quarta-feira, 29 de novembro de 2017

ACERTO

Professor, faz algum sentido uma pessoa pobre ter ideologia de direita?Porque na internet existe um ódio tão grande quando alguém comenta que é de esquerda?

Não vejo esse ódio que você menciona. Sempre me declarei de esquerda e não sou odiado por isso. Há alguém que me conteste, mas não que me odeie. Uma pessoa pobre pode ser de direita sim, se ela considera que as desigualdades entre ricos e pobres seja justa. Geralmente o que ele deseja não é que todos sejam iguais e sim que ela se torne rica, sem se importar que outros continuem pobres. Não são poucos que pensam assim não. Porque no mundo direitista um pobre pode se tornar rico, mas não todos os pobres. E no mundo esquerdista, ninguém é rico, mas ninguém é pobre.

Como falar para alguem que sociologia é importante, mesmo com ela dizendo que não liga para politica ou coisa do tipo? Que não gosta de matérias de humanas? Porque estudar essas matérias?

Porque a pessoa está imersa no mundo em que a política, a economia e a sociologia fazem parte do dia a dia. Do mesmo modo se tem que estudar psicologia porque o dia a dia envolve o relacionamento com outras pessoas e, principalmente, filosofia, porque esta é a matéria que ensina como pensar corretamente, como refletir sobre a realidade de modo geral. Todo mundo tem que saber essas coisas, vá ser o que vá ser na vida. Da mesma forma que Física, Matemática, Biologia, Química, História, Geografia. Não importa se a pessoa for ser um profissional da área de exatas, humanas, biológicas, um negociante, um agricultor, um artista. Todo mundo tem que ter, pelo menos, o nível médio de instrução (mesmo operários braçais, como lavradores, faxineiros, pedreiros e similares). E esse nível compreende todo esse conjunto de conhecimentos e habilidades. Fora outros que não citei, como, por exemplo, conhecer todas as religiões e saber inglês muito bem. Mesmo um advogado tem que saber logaritmos, trigonometria, ótica, reações químicas, botânica, zoologia, evolução. Bem como um engenheiro tem que saber português, história, geografia, filosofia e assim por diante. Estou me referindo a conhecimentos de nível médio, que são elementares.

Professor, é certo afirmar que o aniversário é como uma volta ao tempo, já que se olharmos para o céu à noite, veremos exatamente as mesmas constelações, nas mesmas posições em que estavam no dia do nosso nascimento?

Isso é parcialmente verdade para qualquer dia do ano, mesmo que não seja o de nosso aniversário. Mas não é rigorosamente verdade, porque existe a precessão dos equinócios que faz o céu dar uma volta relativamente a nós a cada 26.000 anos. Então, a cada ano, o céu visto em cada dia é deslocado 50 segundos de arco.

Só queria ratificar aqui, para que o senhor não continue passando desinformação, Neuróbica não passa de pseudociência, ela nos deixa melhor apenas nessas coisas que estamos fazendo, ou seja, coordenação motora. Não existe nenhuma evidência em relação a inteligência, que é estática dps da adultidade.

Não é não. E isso não é pseudociência. A inteligência pode sim, ser aprimorada em qualquer idade. Isso não é desinformação e sim informação.

Ernesto, Filosofia e Sociologia podem deixar de ser obrigatórias no ensino médio, o que você pensa a respeito dessa medida?

Pésssimo. Porque, assim, muitos colégios vão excluir a disciplina, já que não é obrigatória. E, pelo menos Filosofia, para mim é muito mais importante do que Matemática, Protuguês, Física, Química, Biologia, História e Geografia. Só que não é para ensinar apenas "História da Filosofia" e sim ensinar a filosofar. Isso é imprescindível para a vida. Sociologia também é muito importante, mas tem que incluir política e economia também. Isso tudo é importantíssimo para formar as pessoas para a vida. E ainda falta o estudo de "Religiões" e da antiga "Moral e Cívica", especialmente a parte ética para a formação do caráter.

Olá.. Faço curso de exatas e estudo muito, todo dia reviso o conteúdo dado e também estudo na maioria dos finais de semana.Quando chega na hora da prova, minha nota acaba sendo boa porém igual de algumas pessoas que mal estudam e saem sempre pra curtir, fico inconformada! Qual é o meu problema?

Já experimentou também estudar menos para ver se fica com a mesma nota? Em geral, as pessoas que aprendem estudando pouco é porque prestam muita atenção nas aulas, de um modo interativo, e já vão assimilando o conhecimento à medida que o professor expõe. Para isso é preciso que a pessoa já tenha uma base muito boa de todo o conhecimento pregresso necessário para o entendimento do novo conteúdo, de modo que não tenha dúvida nenhuma com respeito a algo que já teria que saber para aprender o novo conhecimento. Isso tem que ser desenvolvido ao longo de toda vida escolar, desde o primeiro ano do ensino fundamental. Outro fator que ajuda é o nível de inteligência, que faz com que a pessoa assimile facilmente qualquer conhecimento sem precisar estudar muito. Isso pode ser desenvolvido por meio de exercícios neuróbicos (procure na internet).

Existe alguma teoria mais fundamental, como a cordas (ou outra), em que o campo fundamental é composto por alguma estrutura mais fundamental?

Não conheço. A própria proposta de teoria das supercordas considera-as como quantizações de campo. Sempre a entidade primordial é o campo, que não é constituído de nada mais primitivo do que ele. No caso da teoria das supercordas o que acontece é que todas as partículas, em essência, são a mesma coisa, exibindo características diferentes em função dos seus modos de vibração. Ou seja, o campo se quantizaria em cordas (que, de fato, são tubos) e essas cordas poderiam ser abertas ou fechadas, vibrando de várias maneiras, inclusive em relação à espessura de seu tubo. Essas diferentes vibrações fariam com que aquela entidade fosse tal ou qual partícula elementar.

O que acha das pessoas que pedem emprestado e esquecem de devolver? Costuma cobrar o que foi emprestado?

Já emprestei muito para pessoas que não devolvem. Deixo pra lá. Só não empresto de novo. Mas, em geral, a pessoa não tem coragem de voltar a pedir. Às vezes eu já sei que a pessoa não vai devolver. Mas empresto assim mesmo, se vejo que ela, de fato, está precisando. Entro até no cheque especial para emprestar. Mas não digo que dou de uma vez, porque isso acaba constrangendo a pessoa. Bem como deixá-la à vontade para pedir de novo. Então prefiro que fique como um empréstimo mesmo.

Eu nunca entendi a expressão "anarco-comunismo". O comunismo, pela definição de Karl Marx, já não é por si só anarquista?

Segundo Karl Marx, sim. Mas há outras concepções não marxistas de comunismo. Marx não é detentor de nenhuma patente sobre comunismo e socialismo. Marxismo é uma vertente do comunismo e do socialismo. Não a única. O comunismo pode, perfeitamente, não ser anárquico. Isto é, pode coexistir paralelamente com um sistema político árquico. Comunismo é uma concepção econômica. Anarquia é uma concepção política. São independentes. O ideal é que existam em conjunto, mas podem não existir.

És um ser adepto do estilo de vida minimalista? Viver so-men-te com o necessário. Ou és do tipo que tem várias coisas que não precisa com o pensamento: "um dia vou precisar"?

Sou do tipo que tem várias coisas que não preciso no momento com o pensamento de que um dia vá precisar. Absolutamente não sou minimalista. Gosto de um monte de coisas que não são necessárias e acho que a civilização existe, justamente, para que se possa fruir o supérfluo. O bom é que a humanidade toda possa se regalar com tudo que seja supérfluo. Para tal o que se precisa é construir uma sociedade de compartilhamento, de modo que as coisas não precisem ser pessoais. Então, menos coisas, compartilhadas, podem atender o desejo de muitas pessoas. Tenho muitas coisas que gosto de usar e que poderiam ser comunitárias, se tudo fosse assim e se todas as pessoas tivessem grande zelo em cuidar de tudo, mesmo que não seja delas.

Quando se fala em Teoria da Evolução, alguns religiosos rejeitam a ideia de que são parentes de outras espécies de primatas e de que fazem parte do reino animal. Como convencê-los a quebrar esse preconceito tolo?

Não sei. Para mim é o cúmulo da idiotice ter a presunção de que nossa espécie seja algo qualitativamente superior às demais espécies animais. Que somos animais é óbvio. Basta ver que temos os mesmos órgãos e o mesmo funcionamento. Há quem considere que só nós temos "alma". Ora, para começar, como garantir que outros animais também não a possuam? E mais, como garantir que a possuímos? Se a consciência, bem como toda a mente, fossem entidades não pertencentes ao organismo biológico, como explicar que são influenciadas por drogas e por lesões? É só pensar e refletir sobre as evidências que se conclui que alma não existe e que somos animais como qualquer outro, só que, por acaso, com uma complexidade neurológica maior, que nos permite falar e ter raciocínios mais elaborados. Mas não somos os únicos assim. Outras espécies do gênero homo, como a dos neandertais, também tinha tais capacidades.

Se vivesse na Grécia antiga (500/300 a.c) acha que como filosofo, chegaria ao ateísmo ou algo mais parecido com Epicuro?

Certamente que sim.

Gosta de pinturas que retratam flores? Em caso positivo, poderia indicar alguns pintores que se dedicaram a esta especialidade??

Gosto sim. Mas não me lembro dos pintores. Digite no Google Images: flowers paintings.

Interessantíssimo:

http://felipedemoraes.blogspot.com.br/2009/03/mahler-sinfonia-n-4.html

Lindíssimo, aquele último movimento da sinfonia n.4 de Mahler.

De fato. Extremamente romântico. Já viu a tradução da letra da música?
DAS HIMMLISCHE LEBEN (A vida celestial)
Wir genießen die himmlischen Freuden,
Drum tun wir das Irdische meiden,
Kein weltlich Getümmel
Hört man nicht im Himmel!
Lebt alles in sanftester Ruh'!
Wir führen ein englisches Leben!
Sind dennoch ganz lustig daneben!
Wir tanzen und springen,
Wir hüpfen und singen!
Sankt Peter im Himmel sieht zu!
Johannes das Lämmlein auslasset,
Der Metzger Herodes drauf passet!
Wir führen ein geduldig's,
Unschuldig's, geduldig's,
Ein liebliches Lämmlein zu Tod!
Sankt Lucas den Ochsen tät schlachten
Ohn' einig's Bedenken und Achten,
Der Wein kost' kein Heller
Im himmlischen Keller,
Die Englein, die backen das Brot.
Gut' Kräuter von allerhand Arten,
Die wachsen im himmlischen Garten!
Gut' Spargel, Fisolen
Und was wir nur wollen!
Ganze Schüsseln voll sind uns bereit!
Gut Äpfel, gut' Birn' und gut' Trauben!
Die Gärtner, die alles erlauben!
Willst Rehbock, willst Hasen,
Auf offener Straßen
Sie laufen herbei!
Sollt' ein Fasttag etwa kommen,
Alle Fische gleich mit Freuden angeschwommen!
Dort läuft schon Sankt Peter
Mit Netz und mit Köder
Zum himmlischen Weiher hinein.
Sankt Martha die Köchin muß sein.
Kein' Musik ist ja nicht auf Erden,
Die uns'rer verglichen kann werden.
Elftausend Jungfrauen
Zu tanzen sich trauen!
Sankt Ursula selbst dazu lacht!
Kein Musik ist ja nicht auf Erden,
die unsrer verglichen kann werden.
Cäcilia mit ihren Verwandten
Sind treffliche Hofmusikanten!
Die englischen Stimmen
Ermuntern die Sinnen,
Daß alles für Freuden erwacht.
A Vida no Paraíso
Nos divertimos com os deleites do Paraíso,
então evitamos todas as coisas terrestres.
Nenhum clamor mundano
é ouvido no Paraíso
Tudo vive na mais gentil paz!
Levamos uma vida angelical!
Mas somos completamente alegres!
Dançamos e saltamos,
saltitamos e cantamos!
São Pedro no Paraíso observa!
João deixa o pequeno cordeiro livre,
o açougueiro Herodes o vigia!
Conduzimos docilmente,
inocente, docilmente,
doce pequeno cordeiro à sua morte!
São Lucas o boi abate
sem sequer um pensamento ou cuidado;
o vinho custa nem um centavo
na adega do Paraíso;
os anjos, eles que assam o pão.
Finas ervas de variados tipos,
crescem no Jardim do Paraíso!
Requintados aspargos, feijões
e qualquer coisa que queiramos!
Pratos inteiros são para nós preparados!
Boas maçãs, boas peras e boas uvas,
os jardineiros, nos permitem tê-las todas!
Quer carne de veado ou de lebre?
Nas largas alamedas
eles correm livres!
Se o dia de jejum se aproxima,
todos os peixes vêm alegremente nadando!
Correndo vem São Pedro
com sua rede e suas iscas
dentro da lagoa divina.
Santa Marta deve ser a cozinheira!
Não há música na Terra
que possa ser comparada com a nossa.
Onze mil virgens
se lançam à dança!
Santa Úrsula, entretanto, ri!
Cecília e seus parentes
são excelentes músicos de corte!
As angelicais vozes
deleitam os sentidos,
para que todos acordem para a alegria.
Felipe de Moraes
View more

Pode me ajudar? Estou com uma equação que aparentemente estava bem simples, mas tentando resolver não estou conseguindo reproduzir bem: Nb*(Ma/Pa+Mb/Pb)=Na Obs.: Ma+Mb=1000 Na equação eu conheço todos valores com exceção de Na e nao conheço os valores individuais de Ma e Mb apenas a soma.

O problema não tem solução, pois você tem três incógnitas, Ma, Mb e Na e só duas equações. Tem que arranjar mais uma relação para resolver.

O criacionismo é mesmo muito contraditório, pois, se o a mulher foi gerada a partir do homem, então o DNA mitocondrial não iria proceder exclusivamente da mulher como ocorre, não é?

Essa de que o ser humano tenha sido criado na pessoa de um indivíduo masculino e a mulher de sua costela, por ação direta de uma entidade extrínseca ao Universo é algo tão absurdo que nem deveria ser considerado como alguma possibilidade séria. Isso é algo que se pode estudar sob o ponto de vista antropológico ou mitológico, mas nunca como uma proposta científica válida. O conteúdo histórico e científico da Bíblia e das demais ditas "Escrituras Sagradas" não tem valor nenhum e nem é digno da mínima confiança. São textos de ficção. São consignações de mitos orais tradicionais, inventados pelos povos para explicar as origens do mundo e dos seres, que foram passadas entre as gerações, desde os tempos pré-históricos, até que ficassem registradas em alguma escritura. Mas não são, absolutamente, reportagens de nenhuma revelação de alguma pretensa divindade. Portanto não há que se conceder a tais mitos a menor credibilidade factual.

Penso que o compositor que mais se assemelha a Chopin, inclusive em talento, seja Schumann. Numa de suas obras denominada Carnaval. op.9 homenageou Chopin em uma das seções. A obra de Schumann para piano é extensa e linda. Compôs sinfonias, concertos, música de câmara,lieder, seis fugas para órgão.

Também gosto muito de Schumann. Aliás, mais do que Chopin. Há, de fato, semelhanças entre eles. Mas acho Schumann mais denso, mais profundo. Chopin, mesmo não sendo meramente um malabarista do piano, como Liszt às vezes é, é mais ligado à aparência do que ao conteúdo. Como também se pode dizer de Mozart. Aliás, vejo até mais similaridades entre Mozart e Chopin do que entre Schumann e Chopin. Acho que Schumann faz uma ponte entre o Beethoven das sonatas e Brahms, para mim o maior de todos os compositores. Quem eu acho muito ligado a Chopin é Debussy.

Professor, o que pensa desse pessoal que usa a física quântica para tentar validar besteiras do tipo "sua mente cria sua própria realidade", entre outras baboseiras?

Que não entendem nada de Física Quântica. Só isso. Tudo o que dizem é invenção sem fundamento nenhum. Nada há na Física Quântica que justifique a suposição de que a escolha entre as várias possibilidades quânticas dos efeitos de alguma ocorrência seja feita pela interveniência da consciência.

Alguns cristãos dizem que uma passagem na bíblia que diz:''Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que o que se vê, não foi feito do que é visível.'' Estariam eles, se referindo ao átomo? Na sua opinião, tem algum fundamento isso?

Não estão se referindo a átomos. Os autores da Bíblia não tinha a menor noção de átomos. Eles se referem ao que consideram como o modo operacional de Deus na criação do Universo, ou seja, ele produzia o que desejava por meio da emissão de palavras, que seriam a entidade invisível que produziria as entidades visíveis de que o Universo é feito. Claro que isso não pode ser tomado literalmente, pois, para serem emitidas palavras, é preciso haver um meio material onde o som se propague. Esse meio, portanto, não poderia ter sido criado por palavras. Além do mais, sendo, como se considera que seja, Deus um espírito, ele não teria órgão fonador para emitir palavras. Talvez pudesse emitir pensamentos e esses pensamentos produziriam entidades físicas. Isso é algo bem complicado de se aceitar, ou seja, como algo que não seja físico pode fazer surgir ou agir sobre algo físico. É interessante que os criacionistas contestem as concepções evolutivas pelo fato de não apresentarem explicações pormenorizadas do modo como se deu cada ocorrência da evolução e, no entanto, não fazem o mesmo em relação ao modo como se deu cada ocorrência da criação.

Buenas, gostaria de saber tua opinião. Pode haver Felicidade em demasia?

Isso significaria que, acima de certa quantidade, a felicidade se tornaria infelicidade. Não acho que tal tipo de coisa possa ocorrer. Não há limite para o tanto de felicidade que se possa gozar.

Ernesto, embora a mecânica clássica não seja válida para altas velocidades, a mecânica quântica tbm é válida para baixas velocidades ? Posso dizer que um móvel, então, que percorre 100km em 1h tem alta probabilidade de ter velocidade média 100km/h ? Não exatamente, mas alta probabilidade.

A validade da mecânica quântica não tem nada a ver com velocidades. O que acontece é que seus efeitos só são apreciáveis para sistemas de dimensões em torno das atômicas. A teoria da relatividade é que tem seus efeitos apreciáveis quando as velocidades são muito grandes. Mas ambas se aplicam, também, a sistemas de grandes dimensões (a quântica) e de baixas velocidades (a relatividade). Só que, nesses casos, não compensa aplicá-las, pois são extremamente muito mais complicadas e se pode obter o mesmo resultado usando as teorias clássicas para sistemas macroscópicos e baixas velocidades. De fato, contudo, os valores da velocidade, ou de qualquer outra grandeza, referente a algum sistema ou a alguma interação, são os valores quanticamente mais prováveis. Todavia, em sistemas macroscópicos, as incertezas são extremamente pequenas.

Vc acha que uma pessoa de 19 anos que ficou 2 anos sem estudar (já terminou o médio) pode passar pro ITA mesmo que isso leve 3 anos tentando?

Claro que pode, se se dedicar com muito afinco. Havendo disponibilidade econômica eu sugiro fazer o curso preparatório Poliedro, especializado no ITA:
http://www.cursopoliedro.com.br/

Quais pianistas têm o estilo parecido com o do Chopin

No tempo de Chopin não havia gravação, de modo que não se sabe como era o estilo que Chopin tocava piano. Em ralação à composição, veja isto:
https://en.wikipedia.org/wiki/Fr%C3%A9d%C3%A9ric_Chopin#Reception_and_influence

Professor, o comunismo me parece ser um sistema anarquista. Pois no comunismo não existe líder ou estado. Partindo deste pressuposto, qual a necessidade de classifica-lo como Anarco-Comunismo?

Mesmo sendo o comunismo e a anarquia um casal apaixonado, eles não são fiéis. O comunismo pode não ser anarquista e a anarquia pode não ser comunista. É possível se conceber uma sociedade economicamente comunista em que exista o estado e um governo. Esses, então, atuariam como coordenadores dos esforços. Da mesma forma que é possível se conceber uma sociedade sem estado e sem governo, mas capitalista, isto é, em que o capital esteja na mão de uns mas não de todos e em que muitos sejam empregados assalariados dos donos do capital. Isso é o anarco-capitalismo, proposto por Rothbard.

Qual a melhor maneira de convencer uma pessoa crédula a abandonar a sua fé e tornar-se cética?

Estudar. Estudar a própria religião e as demais. Estudar Ciências, especialmente Cosmologia e Evolução. Estudar História. Estudar Filosofia. Então, a partir desses estudos, refletir bastante. Mas fazer isso com a mente aberta, sem nenhuma pré-concepção, nem de que Deus exista nem de que não exista. Então, fatalmente, se concluirá pela sua não existência. Quanto ao ceticismo, trata-se de uma postura em relação a qualquer conhecimento, mesmo científico. É uma cosmovisão. Algo que se tem que adquirir por uma decisão de como encarar o mundo. O estudo da história das diversas ciências é muito bom para que a pessoa se torne cética, porque todas elas passaram por várias épocas em que concepções estabelecidas como verdadeiras se mostraram falsas e novas foram admitidas. Então se conclui que todo conhecimento é provisório e que se tem que duvidar de tudo, justamente para envidar todos os esforços no sentido de garantir a veracidade das explicações consideradas corretas ou rechaçá-las. Tal postura, então, precisa também ser levada às crenças religiosas. Inclusive é muito bom que se estude as concepções de várias religiões, todas elas admitidas por muitas pessoas como corretíssimas com grande fé. E, no entanto, inteiramente conflitantes. Claro que não podem ser todas certas, pois a verdade tem que ser única. Qual o critério para se escolher a que seja certa? A fé? Ora, mas todas eles possuem muitas pessoas que têm fé sincera e profunda no que consideram que seja a verdade. Então a fé não garante qual seja a verdadeira, senão haveria verdades conflitantes. O mais sensato é supor que nenhuma o seja. Inclusive porque nenhuma delas provê um procedimento de verificação da veracidade de suas assertivas. Por isso é que a ciência é confiável. Porque ela se testa permanentemente, sempre considerando que possa estar enganada. E a ciência não leva em consideração a existência de nenhum deus em suas explicações.

Quando um eletron absorve um fóton ele é excitado. Depois de um tempo ele emite um fóton. Esse fóton que ele emite é o mesmo que absorveu?

Para começar, não é o elétron que absorve o fóton e sim o átomo. Um elétron isolado jamais absorve fótons. Essa absorção ocorre devido ao fato do elétron estar ligado ao resto do átomo pela interação elétrica. É esse campo, que ocupa o volume interno do átomo, que absorve o fóton e, com isso, excita algum elétron para um nível maior de energia. Uma vez absorvido, o fóton desaparece, isto é, deixa de existir. Quando o sistema retorna a uma condição de menor energia, um fóton é emitido. Esse fóton é outro. Ele surgiu nessa emissão.

Na sua opinião, qual o argumento mais forte contra a existência de deuses?

O fato da ciência ter sido capaz de explicar quase tudo em razão de processos puramente naturais. O que leva a considerar que, se algo não tem explicação natural é porque ela ainda não foi achada, mas existe. Então não se precisa supor a existência de deus nenhum para que o mundo exista e funcione. E se a existência de deuses é dispensável, porque supô-la?
Todavia há várias outras razões. Por exemplo, a existência do mal demostra, cabalmente que deuses, se existirem, são malvados. Então o conceito de um deus benevolente não corresponde a nada que exista.
O não atendimento da maior parte das orações mostra que, as que são atendidas, o são por mera coincidência. Logo, caso existam deuses, eles não são providentes, como se considera que os deuses da maior parte das religiões o sejam.
Considerar que seja preciso haver algum deus para dar conta da causa do surgimento do Universo não procede, primeiro porque o Universo poderia não ter tido surgimento, depois porque não é preciso que o surgimento tenha causa e, finalmente, mesmo que tenha, nada implica que tal causa seja o deus que as religiões concebem.
View more

Schopenhauer era arrogante e não era ignorante.

Ignorância tem vários aspectos. Em relação aos relacionamentos sociais ele era ignorante sim!

Arrogância é sinal de ignorância?

Claro que é.

"Mas mete a cara pra valer, sem dó nem piedade de si mesmo. Estude feito um desgraçado." KKKKK Você já fez isso alguma vez, mestre?

Não. Porque eu nunca precisei. Só de prestar atenção às aulas, como eu prestava, eu já saia delas sabendo tudo o que fora dado e não esquecia. Para as provas era só dar uma ligeira recordada. Então eu aproveitava meu tempo, já que eu adorava estudar, para estudar um monte de coisas interessantíssimas que não eram ensinadas na escola. Sempre fui o primeiro aluno da escola estudando muito pouco. Mas quem não consegue passar em vestibulares é porque não foi um excelente aluno ao longo de toda a vida estudantil. Então tem que estudar feito um desgraçado mesmo para aprender em um ano o que foi dado em dez. Não há outra escolha. Por isso que eu digo que a aprovação nos vestibulares e no ENEM começa no primeiro ano do Ensino Fundamental. Tem que ser cobra em todas as matérias em todos os anos da vida escolar. Mas é preciso, também, acabar com essa ideia de que só o que vale é ter curso superior. Quem não dá conta, não precisa fazer. Há muitas atividades na vida que não requerem nível superior de conhecimentos e que são muito gratificantes e, até, possibilitam uma remuneração, muitas vezes, maior do que a de quem tenha nível superior. Quanto ao "status" social de ter um diploma, isso só tem significado para gente besta. E a opinião de gente besta não tem que ser levada em consideração.

A partir de que idade a criança já tem sexualidade perceptível, ou seja, sente "tesão"?


https://pt.wikipedia.org/wiki/Sexualidade_infantil
https://en.wikipedia.org/wiki/Child_sexuality
https://www.google.com.br/webhp?sourceid=chrome-instant&ion=1&espv=2&ie=UTF-8#q=sexualidade%20infantil

Afirmava o próprio Hitler ao dizer: “Eu aprendi muito do marxismo, e eu não sonho esconder isso. (…) O que me interessou e me instruiu nos marxistas foram os seus métodos (…) Todo o Nacional Socialismo está contido lá dentro (…) O nacional socialismo é aquilo que o marxismo poderia ter sido(...)”

Hitler se entusiasmou exatamente com os aspectos malsãos do marxismo, isto é, o modo de se atingir o comunismo, por meio da "ditadura do proletariado", do governo de partido único, que, para ele, seria o nazista. Mas não da parte boa do marxismo que seria a instauração futura de uma sociedade sem classes, sem governo, sem propriedade (nem do governo) e, até, sem dinheiro.

Diferenças entre o Anarco-comunismo e o Comunismo?

Comunismo é um sistema econômico. Anarquia é um regime político. Anarco-comunismo é a união dos dois. Outros sistemas econômicos são, por exemplo, o feudalismo, o capitalismo, o socialismo. Outros regimes políticos são a democracia e a autocracia, por exemplo. Pode-se ter qualquer combinação deles exceto que o socialismo não pode ser anárquico, pois requer um estado e um governo. No comunismo os meios de produção e de serviços, bem como os resultados da produção e dos serviços são das pessoas que os fazem e não do estado, como no socialismo e nem de proprietários, como no capitalismo. A anarquia é a sociedade estabelecida sem estado e sem governo. Anarco-comunismo é a situação em que não se tem estado, governo, propriedade privada e empregados assalariados. Todo mundo é dono de tudo e nada é de ninguém. Ninguém manda e ninguém obedece mas todos fazem tudo que é preciso na mais perfeita ordem.

Nazismo foi de direita/esquerda????

De direita. Porque era capitalista. Continuavam a haver empresários e empregados. Mesmo que o estado tivesse um grande controle sobre a economia, ela não era nem estatizada, nem colocada nas mãos dos próprios trabalhadores. Além do mais, o nazismo (e o fascismo) não eram sistemas que promoviam a unificação das classes sociais, como a esquerda preconiza. O nome "Nacional Socialismo" era fictício.

Qual sua opinião sobre a dualidade mente e corpo?

Não existe. A mente é de uma natureza só, isto é, trata-se de uma ocorrência advinda da anatomia e da fisiologia do cérebro e seus anexos. O que se pode dizer é que a mente seja uma espécie de "emergência" desse funcionamento. Mas a mente é uma função do corpo, como a respiração, a excreção, a circulação e outras. Não há nada substancialmente distinto nela. Ou seja, "alma" não existe.

Qual sua citação favorita?

"Você tem sempre a ver com tudo aquilo de que toma conhecimento" (Ernesto von Rückert)

Em que tipo de questões do Ensino Médio é possível se chegar no resultado através de Limites/Derivadas/Integrais? Um conhecimento básico de Cálculo 1 pode ajudar no vestibular?

Pouca coisa abordada no ensino médio requer derivadas e integrais. Todavia, se fossem dadas, muita coisa interessante poderia ser abordada e eu acho isso perfeitamente possível. Nada há específico do Cálculo que ajude no vestibular. O estudo de cálculo ajuda porque nele também se faz muito uso dos conhecimentos matemáticos do ensino médio, como funções, logaritmos, exponenciais, trigonometria, polinômios e algebrismo em geral.

http://wolfedler.blogspot.com.br/2012/09/o-que-acha-do-ignosticismo.html Aqui você fala que ateísta cético é um ateu agnóstico. Mas em respostas mais recentes fala que ateísta cético é diferente de ateísta agnóstico. Você se equivocou na resposta antiga?

Acontece que, à medida que vou estudando, vou mudando de concepção, de modo que, quando duas postagens divergirem, a mais recente é que reflete o meu pensamento atual, até que mude.

Uma das coisas que mais me toca é a questão dos refugiados: ver aquelas pessoas em acampamentos vivendo de modo precário. Soube que a maioria deles estão sendo direcionados para os países pobres enquanto os mais ricos recebem poucos. Como acha que esta questão poderia ser resolvida?

Para mim a solução, como já disse, seria a ONU intervir militarmente nos países de onde essas pessoas estão fugindo, derrubando os seus governos e instaurando um governo democrático, possivelmente com uma permanência temporária de forças de ONU até que tudo entrasse na normalidade. Enquanto isso o resto das nações, mais ricas (inclusive o Brasil) mandariam apoio humanitário, especialmente técnico, para reerguer a economia desses países. Quanto ao problema do Estado Islâmico, a ONU também deveria montar uma força internacional para acabar com ele definitivamente. Isso, absolutamente, não contraria a auto-determinação dos povos porque esses governos não são apoiados pelo povo desses países. Tanto que o povo está fugindo de lá.

Você concorda que Deputados e Senadores votem com o partido ou acha que o voto deveria ser pensamento individual? Ja vi casos até de Congressistas serem expulsos do respectivos partidos por não votarem "em bloco". Tenho vosto Michel Temer cobrar que todos que estejam "com ele" votem em bloco.

Fidelidade partidária é um grande logro. Não existe "interesse do partido". O que existe é o interesse dos líderes dos partidos. Todo deputado tem que votar com a sua consciência e não com o que a liderança do partido determina. Quem votar em desacordo com a sua consciência é um trapaceiro, um pilantra, um imoral, não tem ética.

Ernesto, estou em uma Universidade privada, já concluí física I, II e III e também cálculo I, II e III. Porém, eu não consigo passar no vestibular da unesp, por exemplo. Tenho muita dificuldade com a matéria de exatas do vestibular. Tem algo de errado no ensino da faculdade? Era pra eu conseguir?

Se você foi aprovado em cálculo I, II e III, bem como em física I, II e III e não consegue passar no vestibular é porque esses cálculos e essas físicas foram mal dados e mal exigidos. Mete a cara para estudar a matemática e a física do Ensino Médio e você passará no vestibular para a unesp. Mas mete a cara pra valer, sem dó nem piedade de si mesmo. Estude feito um desgraçado. Não poupe sábados, domingos e feriados.

Locke visa mais a experiencia para adquirir o conhecimento,já Decartes fala que os sentimentos nos enganam e o conhecimento se dá apenas através da razão.Axo que sou Kant,que visa a experiencia mas a razão se sobressai mais na organização das ideias.Qual sua visão sobre isso mestre?

Kant, com o seu criticismo, acolheu o que havia de correto no racionalismo e no empirismo e fez a sua síntese, descartando as inconveniências. Também prefiro a sua abordagem. Todavia é preciso enriquecê-la com outras contribuições, especialmente do ceticismo de Russell. Mas não gosto da visão pragmatista e nem da positivista. Tenho certa simpatia pelo utilitarismo. Quanto à fenomenologia, em geral, concordo. Já não digo o mesmo em relação ao existencialismo. O que eu não gosto, em filosofia, é, justamente, essa existência de escolas. Penso que a filosofia deveria ser única, sem adjetivos e, a cada momento, possuir uma proposta acatada por toda a comunidade filosófica enquanto se mantiverem os pressupostos que a sustentam. Como acontece na física, por exemplo.

Todo preconceito é sinal de mau-caráter? Por que julgar deste modo, se inconscientemente erigimos julgamentos mentais precipitados, mesmo que nós não os diga? Como evitar completamente o preconceito? O preconceito não é subjetivo, visto que cada um terá uma acepção diferente da palavra?

É sim. Preconceito significa que a pessoa "pré-julga" uma outra como boa ou má em função de aspectos secundários, como a raça, a religião, a ideologia, a classe social, o gênero ou outro aspecto e não em razão das qualidades próprias da pessoa, de seu caráter, de sua personalidade, de sua competência. Quem age assim, independentemente de saber ou não o que venha a ser preconceito, é preconceituoso e isso é uma grave falha de caráter mesmo. Evitar ser preconceituoso é só uma questão de pensar sobre o assunto para ver como tal atitude é mesquinha e vil. É uma questão de não aceitar o modo de pensar dos outros sem refletir se é correto ou não. É uma questão de ter a ombridade de ir contra a opinião corrente do grupo em que se insere, se ela não é justa. Mesmo que isso redunde em prejuízo pessoal. Mas é o que se tem que fazer para se ser honrado.

Ernesto,estou pensando em fazer agro devido ao meu gosto por quimica e botanica,alem do que é um emprego com um retorno financeiro favorável.Em contrapartida,sou absurdamente apaixonado por filosofia,porém,não vejo um mercado favorável para esse ramo,ainda mais em crise.O que acha que devo fazer?

Se você pensa no que possa lhe dar rendimento, filosofia não é bom. Mas é possível viver de filosofia se se for um filósofo muito bom mesmo, que seja aprovado em um concurso para professor universitário, depois de ter feito o doutorado. Todavia, química e botânica também são ramos em que a maior atividade profissional se dá em universidades (tendo doutorado), como professor e pesquisador. De modo que a escolha vai recair sobre o que você, de fato, gosta mais.

Professor, conheço uma pessoa que tem uma superstição de arrancar 5 pelos da sobrancelha todos os dias, pois segundo ela dá sorte. Isso não é mais que uma simples superstição, mas sim um distúrbio? E como eu poderia avisar a pessoa sem parecer que eu estou chamando ela de retardada?

Difícil mesmo, pois, de fato, ela é uma retardada, pelo menos nesse aspecto. Acho que tem que ir abordando o assunto e mostrando a completa idiotice de outros comportamentos similares para que ela perceba como é idiota também.

Acredita que, atualmente, um êrro de um filósofo pode ainda perdurar por séculos?Ou devido a velocidade de comunicação poderiam ser mais rapidamente detectados e esclarecidos? Outra dúvida: Os filósofos de ontem são os cientistas de hoje ou são duas fontes de conhecimento distintas?

Os erros atuais não são perdoados por muito tempo. O mundo inteiro está sempre sabendo, examinando, estudando, cotejando, contestando, tudo o que seja produzido de conhecimento em qualquer área. No passado, os cientistas eram filósofos que se dedicavam aos fatos da natureza e da sociedade. Hoje são domínios distintos, as ciências naturais, as ciências sociais e a filosofia. Todavia é preciso que os cientistas também entendam de filosofia e que os filósofos também entendam de ciências. Senão dizem muita besteira. Filosofia é o ramo mais elevado e mais exigente de conhecimento. Um filósofo precisa ser um polímata e entender bem de vários assuntos, além da filosofia propriamente dita. Pelo menos de matemática, física, biologia, psicologia, sociologia, artes e religião. Mas é bom que entenda, também, de economia, linguística, história e, certamente, que tenha uma ótima capacidade de redação, isto é, de retórica e dialética (arte da argumentar). Considero que ser um filósofo é algo de extrema exigência intelectual e não e coisa para quem não tenha uma elevada inteligência. Estou falando de um filósofo de verdade e não de alguns picaretas que existem por aí.

O risco é sinônimo de liberdade e o máximo de segurança é a escravidão." Concorda com este pensamento de Roberto Freire?



Concordo.

Professor, quanto mais conhecimento, sabedoria e inteligência, maior é o sofrimento do indivíduo na sociedade atual?

Depende do modo como a pessoa encara a realidade e a existência. Mesmo tendo a nítida percepção de tudo, há quem se quede triste pelas ruindades, mesmo existindo bondades e quem se quede alegre pelas bondades, mesmo existindo ruindades. Isso vai da personalidade de cada um.

Certo. Mas suponhamos que o campo do vácuo se quantize hoje. Poderia surgir quarks up e antiquarks up ou quarks down e antiquarks down separadamente? Isso sem formar um bárion?

Não. Porque as condições de temperatura não são as que permitem a existência de quarks livres. Uma quantização de partícula e antipartícula a partir do campo do vácuo, atualmente já teria que ser em bárions e anti-bárions ou léptons e antiléptons.

Poderia citar uma ou duas conclusões falsas a que chegaram Aristóteles e Tomás de Aquino?

Aristóteles considerava que o fato dos corpos caírem era devido a que a Terra seria o centro do Universo. Ele achava que quanto mais pesado um corpo, mais rápido ele cairia. Ele não fez experimentos. Concluiu isso só por pensamento e concluiu errado. Esse erro perdurou por séculos, até Galileu. Aristóteles formulou um modelo do sistema planetário em que a Terra estaria no centro, modelo que serviu de base para a construção do modelo de Ptolomeu, que só foi corrigido por Copérnico, mais de mil anos depois. Outro conceito aristotélico que não corresponde à realidade é o de "ato e potência". No caso de Tomás de Aquino, todas as suas "cinco vias" que usa para pretender demonstrar a existência de Deus são falaciosas. Aquino, em verdade, não era um verdadeiro filósofo, pois não era um livre pensador. Ele colocou a Filosofia como serva da Teologia, o que é um desastre. Todavia é gostoso ler as obras de Aquino em razão de sua didática exemplar e lógica bem conduzida, mesmo que leve a conclusões falsas, não por erro de raciocínio, mas por se assentarem em premissas tomadas erroneamente como verdadeiras.

Professor, logo que os quarks up e down surgiram do campo primordial eles se confinaram para formar nêutrons e prótons? Mas isso não seria possível devido a grande energia térmica presente possibilitando uma plasma de quarks-glúons?

Depende do que você chama de "logo". Veja o tempo que levou para que os quarks se confinassem:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Cronologia_do_Universo
https://en.wikipedia.org/wiki/Chronology_of_the_universe

Quem foi o maior pensador de todos os tempos ?

Difícil dizer. Acho que Aristóteles tenha sido um dos maiores, considerando a abrangência de tudo o que ele estudou. Tomás de Aquino também foi um grande pensador. Esses dois, todavia, formularam conceitos e chegaram a conclusões que, atualmente, se sabe que são equivocadas. Nos tempos modernos, Kant foi um dos grandes e, para mim, Bertrand Russell. Gosto muito, também, do David Hume.

As partículas contituem matéria

Depende. Fótons não são matéria. Matéria é feita de prótons, nêutrons e elétrons. Prótons e nêutrons são feitos de quarks e glúons. Quarks puros, quando havia, são matéria, mas glúons puros não. Híperons e mésons (que não são partículas elementares) são matéria. Müons e táons são matéria. Neutrinos são matéria. Os bósons intermediários W e Z não são matéria.

Pois neste artigo da Wikipedia diz que os raios cósmicos primários são constituídos por prótons, e não por fótons de alta intensidade

Sim. Existem raios cósmicos materiais também, bem como radiantes.

Pode listar alguns elementos da física que não se constituem como matéria?

Campo elétrico, campo magnético, campo gravitacional, ondas de rádio, raios X, luz visível, som, microondas, raios ultravioletas, raios infravermelhos, raios gama, raios cósmicos, ondas gravitacionais, interação forte, interação fraca, espaço, tempo, estruturas, ocorrências (acontecimentos), fenômenos, definições, leis físicas, teoremas, princípios, hipóteses, teorias e outros.

Você considera Isaac Newton o maior gênio da física e possivelmente da ciência de todos os tempos? E outra questão. Você acha que o atributo de "pai da física" tem que se atribuído a Newton e Galileu também, uma vez que Galileu já investigava antes?

Apesar de Galileu ter iniciado o método experimental típico da ciência, abandonando as reflexões filosóficas para obter conclusões sobre o comportamento do mundo, foi Newton que, de fato, rompeu com a ideia da existência de duas realidades, uma terrestre e outra celeste. Além disso, foi quem promoveu a retroalimentação entre a parte teórica e a experimental, característica da ciência moderna. Sem considerar que também foi um notável matemático, tendo desenvolvido o cálculo infinitesimal para dar conta da solução dos problemas físicos que abordava. Por isso tudo é que considero Newton como o maior dos físicos, bem como dos cientistas, ao lado de Charles Darwin.

Radiação é um tipo de matéria?

Não. Radiação consiste na entidade que transmite as interações entre os sistemas. Por exemplo a interação eletromagnética, cujas alterações são propagadas pelas ondas eletromagnéticas que são emitidas e absorvidas em pacotes denominados fótons. As interações nucleares forte e fraca são de curto alcance, ocorrendo apenas dentro dos núcleos atômicos e dentro das partículas, como o próton e o nêutron, bem como entre as partículas quando decaem. A gravitação, no esquema da relatividade geral, não é uma interação e sim uma manifestação da inercia em espaços-tempo curvos. Todavia as alterações da curvatura do espaço-tempo são propagadas pelas "ondas gravitacionais", que são uma radiação do próprio espaço-tempo e não que se movem através do espaço-tempo. As quantizações da radiação são partículas não materiais chamadas "bósons" que surgem e desaparecem quando a radiação e emitida e absorvida. Matéria são conglomerados de férmions, partículas que possuem indestrutibilidade, exceto quando são aniquiladas pela antipartícula correspondente. Nos sistemas materiais também existem bósons, como no interior dos prótons e nêutrons, onde há glúons, mas tem que haver, necessariamente, férmions. Um sistema só de bósons não é material.

Prof, eu percebi que os livros do ensino superior são menos didáticos que os dos ensino médio. Além disso, os livros-texto do 3º tem uma ordem de conteúdos não tão bem definida, junta conteúdos e pula outros. É assim mesmo ?

Não. Depende do livro. Há autores que têm boa didática e outros que não. Quanto à ordem, o que você está chamando de "3º"? Seria o terceiro período e você está se referindo aos livros de Cálculo III ou Física III? O que acontece, em geral, é que, em Cálculo III, os capítulos dependem do conteúdo do Cálculo I e do Cálculo II, mas não um do outro. Então diferentes autores escolhem diferentes sequências. No caso da Física III, o assunto é eletricidade e magnetismo, que, normalmente, segue a sequência lógica de encadeamento dos conhecimentos necessários. Na Física II é que a ordem pode ser mudada, pois ela abrange termologia, ondas e ótica. Ótica depende de ondas, mas a termologia pode ser no começo ou no fim. Geralmente é no começo, porque tem mais ligação com a mecânica, que é vista na Física I.

Sobre o livro Manifesto Comunista, do Marx, quais os principais pontos que você concorda e discorda? Mesmo não concordando com Marx, há bastante o que aproveitar em sua leitura?

Li esse livro há uns 50 anos. Não me lembro mais. Teria que ler de novo para responder.

Afinal, o que seria de você hoje sem o estudo que possui?

Não sei. Poderia ser várias coisas. Quem sabe um negociante. Ou um artesão. Um mecânico de automóveis. Um músico. Como saber?

O que seria Vácuo ? Ausência de matéria ou seria algo como "o nada absoluto" ?

Não. Vácuo é um volume de espaço sem matéria. Mas não vazio. No vácuo existe radiação e campos. Não existe espaço vazio no Universo (e nem fora dele, certamente, pois não existe lado de fora do Universo). "O nada" é algo que não existe. "Nada" (sem o "o") é a situação em que não existe sequer espaço, mesmo vazio. Tampouco a passagem de tempo.

Ernesto, estudando matemática é sempre melhor resolver questões da OBM? Elas exigem mais do aluno?

Sim. Mas, antes delas, que são mais difíceis, é preciso conseguir resolver as questões, os exercícios e os problemas do livro texto, que são mais fáceis. Se se consegue resolver estes, então se pode passar para aquelas.

Ernesto, é sabido que a força de atrito independe da área, certo ? então pq que quando se seca um pouco o pneu, fica mais fácil o carro desatolar ?

Esse atrito que não depende da área é o atrito seco de deslizamento. Não é o atrito de rolamento e nem o atrito com lubrificante. O barro e a água são lubrificantes que diminuem o atrito. Secando o barro, o atrito aumenta e, então, a tração consegue desatolar o carro.

Como estabelecer valores morais e éticos num mundo onde há predominância do egoísmo? Alguma idéia? Não seria mera fantasia acreditar num futuro de paz e amor entre os seres humanos? Sonhar nunca é demais, pois onde há sonhos, há lugar para a esperança. De acordo?

Os valores éticos são inculcados por meio da educação. Começando na família, ela tem que prosseguir na escola, que tem a obrigação de cultivar a educação do caráter. Mas as escolas se omitem. Não é preciso que haja lei nenhuma para isso. Todo diretor, se form uma pessoa do bem, tem que saber que, mais importante do que saber português e matemática, é ter um bom caráter e um comportamento ético. Então ele pode criar a disciplina "Educação do Caráter" e colocar na grade das séries. Se isso for feito para todas as séries, semana após semana, ano após ano, década após década, século após século, milênio após milênio, então se estará colaborando para que o mundo se torne um lugar de pessoas boas, honestas, justas, sinceras, virtuosas, enfim.

O grande problema é que pessoas de caráter deturpado não raro ocupam posições importantes na sociedade. Não há meio confiável para impedir que psicopatas exerçam algum tipo de poder. E é justamente o que a maioria busca.

Há sim. É só as pessoas de bem perderem o medo de se envolver em política e se candidatarem a cargos eletivos. Ou fazerem um trabalho de esclarecimento sobre esses problemas todos. Usando os recursos que dispuserem, por exemplo, a internet. Isso não é um projeto fácil nem rápido. Demanda muitas gerações substituir toda a liderança podre e egoísta do mundo por gente bem intencionada. Mas não é impossível, ainda mais considerando que a humanidade dispõe de milhões de anos pela frente.

Professor, onde foi parar a Luísa Sayuri? Sinto tanta falta das respostas dela. Eram tão carregadas de conhecimento, eu realmente adorava lê-las.

Ela está aqui no Ask, mas não tem nenhuma resposta em seu perfil (Luisa Sayuri, sem acento em Luisa). Também está no Facebook. Eu inclusive montei um arquivo do Word onde colava as respostas dela.

Numa resposta que você deu sobre bullying, afirmou que era pensamento correto. Não ficou bem claro isto para mim. Poderia explicar melhor?

É correto considerar que quem pratique bullying, mesmo sendo uma criança, é de mau caráter. Porque isso é uma postura cruel. Como crianças que maltratam animais. Pior ainda, porque maltrata uma pessoa. A criança que age assim é má. Se compraz em ver o sofrimento dos outros. Precisa ser educada para mudar seu caráter.

Se não gosta de rótulos, por que coloca na sua biografia uma porção deles (anarquista, comunista,etc)?

Por incoerência.

Você é um intelectual conceituado em Viçosa?

De certa forma, sim. Sou membro da Academia de Letras da Cidade, por exemplo. Sou convidado para fazer palestras em escolas e nos cursos das universidades sobre variados assuntos, como cosmologia, anarquismo, inteligência e outros.

Não me considero egoísta. Sou muito menos do que a maioria das pessoas, pelo menos.

Então. Veja como não são todas as pessoas que são egoístas. Faça uma lista de seus amigos e conhecidos e assinale quais deles são egoístas. Você verá que é uma minoria.

O que pensa a respeito da prerrogativa de fôro?

Discordo totalmente. Como também discordo da fiança e do sursis. E da prisão em condições especiais para quem tenha alguma posição social privilegiada. Tem que ser tudo igual para todos. Esse pessoal do mensalão e da lava-jato tinha que estar nas mesmas penitenciárias (ou prisões temporárias) em que se encontram todos os demais presos. Ou então todos os penados teriam que ter o mesmo conforto que eles desfrutam. A justiça tem que ser exatamente como é mostrada em sua imagem. Com os olhos vendados. Não interessa quem seja o réu, todo mundo tem que ser tratado exatamente do mesmo modo. Se se considera que seja inadmissível que um ex-ministro, um grande empresário ou alguém importante fique enjaulado como bicho, então é inadmissível isso para todo mundo.

Pra mim as pessoas vão ser egoístas seja hoje seja daqui a milênios. Só deixam de sê-lo quando há algum incentivo para isso, seja econômico, social, ou de qualquer ordem. Isso não vai mudar com o avanço científico, cultural ou de qualquer ordem. "O homem é o lobo do próprio homem."

Discordo totalmente. Essa é uma visão maquiavélica, hobbesiana, que não é verdade, inclusive para a maioria das pessoas. As pessoas são muito mais generosas, solidárias, prestativas, colaborativas, bondosas e coisas do tipo do que se apregoa. Quem pensa assim é porque é egoísta e não consegue conceber que alguém não o seja. Mas há muita gente que é autenticamente altruísta.

" Quem quer arranja um jeito, quem não quer arranja um desculpa". Concorda com este pensamento?

Nem sempre. Há muitos casos em que a pessoa quer e não consegue arranjar um jeito, mesmo esforçando-se muito.

O que acha do curso de engenharia de telecomunicações?

Qualquer curso é uma ótima opção desde que seja o que você gosta de fazer, independentemente do quanto retorne em rendimentos. Porque sua profissão é algo mais difícil de mudar do que seu cônjuge. Então você tem que se casar com uma que, de fato, ame. Isso é o que importa.

Professor, concorda que as pessoas estão se rotulando de forma insana? Estão mais preocupados se Hitler era de esquerda ou de direita, tudo em prol de suas ideologias limitadas.

Sem dúvida. Abomino rotulagens. Por isso não gosto de ser rotulado de Comunista ou Anarquista porque as pessoas já associam a estereótipos equivocados, então eu tenho que ficar explicando que comunismo não é estatismo e que anarquismo não é bagunça. Se digo que sou de esquerda as pessoas me identificam com idéias estatizantes que abomino e, por outro lado, não admitem que eu apoie conceitos tidos como de direita, como a meritocracia. Outra coisa que não gosto é das pessoas ficarem perguntando qual a minha linha de anarquismo e a quem eu sigo. Ora, eu sigo a mim mesmo e a minha linha é a que eu mesmo inventei. E que vai mudando à medida que vou estudando e pensando. Se eu não mudasse eu seria burro.

Não é não senhor. O progresso da civilização surgiu a despeito da natureza individualista das pessoas. As garantias fundamentais, o Estado de Direito foram conquistas da burguesia. Não porque eles eram bonzinhos, mas para expandir seus lucros. Senão, até hoje tinha um rei mandando cortar a cabeça...

Nada disso. As conquistas não foram só da burguesia. Foram na Revolução Francesa. Mas, depois, com a Revolução Socialista na Rússia, passaram a ser do proletariado. Todavia a Revolução Russa foi um fracasso, exatamente porque não era comunista e sim estatizante e totalitária. O progresso gradual da humanidade vai se dando, justamente, pela abolição do egoísmo.

Não concordo que andar pelado seja bom. Até que se poderia entre um casal mas acredito que desgasta o erotismo. Alem de se preservar a intimidade, as roupas são medida de higiene, protegem o corpo e ajudam a conservar aos estofados da casa contra o suor do corpo. Detesto homens sem camisa em casa.

Também não recomendo. O que eu acho é que não pode ser vedado. Tem que ficar a critério da pessoa.

BERKMAN

Estou lendo o livro "What is ?Communist Anarchism?" de Alexander Berkman. Estou fascinado com ele e o recomendo fortemente a todos. Há uma versão em PDF disponível para baixar:
http://dwardmac.pitzer.edu/Anarchist_Archives/bright/berkman/communistanarchy.pdf
Estou considerando a melhor exposição sobre anarquismo que já vi. Melhor do que o livro do George Woodcock "História das Idéias e Movimentos Anarquistas" (disponível em português pela L&PM).
 5

As pessoas são essencialmente as mesmas, da idade das cavernas até hoje. O instinto da sobrevivência, que as fazem se tornar egoístas por disputarem os mesmos recurso. Recursos este que vão se tornando mais escassos, a medida que a densidade pop. aumenta. Não é questão de caráter, isso nunca vai mud

É uma questão de caráter sim. A civilização surgiu, exatamente, para contrariar os instintos egoístas e fazer as pessoas se tornarem altruístas para o bem geral. O egoísmo, mesmo que seja instintivo, tem que ser sobrepujado e quem não o consegue é porque não consegue desenvolver um bom caráter. E isso é fundamental que seja desenvolvido na escola. Muito mais importante do que estudar português e matemática. À medida que os bens escasseiam, há que se tomar duas medidas. Aumentá-los, para tal trabalhando mais em prol de todos e compartilhá-los, retendo uma porção menor para si, para que outros possam ter a sua parte. Isso é que é bom caráter. Isso é que é virtude. E virtude é o que tem que ser cultivado pelo processo educativo.

"Ninguém se sacrifica realmente. Já que que toda ação proposital é motivada por algum valor ou meta que desejamos, age-se sempre egoisticamente, sabendo-se ou não" Concorda com essa afirmação?

De modo nenhum. É claro que as pessoas se sacrificam sim. E isso é muito mais comum do que se supõe. Não é verdade que todo mundo seja egoísta ou, pelo menos, sempre egoísta. A meta que se pretende pode, muito bem, não ser um benefício próprio, mas o bem geral do mundo, mesmo que implique em redução do bem pessoal. Mesmo que não seja o bem geral do mundo, as pessoas se sacrificam e se prejudicam para o bem de outras pessoas a quem devotam afeição, estima ou respeito. Ou mesmo, por um senso de responsabilidade, de dever, de obrigação. Inclusive quando a ação benevolente não reverta em nenhuma recompensa ou, mesmo até, em crítica e punição.

De acordo com a teoria do estado estacionário, como a matéria seria formada?

Não sei. Os próprios propositores dela não explicam. Mas ela é inteiramente furada. Não poderia ser nas mesmas condições em que se deu o surgimento primordial da matéria no Big Bang, porque não se teria mais, as condições de elevadíssima temperatura, densidade e pressão.

Por que os livros didáticos de matemática do ensino médio, não incluem a geometria não- euclidiana como assunto a ser tratado

Porque a geometria não euclidiana requer o uso do cálculo tensorial que é bem complicado para ser estudado no nível médio. Mesmo em nível superior, no próprio curso de matemática, ela só é estudada na segunda metade do curso, depois que o aluno já cursou os quatro cálculos, álgebra linear, geometria analítica, equações diferenciais parciais e variáveis complexas. Mesmo uma geometria não euclidiana mais simplificada, como a trigonometria esférica, é muito complicada para ser dada no nível médio.

Sabe por que não dá certo essa sua teoria de acabar com a propriedade privada, o sistema financeiro e o mercado capitalista? Pelo simples fato de que se houvesse isso, as pessoas iriam se aproveitar umas das outras. O fenômeno conhecido por "free rider". Tal modelo tenderia ao fracasso.

Atualmente sim. Mas eu não penso isso para agora e sim para dentro de vários séculos. Até chegar lá se vai mudando a cosmovisão da humanidade por meio da educação de modo a que todas as pessoas se tornem altruístas. Mas, para se chegar lé é preciso, desde já, ir difundindo a ideia e ir buscando mudar a concepção do sistema educacional para que não se atenha apenas a passar conhecimentos e a desenvolver habilidades, mas também a formar o caráter, sendo esta última missão a primordial.

Vocês acham que quem pratica bullying é um mau-caráter? Eu pensava assim, e me disseram que é um pensamento muito radical. Vocês concordam?

É mau caráter sim. E é um pensamento radical sim. Só que é o pensamento correto.

É incoerente ser de esquerda e ser rico?

Sim, porque a esquerda prega, justamente, a igualdade. Então, se alguém de esquerda ficar rico, essa pessoa tem que aplicar sua riqueza de modo a distribui-la. Possivelmente fundando uma empresa e angariando trabalhadores como sócios para que também usufruam da riqueza.

No caso de calote, os bancos confiscam casas, terras, veiculos; Ou seja, nunca saem perdendo. De mais a mais o governo precisa dos bancos para financiar obras públicas e presta ajuda para que os bancos não quebrem. Você pode não ter bens para serem confiscados, mas as outras pessoas têm.

Se pessoas individualmente fizerem isso é o que acontece. Mas se a população toda fizer isso, então será o caos. E esse caos é que é salutar para mudar radicalmente o mundo. Todavia não creio que seja viável uma mobilização dessas, exatamente porque as pessoas que devem aos bancos são as que têm dinheiro. As pobres mesmo, não fazem empréstimos. E as que têm dinheiro não querem se tornar despossuídas. Esse processo de acabar com o dinheiro e a propriedade vai ter que ser muito longo. Muito longo mesmo. Da ordem de vários séculos. Conscientizar as pessoas a abdicarem de suas propriedades em prol da coletividade não será fácil, porque será pedir que se tornem voluntariamente pobres para que os pobres não sejam tão pobres. Esse é o ideal que eu quero que a educação faça nas pessoas. Que todos desistam de serem ricos. Que isso não seja mais um ideal de ninguém. Que o ideal seja o de que todos, e não só ela, se tornem um pouco ricos. Que as pessoas trabalhem, umas pela riqueza das outras.

Professor, quais são os pré requisitos essenciais, na sua visão, para um aluno que quer estudar bach em física, sendo que, esse aluno não teve uma base muito boa no ensino médio, contudo, esta disposto a construir esta base antes de ingressar no curso?

Aí seria preciso fazer uma revisão do Ensino Médio, o que pode ser feito em seis meses, se for só física e matemática. Os três anos em seis meses é possível, se se pegar umas seis horas por dia. Quatro de estudo e duas de exercícios, com um intervalo de umas três horas. Metendo a cara pra valer, inclusive nos sábados, domingos e feriados.

O que acha de leitura dinâmica? Funciona?

Já experimentei, mas não gostei. De modo geral minha leitura é rápida. Mas não gosto do sistema de ler em blocos é só pegar as ideias pelas palavras principais. Gosto de acompanhar a lógica do raciocínio de cada frase, palavra por palavra. Mesmo que não seja tão rápido.

Em algumas traduções do artigo de Einstein da relatividade geral (e como não entendo alemão, apenas inglês) ele define massa = matéria. Inclusive o Einstein estabelece a curvatura devida à presença do campo elétrico sem nenhuma massa. (continua) E ele chega a estabelecer a curvatura em função do espaço vazio (só campo gravitacional). Ele chama tudo isto de matéria e rende destaque a isto, de que ele de fato esta propondo uma alteração no conceito de matéria. Mas enfim, matéria = energia? Matheus da Silva

No começo, Einstein tropeçava no aspecto conceitual de suas propostas. O que ele acabou propondo, devidamente corrigido conceitualmente, é que a gravitação, de fato, é um efeito inercial em um espaço-tempo (e não só espaço) dotado de curvatura. E que essa curvatura é devida (mas não só) ao conteúdo substancial do Universo, que é feito de matéria, radiação e campos. A grandeza referente a esses conteúdos que determina o grau de curvatura do espaço tempo é o total de massa e energia que eles possuem. Massa e matéria são conceitos distintos. Matéria é uma entidade, massa é uma grandeza, isto é, uma propriedade das entidades. Da mesma forma que energia, volume, duração, temperatura, densidade, carga elétrica, quantidade de movimento, momento angular e várias outras. São grandezas e não entidades. Matéria, radiação e campos são entidades. O mais interessante da teoria da relatividade geral é que ele não é linear e, com isso, se torna retroalimentada, ou seja, a própria curvatura e fonte de curvatura. Porque a curvatura significa campo gravitacional, campo gravitacional possui energia e energia é fonte de curvatura. Ou seja, mesmo sem conteúdo substancial, o espaço gera sua própria curvatura. Daí ser possível obter uma solução para as equações de Einstein, ou seja, achar a curvatura de um Universo vazio. Isso foi feito pelo padre Lemaître. É importante ressaltar que a equação E=mc² não estabelece uma equivalência entre "matéria" e energia e sim entre "massa" e energia. Quando uma partícula e sua antipartícula se aniquilam, elas não transformam sua matéria em energia e sim sua matéria em radiação (fótons). O que acontece é que esses fótons possuem a energia equivalente, pela dada equação, à massa da partícula e antipartícula de que provieram.

A falta de educação financeira não irá destruir o mundo financeiro, muito pelo contrário. Caso você pague cheque especial, juros, faça novos financiamentos, estará enriquecendo os banqueiros ainda mais. Ter dívida me tira o sono, deteriora a saúde.Prefiro viver com menos, estabelecendo prioridades.


Se todo mundo começar a dar o cano financeiro nos bancos, eles irão quebrar e haverá um colapso geral do sistema financeiro. Isso fará as pessoas terem que se valer da doação de comida umas para as outras para sobreviverem. Então a sociedade se desmonetarizará e passará a uma economia de doações que é muito mais evoluída do que a financeira. Com a derrubada das moedas o mundo poderá partir para uma mudança radical na concepção da economia e começar a evoluir para uma sociedade verdadeiramente humana. Por exemplo, quem mora em algum domicílio alugado passará a morar sem pagar aluguel. A propriedade sera extinta sem revolução, pois ninguém será dono de mais nada., Isso é que é evolução. Tudo passará a ser compartilhado. Esse é que é o mundo ideal. Os alimentos e tudo o mais será produzido e distribuído de graça para todos. E todos trabalharão de graça para todos. Para isso é que precisamos lutar. Começando, cada um, a fazer o máximo que puder de coisas de graça para os outros. Sem preocupar em ser retribuído. Senão a coisa não começa. Não se pode eximir-se de fazer porque outros não fazem.

O Big Bang é contraditório. Átomos de hidrogênio existem e são as primeiras construções materiais geométricas semelhantes que ocorrem no universo. Uma teoria válida sobre a formação do universo necessariamente deve demonstrar passo a passo o modo LÓGICO como os átomos de hidrogênio foram formados.

Ora, mas a teoria do Big Bang explica como se formaram os átomos de hidrogênio. No surgimento do Universo não havia partículas, só campo. Com a expansão as primeiras a se formarem, por quantização do campo, foram os quarks e os glúons, estas bosônicas, aquelas fermiônicas. Depois se formaram os léptons, dentre os quais os elétrons. Enquanto isso o Universo ia esfriando. Daí os quarks se uniram em prótons, nêutrons e os outros hádrons. Depois os prótons e elétrons se uniram em átomos de hidrogênio, 380 mil anos após o Big Bang. Veja este quadro:

Professor, o que pensa do Emergentismo Materialista de Bunge? Segue um link com alguma explanação: http://cyberdemocracia.blogspot.com.br/2012/05/o-materialismo-emergentista-e-o.html

Gostei muito de sua proposta. Especialmente de suas vinte refutações ao dualismo. Todavia é preciso atualizar a concepção de materialismo para fisicalismo, pela qual a realidade objetiva não é só matéria mas todas as entidades físicas: as substanciais (matéria, radiação e campo) e as formais (espaço, tempo, estruturas e ocorrências). Assim teríamos um "fisicalismo emergentista". A questão de não aceitação do reducionismo para os fatos mentais, em verdade, se prende a uma concepção restrita de reducionismo como linear. Uma concepção mais ampla de reducionismo, não linear, permite acolher o emergentismo e o holismo dentro da abrangência do reducionismo. O que eu não gosto nesses artigos como este do J Francisco Saraiva de Sousa, é sua fixação em ficar citando concepções de fulano, beltrano ou sicrano. Para mim, absolutamente, não importa quem disse isso ou aquilo e sim o que está sendo dito. Isso é que tem que ser discutido, independentemente de quem o tenha dito. Com o reducionismo não linear se pode, inclusive, compreender as realidades abstratas, como os valores éticos e estéticos, por exemplo, dentro do esquema reducionista (ou seja, o fato de se ter consciência do que seja certo ou errado decorre de interações elétricas entre átomos dos neurônios).

Professor, o universo não é perfeitamente homogêneo? Li no blog "simetriadegauge" que as flutuações do campo ínflaton causaram essas desuniformidade que podemos observar, que foram responsáveis por formar galáxias.

Isso depende da escala de distâncias. Para volumes da ordem de cubos com 100 milhões de anos-luz de aresta, o Universo é homogêneo. Abaixo desse tamanho, não. Por exemplo, em cubos de dez milhões de anos-luz de aresta, há uns nos quais não existe praticamente nada e outros em que existem aglomerados de galáxias. Isso é que forma a "teia cosmica" ou os "filamentos cósmicos". Na escala de milhões de anos luz já se está dentro dos aglomerados. Na escala de centenas de milhares de anos-luz, tem-se o tamanho de galáxias e há vários volumes, dentro dos aglomerados, em que não se tem galáxia nenhuma. Dentro das galáxias, nas dimensões de milhares de ano-luz, se tem os braços e os espaços entre eles, com densidades bem diferentes de estrelas. Entra as estrelas já se está em distâncias da ordem de dezenas de anos luz, havendo imensos espaços sem estrelas entre as estrelas. Então essa questão da homogeneidade depende da escala de distâncias. De fato, o surgimento dessas concentrações (estrelas, galáxias, aglomerados, filamentos) e dos espaços quase vazios entre elas, só aconteceu (isto é, o universo não é todo preenchido por um gás extremamente rarefeito mas com a mesma densidade em todos os lugares, independentemente da escala), porque, no início, surgiram inomogeneidades na densidade do campo primordial. Uma vez que surja uma inomogeneidade, por pequena que seja, ela fará o efeito de atrair o conteúdo circundante, aumentando a diferença de densidade entre esse núcleo e o espaço vizinho. |sso se dá em diferentes escalas, o que forma aglomerados e, dentro deles, galáxias e, dentro delas, estrelas.

Como lidar com as burocracias inerentes à profissão de professor? Em algum tempo me tornarei licenciado em física pelo IFUSP e estou convicto que dar aula em cursinho promova bem menos estresse do que dar aula em ensino médio, onde terei de lidar com bagunças, pais furiosos e pressão para aprovar.

Acho que cursinhos não deveriam existir. E que as escolas deveriam ser todas públicas, além de todas de primeiríssima qualidade, muito exigentes e que não cedessem a nenhuma pressão por aprovação nem por pais nem por políticos. Assim é que é bom lecionar e se você for lecionar, deve agir como as coisas deveriam ser e não como são. Justamente para transformá-las e torná-las do modo como deveriam ser.

Mas o que você acha de mulheres trans que querem praticar esporte com mulheres, e não com homens? É óbvio que em uma corrida essa mulher trans terá vantagens sobre as outras mulheres.

Para começar eu sou contra a existência de esportes competitivos. Isso não deveria haver no mundo. Uma vez que há, acho que o bom seria que todos eles fossem mistos, sem separação por sexo dos atletas. Mas esporte deveria ser algo que só promovesse a atividade física sem que se precisasse estabelecer quem vença e quem perca. Não gosto nada desse tipo de concepção.

Você acha que o brasileiro, no geral é um povo que não tem/teve educação financeira? Por isso vive pendurado no cartão e no cheque especial. Isso seria mais uma das falhas do sistema educacional?

Meu ponto de vista a respeito é que o aspecto financeiro da vida não é importante. Para mim o importante são as relações afetivas, a solidariedade mútua, o compartilhamento do que se tem com os outros, trabalhar de graça para o bem comum. Então eu acho, até, que a falta de educação financeira seja algo de bom, para que o mundo financeiro seja destruído o mais rápido possível e a humanidade viva uma sociedade sem dinheiro e sem propriedade privada. Todo mundo trabalhando de graça e tendo tudo o que precisar de graça. Sem patrões e sem empregados. Todo mundo sócio de tudo.

Não entendi a diferença entre homogêneo e isotrópico. Se as propriedades são as mesmas em todos os pontos, então elas são as mesmas em todas as direções. ( Homo - > ISO ) e se algo tem as mesmas propri. em todas as direções então também é homogêneo. Fiquei confuso

Darei exemplos. Em um cristal de calcita (carbonato de cálcio - CaCO3), o índice de refração varia com a direção da passagem da luz dentro dele. Então ele não é isotrópico. Mas essa propriedade é a mesma em todos os lugares. Então ele é homogêneo. Por outro lado, por exemplo, o índice de refração da atmosfera é o mesmo para a luz que passe em dado ponto, em qualquer direção. Mas é diferente de ponto para ponto, dependendo da altitude, pois ela altera a densidade. Logo a atmosfera é isotrópica mas não é homogênea.

Existe muitos grupos de esquerda que passa a mão na cabeça de pedófilos e também dizem que a zoofilia é uma forma de amor. É isso que estraga a reputação da esquerda. Qual a sua opinião sobre isso??

Não acho que isso estrague a reputação da esquerda, pois é uma opinião isolada de grupos minoritários. A pedofilia, certamente é uma abjeção criminosa. A zoofilia, mesmo que não seja criminosa, não é uma atitude digna de uma pessoa decente, pois é um desrespeito a um outro ser vivo, incapaz de se opor ou fazer a escolha a respeito. Mesmo o sexo entre adultos só é legítimo quando consentido livremente pelos envolvidos, sem a menor pressão, mesmo que seja econômica. Em minha opinião, mesmo que consentido livremente, o sexo não é legitimo se for praticado em uma situação que não possa ser dado a conhecimento público. Isto é, quando alguma relação sexual seja estabelecida escondidamente, sem que qualquer pessoa possa saber que existe. Como acontece nos adultérios. Tais relações só seriam legítimas se o cônjuge primário tivesse conhecimento e desse consentimento.

Você acredita que as pessoas deveriam ter o direito de andar peladas nas ruas?

Em tese, sim. Não vejo o menor problema. Todavia, como isso não é costume e pode provocar uma reação adversa, não recomendo que se faça. Acho que tal forma de agir deve começar aos poucos, primeiro em praias, piscinas e dentro de casa, para, mais tarde, se estender a todos os lugares. Contudo eu acho que, na vida social, seja mais apropriado andar vestido. Não pode ser uma proibição e nem uma determinação e sim uma possibilidade, de modo que não provoque estranheza em ninguém. Mas isso ainda demora para ser aceito.

Qual é a diferença de um universo homogêneo e isotrópico?

Algo é homogêneo se suas propriedades são as mesmas em todos os lugares e algo é isotrópico se suas propriedades são as mesmas em todas as direções.

Se eu começar utilizar o método do Pierluigi Piazzi, quanto tempo esperaria para notar a diferença em minha inteligência?

Acredito que em um ano já vai fazer diferença. A melhoria é tanto maior, quanto mais cedo na vida se aplicar o método. O ideal é que seja aplicado desde o primeiro ano do ensino fundamental. Esse é o método adotado no Colégio Anglo em que trabalho: "Aula dada, aula estudada, hoje!" Por isso temos um "Caderno de Tarefas", em que o estudante tem que fazer a tarefa diária dada pelos professores a cada aula e entregar no dia seguinte para anotação. Se não fizer, perde pontos e os pais são comunicados. São dois cadernos, usados em dias alternados, para que a coordenação possa fazer, por amostragem, um acompanhamento das atividades dos alunos.

Você utiliza o método do Pierluigi Piazzi para estudar?

Sempre fiz assim, mesmo antes de conhecer o método explicitamente. E mesmo sem que os professores o preconizassem. Minha mãe e meu pai me colocavam para estudar as aulas dadas a cada dia, todo dia e, ainda, me davam assistência no esclarecimento de dúvidas, meu pai na área de humanas e minha mãe nas áreas de exatas e biológicas. Ainda hoje, sem que o que eu estude seja atado a nenhum compromisso, aplico o método de estudar em duas etapas o mesmo assunto, no mesmo dia. E eu estou sempre estudando algo e assim pretendo continuar enquanto viver. Porque "adoro" estudar. Só para saber, sem me importar com a utilidade ou a aplicação do assunto.

Ernesto, esse papo de que homens e mulheres são iguais é uma falácia. Sabemos que os homens são mais fortes fisicamente do que as mulheres. Sabemos que em uma corrida, os homens obviamente vencerão as mulheres, pois existe diferenças biológicas entre eles. Esse papo de igualdade NÃO existe.

Claro que existe uma diferença biológica entre os sexos na espécie humana que não se atém unicamente ao aspecto ginecológico. Todavia isso não é razão para, ABSOLUTAMENTE, se considerar que os gêneros devam ser socialmente diferenciados em seus direitos, seus deveres, suas oportunidades, suas responsabilidades e, principalmente em suas permissões para exercer qualquer atividade. Não se pode, por exemplo, impedir uma mulher de ser estivadora pelo fato de, em média, as mulheres sejam mais fracas do que os homens, porque há alguma mulher que possua mais força do que a média dos homens. Da mesma forma que não se pode impedir nenhum homem se exercer qualquer atividade considerada tipicamente feminina, porque, em média, os homens não tenham jeito para elas. Algum pode ter, e, até, melhor do que a média das mulheres. Sem ser efeminado. A igualdade de gênero que se propõe e eu apoio, é uma igualdade social. Essa sim, não há como não ser adotada e o feminismo pugna, justamente, por ela. Daí eu ser um feminista radical.

https://www.youtube.com/watch?v=uBXnePnDzoA Concorda com Penrose?

Em parte. Acho que, de fato, pode ser que a explicação para o funcionamento do cérebro e a consciência esteja em um nível intermediário entre a física das partículas e a química e a eletricidade. Mas não sei se são os microtúbulos. Ou se é uma "ideia maluca", como o David Chalmers apresentou nessa conferência:
https://www.youtube.com/watch?v=I8BaBGnDYjk
Considero esse assunto fascinante e quero ler o livro do Penrose, "A Mente Nova do Rei". Também quero examinar melhor essa proposta dele com o Stuart Hameroff. Essas propostas de teoria da consciência têm sido muito criticadas por neurocientistas, como Churchland e outros. Além do mais, Hameroff é um dos personagens do livro e do filme "Quem somos nós?" que é um amontoado de baboseiras. Então, fico em suspenso sobre o assunto, mas não embarco na teoria do Penrose enquanto ela não sair desse limbo, que é também o que se encontra a proposta de Teoria das Supercordas.
View more

Se uma criança pequena pega alguma doença, porem a religião dos pais visa a cura "alternativa". O estado deveria respeitar a religião ou intervir?

Deveria intervir. O estado tem a obrigação de zelar pela saúde pública. As práticas medicinais alternativas não possuem o aval científico de serem eficazes. Portanto, no caso de risco de vida, o estado teria o direito de se sobrepor à decisão dos pais sim. Como acontece quando se precisa de uma transfusão de sangue para salvar a vida de alguém e os "Testemunhas de Jeová" não permitem. Eles têm que ser contrariados mesmo.

O que mais desperta a tua curiosidade?

O funcionamento do cérebro e a evolução do Universo.

A liberdade de expressão deve ser ilimitada?

Não. Acho que não deva ser permitida a incitação ao mal. O problema é definir o que seja o mal. Se se considera que seja assim, muitos detentores do poder vão considerar que ser contra o seu poder venha a ser um mal. Por isso é muito difícil estabelecer qualquer censura à expressão. Todavia parece que não se duvida de que, por exemplo, incentivar a pedofilia não deva ser permitido. Ou incentivar preconceitos e intolerâncias em relação ao que não seja maléfico (intolerância ao mal é justificada - mas, o que é o "mal"). Expressar apoio à possibilidade da poligamia, como eu faço, seria um mal? O que eu entendo é que mal seja aquilo que provoque dor, prejuízo, tristeza, sofrimento, ou algo de ruim sem que isso seja necessário para a obtenção de um bem maior (como extrair um dente estragado). Aí também vem a questão: o que seria um bem maior? Matar todos os judeus da Alemanha seria um mal justificável pelo bem maior de se ter uma Alemanha livre de judeus? Então expressar ódio aos judeus e invectivar a sua matança seria permitido?

Acha que haverá uma 3 guerra mundial?

Acho que não. Mas é só um palpite. Pode ser que aconteça, bem como uma quarta, quinta, sexta e assim por diante. Depende do juízo que os líderes tiverem ou não. Porque o povo tem mais juízo do que os líderes e não quer guerra nenhuma. Mas se um jumento como o Trump for eleito presidente dos Estados Unidos, tudo pode acontecer.

Quais argumentos os pensadores da antiguidade usavam para sustentar que a terra se encontrava estática e no centro do universo? Só conheço o que diz que se ela se movesse, ao jogar algo para cima e retilineamente este algo cairia em outro ponto, um claro desconhecimento da primeira lei.

O principal era a consideração filosófica de que a Terra, sendo o lugar em que estamos, teria que ser o centro para o qual tudo tenderia e em torno do qual tudo giraria. Essa concepção não tem base científica nenhuma. É do mesmo tipo do que a noção de que tenhamos uma alma ou de que exista um deus. Totalmente gratuita. Sem o menor embasamento. Esse argumento de se jogar algo para cima, caso a Terra girasse, cairia em outro lugar já é um argumento secundário, usado para justificar a convicção já estabelecida de que a Terra estaria no centro. Mesmo atualmente há quem considere isso, como o Olavo de Carvalho. E pior: há quem considere não só que ela esteja no centro, mas seja plana. Isso já não é só uma ignorância cavalar: é burrice jumentóide mesmo.

Você poupa? Hábito de separar uma parte da renda com disciplina e tal.

Não. Nunca poupei na vida. Sou um perdulário. Vivo atolado em dívidas, a começar pelo saldo negativo, passando pelo cartão de crédito e por vários empréstimos contratados. Também não tenho bem nenhum. Nem imóvel nem outro. Apenas um carro que é um Kaddett 1995, de baixíssimo valor comercial. Nunca fui minimamente ligado ao aspecto financeiro da vida. Isso, para mim, não deveria existir.

Quero cursar fisica, sempre quis seguir a carreira voltada ao mercado, mas a perspectiva no Brasil nao é muito boa, o que o senhor acha de cursar fisica voltada à carreira academica e depois mais um ano para cumprir a grade de fisica bacharelado?

No Brasil é difícil a atuação empresarial de uma física ou um físico. Em geral elas ou eles trabalham em Universidades ou Institutos de Pesquisa. O bacharelado é, justamente, o curso de graduação em Física voltado para a carreira acadêmica, que tem que ser completado com o mestrado e o doutorado, para que a pessoa possa ser considerada uma física ou um físico. Já a licenciatura é voltada para o magistério do Ensino Médio. O magistério do Ensino Superior não exige a licenciatura, mas, atualmente, exige o doutorado. Só que eu considero que todo magistério deva ser conduzido por quem tenha licenciatura também, mesmo o superior. No caso teria que ter o bacharelado e a licenciatura. Senão os professores de nível superior ficam professores sem conhecimentos didáticos e pedagógicos, o que é um desastre. Não basta saber o conteúdo a ser ensinado para ser professor. É preciso, também, dominar as técnicas profissionais de transmissão de conhecimentos e de habilidades.

Aos religiosos que gostam de filósofos religiosos Brasileiros, não seria melhor acompanhar Sérgio Cortella ou invés do Olavo?



Certamentre. Mas eu recomendo filósofos ateus.

O que é captalismo e socialismo?

Capitalismo é o sistema econômico em que os meios de produção são detidos por uma parcela da sociedade, de modo privado, que, então, emprega outra parcela da sociedade, pagando salários, para que faça os serviços necessários para coletar e transformar as matérias primas em bens de consumo, que são trocados ou vendidos em um mercado aberto. Note que a característica essencial do capitalismo não é a existência do mercado livre, mas o fato de que os trabalhadores não sejam os detentores do capital.

"Academia" é sinônimo de "Universidade" ?

Não. Academia é uma instituição em que se desenvolva a produção do conhecimento, das ciências, das artes e da cultura em geral. Universidade é uma instituição de Ensino, que também pode fazer pesquisa. Uma universidade, assim, também é uma academia, pois produz conhecimento. Mas uma academia pode não ser uma universidade, por não se dedicar ao ensino.

O que é machismo e feminismo?

Machismo é a concepção de que homens devam ter privilégios de comportamento social em relação a mulheres, ou seja, que há o que só homens possam fazer e mulheres não, do mesmo modo que haja o que seja só para mulheres fazerem e homens não. Femismo é o mesmo tipo de concepção invertida, ou seja, com a concessão de privilégios às mulheres. Feminismo (não confundir com femismo) é a concepção de que homens e mulheres devam ser considerados em pé de igualdade para todas as concepções sociais, isto é, deveres, direitos, oportunidades e responsabilidades. É o mesmo que masculinismo. Em verdade essas posturas deveriam ser chamadas de neutralismo sexual ou neutralismo de gênero. O feminismo, assim considerado, é a única postura eticamente aceitável a respeito do assunto. Infelizmente muitas pessoas confundem o feminismo com o femismo e consideram que o feminismo pretenda conceder algum privilégio às mulheres, o que, absolutamente, não é verdade. Sou um feminista convicto e radical. Acho um absurdo que mulheres possam se aposentar com menos tempo de serviço do que homens. Que haja alguma ocupação vedada a mulheres, como soldado de infantaria ou sacerdotes católicos (capelães do exército, mesmo não católicos, não podem ser mulheres). Aliás uma das instituições mais machistas é a Igreja Católica (Deus me livre de ser católico).

Tenho uma curiosidade a respeito de George Sand, amante de Chopin. Foi uma escritora famosa. Dizem que ela se vestia de homem. Seria uma transexual? Sei que ela tinha filhos, mas isto não quer dizer nada com a opressão que devia existir na época.

Não me consta que ela fosse transsexual mas apenas uma mulher mais liberada para sua época. Bem mais, inclusive, do que muitas de hoje em dia. Acho que toda pessoa, seja mulher ou homem, deveria ter a sua visão igualitária das pessoas na sociedade e sua abertura completa com relação aos relacionamentos amorosos. Bem como sua concepção totalmente igualitária das atribuições masculinas e femininas. Assim é que o mundo teria que ser.

Mais esperto é o que prioriza a caçada por um par romântico, uma companhia perfeita ou quem prefere cuidar melhor de si, alimentando a fome de conhecimento? Gastar tempo atrás de amores é tolice quando os que nos farão melhores hão de aparecer se nos mantemos pessoas geniais?

Sem dúvida, melhor do que caçar borboletas, é cuidar do jardim para que elas o visitem. Todavia a atratividade romântica não é função exclusiva da genialidade, apesar dela também atuar como um fator de atratividade. O que importa é o conjunto de valores que a pessoa mostra possuir (quando de fato o possui e não quando finge possuir), especialmente os ligados ao caráter, a uma personalidade forte, magnânima, nobre, compassiva, generosa, justa, honrada, brava e, por que não dizer, heroica. Isso tudo, aliado à inteligência, à cultura, à beleza, à boa educação vai fazer com que a pessoa seja desejada como alguém para se encetar um romance.

Você e Pierluigi Piazzi conversaram em algum momento sobre religião? Ele tem alguma religião?

Nunca conversei especificamente sobre isso com o Pierluigi, mas posso garantir que não possuía religião pelo que se dá para depreender de suas palestras.

Professor, o que acha do livro de Euclides, Elementos, como obra de estudo. O valor dela é apenas histórico ou possui algum valor como obra de estudo da Geometria?

Os elementos de Euclides ainda são uma obra didática válida para se estudar geometria. Mas, como seu estilo é ultrapassado, vale mais a pena, para aprender geometria mesmo, se usar um livro atualizado.

Ernesto, o que seria o fenômeno da Difração? Digo no sentido intuitivo da coisa, pois vi meu prof. colocando fórmulas e mais fórmulas na lousa derivando relações entre a intensidade e o campo elétrico das ondas, mas não entendo a intuição da coisa, o que está de fato acontecendo.

O que acontece é que, na propagação de uma onda, cada ponto de uma frente de onda emite uma nova ondícula, de modo que a nova frente de onda vai ser a envoltória de todas essas ondículas. Quando acontece da onda encontrar um obstáculo, as ondículas emitidas na borda do obstáculo o contornam e isso é chamado de difração.

As consequências para quem perdeu o ''bonde'' no aprendizado da matemática são reversíveis? Pode-se ter uma boa carreira acadêmica com esse déficit

Se a sua carreira não depender muito de matemática, não tem problema, como as das áreas de ciências humanas e biológicas. Mesmo assim há alguma necessidade de matemática, mas é pequena. Se for da área de ciências exatas, então a deficiência em matemática vai ser bem prejudicial.

http://ask.fm/wolfedler/answers/138622944285, creio ter entendido seu ponto: p.ex., tenho direito de achar homem de calça apertada ridículo, mas não tenho o direito de agredi-lo (fisicamente ou com palavras) por isso. No Brasil, confunde-se as duas coisas.

Isso mesmo, mas não apenas. Não posso, por exemplo, recusar aceitar o trabalho de uma pessoa por ela usar calça apertada, ou brincos, ou tatuagens, mesmo que eu não aprecie tais coisas. Não posso achar que esse modo de ser comprometa o caráter da pessoa. Mas posso não apreciar. Como posso não apreciar, por exemplo, mulheres que usam a cabeça raspada. Ou que não raspam as axilas. Isso é uma questão de gosto. Mas eu não tenho preconceito contra nada disso. É muito diferente ter preconceito e não gostar. Não gosto de funk, mas não acho que quem goste de funk seja uma pessoa sem caráter, por exemplo. Nem posso não recomendar essa pessoa para algum trabalho porque ela gosta de funk. Por exemplo, eu acho feio quem pinte o cabelo com uma profusão de cores (roxo, amarelo, verde, azul). Mas não tenho nada contra se a pessoa gosta e usa. Só acho feio. Como posso achar feio algum estilo arquitetônico, algum tipo de pintura, a literatura de algum escritor. Gosto é gosto. Se eu não gosto, há quem goste. Então eu não aprecio homossexuais que se comportam de modo histriônico. Não tenho preconceito, mas não aprecio. Só isso. E jamais vou gostar de algo que não gosto porque seja politicamente correto, por exemplo.

Ernesto, comecei a ler Bertrand Russell e acho uma delícia cada parágrafo de sua argumentação, porém noto que ele era um entusiasta da Psicanálise, uma pseudociência, como um homem tão científico e filosoficamente acurado como Bertrand Russell caiu nessa?

Tudo tem que ser contextualizado. Quando surgiu, com o Freud, a Psicanálise foi saudada como uma verdadeira ciência, em oposição às considerações psicológicas que incluíam alma. Freud mostrou que o psiquismo é orgânico, é biológico. Isso é que o Russell aplaudia. Mas não percebeu que, a maior parte das teses de Freud eram meros palpites dele. Depois o Jung voltou com a ideia de espírito e, então, a Psicanálise degringolou. Hoje é considerada, mesmo, pseudociência, apesar de haver, ainda, quem a defenda. Pode ser que funcione como terapia. Mas como interpretação epistemológica da mente, está furada.

Sim, a diferença é que o racismo contra negros é uma opressao estrutural, ja com brancos sao casos isolados. Opressão estrutural é quando a Maioria de um mesmo grupo sofre opressao por possuir a mesma caracteristica. Se caracteriza como opressoes estruturais a Transfobia, racismo contra negros, etc.

Uma coisa é opressão, outra é preconceito. Preconceito é uma postura individual, opressão é uma postura coletiva.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Tá, sobre pessoas escandalosas respeito seu ponto de vista. Mas o que acha das pessoas que fogem dos estereotipos do seu genero, por exemplo, um homem que usa maquiagem e salto? Porque com a aboliçao de genero nenhum pertence será "feminino" ou "masculino" e tal situaçao será considerada normal.

Isso não tem problema. Qualquer um pode usar o tipo de roupa que quiser. Mesmo sendo heterossexual, se quiser, pode usar a roupa típica do gênero oposto. Não acho que seja estranho. Mas que a use da maneira normal com que uma pessoa daquele gênero usaria. Acho válido uma mulher usar terno masculino, mesmo que seja heterossexual. Como um homem usar uma roupa feminina (mas é difícil que eles usem, pois as pessoas vão achar que não seja heterossexual, mesmo que não pensem que uma mulher que use terno masculino seja homossexual - o que acho muito incoerente).

Ce se prende muito a significados, como se um dicionario fosse inquestionável. Racismo contra brancos é raríssimo no Brasil, e mesmo que um branco o sofra, ele continuará tendo privilegios em relaçao aos negros na hora de procurar emprego, e continuará tendo sua etnia enaltecida pela midia.

Prendo mesmo. Se existe preconceito racial de negros contra brancos, mesmo que isso aconteça com uma pessoa só no mundo, existe. E existe para muito mais de uma pessoa. Como existe preconceito racial de orientais, negros, semitas, judeus, indianos, brancos e quaisquer outras etnias umas contra as outras. Basta ver o que aconteceu na antiga Ioguslávia quando se desfez. Cada coisa é cada coisa. De fato, na média, existe rejeição social com relação a pessoas negras (inclusive a própria denominação "negra" que é uma palavra usada para designar coisas ruins - eu prefiro chamar os negros de pretos, pois a palavra "preto" não tem a conexão de ser algo ruim). Do mesmo modo que considero que não se deva mencionar o gênero de ninguém com relação a qualquer coisa, também não se deve mencionar a raça (ou etnia, como queira). A pessoa é só uma pessoa, seja mulher, seja homem, seja negra ou negro, branca ou branco, indígena, semita, judeu, oriental, baixa, alta, gorda, magra, feia, bonita ou o que for. Concordo com o pensamento do Morgan Freeman sobre o racismo. E a estendo para todos os tipos de preconceitos.

Nao te entendo, voce é a favor da aboliçao de genero, mas critica gays e pessoas que fogem dos estereotipos ditos masculinos? Um gay afeminado, ou ate um hetero afeminado te causa desconforto e você "acha" feio? É tem uma diferença gritante entre ser afeminado e escandaloso. Muitos machos são também

Você tem todo o direito de discordar de meus pontos de vista. Mas eles são esses e eu não estou convencido de que esteja errado. Sou contra o gênero e sou contra modos de ser escandalosos, seja por parte de quem seja, seja um homossexual do sexo (biológico) masculino, um heterossexual masculino, uma homossexual feminina ou uma heterossexual feminina.

Se incomodar com homossexuais e transsexuais escandalosos todos se incomodam, mas quando um hetero másculo é escandaloso ninguém critica. Sociedade desonesta que disfarça preconceitos com "gosto" e opinião.

Mas eu me incomodo, também, e muito, com heterossexuais machistas e que gostam de posar de "machões". São ridículos! Eu critico sim. Da mesma forma que não aprecio mulheres do tipo frágil e cheias de fricotes, dengues e "nhem, nhem, nhem". Acho que as pessoas precisam ser "normais", cada uma dentro do seu sexo e gênero. Mas não aprecio exageros. Não mesmo! Especialmente se os exageros são com relação ao comportamento característico do sexo oposto ao seu biológico. Acho perfeitamente normal e aceitável que uma pessoa tenha o gênero oposto ao correspondente a seu sexo. Mas acho que, em qualquer circunstância, exibir um comportamento histriônico, não é nada elegante. E a falta de elegância, para mim, é um grave pecado.

Se uma pessoa que tem deficit de atencao, nao consegue se concentrar mesmo fazendo uso de medicamentos, ela deve desistir da vida universitária e ter um trabalho mais comum que nao demande muito?

Isso só pode ser avaliado por um médico especialista.

O que seria o "referencial tangente euclideano"? Então, até mesmo o termo "força" está correto? Falar por exemplo, da gravidade como sendo uma força da natureza, assim como eletromagnetismo, está correto?

Depende da interpretação em que se está contextualizado. Força de gravidade é um conceito perfeitamente aceitável no contexto da mecânica clássica. Mas não existe no contexto da Relatividade Geral. Força elétrica existe tanto no eletromagnetismo clássico quanto na relatividade. Alguns conceitos caíram em desuso, devido a dificuldades em sua interpretação, como o de "massa relativística". Referencial tangente euclideano é um referencial que, em cada ponto do espaço-tempo, é construído com eixos retilíneos tangentes às geodésicas que passem pelo ponto, escolhidas como três espaciais mutuamente perpendiculares e uma temporal. Esses referenciais são correlacionados pelas transformações de Lorentz de Relatividade Especial. Também são chamados de "Lorentzianos" ou "Minkowskianos".

Essa técnica de traduzir um livro para outro idioma, também serve para livro de Física em inglês

Sim, pode usar para qualquer livro, não precisa ser romance. E em qualquer língua.

Já considerou q esse é um julgamento enviesado/injusto da tua parte? Qual o mal inerente de alguém possuir trejeitos efeminados, gesticular em excesso etc? E mesmo se uma parte desses julgamento for justo uma parcela significativa ainda pode ser injusta da tua parte. ask.fm/wolfedler/answers/1385595

Mas eu não condenei isso. Eu apenas disse que acho esquisito e acho mesmo. Todavia se a pessoa age assim e quer ser assim, que seja. Não a condeno. Mas não aprecio mesmo. Admitir a homossexualidade eu admito com toda a tranquilidade. Mas essa forma de agir, mesmo em pessoas não homossexuais, isto é, de modo escandaloso, eu acho feio e acho mesmo. Aprecio pessoas elegantes no modo de se portar. Pessoas cordiais, refinadas. Não aprecio ninguém muito "espaçoso", muito "esportivo", muito "à vontade". Gosto de moderação, de distinção. de cavalheirismo, de fidalguia. De certa formalidade mesmo. Esse é o meu estilo e é o estilo que eu gosto. Mas não condeno outros. Apenas não aprecio. Como não aprecio esportes, mas não condeno quem aprecie. Nem falar gíria ou linguajar chulo. Gosto do português correto, isto é, a norma culta. Admito alguma liberdade no linguajar falado. Mas não muito, do tipo "A gente vamos"; Ou o malfadado e tão disseminado "gerundismo". "Vou estar falando com você amanhã", em vez de "falarei com você amanhã". Se alguém fala assim, eu não critico, mas acho muito feio.

Como funciona detalhadamente seu método de aprender um novo idioma?

Pegue um livro no idioma que quer aprender (um romance, por exemplo). Pegue um dicionário dessa língua para o português e vice-versa. Pegue uma gramática dessa língua, mas que tenha as explicações em português. Pegue um caderno e, usando o dicionário e a gramática, vá traduzindo o livro. A primeira página vai levar horas. Trabalhe pelo menos uma hora por dia sem falhar sábados, domingos e nem feriados. A segunda página vai levar um pouco menos e assim vai. Se o livro tiver umas 300 páginas você vai levar uns três meses para traduzir. Feito isso você já sabe bem da língua. Então vai fazer ao contrário. Pegue um livro em português e o verta para a tal língua, do mesmo modo. Talvez você precise, também, de uma gramática do Português. Você levará menos tempo, uns dois meses. Você pode abreviar o tempo em dias, dedicando-se mais horas por dia, digamos, uma e meia, em vez de uma. Aí você vai passar a escrever textos de sua própria lavra, já diretamente na língua escolhida (digamos que seja o sânscrito). A quarta etapa é aprender a falar. Aí você vai ter que contar com a ajuda de uma pessoa que fale a língua para ouvir você ler textos na língua e ir corrigindo a pronúncia. Ou se valer de leitores de texto que existem na internet. Depois você tem que treinar a escutar alguém falando na língua e compreender, isto é, traduzir oralmente. E, por fim, estabelecer uma conversação na língua. Desse modo você é capaz de aprender um idioma em uns seis ou sete meses, em vez de dois anos de um curso comum.

É correto mencionar "atração gravitacional", mesmo sabendo que a gravidade não é uma interação? Pois atração é uma interação também, que promove o aproximamento dos corpos.

Sim, porque no referencial tangente euclideano em que nos situamos, a gravidade se apresenta como uma interação. Somente numa descrição mais sofisticada e não intuitiva é que ela fica descrita como uma manifestação da inércia em espaço-tempo com curvatura.

Professor, melhores livros para a Matematica de ensino medio? Quais sao? E na sua opiniao, existe idade para estudar? E pq ha tanto preconceito com idosos/pessoas mais velhas estudiosas? Abraçao e Muito Obrigado!

Não estou inteirado dos livros atuais de matemática para o nível médio. Recomendo os antigos Thales Mello de Carvalho e Manuel Jairo Bezzerra, sem falar no melhor de todos, jamais superado, que é o SMSG. Mas a coleção do Iezzi, aquela de vários volumes separados, um para cada assunto, também é muito boa. Não existe idade limite para estudar, se a pessoa ainda estiver com a mente em bom estado, pode ter até 137 anos (138 já é demais). Não sei se há preconceito contra idosos estudarem. Não percebi isso. Não sei se é porque não tenho nenhum e não dou muita conversa para preconceituosos acho que ninguém manifesta esse tipo de pensamento perto de mim, senão iria levar uma cortada de navalha. Aliás, preconceito de espécie alguma eu perdoo e descasco o preconceituoso, seja quem for, mesmo o meu patrão.

Você acredita na inocência do Lula?

Não. Nem da Dilma. Não posso admitir que eles, como chefes do governo, deixaram acontecer todo esse mar de lama debaixo do nariz deles sem saber de nada.

Ernesto a geometria melhora o raciocínio da pessoa?

Muito. Demonstrar teoremas, especialmente inéditos, é uma das melhores formas de desenvolver o raciocínio. Tanto quanto resolver charadas e enigmas.

Professor, estou fazendo licenciatura em física e matérias como "Políticas em educação" me chateiam de mais, como lidar com essas coisas? ao mesmo tempo que gosto muito do curso ( as matérias de física e matemática) odeio essas matérias oferecidas nos institutos de humanas e elas são obrigatórias.

As disciplinas de humanidades são muito importantes na formação de um cientista, especialmente filosofia. E de um professor, inclusive essas. Para você não se sentir chateado ao acompanhá-las basta que você tenha uma participação muito ativa nas aulas, discutindo, comentando, contestando, pedindo argumentos ao professor para defender os pontos de vista dele (ou dela). Apresentando seus próprios argumentos contra ou a favor. Assim você se entusiasmará com a aula e nem notará o tempo que passou, achando até que foi pouco. Fora da aula, aprofunde-se sobre o assunto, valendo-se de outros textos, pró e contra a opinião do professor ou da professora.

Ouvir novas músicas aumenta a inteligência?

Pode aumentar. Depende do modo de ouvir e que tipo de música. Para aumentar a inteligência é preciso "escutar" música e não apenas "ouvir". Isto é, tem que ouvir sem fazer mais nada em paralelo. Prestando a máxima atenção ao desenrolar melódico, ao fraseado musical, à harmonização, ao ritmo, aos timbres orquestrais. Às soluções que o compositor e o arranjador conseguiram para expressar as emoções que pretendiam com a construção da música. À elaboração temática e seu desenvolvimento, com as transições entre temas e frases musicais. Tem que aplicar a inteligência à compreensão da música em sua totalidade. Só ouvir sem essa reflexão toda pode ajudar um pouco, se a música for uma música elaborada, tipo Bossa Nova ou Música Clássica.

Você é um ateu agnóstico? Se não, como é a sua concepção de ateísmo?

Não sou ateu agnóstico nem ateu gnóstico. Sou ateu cético.

O que acha da ideia de uma monarquia parlamentar no Brasil?

Péssima. Monarquia, mesmo parlamentar, é um ranço de autocracia. Pode ser, por acaso, que um monarca seja bom. Mas quando não for, não há formas legais de destitui-lo. A República é muito mais democrática e a República Parlamentarista mais ainda. Todo governante, seja chefe de estado, seja chefe de governo, ou ambos, tem que ser uma pessoa designada pelo povo e não pelo fato de pertencer a alguma família real ou qualquer outra forma discriminatória de pertencimento, como a alguma classe, a algum gênero sexual, a alguma etnia ou o que valha.

Concorda? https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20160915133745AA83Ojc

O capitalismo é mentiroso sim, da mesma forma que o socialismo de estado, que o cristianismo, que o islamismo, que o hinduísmo, que o budismo e vários ismos por aí. A mentira desses ismos todos, que está na propaganda de todos eles, é a de considerar que, cada um, seja a descrição da melhor situação para que as pessoas possam viver em plenitude, com significado e gozando de paz, prosperidade e felicidade. É só fazer uma análise crítica criteriosa de todas essas propostas, econômicas, políticas e religiosas, para ver que são inteiramente sofismáticas. O mundo bom, justo, fraterno, harmônico, próspero, equânime, aprazível e feliz para todos, e não só para alguns, só será atingido com a extinção dos estados, das fronteiras, dos governos, da propriedade, do dinheiro, da servidão (inclusive a do emprego), das crenças religiosas (todas), de todo e qualquer preconceito, da intolerância a tudo que seja diferente, mas não faça mal nenhum (mas com intolerância a todo o mal). Com o espancamento da ignorância, que permite a disseminação desses males todos e, principalmente, do egoísmo, que é o pai de todos os vícios.

Exatamente o que as palavras dizem. Mas discordo. Isso é verdadeiro para muitas pessoas, mas não para todas. Há muita gente decente, proba, honesta, bondosa, sincera, honrada, nobre, generosa, solidária, compassiva, justa, altruísta, enfim, virtuosa. É possível fazer com que esse pessoal se torne cada vez maior, atinja a maioria e, no fim, a totalidade da humanidade e todos os que sejam o contrário disso deixem de existir. Isso se pode conseguir por meio da educação, ao longo de dezenas de gerações. Mas não essa educação asséptica que se faz atualmente, em que só se cuida do aprendizado de conhecimentos e habilidades técnicas e científicas, deixando de lado, completamente, a formação filosófica e, principalmente, ética do caráter da juventude. Isso tem que ser oficializado como obrigatório em todas as séries de todos os níveis da educação formal de modo a formar pessoas de grande valor, conscientes e virtuosas. Principalmente pessoas reflexivas e críticas. Esse é um ponto em que se tem que insistir, dando murro em ponta de faca até não se ter mais mão para esmurrar.

Pelo conceito de Deus que se tem, se ele existir, será único para todos os universos que, porventura, possam existir. Claro que, nesse caso, não se teria a redenção de Jesus Cristo como um fato universal, pois ele teria redimido a "humanidade" do pecado de Adão e Eva e, em outros universos (mesmo em outros planetas deste universo), pode ser que não tenha havido nenhum Adão e nenhuma Eva que tenham pecado, inclusive porque pode ser que as espécies inteligentes e conscientes que haja, não sejam humanas.

Mas a ambição do homem é tão grande que, para satisfazer uma vontade presente, não pensa no mal que daí a algum tempo pode resultar dela. O que Maquiavel quis dizer com isso? Livre reflexão.

Exatamente o que as palavras dizem. Mas discordo. Isso é verdadeiro para muitas pessoas, mas não para todas. Há muita gente decente, proba, honesta, bondosa, sincera, honrada, nobre, generosa, solidária, compassiva, justa, altruísta, enfim, virtuosa. É possível fazer com que esse pessoal se torne cada vez maior, atinja a maioria e, no fim, a totalidade da humanidade e todos os que sejam o contrário disso deixem de existir. Isso se pode conseguir por meio da educação, ao longo de dezenas de gerações. Mas não essa educação asséptica que se faz atualmente, em que só se cuida do aprendizado de conhecimentos e habilidades técnicas e científicas, deixando de lado, completamente, a formação filosófica e, principalmente, ética do caráter da juventude. Isso tem que ser oficializado como obrigatório em todas as séries de todos os níveis da educação formal de modo a formar pessoas de grande valor, conscientes e virtuosas. Principalmente pessoas reflexivas e críticas. Esse é um ponto em que se tem que insistir, dando murro em ponta de faca até não se ter mais mão para esmurrar.

Professor, você notou que praticamente todo site, jornal, revista, está sempre focando na Dilma e Lula, sendo que não tem nenhuma prova. Por que essa tentativa da mídia de tentar derrubar o PT a todo o custa e passar uma imagem mais negativa deles que outros?

Porque o PT sempre defendeu a honestidade e, com isso, angariou muitos eleitores. Desde que começaram a aparecer eventos de corrupção envolvendo membros do partido e do governo do PT, muita gente se decepcionou, e muito. Seus adversários, certamente, se aproveitaram disso para desmoralizá-lo ainda mais. Mas eles tinham fundamento para isso. Mesmo que não se tenha (por enquanto) comprovações de que o Lula e a Dilma sejam diretamente corruptos, o simples fato de que, sob a gerência deles, tanta corrupção (comprovada sim!) aconteceu, os desabona de modo imperdoável. Se eles fossem governantes competentes e verdadeiramente honestos, ao primeiro sinal de qualquer falcatrua eles teriam que acabar com ele sem piedade. E não o fizeram. Claro que os outros políticos, de outros partidos, também fizeram e fazem o mesmo. Mas isso não justifica que nenhum partido o faça. Todos têm que ser exemplarmente punidos e não se pode deixar de punir nenhum deles porque não se pune outro. O PT, do jeito que desapontou os brasileiros, tem que ser derrubado mesmo. Digo isso com grande tristeza, porque votei muito no PT e acreditava que ele seria um partido bom, sério, honesto, virtuoso, legítimo, verdadeiro e tudo o que ele provou que não é. Mas não acho que nenhum desses outros agora o seja, de modo que estou desapontado com o jogo político como um todo.

Professor, quais são os principais indícios em favor da existência de uma realidade exterior à mente humana?

Há muitos. Cito o fato da preservação da configuração do ambiente ao ser revisitado, o fato de que o sujeito (que seria a única realidade) sofre reveses a sua revelia, o fato de que o sujeito aprende o que antes não sabia (isto é, que ele não sabe tudo). Se o mundo exterior fosse um produto da única mente do Universo (que seria, também, a única coisa), ela, necessariamente, saberia tudo a respeito. Note que, esse caso da restauração da configuração do ambiente não se restringe ao que o sujeito tenha observado e pode ser constatado por registros fotográficos. Se você fecha a porta de uma sala e depois abre e volta a ela. Tudo que estava lá continua lá, mesmo que você não tenha visto. Por outro lado, se é você quem constrói a imagem do resto do universo (inclusive do seu corpo), porque você mesmo ficaria doente, sofreria acidentes ou morreria?

Professor, quais são os principais indícios em favor da existência de uma realidade exterior à mente humana?

Há muitos. Cito o fato da preservação da configuração do ambiente ao ser revisitado, o fato de que o sujeito (que seria a única realidade) sofre reveses a sua revelia, o fato de que o sujeito aprende o que antes não sabia (isto é, que ele não sabe tudo). Se o mundo exterior fosse um produto da única mente do Universo (que seria, também, a única coisa), ela, necessariamente, saberia tudo a respeito. Note que, esse caso da restauração da configuração do ambiente não se restringe ao que o sujeito tenha observado e pode ser constatado por registros fotográficos. Se você fecha a porta de uma sala e depois abre e volta a ela. Tudo que estava lá continua lá, mesmo que você não tenha visto. Por outro lado, se é você quem constrói a imagem do resto do universo (inclusive do seu corpo), porque você mesmo ficaria doente, sofreria acidentes ou morreria?

Há muitos assaltos em Viçosa?

Sim, razoavelmente. Bem mais do que eu gostaria que houvesse, isto é, nenhum.

No ENEM, o correto seria fazer a redação antes ou depois das 90 questões de Matemática e Português

Eu prefiria deixar a redação para depois. Mas se o tempo já estiver acabando, eu pararia de fazer as questões e faria a redação. Se sobrasse tempo, voltaria às questões.

Pessoalmente, acho o livro do Sadiku horrível. Os melhores na minha opinião de eletromagnetismo para graduação são o do David J Griffiths e o do David K Cheng. Os considero melhores em todos os aspectos do que o do Sadiku.

Obrigado. Fica a sugestão. Eu estudei no Reitz & Milford e, no mestrado, pelo Jackson. Também tenho o Griffiths, mas não conheço o Cheng.

Ernesto você já teve algum aluno com epilepsia ?

Não. Mas tive um colega professor que tinha (ainda tem, pois não morreu).

Por que é tão raro de encontrar o livro Lições de Física de Feynman

https://www.amazon.com.br/Li%C3%A7%C3%B5es-F%C3%ADsica-Feynman-4-Volumes/dp/8577802590/ref=sr_1_5?ie=UTF8&qid=1473903588&sr=8-5&keywords=feynman
https://www.estantevirtual.com.br/opcaocultural/Feynman-e-Richard-P-Licoes-de-Fisica-de-Feynman-a-Edicao-Definitiva-4-Volumes-292175823
http://loja.grupoa.com.br/livros/fisica/licoes-de-fisica-de-feynman/9788577802593

Certo professor. Agora entendo perfeitamente. Vou me inteirar nas equações. Mas, essa "resistência" que é a permeabilidade e permissividade que o vácuo ocorre, advém de que? O vácuo é formado de radiação e campos. Seria dos constituintes do vácuo?

Os próprios campos, quando surgem, ao variarem, eles criam os outros, mas o fazem de modo que seus valores sejam reduzidos, à medida que se afasta do que os originou. O quanto isso acontece está embutido nas constantes das próprias leis dos campos, como a da Lei de Coulomb ou a de Biot-Savart. A permissividade e a permeabilidade são proporcionais aos inversos dessas constantes. Se isso não acontecesse não haveria conservação da carga, por exemplo. Pode-se dizer que esses parâmetros surgem do fato de que, no Universo, a carga seja conservada. Como a curvatura do espaço-tempo e, indiretamente, o campo gravitacional, são funções dos conteúdos de massa e energia, a constante da gravitação também pode ser considerada decorrente da conservação da massa e energia.

Cursei física bacharelado até o final do segundo ano, depois tive que abandonar o curso. O senhor poderia propor roteiro de estudos para eu me aprofundar um pouco mais em física e matemática a partir desse ponto como auto-didata? Se possível indicando livros.

É bom que você reveja a Física Geral, mas num livro mais puxado, como o do Alonso & Finn, que agora tem uma edição em volume único, de Portugal. Depois você tem que estudar Mecânica Clássica, Eletromagnetismo, Ótica, Física Quântica, Física Estatística, Física Nuclear e de Partículas e Física da Matéria Condensada. Não estou inteirado dos livros atualmente adotados, mas posso recomendar os seguintes:

Richard Feynman disse em um trecho sobre ciencia: É como você desenvolve mais informações nas ciências, não é que você está descobrindo a verdade, mas que você está descobrindo que este ou aquele é mais ou menos provável. Concorda professor?

Richard Feynman disse em um trecho sobre ciencia: É como você desenvolve mais informações nas ciências, não é que você está descobrindo a verdade, mas que você está descobrindo que este ou aquele é mais ou menos provável. Concorda professor?

As ondas gravitacionais são limitadas a percorrerem velocidades iguais a da luz por possuírem energia? Mas não deveriam ter qualquer velocidade, uma vez que são ondulações do próprio espaço?

Não. A velocidade de propagação de qualquer radiação é uma consequência de dois fenômenos antagônicos: a geração do pulso e a oposição a seu deslocamento. Isso aparece nas próprias equações dos campos que "ondulam" na dita onda. No caso do eletromagnetismo, as ondas eletromagnéticas são produzidas pelas duas induções, a de um campo elétrico por um campo magnético variável e a de um campo magnético por um campo elétrico variável. Mas esses campos, através do espaço, sofrem o bloqueio da permeabilidade elétrica e da permissividade magnética do próprio vácuo. Esses fatores, em conjunto, determinam a velocidade das ondas eletromagnéticas. No caso das ondas gravitacionais é mais complicado, pois não temos apenas dois campos mas sim a curvatura do espaço, que é uma grandeza tensorial e não vetorial, a variação de umas componentes gerando as outras da mesma forma. Como também o espaço oferece um tipo de resistência ao campo que funciona como a permissividade e a permeabilidade, produzindo ondas que, por coincidência, se movem com a mesma velocidade. Aliás essa é a velocidade com que se movem, no vácuo, qualquer tipo de onda correspondente a um campo cuja quantização seja uma partícula desprovida de massa. A geração de ondas gravitacionais pode ser vista no livro "Gravitation" do Ohanian, um dos melhores a respeito de Relatividade Geral e Gravitação em nível de graduação. Era o que eu adotava quando lecionava essa disciplina no Bacharelado de Física da UFV, há uns trinta anos. Mas ele já está atualizado em sua mais recente edição. Também recomendo o do Weinberg e o do Adler, Basin & Schiffer, mas estes já são de pós-graduação.

Nietzsche diz que apenas os "homens" fortes devem perpetuar sua espécia, porque quando um ser fraco faz isso, quebra a seleção natural e imunda o mundo de pessoas fracas. Concorda?

Não. Todas as pessoas devem perpetuar a espécie. A seleção se fará naturalmente. Não há como estabelecer critérios para escolher quem é "forte" e quem é "fraco". Alguns são fortes em um aspecto (por exemplo, força física) e fracos em outros (por exemplo, resistência a doenças). Uns são persistentes e pacientes, mesmo que fracos, outros, com força, desistem por não terem isso. E como definir o que significa maior "força", a nobreza de caráter ou a agilidade física? Que tipo de pessoa será mais benéfica para a humanidade como um todo, uma pessoa altruísta ou uma pessoa gananciosa?

Quis dizer da velocidade das ondas gravitacionais professor. Então, se o sol "sumisse", a informação se propagaria por ondas gravitacionais?

Quis dizer da velocidade das ondas gravitacionais professor. Então, se o sol "sumisse", a informação se propagaria por ondas gravitacionais?

É verdade que depois dos 27 anos, nosso cérebro fica mais lento http://super.abril.com.br/ciencia/a-morte-comeca-aos-27-anos

É o que diz esse artigo.

Professor, se o Sol sumisse, então demoraria 8 minutos para que as ondas gravitacionais viajassem até a Terra e propagassem a informação de que "sumiu", ou seja, a Terra, assim, sairia pela tangente? Mas se o Sol se move, como é possível a Terra continuar se movendo, se a velocidade é finita?

Para começar não é possível que o Sol venha a "sumir". Mas, admitamos que isso aconteça. O sistema solar ainda orbitaria o ponto em que o Sol ocupava até que, cada qual a seu tempo, os planetas deixassem de perceber a sua gravidade. Então se dispersariam no espaço, prosseguindo, em relação ao referencial localizado onde o Sol estava, na direção tangente a suas órbitas. Mas continuariam orbitando o centro da galáxia, como atualmente o fazem. Aquela velocidade do Sol em relação ao centro da galáxia, que se adiciona à velocidade de cada planeta em relação ao Sol, para achar a velocidade do planeta em relação ao centro da galáxia, continuará a mesma, mesmo sem o Sol e será adicionada à velocidade do planeta em relação ao ponto onde o Sol estaria. Só que, agora, essa velocidade do planeta não é mais a velocidade orbital que ele tinha em torno do Sol, mas a velocidade tangencial que ele estava no momento em que deixou de ser atraído pelo Sol. Efeitos relativísticos não precisam ser considerados porque as velocidades são pequenas, bem como os campos gravitacionais. Não entendi a sua dúvida a respeito do fato das velocidades serem finitas. Infinitas é que não poderiam ser.

Para perguntar ou para responder, você vai direto ao ponto ou fica fazendo rodeios? (Vc é rápido?) ou lê, relê, visualiza, altera, demora rs.

Não sou rápido. Não vou direto ao ponto. Faço rodeios. Leio e releio muitas vezes. Revejo e corrijo. Quero que o que eu diga fique o mais correto possível e não dê margem a nenhuma interpretação diferente da que eu quero passar. Por isso faço circunlóquios, paráfrases e muitos comentários. Além do mais, praticamente nada que se vá dizer a respeito do que quer que seja é algo tipo "preto no branco". Sempre há os matizes e os tons de cinza. Ou seja, a resposta "depende" das circunstâncias. Assim é que as coisas são e não se pode fazer simplificações. A complexidade é inerente ao mundo e tem que ser levada em consideração e esmiuçada em toda a sua extensão, para não deixar margem a dúvidas. Quase nada "É" ou "DEIXA DE SER", mas "PODE SER", conforme o caso.

Em que superstição acreditas mesmo?

Nenhuma, ora bolas!

A entropia do universo era baixa no início dos tempos pois ele partiu do estado mais provável para o menos, uma vez que nos primórdios de existência, havia mais calor para fazer com que o universo voltasse ao mesmo estado? E o que seriam os "microestados"?

O estado inicial do Universo, logo que surgiu, não era o mais provável. Pelo contrário, era muito improvável. Ele era um campo só, indiferenciado e uniforme. As situações que se sucederam, com o surgimento aleatório de desuniformidades na densidade do campo eram mais prováveis, porque menos organizadas. Isso aumentou a entropia. E ela foi sempre aumentando, desde então. O surgimento de galáxias, estrelas e planetas se configura em uma redução localizada da entropia, mas a entropia total, especialmente em razão da expansão, que criava cada vez mais possibilidades de configurações para o Universo, sempre estava aumentando. A energia total do Universo não variou, mas a densidade de energia sim. No começo ela era maior e foi diminuindo. A questão de definir termodinamicamente a variação de entropia do Universo não é simples, pois o Universo é um sistema adiabático e, portanto, não recebe calor de nada de fora dele, simplesmente porque não existe nada fora dele. Mas se pode considerar a troca de energia entre a energia potencial do campo e a energia térmica das partículas que se formavam pela quantização do campo. Isso funciona como um calor recebido pelo conjunto de partículas do Universo, que aumenta sua entropia. Atualmente, mesmo com a diminuição da temperatura do Universo, a entropia também está aumentando, porque se está sempre havendo conversão de energia potencial em térmica, inclusive dentro das estrelas.