a séculos ou milênios. Perfeição não é atingível, mas pode, perfeitamente, ser aproximada assintoticamente.

Professor, Rousseau acreditava que sem as ficções culturais, o ser humano era um animal como qualquer outro, porém ele tá cotado como um filosofo "jusnatural", uma coisa não anula a outra?

Os fatos culturais não são ficções. Se ele disse isso, errou. De fato, sem a cultura, as características do homem seriam puramente animais. Claro que, com a cultura, ele não as perde, mas é acrescido de outras, que produzem a civilização. Considerar o aspecto animal do homem, pelo contrário, é o que fundamenta a concepção de "direito natural", que não é proveniente das convenções sociais. Todavia, superposto a esse, que é o básico, existe o direito fundamentado nas relações sociais desenvolvidas pela civilização, desde que não se oponham ao natural. Isso não tem nada de contraditório.

Discorra um pouco sobre o termo "fleuma estoica". Gostaria que, por gentileza, falasse mais sobre sua visão de mundo em relação a isso.

Não vejo razão porque não. Pense em como a humanidade progrediu nos últimos milênios. Pense em um futuro daqui a milênios. E veja que isso é pouco tempo, pensando que a humanidade tem trezentos mil anos e ainda deve estar por aqui por umas dezenas de milhões de anos.

Discorra um pouco sobre o termo "fleuma estoica". Gostaria que, por gentileza, falasse mais sobre sua visão de mundo em relação a isso.

Fleuma é uma atitude de se ser imperturbável, isto é, não se irritar, não se aborrecer, não se chatear, não se afligir, mesmo quando se importe. E estoica é a atitude de não se importar com o sofrimento, com a dor, com ofensas. Ser indiferente e superior a isso tudo, levando a vida imperturbavelmente em meio a toda adversidade. Assim é que as pessoas precisam ser. Isso não significa impassividade e inatividade mas apenas que o que se resolva fazer, inclusive para impedir a proliferação do mal e da ignorância, seja feito sem raiva, sem vingança. De modo sereno mas firme.

Tava vendo uma discussão sua com outra pessoa no blog, ele respondeu seu post/você respondeu de volta/ele/você mas aí ele respondeu novamente, mas aí você não comentou mais nada, então a pergunta é: Numa discussão, o que te fazer decidir a achar necessário não responder mais?

Às vezes eu, simplesmente, ainda não respondi, pois tenho muitos afazeres além de responder estas questões. Especialmente quando a resposta requer pesquisa de minha parte. Outras vezes é porque chegam tantas perguntas que essa foi ficando bem para baixo e eu não a vi, como acontece com a maioria. Em verdade eu respondo apenas cerca de um quinto das questões que chegam.

Como evitar a irritação em relação à estupidez de alguns?

Tendo uma atitude de serena sobranceria, não ensoberbecida, isto é, uma altivez polida. Uma fleuma estoica, sem deboche.

Acha que ha de fato uma "explicação final" da física? A origem do universo não estaria resolvida sem a necessidade de uma busca por uma causa?

Não se sabe se há uma "explicação final", mas ela é sempre buscada. Pode ser que seja atingida ou não. Não é necessário que o seja, mas a curiosidade humana impele nesse sentido. Todavia se isso não for obtido, não se terá uma explicação cabal para o origem do Universo.

https://goo.gl/GXtETH Quanta frescura! Por que a "ciência" não coloca, como ****HIPÓTESE****, o homossexualismo (e não homossexualidade) como uma falha genética? Ou, sei lá, um problema no desenvolvimento embrionário? Resposta: porque a ideologia, infelizmente, também afetou a "ciência". #RIPCIENCIA

Acontece que a homossexualidade (e não "homossexualismo"), de fato, não é doença nem falha genética nenhuma. É uma orientação nata perfeitamente normal. Há casos de homossexualismo também, que consiste em uma escolha consciente de envolvimento sexual com pessoas do mesmo sexo biológico sem que se tenha a orientação natural nesse sentido. Mas também não é nenhuma doença e sim uma opção diversa da orientação, perfeitamente legítima. Isso não é nenhuma ideologização da ciência. É, simplesmente, ciência. Ideologia é, justamente, a concepção de que homossexualidade seja doença ou que o homossexualismo seja um comportamento pervertido. Absolutamente, não é. Da mesma forma que existe a assexualidade e o assexualismo, sendo a primeira a falta de desejo sexual por qualquer pessoa, de que sexo seja e a segunda a opção por não se ter relacionamentos sexuais, mesmo que se tenha o desejo natural, por uma escolha consciente, como o celibato dos sacerdotes e religiosas (quando, de fato, o cumprem).

'Quem não é um acaso na vida?'

Todos os seres existem por acaso. Nenhum tem razão nenhuma para existir em vez de não existir.

Professor, porque o senhor nunca fala sobre o racismo sisitemico? Em seus post, nas salas que você dá aulas , tem muitas pessoas negras? Ah, alguma mulher ou homem negro que o você goste?

Considero que todas as pessoas humanas sejam socialmente equivalentes, independentemente de raça, nível econômico, procedência territorial, religião, nível cultural ou o que mais seja. Assim, considero que a melhor forma de acabar com qualquer consideração de diferença a esses respeitos é, simplesmente, não tomar conhecimento de que possa existir e pensar, sentir e agir como não existindo, sequer falando a respeito. Ou seja, para mim toda pessoa é, simplesmente, uma pessoa, seja o que for. Eu só discrimino alguém, independentemente dessas características, se for um criminoso ou uma pessoa malvada. Essa, para mim, tem que ser rejeitada mesmo. Tenho amigos e amigas negros e negras, de várias religiões, de vários níveis sociais, de vários graus de cultura e, para mim, qualquer um é tão querido quanto qualquer outro.

Na sua opinião, ao que se deve o retorno desse debate sobre a teoria da terra plana? por que cada vez mais surgem pessoas públicas que dizem acreditar na teoria?

Acho que essas pessoas, especialmente as esclarecidas, defendem a consideração de Terra Plana como uma atitude de contestação da Ciência perante o público, visando angariar aceitação, já que, como o heliocentrismo não é intuitivo e requer uma análise racional para ser aceito, grande parte do povo acha que seja enganação de cientistas e rejeita a ideia, uma vez que a percepção intuitiva da realidade mostra o oposto, isto é, o geocentrismo. Inclusive, não apenas em relação ao movimento anual da Terra mas, mesmo, em relação ao movimento diurno do Sol pelo céu, que, em verdade, se deve à rotação da Terra em torno de si. Essas conclusões científicas não são triviais e requerem estudo para aceitá-las, o que grande parte da população não se dispõe a fazer. Então, espertalhões que, de fato, sabem que é a Terra que gira em torno de si e orbita em torno do Sol, defendem o oposto para serem aclamados pelo povo como defensores de suas considerações. Isso é um desastre, pois leva ao descrédito na ciência, estendido a outros campos, que é muito nocivo para o bem do mundo.

Você acha que a pressão de sucesso (todo mundo tem quer ser médico, advogado, empresario etc) e o imediatismo, talvez causados pelo capitalismo, possam elevar os níveis de pessoas com depressão e ansiedade? Você acha que, em uma sociedade anarcocomunista, as coisas seriam diferentes nesse quesito?

Esse tipo de pressão acomete muita gente que não seja filosoficamente esclarecida para valorizar tudo em sua devida medida. Considerar o sucesso como objetivo máximo da vida é algo completamente idiota. Infelizmente poucos têm o discernimento suficiente para se libertar desse tipo de insanidade. Claro que em um mundo anarco-comunista isso, absolutamente, não existiria, porque o valor das pessoas jamais estaria em seu sucesso, inclusive porque ninguém teria mais sucesso do que ninguém, em um mundo igualitário. Poderia ter mais prestígio, mais respeito, mais consideração. Mas isso, pela educação, não seria algo a se buscar como objetivo, mas apenas a se merecer, despretenciosamente.

https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2017/11/16/alerj-analisa-decisao-que-mandou-prender-deputados-nesta-sexta.htm graças ao STF, agora casas legislativas têm o poder de soltar ou prender corruptos, a exemplo do que ocorreu com o Aécio. Um verdadeiro retrocesso e vexame.

Como o dissera De Gaulle há alguns anos, o Brasil não é um país sério. Não é mesmo. Einstein quanto esteve aqui também achou isso. Os cientistas brasileiros ficaram babando para aparecer em fotos ao lado dele. Agora o Supremo Tribunal Federal confirma lamentavelmente esse fato. Que vergonha!

Acho bem lógico a questão do poliamor, mas sempre quando se trata de múltiplos parceiros, penso nas doenças que podem ser adquiridas com o contato. Quando se tem um único parceiro, existe a segurança de que ele(a) não terá doenças transmissíveis de outro relacionamento. O que você pensa sobre isso?

A questão da possibilidade de transmissão de doenças sexualmente transmissíveis é facilmente contornada se as pessoas dedicarem atenção a sua saúde sexual, sempre verificando se se porta alguma doença e, caso positivo, procedendo ao tratamento e tomando as precauções necessárias para que não a propague, como fazer uso de preservativos. Isso não é problema nenhum. Da mesma forma que dizer que relacionamentos sexuais entre primos ou irmãos tem que ser impedido, mesmo que eles se amem. O que tem que ser impedido é que eles gerem filhos, mas não que façam sexo.

Por que há tão poucos ateus no mundo?

Porque a maior parte da população não é suficientemente esclarecida a respeito de questões religiosas. Acontece que as escolas não debatem esse assunto com os alunos de forma imparcial. Parece que as direções têm medo de contrariar os pais e a sociedade. E a sociedade não quer que a religião estabelecida em cada lugar seja contestada porque, junto disso, vai também a contestação da situação das elites em relação ao povo como um todo. E o próprio povo prefere acreditar na bem-aventurança celestial para compensar seu sofrimento terrestre do que ter que lutar pelo fim da opressão que sofre por parte das elites econômicas. Até que as religiões sejam definitivamente abolidas do mundo, aqueles que advogam isso serão perseguidos e tachados de subversivos, imorais, perversos e tudo de ruim. Subversivos são mesmo, mas a subversão, quando é para transformar um mal em um bem, é que é o que tem que ser feito para o bem do mundo. E as religiões, sem sombra de dúvida, são um mal. Isso não significa dizer que pessoas que sigam alguma religiões sejam necessariamente más. Podem ser boas pessoas, mas são pessoas equivocadas em suas concepções e têm que ser esclarecidas. Mesmo que sejam pessoas inteligentes e cultas. Acontece que há um preceito tácito de que "Religião não se discute". Claro que se discute e tem que ser discutido mesmo., Oficialmente nas escolas.

https://infograficos.oglobo.globo.com/brasil/placar-da-votacao-na-alerj-sobre-prisao-de-picciani.html agora nunca mais um deputado (federal ou estadual), senador ou vereador será preso neste país, graças à decisão do STF.

Uma vergonha!!! O Supremo Tribunal Federal tem que revisar essa sua decisão infeliz. Assim se está abonando a malandragem e a corrupção no país. Isso não pode ser admitido em uma nação civilizada, como penso que o Brasil pretenda ser. A não ser que, de fato, não seja, como está parecendo ser o caso. O povo tem que reagir e não eleger esses deputados para mais nada no resto da vida. Mas o povo também é sem-vergonha e venal. Acaba elegendo corruptos se eles favorecerem o interesse pessoal de cada um. Isso é, simplesmente, "falta de educação".

No comunismo ou no Anarquismo como funciona o papel dos artistas na sociedade? Por exemplo alguém que se diga um músico, ou um pintor poderá viver simplesmente cantando suas músicas e pintando seus quadros? Mesmo sem a apreciação de outras pessoas?

Todo mundo faz o que quiser de graça e tem tudo de graça. Se alguém não está fazendo algo proveitoso para o bem comum, as pessoas o admoestam e o incitam a se dedicar a algo que seja proveitoso. Se a pessoa não mudar, ela poderia ser privada, inclusive, de alimentos, por exemplo. Isso se aplica a qualquer atividade que a pessoa faça, seja artística ou outra qualquer. Todo mundo tem que fazer algo para o bem de todos. Quanto não houver oferta de alguma atividade demandada, alguém acabará exercendo ou então, a demanda fica sem ser atendida.

Maravilhoso, o Primeira Classe desta semana, especialmente a Sinfonia n.1 de Kalinnikov, compositor do qual nunca tinha ouvido falar. Rachmaninov não o teria ajudado se não acreditasse no talento dele. Acredito que na era da internet, muitos compositores terão seus talentos tardiamente reconhecidos.

Sim, como por exemplo Arensky, Barber, Bartoli, Dohnányi, Danielpour, Delius, Eggert, Gade, Górecki, Herbert, Helios, Hubay, Ippolitov-Ivanov, Kabalevsky, Kalinnikov, Karlowicz, Kodály, Korngold, Lekeu, Liadov, Martinu, Medtner, Moszkovsky, Myakovsky, Nielsen, Novak, Graffin, Reinecke, Silvestrov, Stanford, Gunzenhauser, Hough, Suk, Szymanowski, Taneyev, Urspruch, Vieuxtamps, Vlasov, Walton, Weismann, Wieniawski e muitos outros, sem contar os brasileiros, Fernandes, Nepomuceno, Santoro, Guarnieri, Nobre, Levy, Guerra-Peixe, Braga, Mignone, Tavares, Oswald, Gnatalli e outros.

https://ask.fm/wolfedler/answer/143299841053?utm_source=copy_link&utm_medium=android Por que o senhor não acha importante? Isso, direta ou indiretamente, não impacta as nossas vidas?

Porque se pode auferir renda sem se valer de nenhuma aplicação no mercado financeiro. Em verdade eu acho que isso é algo que não deveria existir.

Qual orientação pedagógica você considera mais valiosa hoje em dia?

O processo pelo qual a aquisição de conhecimentos e o desenvolvimento de habilidades se faça por iniciativa estimulada dos próprios estudantes e não por ensinamento dos professores. E que o processo pedagógico, necessariamente, envolva o atingimento dos onze pilares da educação: formação do caráter, manutenção da saúde, desenvolvimento da inteligência, aprimoramento da sensibilidade, fortalecimento da vontade, aquisição de conhecimentos, desenvolvimento de habilidades, enriquecimento cultural, relacionamento interpessoal, entrosamento social e compromisso com o mundo. Isso tem que ser obrigatório, constante da programação das disciplinas, e objeto de avaliação, inclusive podendo acarretar reprovação.

Por que você tem uma implicância com a economia/finanças? Como se fosse uma ciência menos importante?

Economia não. Finanças sim. Porque eu acho que a economia não deve ser financeira. Dinheiro não deve existir. A economia tem que ser de doações (nem mesmo de trocas). Mas continua ser a ciência da produção e distribuição de bens. Só que sem envolver moeda como meio de troca. Isso tem que ser abolido. Do mesmo modo que o dinheiro, a propriedade privada tem que ser abolida. Tudo tem que ser compartilhado. Nada é de ninguém e tudo é de todos. Inclusive maridos e mulheres. Sem residências monofamiliares. Tudo coletivo. Assim é que o mundo se tornará um lugar bom, justo, fraterno, equânime, livre, próspero (para todos e não só para alguns), aprazível e feliz. Esse é que é o objetivo que a civilização tem que perseguir. O melhor, ainda, é que sejam abolidas as fronteiras, os estados nacionais e seus governos. Assim se chegará ao anarco-comunismo que é a forma mais altamente civilizada de estabelecimento político e econômico da sociedade, inteiramente libertária.

Pessoas inteligentes preferem perguntar a responder no ask, porque os tolos acham que sabem quase tudo, e os inteligentes sabem que não sabem quase nada. Concorda?

Não. Não acho que inteligentes e possuidores de grande conhecimento não queiram usar o Ask, justamente, para responder. Da mesma forma que não acho que pessoas menos inteligentes não se interessem em perguntar. A questão não é de inteligência e sim de conhecimentos, o que é diferente. Claro que uma pessoa inteligente sabe que há muito mais que ela não conheça do que conheça. Mas sabe, também, que há muito que ela conheça e se dispõe a disponibilizar seu conhecimento para os outros.

Qual foi o momento em que mais sentiu tristeza na tua vida?

Quando morreu meu pai e quando morreu minha mãe.

https://g1.globo.com/natureza/noticia/governo-trump-volta-a-liberar-importacao-de-trofeus-de-caca-de-elefantes-nos-eua.ghtml Trump não presta

Esse Trump e uma besta quadrada. Um energúmeno. Um boçal. Um idiota. Um verme. Um ser humano degenerado e desqualificado. Um opróbrio para a humanidade. Uma desgraça.

Por que o Heliocentrismo foi aceito? Por conscientização das pessoas que já procuravam saber mais e não deixar a Igreja decidir no que elas deveriam acreditar?

Sua aceitação foi gradual, começando pelas pessoa de maior nível de instrução, que poderiam ler e entender a obra de Copérnico, depois de Kepler e, pouco a pouco, passando para as pessoas comuns. Todavia, até hoje, ainda há quem não aceite o heliocentrismo, por sua falta de intuitividade. De fato, com o Renascimento e, depois, com o Iluminismo, a consideração de que a palavra de Igreja fosse incontestável foi sendo derrubada pelos argumentos da razão. Um dos fatos que concorreu para isso, também, foi a Reforma Protestante e, é claro, a invenção da imprensa, que levou os livros a muita gente, bem como a possibilidade da existência de jornais, em que temas assim eram discutidos e levados ao povo.

Professor, em algum momento de sua vida, sentiu necessidade de provar a si mesmo o próprio valor?

Não. Sempre tive plena consciência de meu valor e nunca vi necessidade nenhuma de provar isso para ninguém, nem para mim mesmo. Tenho completa segurança de mim mesmo. Não duvido de minhas capacidades e tenho plena consciência de minhas incapacidades que, de modo nenhum, tenho a pretensão de exibir que as possua.

Como lidar com os rótulos que a sociedade nos impõe?

Devotando a eles uma total indiferença e desprezo. Vivendo sem considerar, em absoluto, que eles existam.

Segundo a teologia, Deus é o sumo bem e Misericordioso. Nesta qualidade absoluta, não caberia uma brecha para que um suicídio seja perdoado em situações extremas, como no caso de escravidão Sexual violenta aliada com grandes agressões físicas?

Não vejo que suicídio seja pecado em qualquer circunstância. Toda pessoa tem a liberdade de dispor de sua vida como quiser, inclusive dando fim a ela. Digo isso na suposição de existência de Deus mesmo. Claro que, como Deus não existe, nada é pecado, pois pecado seria algo que contrariasse os desígnios de Deus. Isso não significa que tudo possa ser feito, pois, mesmo não existindo pecado, existe o mal, e o mal não pode ser feito.

Professor, os livros de Berkeley 3 e 4 são tão bons quanto os iniciais? Nunca os vejo sendo referenciado em mecânica quântica e estatística. A mesma dúvida vai para o terceiro do Alonso.

São. Acontece que eles são em nível de Física Geral básica, e não no nível profissionalizante do bacharelado. E, no Brasil, a Física Geral, dos anos introdutórios das ciências exatas, não aborda a Física Quântica e nem a Física Estatística. Existe, portanto, uma lacuna, pois os alunos passam direto da Física Clássica para uma Física Quântica e uma Física Estatística mais formais, sem passar intermediariamente por uma disciplina menos formal e mais fenomenológica, mesmo que aborde alguns aspectos formais. Não são livros para as disciplinas de Física Quântica e nem de Física Estatísticas em nível profissionalizante do Bacharelado em Física. Todavia é importante que fossem vistas no nível básico tanto do bacharelado quanto da licenciatura, bem como nos cursos de engenharia, seja qual for ela. Lamentavelmente os currículos brasileiros deixem isso de lado.

Quando um bebê nasce sem cérebro, mesmo respirando, ele está morto ou vivo?

Vivo, mas sem possuir mente e, portanto, consciência. Não é, assim, uma pessoa, mas só um indivíduo.

https://ask.fm/wolfedler/answers/143259732765 Ernesto, mas estou em uma fase da vida que tenho que escolher o que vou fazer da vida, trabalho ou estudo, etc. Mas se não tenho interesse por algo, como posso escolher?

O estudo é uma preparação para um trabalho mais complexo. De qualquer modo o objetivo é o trabalho. Se você não tem propensão para estudar, pode escolher um trabalho que não requeira estudo. Só que, em geral, ele vai ser menos bem remunerado. Todavia muito estudo não necessariamente acarretará em muito boa remuneração. Não havendo interesse por nenhum tipo de trabalho, escolha o que achar mais fácil ou o que se apresentar uma oportunidade.

https://www.youtube.com/watch?v=Me8gwB7oSTY | Esquerda sendo esquerda: difamação, desonestidade intelectual, enganação, agressão e gritos histéricos. Toda a esquerda é assim! Que vergonha!!! E depois reclamam da "ascensão da direita". É claro, você são imbecis!

Sua visão do que seja esquerda está distorcida em razão da existência de uma "esquerda" famigerada que, em verdade, é feita de pessoas aproveitadoras, desonestas e que querem a derrota da direita não para promover a justiça na sociedade, mas para tomar o lugar dos direitistas como aproveitadores a se locupletarem com o sacrifício do povo. Essa "esquerda", de fato, tem que ser merecedora de toda repulsa. Mas ela não é a verdadeira esquerda, que é a concepção social mais justa e equitativa. A concepção de que as desigualdades de oportunidades são inadmissíveis e intoleráveis e que a sociedade tem que dar a todos as mesmas chances e os mesmos direitos. Isso é o que caracteriza a esquerda, enquanto a direita considera que essas desigualdades sejam justas e, até, desejáveis. Nesse sentido eu sou um esquerdista com muita honra e totalmente avesso a essa "esquerda" nociva que, infelizmente, acaba levando as pessoas a terem uma noção errada do que seja a esquerda. As pessoas verdadeiramente de esquerda não são nada imbecis. Pelo contrário, são as pessoas mais lúcidas e esclarecidas da humanidade.

As taxas mais altas de suicídio vêm de países “ateus”, que compunham o antigo bloco comunista: Lituânia, Letônia, Estônia, Rússia, Cuba e China. O que tem a dizer sobre isso?

Não sei se a incidência maior de suicídios entre pessoas de países de maior índice de pessoas ateias se dá entre as que sejam ateias. Todavia, se assim o for, seria natural mesmo, porque, em geral, as pessoas religiosas consideram que o suicídio seja um pecado que as levaria ao inferno e, assim, mesmo quando gostariam de se suicidar, podem não o fazer por isso. Já como as pessoas ateias não consideram que existam pecados e nem inferno, não possuem esse impedimento para o cometimento do suicídio.

Como que ocorre a "defesa" do campo magnético da Terra quando as ondas eletromagnéticas e raios cósmicos entram em contato com o campo?

O que o campo defende é a Terra de raios cósmicos que consistam de partículas carregadas (em geral, prótons). Como são carregadas e estão em movimento, o campo magnético terrestre faz sobre elas uma força que as desvia lateralmente, impedindo que cheguem à superfície da Terra. Mas não desvia ondas eletromagnéticas nem partículas que não tenham carga, como nêutrons e neutrinos. As auroras polares consistem em luz emitidas por essas partículas quando aceleradas pelo campo magnético da Terra, que, nos polos, é mais intenso.

A criatividade é um processo científico ou artístico?

Tanto científico quanto artístico, quanto filosófico, quanto empresarial, quanto tecnológico, quanto sociológico, quanto político, quanto econômico, quanto militar, quanto religioso, quanto relacional ou qualquer outra forma de atividade.

O que te fez admirar tanto Bertrand Russel?

Suas concepções filosóficas céticas, analíticas, seu ateísmo esclarecido, seu pacifismo, seu esquerdismo, suas posturas éticas, sua concepção lógica da matemática.

Professor, para que casos o número de arestas da base de um poliedro é igual ao número de arestas laterais do mesmo? E é correto afirmar que em toda pirâmide regular a base será um polígono regular e as faces laterais triângulos do tipo isósceles ou equiláteros ?

O número de arestas da base de um poliedro é igual ao número de arestas laterais se o poliedro for um prisma, uma pirâmide ou outro em que, de cada vértice da base só saia uma aresta lateral. Em outros casos, não. Por definição, uma pirâmide é dita "regular", se sua base é um polígono regular e suas faces são triângulos isósceles iguais (o que inclui os equiláteros, que só ocorrerão para bases de três, quatro e cinco lados). Da mesma forma que um prisma regular é aquele em que as bases sejam polígonos regulares e as faces sejam paralelogramos (que podem ser retângulos, no caso do prisma reto). Note que, no prisma, as arestas laterais são paralelas. Se não forem o paralelogramos não é chamado de prisma.

Ernesto, acho que não tenho nenhum interesse genuíno por algo. O que faço?

Leve a vida assim mesmo. Isso não é um grande problema. Vá, simplesmente, tocando a vida sem interesse por nada.

Professor Ernesto, é possível a ocorrência de um Big Bang na atual condição do universo, ou seja, sem que o universo entre em colápso? Por qual motivo?

Para haver Big Bang é preciso que o conteúdo do Universo esteja concentrado em um estado de altíssima densidade de energia. Para que o conteúdo atual fique assim seria preciso que o Universo parasse de se expandir e se contraísse até que a situação ensejasse o início de nova expansão. Todavia, da mesma forma que se deu o surgimento de tudo o que existe sem provir de nada, poderia ocorrer um novo surgimento de conteúdo como o primevo do atual Universo, e o espaço em que ele surgisse passasse a se expandir. Da mesma forma que é possível que aconteça uma transição de fase global do Universo que fizesse com que tudo o que existe deixasse de existir, inclusive o espaço e o tempo.

Não é não. Pelo menos de uma forma radical. Há casos em que se tem que aceitar a possibilidade do aborto, desde que procedido antes que o embrião ou feto se torne uma pessoa. Claro que, desde a concepção, já há vida. Mas as células do embrião e do feto inicial ainda não se configuram em uma pessoa até que se tenha um sistema nervoso. Depois disso, mesmo em casos de estupro, o aborto é um assassinato. E em casos que não se configurem em estupro, risco de vida para a mãe ou anencefalia do feto, mesmo antes desse estágio, o aborto não pode ser feito. Então não é o caso de ser radicalmente contra o aborto em qualquer circunstância.

Tanto o ciúme quanto a traição são péssimos. O bom é que as pessoas aceitem a possibilidades de relacionamentos amorosos múltiplos sem problema, o que não se configuraria em traição, uma vez que é sabido e consentido. Nesse caso também não há lugar para ciúme nenhum. Todos seriam amigos.

https://ask.fm/wolfedler/answers/143235326749 Serão reeleitos, sim! Lembre-se: a maioria da população é contra o aborto. Aborto é assassinato e ponto final.

Não é não. Pelo menos de uma forma radical. Há casos em que se tem que aceitar a possibilidade do aborto, desde que procedido antes que o embrião ou feto se torne uma pessoa. Claro que, desde a concepção, já há vida. Mas as células do embrião e do feto inicial ainda não se configuram em uma pessoa até que se tenha um sistema nervoso. Depois disso, mesmo em casos de estupro, o aborto é um assassinato. E em casos que não se configurem em estupro, risco de vida para a mãe ou anencefalia do feto, mesmo antes desse estágio, o aborto não pode ser feito. Então não é o caso de ser radicalmente contra o aborto em qualquer circunstância.

Professor, matematicamente, faz sentido pensar em um conjunto de elementos infinitos cujo um ou mais elementos é um outro conjunto também de elementos infinitos?

Perfeitamente. Elementos de conjuntos podem ser conjuntos, sejam finitos ou infinitos. Por exemplo, o conjunto dos sistemas numéricos. Cada sistema é um conjunto que pode ser infinito. E existem infinitos sistemas numéricos, considerando que se pode estender a noção de números complexos para sistemas de um número qualquer de partes imaginárias, cada qual com o seu unitário próprio, como os quatérnios (três unidades imaginárias). E esse número de unidades imaginárias vai de uma apenas (caso dos complexos) até infinitas.

Professor, postulados geométricos podem estar errados?

Postulados são considerados válidos por definição. Dentro do sistema matemático em que se inserem são, portanto, corretos. A questão que eu suponho que você esteja colocando é se eles correspondem aos fatos da geometria que o espaço real do Universo apresenta. Isso pode acontecer ou não. Mas uma teoria geométrica (ou matemática em geral) não tem compromisso de estar de acordo com a realidade física do mundo. Claro que, se não estiver, não terá utilidade. Mas como sistema matemático é inteiramente válida.

Professor, em algumas de suas publicações vc mencionou que antes do Big Bang não havia nada, nem mesmo espaço vazio. Porquê, na sua opinião, a inexistência de algo antes do Big Bang é mais plausível do que o universo sempre ter existido?

Para que o Universo possa ter sempre existido seria preciso que o Big Bang fosse um ponto de inflexão de uma contração anterior para uma expansão atual, já que não se pode contrair além de um volume nulo (aliás, nem mesmo esse é possível). Isso significaria que o conteúdo do Universo não teria surgido e sim se transformado a partir do conteúdo anterior. No entanto os parâmetros relativos a esse conteúdo, bem como à expansão do espaço, mostram que a dinâmica do Universo não é cíclica, isto é, ele só se expande. Nesse caso, se o início dessa expansão não se seguiu ao surgimento do conteúdo e seu espaço (que já teria surgido se expandindo), então esse conteúdo e esse espaço estariam, antes de se expandir, em um estado estacionário imperturbável. Todavia as equações que descrevem o estado do Universo não admitem soluções estacionárias, ou seja, ele é necessariamente dinâmico. Isso tudo só pode haver se, logo antes da expansão ter iniciado, tenha se dado o surgimento do conteúdo e do espaço existentes no Universo. Mas esse conteúdo não precisa ter surgido da forma como é agora. Aliás, nem poderia, em razão da altíssima densidade de energia então existente, que só admite um conteúdo não quantizado de campo puro.

O livre arbítrio existe?

Sim. Mesmo quando uma escolha não seja consciente, ela é feita pela pessoa, inconscientemente. Não se trata de uma consequência fatal das circunstâncias. A decisão depende da pessoa, mesmo quando tomada sem que se delibere conscientemente. O inconsciente também é um componente do "eu" da pessoa.

por que somente quando a onda encontra um obstáculo ocorre o desprendimento das ondículas dos pontos das frentes de onda? e por que para abertura de uma fenda maior que o comprimento de onda, não há difração? como visualizar isso?

As ondículas sempre se formam. Só que, não havendo obstáculos, as ondículas dos diferentes pontos próximos da onda se superpõem e não são observadas individualmente. A difração existe sempre. No caso da fenda grande, ela fica tão fraca que se torna imperceptível. Todavia, mesmo que a fenda seja maior do que o comprimento de onda, a difração dá para ser percebida. Por exemplo, em uma fenda de meio milímetro, que é mil vezes maior do que o comprimento de onda médio da luz visível.

O que você faria se não tivesse medo?

Pularia de paraquedas.

Qual a melhor peça musical que já ouviu?

A sinfonia nº 1 de Brahms.

O que você acha dos pequenos golpes e malandragens do dia-dia, como: furar fila, dar o troco errado, usar assento especial de idosos/gestantes no transporte público, não devolver ao dono seu celular achado na rua?

Um absurdo. Uma total falta de caráter. Inadmissível numa sociedade civilizada. Um atraso. Quem assim age não tem o menor direito de reclamar da improbidade dos políticos, da corrupção dos empresários ou da leniência dos juízes.

Professor, a expansão do universo se aplica aos átomos? Quer dizer que todos elétrons, prótons e nêutrons ficaram todos bem distantes uns dos outros?

Sim, se aplica a tudo. Todavia se você aplicar a lei de Hubble para o tamanho de um átomo verá que a velocidade de crescimento do espaço atômico é muito pequena.
v = H d
H = 67 km/s.Mpc = 2,2E-18/s
d = 1 Å = 1E-10m
v = 2,2E-28m/s
Isto é, para o átomo dobrar de tamanho será necessário um tempo de
t = d/v = 1E-10/2,2E-28 = 4,5E17s = 14 bilhões da anos
Que é mais do que a atual idade do Universo.

Aquecimento global - existe ou não existe?

Existe. Só que a contribuição antrópica para ele é muito menor do que se diz e, além disso, trata-se de um fenômeno transiente, que se reverterá naturalmente em poucos séculos, levando, em poucos milênios, a uma nova era glacial.

Acho que comunismo é sinônimo do regime político-econômico que aconteceu na URSS, China e Cuba. Veja bem todo mundo fala da divisão da guerra fria entre o Comunismo Vs Capitalismo. A palavra comunismo perdeu/ganhou o significado então? (Assim como a palavra gay tem conotação diferente).

O regime sócio-político-econômico que vigeu na União Soviética e em outros lugares e que ainda vige em alguns, passou a ser denominado de "comunismo", de modo que as pessoas consideram que "comunismo" seja aquilo. Todavia tal regime nunca foi comunista. A proposta inicial de Karl Marx era de se implantar uma "ditadura do proletariado" provisória, para que se conseguisse atingir o comunismo. Todavia tal ditadura não foi nada provisória e, se não tivesse sido derrubada, a continuidade da normalidade então vigente a levaria a permanecer indefinidamente. Tal ditadura, de fato, foi um "capitalismo de estado", em que a economia funcionava como capitalista, isto é, com patrão e empregado, só que o patrão era único, o estado. E a política era do poder de um único partido, sem opções. Socialmente a população não desfrutava de liberdades, tudo sendo controlado pelo governo. Comunismo não é nada disso e é preciso mostrar isso sempre, para não haver confusão. Para começar, comunismo é um sistema econômico apenas, e não político nem social. E é o sistema em que não existe separação entre detentores do capital e trabalhadores assalariados. O capital é compartilhado por todos os trabalhadores, que não são empregados de ninguém. Tudo é comum e compartilhado. Os bens produzidos são distribuídos e não trocados. Politicamente uma sociedade que seja economicamente comunista, poderia ser democrática, autocrática ou acrática, mas é melhor que seja acrática. Socialmente também, o ideal é que seja uma sociedade totalmente livre, não sendo permitida apenas a prática do mal. A liberdade é de locomoção, de fixação de domicílio, de expressão de opinião, de opção gamética, de filiação religiosa e de tudo, exceto de se praticar o mal, que é só o que é criminalizado.

Se o universo está se expandindo, quer dizer que em muitos anos não enxergaremos mais a lua e as estrelas por ficarem muito distantes?

Sim. Só que, muito antes disso, o Sol vai explodir e destruirá os planetas interiores, incluindo a Terra e a Lua. As primeiras coisas a não serem mais visíveis serão as outras galáxias, começando pelas mais longínquas. Depois estrelas de nossa própria galáxia. Isso não cessará nunca. Em dado momento os próprios elétrons se desligarão dos núcleos, destruindo os átomos. Depois os quarks de separarão, destruindo os nucleons. Por fim os próprios quarks se esgarçarão, desquantizando-se e tudo se transformando em campo puro. Mas isso ainda leva muitos trilhões de anos.

A ciência diz que 380 mil anos depois do Big Bang, a radiação cósmica de fundo foi emitida e o Universo passou de opaco para transparente. O que isso significa?

Antes desse momento o universo todo era como o interior de uma única estrela. Partículas e antipartículas surgiam aos pares e se aniquilavam, liberando fótons, que eram logo absorvidos por outras e isso ficava em um equilíbrio dinâmico, sem que os fótons conseguissem viajar. Só que o universo, enquanto isso, ia se expandindo, tendo chegado um momento em que a separação entre as partículas que surgiam ficou de tal tamanho que, antes que desse tempo de uma encontrar outra, ela decaia e, então, não era mais a antipartícula da outra. Como esse tempo de decaimento não é exatamente igual para partículas e antipartículas, ficou uma sobra de uma partícula de matéria que não se aniquilou para cada bilhão de pares de partícula e antipartícula que se aniquilaram. Os últimos fótons então formados, ficaram livres para viajar sem serem absorvidos e isso tornou o universo transparente, com um bilhão de fótons para cada partícula de matéria. Essas partículas de matéria deram origem a tudo o que existe atualmente, sem contar a matéria e a energia escuras.

Você me passa duas impressões contraditórias: a de ser uma pessoa muito bondosa e a de ser muito rigoroso com quem erra; qual delas prevalece?

Não há nada de contraditório nisso. O fato de ser bondoso não exclui o fato de ser exigente quanto ao comportamento das pessoas com respeito ao bem. Ou seja, corrigir um mau comportamento é, inclusive, uma bondade. Se se for tolerante com as más ações das pessoas, não se obterá um mundo harmônico, pacífico, fraterno, generoso e prazeroso para fruição de todo mundo. E, inclusive, um mundo livre para se sentir, pensar e fazer o que se quiser, desde que não seja o mal.

A composição de músicas clássicas é a forma mais elevada e criação musical?

Sim. Mas a música popular também pode ser algo elevado e o é, em muitos casos. Todavia, em geral, a música popular é muito menos pensada e construída de modo a suscitar tal ou qual sentimento ou algum específico prazer estético, bem como racional, pela contemplação auditiva de sua estrutura, sua melodia, sua fluência, sua harmonização, seu ritmo, os timbres instrumentais que faz uso e todos os demais aspectos musicais, bem como extra-musicais (as letras das que forem cantadas, por exemplo). Na música erudita isso é fundamental e essencial. Então ela é capaz, normalmente, de levar a mente do ouvinte a êxtases contemplativos de incomparável beatitude.

A lei do carma é verdadeira ou não passa de um mito?

Não passa de um mito. Totalmente sem fundamento e sem nenhuma verificação de sua validade. Para haver algo do tipo seria necessário que houvesse algum sistema universal de registro de todas as ocorrências e algum tipo de poder que pudesse interferir no decurso das ocorrências para fazer valer as consequências positivas ou negativas das ações de alguma pessoa, ao longo de sua vida. Tal tipo de coisa, simplesmente, não existe.

Professor, li em uma das respostas que, após o término de sua graduação, você lecionou por alguns anos, poderia nos dizer como essa experiência? Foi difícil preparar aulas? A sua oratória melhorou significativamente nesse tempo?

Não só após minha graduação, mas desde que comecei a graduação que eu comecei a lecionar e o fiz ao longo de trinta e cinco anos, depois do que fiquei só na parte administrativa. Os anos que eu mencionara foram os que intermediaram minha graduação e o início de meu mestrado, que foram sete. A experiência é ótima, pois eu estava fazendo exatamente o que eu gostava de fazer. Preparar aulas dá trabalho, mas é um trabalho gostoso. A oratória, acho que eu já a tinha espontaneamente desde que comecei a lecionar, aos dezoito anos. Mas, com o tempo, foi sendo aperfeiçoada, principalmente pelo enriquecimento do vocabulário e pelo tanto que eu ia lendo, à medida que o tempo passava. A questão contudo é que a experiência do magistério só é algo bom se a pessoa, realmente, for comprometida com o processo educativo e considere o magistério como uma atividade excelente, gratificante e significativa. Se não for assim, é melhor exercer outra atividade.

Professor, o fato de um cientista ter uma posição social prestigiada faz com que o seu trabalho tenha mais relevância independente de ter ou não uma ótima qualidade ou erros e de haver outros trabalhos de qualidade superior de cientistas menos prestigiados?

Não. Em ciência o que vale é o valor intrínseco do trabalho, independentemente do prestígio do cientista. O que normalmente acontece é que o cientista adquire prestígio justamente porque seus trabalhos possuem alto valor intrínseco e os que fazem algum trabalho de pouco valor não alcançam prestígio científico.

O fato de as pessoas acharem injustas e imerecidas as derrotas e contrariedades da vida, e ao mesmo tempo considerarem como merecidas e justas as vitórias e conquistas significa alguma coisa ou não significa nada?

Vitórias e derrotas podem ser justas ou injustas. Se se venceu porque se mereceu vencer a vitória e justa. Se se venceu sem ter merecido vencer, a vitória é injusta. Se se perdeu porque se mereceu perder, a derrota é justa. Se se perdeu sem ter merecido perder, a derrota é injusta. As pessoas precisam ter a compreensão disso e não considerarem injustas derrotas merecidas e nem justas vitórias imerecidas. Isso tem que ser passado aos jovens pela escola no desenvolvimento da ética, que faz parte dos temas transversais da educação e tem que ser ministrado nas aulas de todas as disciplinas, como algo incontornável, em toda escola.

O que acha desse vídeo sobre esquerdistas não gostarem de Ensino técnico? https://www.youtube.com/watch?v=bIRuOnNIZRU

Concordo plenamente com ele. Essas pessoas se dizem esquerdistas, socialistas ou comunistas mas, em verdade, não são nada disso. Só que passam essa noção de que esquerdismo, socialismo e comunismo é uma concepção estatizante, Para elas o ideal é a pessoa ser um "cientista social", um político, um funcionário público. Não percebem que, mesmo que exista estado e governo, políticos e funcionários têm que ser uma minoria da população. A maioria tem que ser trabalhador e trabalhadora técnicos. Senão a sociedade não funciona. E para ser um trabalhador técnico competente, tem que ter um curso técnico. Ter um curso superior não é algo que se possa considerar que a maior parte deva ter, a não ser que a maioria dos que têm curso superior não vá trabalhar no assunto para o que fez o curso. Então os cursos técnicos é que têm que estar sendo cursados pela maior parte da população. Isso é óbvio, quer o país seja capitalista, quer seja comunista do tipo estatizante que as pessoas pensam, equivocadamente, que seja o comunismo.

Professor, velhos contribuem com a ciência, isto é, descobrem coisas novas que têm alguma significativa serventia tanto para as ciências puras quanto para as ciências aplicadas?

Claro. Mesmo que, em geral, o período de maior criatividade, tanto científica quanto filosófica, artística, política, empresarial e em qualquer área seja dos vinte aos quarenta anos, pessoas de mais idade, sem limite até a morte, também fazem boas contribuições à ciência, à filosofia, às artes, à política, aos negócios e a qualquer assunto.

Apesar de saber que há um mecanismo evolutivo e uma lógica no que chamamos de traição, acho altamente repugnante moralmente. Como viver de forma boa e plena um relacionamento sem que essa preocupação seja algo corrosivo? No caso, desconfiança/medo de ser traído.

O problema da traição, que, de fato, é algo ignóbil, existe apenas porque se considera que os relacionamentos amorosos têm que ser exclusivistas. Se se admitir tranquilamente que se pode ter mais de um relacionamento em paralelo, com conhecimento e permissão dos envolvidos, pelo menos entre eles, não há traição nenhuma. Uma vez que se amar (e não ter um relacionamento amoroso), é algo sobre o que não se tem nenhum controle voluntário, isto é, não se ama e nem se deixa de amar ninguém porque se resolva, então tem que ser permitido que qualquer amor possa se realizar em um relacionamento, mesmo sendo plural, sem o menor problema. Assim não se tem nenhuma preocupação com uma possível traição da pessoa com quem se relaciona amorosamente, simplesmente porque já se admite que ela possa ter outros relacionamentos paralelos e não tem que esconder esse fato. Inclusive os envolvidos podem e devem mesmo, serem grandes amigos.

https://ask.fm/wolfedler/answers/143183555357 E se alguém pensar que você é um fundamentalista religioso, não tentará esclarecer a pessoa do contrário? Se sim, nesse caso se importa com o que outrem pensa, não?

Mesmo assim, eu não me importo se a pessoa continuar a achar e a dizer que sou fundamentalista religioso. Podem achar e dizer o que quiserem de mim. Eu esclareço para estabelecer a verdade. Mas, se não aceitarem, que continuem pensando o que pensem.

https://www.youtube.com/watch?v=06G-6OatZV8 William Waack é afastado do Jornal da Globo https://www.youtube.com/watch?v=yhzgqDdbm4Q Acha que quem gravou este vídeo deveria tê-lo posto no ar, prejudicando a carreira deste brilhante jornalista?

Sim, tinha que divulgar mesmo. Mesmo que alguém tenha uma brilhante carreira, não pode se admitir que tenha concepções preconceituosas. É inaceitável e, sendo assim, é justo que sua carreira seja prejudicada mesmo.

Você consegue mudar suas opiniões com facilidade? Para mudar as opiniões é preciso mudar os princípios? Você é o tipo de pessoa que se mantêm enraizado como uma árvore, e só trocas as folhas, ou é como uma fênix, está sempre morrendo e renascendo?

Com facilidade não. Mas eu mudo. Não sou enraizado a qualquer concepção e as que possuo, as possuo por considerar que sejam corretas, até que, por acaso, veja que não sejam. Então mudo. Todavia não adoto nenhuma concepção sem examinar bastante, de modo que não sou volúvel.

'Para que se deveria, em meio à grande ausência de limites, colocar a todo custo um limite qualquer?'

Não acho que se deveria, exceto se a falta de limite for prejudicial ao bem comum. Caso contrário, não há problema nenhum em não se ter limite. Como por exemplo, limitar o amor (amor romântico-erótico) a uma única outra pessoa.

Assista a este filme: https://goo.gl/UoaZKc A própria Rússia admitiu em 2003: 10 milhões de ucranianos mortos, a maioria de fome. Comunista não é gente!

Repito: os bolchevistas não são comunistas. Eles foram os grandes traidores da revolução. São golpistas que só queriam o poder. Queriam fazer do partido, dito impropriamente "comunista" o único patrão de todos os trabalhadores e não admitiam outras concepções, como a dos anarquistas ucranianos. Os ucranianos de Nestor Makhno e do Nabat é que eram verdadeiros comunistas.

http://www.amantesdaastronomia.com.br/2017/04/consideracoes-sobre-o-big-bang.html o big bang é uma teoria da origem do universo

Bom texto do Sílvio Zanin. Eu escreveria o mesmo. Aliás tudo o que ele disse eu já houvera dito aqui e acolá em minhas respostas e em meus artigos nos meus blogs.

Você disse que uma virtude sua é não se incomodar com nada, como realiza-lo?

Ora, simplesmente não se incomodando. Eu não me importo se está frio ou calor, se estou com sede, se estou com fome, se estou cansado, se alguém está me chateando, se está implicando comigo, se sinto alguma dor, desde que não muita. A única coisa que me incomoda é se eu estiver apertado para ir ao banheiro. Como ser assim? Simplesmente sendo.

https://youtu.be/OCBaHE1D9rc Nenhum grande pensador, filósofo ou teólogo Cristão acreditou nessa palhaçada de Terra Plana. No século VIII a Igreja Católica já tinha imagens de Maria com o menino Jesus nos braços, e na mão de Cristo um globo simbolizando a Terra. Viva Cristo Rei! #ateusmentirosos

Para começar o que tem a ver supor que a Terra seja plana ou esférica com acreditar ou não em Deus? Claro que a concepção da Terra plana nunca foi defendida pela Igreja Católica ou pelos protestantes e nem por filósofo ou teólogo cristão. Ela o é por pessoas ignorantes e, eu diria mesmo, burras. Também não me consta que ateus creditem a crença na Terra plana a cristãos ou membros de qualquer religião.

Olá! Me diz aí uma virtude sua que as pessoas dificilmente notam ?

Minha grande capacidade de não me sentir incomodado com quase nada.

O que fazer se ambiente escolar é pouco proveitoso?

Usar o tempo que passa na escola para estudar por conta própria. Use a escola só para saber o que tem que ser estudado e estude sozinho. De preferência se valha de mais de um livro a respeito de cada assunto. Leve-os para a aula e fique estudando enquanto a aula é dada.

https://www.facebook.com/Exame/posts/10155836252573953 Os ateuzinhos piram. Aliás, a maior contribuição para ciência foi feita por teístas. Ateus não representam nem 0,0001%.

Não vejo razão nenhuma para um ateu "pirar" pela constatação de que, de fato, houve um eclipse solar na época em que Josué estava conquistando Canaã. Porque um eclipse é um fato astronômico que não acontece em atendimento a prece nenhuma. Foi coincidência. Ademais, um eclipse não dura o dia todo, como narra a Bíblia. O fato de ter havido mais contribuição de teístas para a ciência do que de ateístas também não significa que a ciência atenda a qualquer prescrição religiosa, pois o que os cientistas teístas descobriram de fato científico, eles não o fizeram com base em nenhuma afirmativa religiosa e sim em suas investigações científicas, completamente independentes de qualquer religião. Simplesmente, na história, só atualmente é que o número de ateus começou a crescer. E a sua fração, no mundo, não é de 0,0001% e sim de 2,3%.

"Uma mentira que não pode ser refutada não é diferente da verdade." O que pensa a respeito ?

Essa é uma afirmação totalmente equivocada. Mesmo que não se consiga refutar uma mentira, se se trata de uma mentira, absolutamente não é o mesmo que a verdade. De modo nenhum. A verdade é a adequação entre a realidade e o discurso e a mentira é a inadequação. Não podem ser equivalentes.

Quem consideras o melhor maestro?

Dos que eu já ouvi a regência, em gravações, ainda fico com o Herbert von Karajan.

Pondé diz que o ateísmo é a opção mais fácil. Mas não fica mais difícil explicar o mundo e as relações humanas sem a alegações sobrenaturais? O teismo não seria mais cômodo?

Uma explicação sobre a origem do Universo e da vida envolvendo uma pretensa entidade extrínseca ao Universo, dotada de plenos poderes para fazer tudo é muito mais simples do que a busca de explicações naturais para isso tudo. Especialmente porque as explicações que envolvem alguma participação divina, de fato, não explicam nada, pois não dizem que procedimento a divindade se valeu para proceder à criação do que tenha criado. Trata-se da explicação simplesmente idiota, que não investiga nada e, apenas diz: foi Deus quem fez. Mas como? Dizer isso é a coisa mais fácil de se dizer. Não se tem que investigar nada. O progresso da ciência, contudo, a cada dia, avança na obtenção de explicações naturais para tudo, que dispensam totalmente a interveniência de qualquer entidade extra-natural.

A melhor explicação para a origem do universo ainda é o big bang?

Sim. Há propostas alternativas, mas elas têm mais problemas do que a teoria do Big Bang, que também tem problemas. O tema ainda está em aberto e não se tem a explicação final. Pode ser, até, que nunca se tenha. Mesmo assim é válido continuar estudando.

Professor, música e dança têm significado, isto é, possuem uma dimensão semântica?

Sim, isto é, podem ter ou não. A música e a dança podem ser uma arte pura, no sentido de não pretenderem comunicar nada além da própria música e da própria dança. Mas podem, também, passar uma mensagem a respeito de algo que se pretenda comunicar, mesmo sem palavras. Isso acontece muito, por exemplo, com a música sacra, mas não só ela. A ópera, por exemplo, é uma música que passa um significado. Do mesmo modo a dança, nos balés. Aliás, isso acontece com toda arte. Na literatura é quase sempre a regra que se passe algum significado, mas pode haver alguma obra literária que não passe mensagem nenhuma.

Então, nunca houve capitalismo no mundo e sim socialismo, visto que, pagamos direta ou indiretamente cerca de 50% de nosso trabalho ao estado. Se o mundo fosse realmente capitalista mesmo não ocorreria isso. Logo, tanto o capitalismo é o comunismo nunca existiram.

O anarco-capitalismo, sem estado e sem governo, realmente nunca existiu. Porque se não houver imposto não há como haver estado e governo. Mas o capitalismo, como sendo o sistema econômico em que a humanidade é separada em detentores de capital e trabalhadores assalariados, isso é o que mais existe. O comunismo, em que não há trabalhadores assalariados é que nunca existiu.

Porém, pragmaticamente tanto os dois existem/existiram em maiores ou menores escalas. Veja bem, quem é mais comunista cuba ou estados unidos? Dificilmente vai existir o capitalismo e comunismo perfeito pois o mundo é imperfeito.

Dificilmente não é impossivelmente. O comunismo perfeito pode ser atingido sim. Não esse fajuto que foi chamado, impropriamente, de comuismo mas não é coisa nenhuma. Esse que vigeu na extinta União Soviética e ainda vive em Cuba. Mas o verdadeiro comunismo. Que não será implantado por revolução nenhuma, mas atingido pela evolução civilizatória da humanidade. Só que ainda demoram séculos.

https://goo.gl/8ZqEu2 "Não existe outro candidato. É Bolsonaro ou Cuba". Linda, direitista, anti-feminista, linda (de novo), armamentista, empresária, linda (novamente), conservadora. hehehe... Tudo isso é empoderamento, e não sair por aqui pregando a morte de homens. Vade retro, turminha do dendê!

Nada disso. Nem Bolsonaro, nem socialistas estatizantes. Há que aparecer algum candidato democrata de centro. Um social-democrata legítimo. Como o Brasil merece.

Qual a sua opinião sobre a teoria reencarnação?

Para que haja reencarnação, seria preciso que houvesse uma alma espiritual. Como isso não existe...

O que significa que o universo está em expansão?

Significa que seu espaço está inchando, isto é, os lugares vão ficando cada vez mais afastados uns dos outros sem que nada se mova. Ou seja, as coisas, mesmo sem sair do lugar, vão ficando mais longe umas das outras porque o espaço vazio entre elas cresce.

O que acha do conceito de religião do George Simmel?

Ele distingue religião de religiosidade, no que eu concordo. Uma pessoa pode ter religiosidade sem ter religião, bem como ter uma religião e não ter religiosidade. Ou ambas. Ou nenhuma. Só que eu entendo religiosidade não apenas como uma postura de comunhão com o divino, mas, mesmo, sem se considerar a existência de divindade nenhuma, uma postura de aderência a considerações mais elevadas e virtuosas, não só na cosmovisão como também na conduta de vida.

Você recomenda que um aluno estude nas férias mesmo tempo passado por um semestre extremamente cansativo e desgastante?

Estudar matéria da escola não. Mas recomendo que dispenda parte do seu tempo lendo, ou mesmo estudando, assuntos que não são vistos na escola, pelos quais a pessoa se interesse, para não ficar restrita só ao que seja abordado nas aulas. Como História da Arquitetura, Eletrônica, Pintura, Música Clássica (teoria musical mesmo), Psicologia, Geologia, Astronomia, Astrofísica, Cosmologia, Física Quântica, Engenharia Mecânica, Culinária, Corte e Costura, Marcenaria, e muitos outros assuntos interessantíssimos que não são abordados na escola.

Professor, acha que pessoas excepcionalmente inteligentes, que vieram de famílias humildes, seriam muito mais inteligentes se tivessem crescidos num ambiente intelectualmente estimulante?

Sim, pois a inteligência tem um componente nato e outro adquirido ao longo da vida, especialmente na primeira infância, em razão dos estímulos propiciados à criança. Em geral, famílias mais abastadas podem propiciar mais estímulos, mas não necessariamente.

Por que você se mudou do RJ? Lá as oportunidades são maiores que em MG.

Vim do Rio para minas com dois anos de idade porque meu pai fora nomeado gerente da recém fundada agência do IAPC em Barbacena (em 1951). Depois eu voltei a morar no Rio (em 1979) para fazer mestrado, por conta da UFV onde lecionava, com um contrato de retornar ou então reembolsar todo o salário que me pagaram nos dois anos em que fiquei lá. Por outro lado, academicamente falando, tanto no Rio quanto em Viçosa, em Cosmologia, não há diferença. E eu prefiro mil vezes morar no interior do que em uma cidade grande.

Como surgiu este desejo de estudar Cosmologia? Foi depois de fazer a Faculdade de Matemática ou surgiu anteriormente? Foi motivado por alguém? Este curso ainda existe e é muito procurado? As pessoas que o fazem,geralmente vão para o exterior?

Desde meus tempos de ginásio sempre tive um grande interesse por física e astronomia, bem como astrofísica e cosmologia. Já havia lido vários livros de divulgação científica sobre o assunto. Também tinha muito interesse em filosofia. Pretendia fazer graduação em física, mas como não tinha em Barbacena e não dava para meu pai me bancar em Belo Horizonte ou no Rio, acabei fazendo matemática. Todavia física e astronomia sempre foram meus maiores interesses científicos. Depois de formado, ainda fiquei sete anos lecionando antes de fazer o mestrado. Nesse tempo meu interesse por cosmologia cresceu, especialmente por ser a parte mais filosófica e menos aplicada da física (não gosto de nada aplicado - gosto de ciência pura, totalmente desinteressada, exceto no conhecimento). Daí, quando chegou minha vez de fazer o mestrado, na fila do Departamento de Física da Universidade Federal de Viçosa, procurei onde havia cosmologia e vi que o melhor lugar era no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, no Rio de Janeiro. Fui lá e conversei com o coordenador do curso, que aquiesceu em ser meu orientador, o Mário Novello. Depois, ao chegar minha vez de fazer o doutorado, eu havia sido nomeado Pró-Reitor de Graduação e, assim, adiei a saída. Depois fui ocupando outros cargos administrativos e acabei desistindo do doutorado. Existem várias instituições que possuem programa de pós-graduação em cosmologia no Brasil, com um total de mais de cem alunos. Muitos fazem o doutorado no exterior. Como cosmologia não é experimental, contudo, há muito espaço para o trabalho de pesquisa no Brasil mesmo, não só nas universidades, mas nos centros de pesquisas, como o CBPF, o Observatório Nacional e o Instituto de Física Teórica, da USP.

Professor Ernesto, na sua opinião o universo sempre existiu ou teve um Início? Porquê? Se o universo for infinito ele possui quatro dimensões em todos os lugares, tal como no universo observável?

Pelo que se sabe o Universo teve um surgimento, isto é, não existe desde sempre. Nesse momento surgiram o conteúdo primevo, na forma de um campo indiferenciado, extremamente denso, bem como o espaço que o contém. Não só o conteúdo já surgiu evoluindo, como também o espaço já surgiu se expandindo, isto é, numa situação não estacionária. Daí ter surgido, também, o tempo. Antes desse surgimento não havia absolutamente nada. Nenhum conteúdo e nem espaço vazio, bem como passagem de tempo. Ou seja, não havia nem "antes". O interessante é que o Universo já surgiu infinito. Mesmo expandindo, ele não aumenta de tamanho, pois já é infinito. O que acontece é que seus lugares vão ficando mais afastados uns dos outros, pelo inchamento do espaço, sem que nada que estiver lá se mova. Isso acontece no Universo todo e não apenas na parte observável por nós. Essa parte observável é diferente para observadores colocados em lugares diferentes do Universo e corresponde a uma esfera cuja fronteira (puramente imaginária) é o conjunto dos lugares a partir dos quais houve tempo da luz chegar até o observador, desde que o Universo existe. O Universo existe há 13.800 milhões de anos mas, como está se expandindo, essa fronteira se encontra, atualmente, a 46.000 milhões de anos luz de qualquer observador. As dimensões perceptíveis do Universo são as três espaciais e o tempo, que existem ao longo dele todo e não só na parte observável. Aliás não se supõe que haja nenhuma diferença entre a parte observável e a não observável. Outro fato é que, em grande escala, a curvatura do espaço do Universo é nula, bem como do espaço-tempo.

O livro "Batalha Espiritual " de um famoso padre defende a existência do diabo. E parece estar vendendo muito. O que você acha de ainda existir estas alegações no século XXI?

Acho que se trata de um atraso fenomenal em termos de conhecimentos. Infelizmente ainda há muita gente que acredita na existência de realidades sobrenaturais. É preciso um grande trabalho de esclarecimento e convencimento, por meio de uma argumentação muito bem elaborada que seja capaz de derrubar as barreiras antepostas à aceitação de que a realidade é puramente natural. É o que busco fazer sempre. Mas o aferramento em crenças ancestrais estabelecidas sem qualquer comprovação, evidência e, nem mesmo, indícios de plausibilidade ainda é muito forte na população. As próprias escolas resistem a contrariar essas crenças ao desenvolver as explicações científicas concernentes à origem do Universo e da vida. Aliás, até evitam abordar esse tipo de assunto, para não contrariar as crenças familiares dos alunos. Mas isso é preciso que seja encarado de frente e que o ensino de ciências e de filosofia aborde a questão de frente e discuta com seriedade, de modo a desconstruir essas crenças sem fundamento, que são propagadas, principalmente, pelas religiões.

Professor, o que acha da música eletrônica?

Nem melhor nem pior pelo fato de ser eletrônica. Depende de que música se trata. Conheço uma compositora que compõe músicas eletrônicas magníficas. E há as horríveis. Os recursos eletrônicos possibilitam explorar muitos timbres diferentes, que não correspondem a nenhum instrumento acústico existente. Isso é muito interessante.

Como seria uma escola ideal, em sua opinião?

A Escola da Ponte, de Portugal. Procure sobre ela na Internet.

O que fazer quando se vive num ambiente barulhento cheio de pessoas desequilibradas e vitimistas e só tem essa opção?

Isolar-se do ambiente e concentrar-se em si mesmo, isto é, ignorar essas pessoas.

Qual é a diferença entre viver e estar vivo?

Estar vivo é estar com o organismo em funcionamento. Viver é, além disso, estar pensando, sentindo e interagindo com o ambiente circundante.

Qual o melhor argumento pro ateísmo e o pro teísmo em sua opinião?

Para o ateísmo o maior argumento é que não se precisa supor que existe deus nenhum para explicar nada. Para o teísmo não sei, pois não acho que nenhum argumento teísta seja convincente.

terça-feira, 23 de abril de 2019

O que te impede de já ter fundado está ONG ou Fundação?

Já me inteirei do procedimento e é bem complicado. Ainda não me animei a encetar a tarefa pois, de fato, tenho uma imensa aversão por providências burocráticas. Muitas vezes eu desisto e levo prejuízo por isso. Prefiro levar o prejuízo do que ter o trabalho de mexer com advogados, contadores e essas coisas.

Acha que Jango seria um bom presidente?

Não. Porque ele não era um líder, como Juscelino. Não arrebatava o povo. E não dominava as rédeas do poder, que um verdadeiro líder tem que dominar, mas em benefício do povo. Ele seria manobrado por esquerdistas interesseiros, não comprometidos com o bem de todos, mas com o bem deles próprios. Seus ideais eram válidos, mas seu comportamento era tíbio. Contudo, é muito difícil ser um líder que defenda o bem geral e combata os que querem se valer do governo para se locupletar. Tem que ser uma pessoa de extrema virtude, de extrema bravura, de extrema honestidade, de extrema competência, de extremo desprendimento, de extrema dedicação.

Sim, há pobreza nos EUA, mas se compara com os países comunistas? A pobreza é a regra! Aí você vai dizer que Venezuela não é comunismo. Esse é o ponto! O comunismo, como cenoura de burro, nunca poderá ser julgado, porque é sempre o "futuro ideal", nunca o presente. É o encantador de burros!

Venezuela não é comunista mesmo não. Todos os países em que se disse que foi implantado o comunismo, não foi. Comunismo não tem governo totalitário. Comunismo não tem trabalhador que seja empregado assalariado. Comunismo não tem propriedade, nem do governo. Tudo é compartilhado. Comunismo, finalmente, não tem dinheiro. Todo mundo trabalha de graça, uns pelos outros, sem pagamento e sem troca de nada por nada. Tudo é doado. Isso é que é comunismo. Isso é que é o ideal da humanidade que se tem que lutar para que seja alcançado brevemente, em poucos séculos e não alguns milênios. Comunismo é o futuro ideal mesmo. E é em direção a ele que se tem que caminhar. E é encantador mesmo, especialmente se for associado à concepção política anarquista. Mas não é um encanto de burros e sim das pessoas verdadeiramente esclarecidas e inteligentes. Pessoas altruístas, que não querem o bem de si mesmas, mas o bem do mundo, o bem de todos, humanos e não humanos.

Você não acha lamentável existirem tantas pessoas que deliberadamente se entregam a vícios como sexo, drogas e ideologias intolerantes?

Certamente que sim. E isso só vai acabar quando o processo educativo for, de fato, educativo, e não apenas instrutivo, como acontece atualmente. Só se ensina matemática, português, geografia, história, física, química, biologia e essas matérias. Mas não se ensina ética, não se ensina a viver. Isso é que é mais importante, bem como filosofia, sociologia e psicologia. Vai mudar, mas dentro de muitas décadas ou séculos.

Ora, se meu vizinho tem um helicóptero e eu não, significa, necessariamente, que eu estou na pobreza? O helicóptero é o diferencial? Há desigualdade, mas não há a pobreza absoluta que existe nos países **COMUNISTAS**. VOCÊ É BURRO!

Você é que não está entendendo nada. Não é helicóptero e nem bem específico nenhum que faz a diferença entre riqueza e pobreza. É o conjunto do que se dispõe. E o capitalismo, tal qual existe agora, essencialmente, estabelece na sociedade que alguns serão ricos e outros serão pobres. Claro que se pode ter um capitalismo em que todos sejam ricos, se for o capitalismo em que todos sejam capitalistas. Mas esse capitalismo, então, será, exatamente, o verdadeiro comunismo. Repito de novo. Os países ditos "COMUNISTAS", em que há pobreza, absolutamente, não são comunistas. Por outro lado, não basta ser capitalista para não haver pobreza. Nos Estados Unidos, inclusive, existe muita pobreza.

https://www.facebook.com/paul.j.watson.71/posts/10155814187931171 Mais um ateu matando cristãos. Ora, os maiores genocidas da história foram os ateus e os islâmicos (nessa ordem). Se quiser eu mando os números provando!

Não precisa mandar número nenhum. Eu sei. Só que o fato de terem havido muitas mortes creditadas a ateus, especialmente Stalin, Mao e seus asseclas não significa que ser ateu implique, necessariamente, em ser assassino. Aliás eles mataram não em nome do ateísmo que professavam e sim em nome do poder que pretendiam manter, bem como em nome do sistema político-econômico que defendiam e que lhes concedia esse poder. Todavia houve, também, além das matanças dos muçulmanos, as matanças dos cristãos, não só nas cruzadas e na inquisição, mas também em todas as guerras fratricidas entre eles mesmos. Ateísmo é só a descrença na existência de deuses e de realidades sobrenaturais, mais nada. Isso significa que um ateu pode ser uma pessoa altamente virtuosa, bondosa, justa, correta, pacífica, solidária, generosa, honesta, cordial, benemérita, caridosa, valorosa, nobre, como pode ser o contrário de tudo isso. Da mesma forma que uma pessoa religiosa, de qualquer religião, pode tanto ser isso tudo quanto o contrário disso tudo.

Pronto, já te refutei! Qualquer seguidor seu com dois neurônios saberia distinguir desigualdade de pobreza. Você é burro ou teimoso.

Opinião sua, da qual discordo veementemente. Eu não disse que desigualdade seja sinônimo de pobreza e sim que, havendo desigualdade, necessariamente há pobreza. Isso é óbvio e quem não vê é que é burro.

Como te comportas com o teu dinheiro: gastas mais ou poupas mais?

Nunca poupei nada. Gasto tudo o que ganho e mais ainda. Vivo atolado em dívidas. Sou completamente desligado do aspecto financeiro da vida. Não tenho nenhum bem. E não me importo nem um pouco com isso. Não aplico dinheiro em nada que propicie retorno financeiro. Só a fundo perdido. Dou para os outros e compro livros, discos, vídeos e bens culturais para minha biblioteca. Já gastei mais de três quartos de milhão de reais com ela. E vou doar tudo ao povo. Mas não a nenhum órgão governamental ou a alguma entidade privada. Fundarei uma ONG ou uma fundação.

Professor, texto prolixo, que emaranha-se em exemplos e em citações, que não deixa claro o que se quer dizer, lhe é um indicativo de incúria com o assunto, ou com a escrita, ou ainda com ambos?

É falta de organização do pensamento. De articulação lógica da argumentação. De um raciocínio claro, coerente. É uma confusão mental. Mesmo que a pessoa saiba escrever bem e entenda bem do assunto. Isso é algo que falta na Educação Básica, nas disciplinas linguísticas: Lógica, dialética e retórica. Não a dialética hegeliana, mas a dialética de bem conduzir a argumentação. É preciso aprender a arte de bem escrever e a arte de bem pensar. E tem que saber muito bem a gramática. Sem escapatória.

DESIGUALDADE NÃO SIGNIFICA POBREZA! Esse é o ponto! Se uma pessoa trabalha nesses países capitalistas, conseguiria facilmente uma casa, um carro, ter férias, cuida bem da família etc... Para quê ficar querendo o helicóptero do vizinho? Foda-se! Já está ótimo! Melhor do que viver em países COMUNISTAS

Novamente repito. Os países ditos "Comunistas", não são comunistas coisa nenhuma. São "Capitalistas de Estado", o que é péssimo. Pior do que capitalista de mercado. Depois desigualdade é algo intrinsecamente PÉSSIMO, ABJETO, IGNÓBIL. Onde ela existe, não adianta a pessoa trabalhar. Quem nasce pobre não tem oportunidade de ficar rico, por mais que trabalhe. Exceto casos especialíssimos e anormais. Num país justo, tudo é disponível para todos. Inclusive viajar de helicóptero. Porque nada é de ninguém e tudo é de todos. Não existe propriedade privada. Isso é uma consumada injustiça. Desigualdade significa pobreza sim. Porque só há desigualdade social se existem pobre e ricos. Sem desigualdade ou todos são pobres ou todos são ricos. O que se quer é que TODOS sejam ricos.

Qual a maior miséria do capitalismo?

A desigualdade social que ele propicia. O fato do mundo ficar dividido entre detentores de capital e trabalhadores assalariados. Isso é uma barbaridade. Completamente inadmissível em uma sociedade justa. Não é possível haver patrões e empregados. Todos têm que ser patrões. É preciso acabar com o proletariado e tornar toda a humanidade burguesa.

"é tão ruim como o capitalismo de mercado concentrado" Essa sua mania de comparar o capitalismo com o COMUNISMO só comprova a sua burrice. Sim, compare esses países COMUNISTAS citados por você com Japão, EUA, Coreia do Sul, Austrália, Hong Kong, Suíça, Irlanda, Alemanha, Singapura...

De modo nenhum. Pelo contrário. Comprova minha inteligência. Para começar não se pode comparar nenhum país comunista com os capitalistas, simplesmente porque não há e nunca houve nenhum país comunista. Todos os que se disseram comunistas nunca o foram, pelo contrário, foram (e são os que ainda são) capitalistas de estado, o que é péssimo, como sempre afirmo. Os países capitalistas de mercado, como os que você citou, são, claramente, melhores para suas sociedades do que os que se disseram comunistas. Mas ainda não são ótimos para todos, porque ainda apresentam desigualdades econômicas entre as pessoas, em razão das desigualdades de oportunidades. Num mundo bom, não ha desigualdades de oportunidades. Não há pobres. Não há ignorantes (isto é, de baixa escolaridade). O verdadeiro comunismo é que propiciará essa justa igualdade para todos.

Sua esposa é cristã? Se sim, houve problemas na educação dos seus filhos quanto à religião?

Tanto minha primeira (a mãe de meus filhos) quanto minha segunda esposas são cristãs. Isso não trouxe nenhum problema na criação dos filhos porque tanto eu aceitei que ela lhes incutisse valores cristãos quanto ela aceitou que eu lhes incutisse valores ateístas. Eles, então, ficaram numa situação inermediária, ou seja, acreditando na existência de Deus e na divindade de Cristo, mas não sendo filiados a religião nenhuma.

https://www.facebook.com/UOL/posts/10154745922468239 Comunismo dá certo sim, amiguinho. Você que não aguenta passar fome!

União Soviética, Venezuela, Cuba, Bolívia, Vietnam, Albânia, todos os países da antiga Cortina de Ferro, China, Coréia do Norte, absolutamente, não são nem foram comunistas. Seus regimes político-econômico é um "Capitalismo de Estado", em que o Estado é o único patrão e todos são seus empregados (com exceção de algumas atividades menores). Isso é péssimo e, realmente, só produz pobreza. Terminantemente não dá certo e é tão ruim como o capitalismo de mercado concentrado. Comunismo é outra coisa. Comunismo nunca existiu. Comunismo é o sistema econômico (e não político) pelo qual "TODOS" são autônomos ou sócios dos empreendimentos em que trabalham e "NINGUÉM" é empregado de ninguém, não existindo salário. Isso é comunismo. E o fato da posse dos meios de produção e do resultado dessa produção, bem como do retorno dos serviços ser compartilhado, em comum (daí o nome "comunismo") pela população inteira. É uma economia nem monetária nem de escambo e sim uma "economia de doação", em que todos trabalham de graça e compartilham o resultado de seu trabalho com todos.

O futuro dos professores de Filosofia ficou mais sombrio com a reforma do Ensino Médio?

Ao que me parece, apenas quem escolher a área de Ciências Humanas cursará Filosofia, de modo que as aulas serão reduzidas. Acho isso um absurdo. Para mim Filosofia é muito mais importante, para todo mundo, seja de Humanas, Exatas e Biológicas, do que todas as outras disciplinas do Ensino Médio. É a Filosofia, se bem dada, é claro, que abre a mente das pessoas para refletir, cotejar, questionar, contestar ou aprovar qualquer assunto. Todavia é importante frisar que estudar Filosofia não é aprender a História da Filosofia, mesmo que também seja, mas, principalmente, é treinar a habilidade de se filosofar. Isso é que é essencial para a vida e não pode ser relegado a um segundo plano, seja qual for a atividade que a pessoa vá ter. E essa é a grande responsabilidade dos professores de Filosofia que têm que ser os mais versáteis, os mais polímatas, os mais argutos, os mais inteligentes, os mais cultos, os mais articulados, os mais capazes de todos eles. Não é para qualquer um. Tem que ser entendido de muita coisa mesmo.

Sobre seu ultimo comentário com relação a polimatia: Acabou me inspirando um pouco pois não gosto de ser restrito, mas é realmente viável para quem é professor e ao mesmo tempo pesquisador? O tempo é suficiente?

Sim, é viável. O tempo é suficiente. Basta não ver televisão e dormir pouco. E aproveitar bem o tempo. Por exemplo, quando se é estudante, buscar aprender tudo na própria hora da aula, deixando o tempo de estudo fora da aula para estudar outros assuntos que não as matérias escolares. Sempre fiz assim e me dei muito bem. Era o primeiro aluno da sala, estudando pouco as matérias escolares. Mas não poupava os professores de perguntas até ter entendido tudo, tintim por tintim. Não me importava nem um pouco em "pagar mico". E não estava nem aí para o que os colegas pudessem pensar de mim. Era caxias e CDF mesmo e pronto. Um "nerd" como se diz hoje. E era o que eu queria ser. Quem se preocupa com a aprovação alheia não vai a lugar nenhum.

Por que existe algo em vez do nada?

Não há razão nenhuma para tal. Existe por mero acaso. Não precisava existir e essa existência não tem motivo nenhum, não foi provocada por causa nenhuma e não tem propósito nenhum. Nada surgiu no Universo com finalidade alguma. Inclusive o próprio Universo. Surgiu sem ter de que provir e sem ter nenhum agente causador desse surgimento. Note que isso não é dizer que "surgiu do nada". Não! Não surgiu "do nada". O que acontece é que surgiu "de nada", o que é algo inteiramente diferente, pois "nada", não é algo pré-existente de que o Universo tenha surgido. Antes de existir o Universo não havia "o nada". Simplesmente não havia nada. Nem o "antes". Nem vácuo. Nem espaço vazio. Nem passagem de tempo.

Professor, vê a polimatia como algo bom à excelência de quem se dedica à ciência e ao magistério?

Sim, sem a menor dúvida. Entender com boa abrangência e profundidade de vários assuntos, mesmo que não tenham relação direta com o tema principal de trabalho da pessoa é excelente para abrir a mente para concepções e visões de mundo diferentes. Isso propicia uma forma mais completa e flexível de abordar qualquer tipo de conhecimento e habilidade. Por exemplo, saber matemática, escrever poesia, tocar instrumentos musicais, pintar quadros, entender de filosofia. Tudo isso na mesma pessoa aumenta muito sua capacidade e competência para todos esses assuntos. Um psicólogo, por exemplo, que entenda de Física, tem a mente muito mais aberta do que um que não entenda. É um grande erro considerar que a pessoa deve se focar em seu assunto e não se importar com o resto. Por isso é que considero um desastre a proposta do novo Ensino Médio de já especializar o estudante por área nesse nível. Em minha época era assim e eu achei péssimo não ter estudado formalmente Biologia e Filosofia por ter escolhido a área de exatas. Acabei estudando sozinho por minha conta, mas senti falta de ter frequentado aulas com a exigência de ser submetido a avaliações nessas matérias. Da mesma forma que acho inadmissível que uma pessoa que vá se dedicar às ciência humanas não conheça Matemática, Física, Química, Biologia e Geociências no nível elementar do Ensino Médio que, para mim, é algo que todo mundo tem que saber, vá ser o que for na vida. Mesmo lavradores, faxineiros, peões de obra. Todo ser humano adulto e mentalmente capaz tem que ter o Ensino Médio completo, com todas as matérias. E olhe que ainda faltam algumas no programa oficial.

Deus não tem existência objetiva, mas subjetiva como projeção da mente humana?

Sim, trata-se de um conceito, isto é, um construto mental, que tem existência dentro das mentes de seres dotados de um razoável nível neurológico. Dentre as espécies vivas atualmente existente, só a humana tem tal nível. Mas já houve outras que tinham e, certamente, novas surgiram que possuirão também. Sem contar as que podem existir fora da Terra.

segunda-feira, 22 de abril de 2019

O que você acha do sistema de remuneração no capitalismo, onde o esforço intelectual é mais valorizado do que o esforço físico?

Em minha opinião, quer o esforço intelectual, quer o físico, não deveriam ser remunerados por nada. Deveriam ser feitos totalmente de graça. Como ainda existe esse negócio de rendimento monetário pelo trabalho, há que se fazer uma equivalência. É justo que um trabalho que, para ser exercido, requeira uma maior preparação do trabalhador, tenha valor maior do que outro que possa ser feito com pouca preparação. Assim se algum trabalho requerer que o trabalhador obtenha seu doutorado, ele deve ser mais bem remunerado do que outro que não requeira formação nenhuma. Do mesmo modo que deve haver um escalonamento em relação ao tanto de aprendizado que algum trabalho requeira para ser feito. Mas é preciso que todas as pessoas tenham oportunidade de adquirir o nível de aprendizado que pretenderem, até o pós-doutorado. Só que, nem todas vão dar conta de chegar até lá. Então que cheguem até onde derem conta.

Se Deus não existe, então ateu não acredita em quê?

Ateu não acredita que o conceito de Deus, que é algo que existe, seja correspondente a uma entidade real.

Considera errado um professor universitário aposentado continuar dando aula em universidade pública, recebendo aposentadoria + salário e ocupando uma vaga que poderia ser de outra pessoa?

Sim, se essa pessoa tem a pretensão de continuar lecionando em escola pública, então que não se aposente. Caso aposente, poderia lecionar, mas em escola privada. Ou passar a exercer outra atividade. Acho válido professores velhos continuarem a lecionar, pois possuem mais experiência, conhecimentos e sabedoria. A questão não é ocupar o lugar de um mais novo, pois, como a população está crescendo, o número de professores também tem que crescer, bem como o de escolas. A questão é acumular dois salários públicos.

Qual é a sua pergunta sem resposta?

Duas:
1. De que modo se deu o surgimento do campo primordial do Universo, do qual tudo o que existe foi produzido, bem como o espaço que o contém e o tempo em que evolui, sem provir de coisa alguma, de forma espontânea.
2. De que modo a matéria inanimada se organizou espontaneamente de forma a produzir sistema providos de vida.
Note que, nessas duas indagações, eu rejeito, liminarmente, a interveniência de qualquer entidade extrínseca ao Universo na provocação dos processos que levaram a tais ocorrências.

Cobrar impostos é antiético ou imoral?

Não, enquanto houver algum governo no mundo e tal governo for encarregado de promover o bem da sociedade nas ações que lhe forem pertinentes. E, inclusive também, enquanto a economia mundial for monetária. Nesse caso não há como os governos promoverem suas ações se não houver uma forma de obterem dinheiro para isso. E o imposto, desde que aplicado de modo justo, é a forma correta para que tal dinheiro seja obtido. O que não é ético é a malversação desse dinheiro por sua aplicação no que não seja seu destino precípuo, como acontece nos casos de corrupção. Tal crime tem que ser considerado hediondo, inafiançável (aliás, nenhum poderia ser) e merecedor de uma punição exemplarmente dura. Todavia não é papel do governo atuar em áreas econômicas não precipuamente suas, como viação, energia, comunicações, agricultura, indústria, comércio e coisas do tipo. Ao governo compete, tão somente, a defesa, a segurança, a diplomacia, o fisco e, para mim, com exclusividade, a educação e a saúde que, absolutamente, não podem ser consideradas atividades econômicas. Todavia o governo tem que manter agências coordenadoras e fiscalizadoras das atividades empresariais, inclusive para exigir que elas sejam desenvolvidas em lugares em que seriam não lucrativas, para atendimento das populações, como compensação pelos lucros aferidos onde elas forem lucrativas. Precisa, também, controlar o abuso de preços que firam a economia popular.

O que acha do Anarquismo verde?

Muito bom, desde que não seja levado de forma intransigente e agressiva. Anarquia é algo que tem que ser proposto por meio de convencimento racional, apelando, é claro, para o sentimento das pessoas. Tanto o movimento anarquista quanto o movimento ecológico têm que pautar suas ações não pela força ou pela má educação e sim pela qualidade intrínseca de seus valores, que precisam ser introjetados na mente das pessoas de modo que elas o vivam em seu cotidiano e, com isso, mudem o mundo.

Tu falando desses assuntos até parece o Olavo de Carvalho falando de física e biologia.

Quanto mais eu estudo economia e finanças mais eu me convenço que a opção capitalista da humanidade foi o maior equívoco histórico. Tão nefasto quanto o socialismo de estado que vigeu na União Soviética. O caminho para o ideal anarco comunista é a união da política democrática com a economia capitalista, porém sem a existência de trabalhadores assalariados. Todos sendo trabalhadores autônomos ou sócios dos empreendimentos em que trabalhem. Até que se possa abolir totalmente a propriedade e a moeda, a economia se tornando nem monetária nem de escambo, mas de doação.

Nada a ver Ernesto, graças ao capitalismo a pobreza do mundo está caindo drasticamente ao longo dos séculos, veja aí os gráficos meu velho. Tu tens que perder esse preconceito estude economia, finanças e um pouco de contabilidade. Fui convertido a capitalista minarquista.

Mesmo assim há um perversidade intrínseca ao capitalismo que compromete qualquer sucesso que ele possa ter. Trata-se de sua concepção essencialmente desigualitária. Capital é algo que pode ser considerado bom para a prosperidade. O que é essencialmente errado é sua concentração na mão de poucos, enquanto a maioria aluga sua força de trabalho. O capitalismo só seria ético se todos fossem capitalistas e ninguém empregado assalariado. O que o comunismo precisa não é acabar com a burguesia e sim acabar com o proletariado, transformando todos em burgueses. Então, numa fase posterior, se abole totalmente o dinheiro e a propriedade. Até lá, o caminho para o anarco comunismo não é o socialismo de estado, mas o capitalismo totalmente pulverizado, sem concentração de capital nas mãos de ninguém.

https://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/assembleias-estaduais-e-camaras-municipais-usam-decisao-do-stf-para-soltar-parlamentares-presos-por-corrupcao.ghtml o STF é um verdadeiro câncer para o Brasil

Certamente que sim. Uma barbaridade. Uma completa conivência com o crime. Nem parece que é um órgão da justiça e sim da injustiça. Porque existem dois tipos de erros judiciais: O tipo um é o de condenar um inocente e o tipo dois é de inocentar um culpado. E parece que ele está sempre inocentando culpados.

https://www.facebook.com/MisesBrasil/posts/10154874568126356 Assino embaixo! "Mundo melhor" é a puta que pariu!

Nada disso. Mundo melhor é que tem que ser o objetivo de todas as ações de todas as pessoas em todos os momentos. O que não se consegue, de fato, é melhorar o mundo por meio de revoluções e de imposições. Mas é patente que o mundo não está bom, exceto para um pequeno grupo de privilegiados. Só que isso é inaceitável. Então temos que, a todo momento, agir para consertar o mundo. Certamente que por pequenas medidas, dentre as quais é importantíssimo fazer as coisas de graça e doá-las às pessoas. Não só produtos, mas serviços. Quanto mais tudo for sendo de graça, mais vai se disseminando a riqueza, não medida em posses e nem em dinheiro, mas em bem estar, felicidade. E isso advém da solidariedade, da generosidade, do compartilhamento, da colaboração em vez da competição. Esse é o ideal anarco-comunista que é a melhor forma de estabelecimento da sociedade que, contudo, não pode ser implantada e sim atingida por evolução civilizatória da humanidade. Só que não se pode ficar esperando acontecer. Tem-se que ir agindo, dia a dia, para que essa momento se atingido em poucos séculos e não vários milênios.

O que vc faz para se divertir?

Leio, escuto música clássica, converso, passeio, vejo filmes, pinto, escrevo, canto, construo coisas, conserto coisas e muito mais.

Por que os efeitos da Mecanica Quantica só são "vistos" em nível atomico/subatomico (eletrons, protons etc) e nao em moleculas?

A percepção dos efeitos quânticos é tanto maior quanto mais o sistema possuir parâmetros mais próximos da combinação da constante de Planck com outras grandezas de nível atômico, como a carga do elétron (e do próton) e suas massas. Isto é quando o número quântico que corresponde aos valores de suas grandezas for um número inteiro pequeno. Sistemas macroscópicos também são quantizados mas correspondem a números quânticos tão grandes que não se percebe que a variação de suas grandezas é discreta e não contínua. Isso vale, mesmo, para sistemas tidos como pequenos, como a organela de uma célula.

Professor, pelos seus estudos linguísticos, acha cabível correlacionar a hipótese da inatência de Chomsky à nossa capacidade de assimilar e desenvolver uma matemática?

Tenho que estudar isso para responder. Mas vou fazê-lo, pois acho interessante. Só que vai demorar, pois tenho muita coisa com maior prioridade para fazer. Inclusive já salvei alguns artigos de pesquisa a respeito. Penso que essa hipótese seja um palpite dele, sem comprovação neurológica cabal. Se for verdade, do mesmo modo que haveria uma "gramática" inata nas pessoas, haveria uma "matemática" inata nas pessoas. Mas não sei se é verdade. Não conheço pesquisas neurológicas a respeito. Tenho que cotejar com as propostas behavioristas de Skinner e outros. Isso não é assunto que se resolve rapidinho.

Você sabe o que é malakoi?

Pelo que pude apurar, significa um homossexual masculino passivo, que, na Primeira Epístola aos Coríntios, Saulo de Tarso diz que não herdarão o Reino dos Céus. Isso, contudo, não significa nada, porque não existe nenhum "Reino dos Céus".

https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2017/11/02/no-mexico-peticao-pede-que-novela-com-casal-gay-seja-retirada-do-ar.htm ridículos esses conservadores

Os peticionários argumentam serem contra a novela porque considera que o relacionamento homossexual seja algo "normal". Mas é normal mesmo. A televisão faz muito bem em por no ar uma novela com um casal homossexual que é, justamente, para a população passar a considerar isso como normal mesmo. Ainda falta colocar no ar uma novela com uma família polígama, para mostrar que também é normal, seja poligínica, seja poliândrica. Bem como uma em que o personagem principal seja ateu e seja uma pessoa de bem e, mais ainda, o herói da trama.

Rubinstein é um dos melhores pianistas do século passado na sua opinião?

Sim, o Arthur. Mas também o Cláudio Arrau, o Rachmaninoff, o Kempff, o Horowitz, o Richter, o Gilels, a Larocha, o Gould, o Ashkenazy, a Argerich, o Barenboim, o Pollini, o Freire, o Perahia.
Veja isto:
http://guiadamusicaclassica.blogspot.com.br/2012/10/lista-dos-melhores-112-pianistas-do.html

Como explica a alta rotatividade no seu ask, ou seja, tem pessoas que aparecem e depois somem, talvez a maioria seja assim. Acha isto bom ou ruim?

Acho que são pessoas que vêem algo interessante e resolvem se inscrever para perguntar, mas não têm persistência para se dedicar a um continuado processo de aprimoramento do conhecimento, por anos a fio. Então desistem. Não faço nenhum levantamento, mas não sei se são maioria ou não. Não acho que seja ruim. Se a pessoa passou algum tempo interagindo comigo, isso, para mim, já valeu um pouco de minha dedicação e esforço.

Professor, já leu o livro Moderna Gramática Portuguesa? Se sim, quais são suas considerações?

Se você se refere à do Evanildo Bechara, eu a tenho. Mas não é um livro para se ler e sim para se consultar a cada momento que se sentir necessidade. Acho bem boa, mas prefiro a do Celso Cunha. Outra boa é do Domingos Pascoal Cegalla.

Se o Brasil fosse 100% branco, seria bem mais desenvolvido. A realidade é que pardos e negros são um VERDADEIRO retrocesso pra sociedade.

Absolutamente NÃO! O fato do Brasil ser miscigenado é uma vantagem e não uma desvantagem. Todas as raças humanas possuem a mesma capacidade intelectual, a mesma vontade e a mesma sensibilidade. A civilização não se desenvolveu na África sub-saariana, na Oceania e nas Américas, na escala em que se desenvolveu na Ásia e na Europa por uma questão climática, como bem o demonstrou Arnold Toynbee em sua obra "Um estudo em História". Brancos não são melhores nem piores do que mongólicos, semitas, indígenas, polinésios ou negros. Ademais, dizer "branco" ou "negro" é uma generalização que envolve várias raças. Há quem considere, inclusive, que a espécie humana não possua raças. Eu considero que possua, mas que nenhuma tenha mais valor do que qualquer outra, em qualquer aspecto.

https://youtu.be/bHw4MMEnmpc "Produzido pela BBC, este programa apresenta o filósofo Roger Scruton num provocante ensaio sobre a importância da beleza nas artes e nas nossas vidas." Vale cada minuto!

Realmente. Concordo com ele, descontando a suposição da existência de Deus. Mas vejo a beleza como um valor transcendental, como a verdade, a bondade e o amor, que o ser humano precisa buscar para sentir plenitude na vida. E a arte moderna, seja qual for ela, não traz isso, de modo nenhum, com raras exceções. Todavia a verdadeira arte, que, realmente, não tem utilidade e existe apenas para ser contemplada, completa esse vazio existencial que a vida puramente dedicada às utilidades deixa em nós. Por isso a beleza, da natureza, das pessoas e da arte nos faz tanto bem. É um refrigério para as vicissitudes da vida. E não precisa ser considerada como um meio para se alcançar algo além, como a religiosidade. A própria beleza já é como uma religiosidade. Da mesma forma que a verdade, a bondade e o amor.

https://goo.gl/fJ9qY4 O Dom Bertrand jamais aceitaria uma aberração dessa! O Senado pergunta a opinião do público e este ignora totalmente a regulação. O que o Senado faz? Ignora a opinião do povo. Ou seja, nossa opinião não vale nada! Cadê o poder moderador, porra!?! http://i.imgur.com/86lPTor.png

Pode ser que o Luiz de Bragança (irmão mais velho do Bertrand) até pudesse ser um bom monarca. O problema é que a monarquia é hereditária e vitalícia, de modo que se algum não for bom, não há como se mudar na próxima eleição e nem fazer o impedimento, a não ser por uma revolução. O bom mesmo (sem considerar a anarquia) é o parlamentarismo republicano. Além do mais, do jeito que eles são católicos, iriam querer acabar com a laicidade do estado.

Você gosta do Lang Lang como pianista?

Mais ou menos. Acho que ele é rápido demais. Mas não erra as notas. E sinto que ele não é muito expressivo. Fica mais no fortíssimo e tem menos variação entre piano e forte, bem como entre rápido e lento.

Tenho 22 anos e descobri que sou burro na faculdade. Além disso sou um preguiçoso e tive azar de nascer pobre. Por quê a sociedade proíbe que pessoas como eu se matem se somos custosos ao governo, sociedade e família? Eu não quero viver como um perdedor e/ou ser escravo de alguém.

Suicidar é um direito de todos. Não é proibido. Todavia, não recomendo. Porque o fato de existir, mesmo sendo pobre, burra e ignorante, é um privilégio singular de raridade extrema. Bota extrema nisso. Então há que se aproveitar essa chance de existir com toda garra e usufruir o máximo da vida. Não é preciso ser rica, não é preciso ser instruída, não é preciso ser inteligente para tirar muito proveito da vida. Como também não é preciso ser desonesta e nem criminosa. Sem nada disso se consegue fruir muito prazer na vida e ser muito feliz. O sucesso financeiro não é determinante para a felicidade. Pode-se, muito bem, dedicar a vida a alguma atividade que não requeira instrução e nem inteligência e, dela, tirar muito proveito. Sem ser preciso ser escrava de ninguém, sem ser preciso ser empregada de ninguém. Como autônoma mesmo. E você pode ser, tranquilamente, uma vencedora. Não porque vá enriquecer, mas porque vá ser feliz.

Professor, desde que entrei na faculdade venho tendo dificuldades em leitura. Começo a ler os textos e sinto sono, me desconcentro e tenho de reler várias vezes um parágrafo para entender, o que implica demora. Isso pode ser remédio (tomo antidepressivo), má vontade ou dificuldade? Como melhorar?

Se você está insistindo, não é má vontade. Drogas psicotrópicas realmente interferem na capacidade de concentração. A própria depressão também faz isso. Sem dúvida é uma dificuldade, em parte devida à depressão, em parte devida ao medicamento. Mas, em parte, também pode ser devida a uma dificuldade pessoal sua, independente da depressão e do medicamento, em assimilar conteúdos que lê. Para sanar é só insistir em ler muito e, enquanto vai lendo, ter à mão um papel e ir esquematizando e resumindo o que lê.

Você acha que juízes devem ter mandato vitalício?

Não. Acho que devem ser eleitos, possivelmente até para dois mandatos. Mas têm que preencher uma condição de elegibilidade que seria a aprovação em um concurso. Ou seja, não basta ser aprovado em concurso, mas, dentre os aprovados, há que ser eleito pelo povo, com mandato de duração limitada. Depois poderiam ser candidatos a desembargadores ou a ministro de algum tribunal, para o que se exigiria o fato de ter sido juiz ou promotor, que também teria que ser submetido ao mesmo tipo de escrutínio para exercer a função.

O que é a vida?

Vida é um fenômeno exibido por sistemas que funcionam, isto é, que se alteram e interagem com o ambiente, capazes de tomarem a iniciativa de proverem-se, por si mesmos, de estrutura, funcionalidade e energia para tal, o que se chama "autopoiese".

Como descobrir uma fração de um número decimal qualquer?

Todo número decimal é uma fração cujo denominador é uma potência inteira de dez. Ela pode ser reduzida até uma que seja irredutível se o numerador e o denominador possuírem um máximo divisor comum maior do que um. Se for o caso, basta dividir o numerador e o denominador por esse máximo divisor comum.

Ernesto, me parece que em uma das suas respostas aqui, você disse que nunca foi xingado ou ofendido por ninguém, e isso me deixa um pouco impressionado, pois acho que uma pessoa questionadora pode correr esse risco.

Discordado de mim, há quem o tenha feito, várias vezes. Mas não xingado e me ofendido. Acho que é pelo fato de que eu defendo meus pontos de vista de modo educado e com base em fortes argumentos. E quando contesto outros pontos de vista, também o faço com toda a educação e com fundamentação rigorosa.