quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Você acha fundamental que numa sociedade democrática direita e esquerda revesem no poder, ou você pensa que uma dessas correntes deveria ser extinta de maneira que apenas alternativas de um dos lados lutem numa democracia, tipo, dois partidos de esquerda disputando o poder?‎

Acho que o democrático é se poder ter qualquer concepção econômica e política, até mesmo anti-democrática. Esquerda e direita são concepções sociais que englobam economia e política em uma visão que, para a esquerda, considera as desigualdades injustas e para a direita, as considera justas. Todas as opções de regimes políticos, que se resumem em democracia, autocracia e anarquia podem ocorrer em uma situação de direita e de esquerda. Já os sistemas econômicos não. O comunismo e o socialismo são de esquerda, enquanto o capitalismo é de direita. Socialmente falando, a direita é conservadora e a esquerda é progressista. Não é possível um regime ser democrático sem admitir que conservadores ou progressistas, comunistas, socialistas ou capitalistas sejam impedidos de ascender ao poder. Dos oito lados existentes, para cima, para frente, para fora e para a esquerda são os mais benéficos para a sociedade, enquanto para baixo, para trás, para dentro e para a direita são os mais nefastos. Mas, numa sociedade livre, não se pode impedir ninguém de fazer a escolha que quiser.

O ateísmo, pressupõe a inexistência de Deus. Você, por seu ateu, poderia provar a inexistência de Deus para validar seu pensamento? Pois do contrário seria uma fé irracional, do mesmo modo que ateus criticam os religiosos fanáticos de a fazerem.‎

Não é isso não. Nem a existência nem a inexistência de Deus já conseguiram ser provadas. Como não há evidências para a existência, há que se supor que não exista, a não ser que se prove que exista. Como não há prova de que exista, considerar que não exista é a opção correta. Supor que exista apenar por fé é algo incabível, pois fé não é garantia da veracidade de nada, uma vez que há pessoas que têm fé em coisas completamente contrárias e não é possível que sejam todas verdadeiras, pois se contradizem. Ser ateu é considerar que Deus não existe, mesmo sem provas disso, simplesmente porque os maiores indícios são nesse sentido. Do mesmo modo que ser crente é considerar que Deus existe, mesmo sem provas disso, por um ato de fé. A descrença em Deus não é nenhuma fé. Aliás, qualquer fé é irracional. Se fosse racional não seria fé, seria um conhecimento epistêmico. O ateísmo não "pressupõe" a inexistência de Deus. Ele "supõe", isto é, considera que Deus não exista. Mas está aberto a se rever, se ficar comprovada essa existência.

Professor, estive o ano inteiro estudando de acordo com o edital de vestibulares. Agora que o ENEM passou, estou disposto a estudar por estudar, sem seguir editais. Como se organizar (por onde começar)? E o que esperar dos estudos quando não é feito apenas para responder a questões?‎

Aí vai depender do que você gosta. Comece lendo divulgação científica a respeito. Ou, se não for assunto científico, livros não didáticos a respeito do tema, seja história, geografia, astronáutica, oceanografia, direito, mecânica de veículos, turismo, moda, teatro, eletrônica, química, botânica, negócios, diplomacia, artes circenses, fotografia, cinema, mineração, arqueologia, paleontologia, linguística, o que você gostar. Depois de mergulhar nessas noções genéricas, comece a estudar em livros especializados, para profissionais do assunto, para se aprofundar. É assim que se faz.

Professor,qual é sua opinião acerca da corrente ideológica do Transumanismo ou Transhumanismo?‎

Acho muito interessante que as pessoas busquem superar suas limitações em todos os sentidos para alcançar uma nova realidade para a espécie humana que a transcenda, isto é, que se possa considerar que já seja uma nova espécie evoluída a partir da nossa. Nisso se encaixam desenvolvimentos científicos para prolongar indefinidamente a vida, evitar todas as doenças, amplificar a inteligência e o poder dos sentidos. Mas não é só o aspecto biológico. Visa-se, também, fazer crescer a racionalidade, a personalidade, a sensibilidade, o senso moral. Em certo sentido é o ideal nietzschiano do "Übermensch", mas não bem no sentido em que Nietzsche pensava. Seria um esforço para conduzir a evolução do homem para a próxima espécie transumana que surgirá a partir da nossa de uma forma mais acelerada, sem que seja preciso esperar alguns milhões de anos. Que o próprio homo sapiens, ainda sem ser uma nova espécie, assuma novas características mais evoluídas. Acho isso ótimo.

Li tantas coisas de seus blogs que minha visão chega estar embaçada ao tentar ler, não me arrependo de nada que li, e ainda sim quero ler mais, você não só me ajudou a reforçar teorias que eu tinha, como a pensar em outros aspectos, esta de parabéns.‎

Obrigado. Fico contente em saber.

Professor, o Hangout será às 22 horas, mesmo! Aqui está o e-mail dele: albertodellisola@gmail.com Sugiro que você entre em contato, pois o mesmo o aguarda. Inclusive, ele já te enviou um e-mail a respeito. Os temas são: dualismo mente-cérebro, estado laico, livre arbítrio e moralidade.‎

OK, entrarei em contato. Ótimos temas.

O que você acha mais 'interessante', comunismo, anarquia ou capitalismo?‎

Para começar, comunismo e capitalismo são sistemas econômicos, enquanto anarquia é regime político. Pode haver anarquia comunista e capitalista, como pode haver democracia e autocracia também comunistas e capitalistas. Ou socialistas. Só não existe anarquia socialista. O ideal, para mim, é a anarquia comunista. É o paraíso terrestre. Uma situação de harmonia plena, máxima liberdade e máxima ordem. Sem crimes, sem desigualdades, sem dinheiro, sem propriedade. Tudo compartilhado. Inclusive mulheres, maridos, filhos, pais e mães. Sem preguiça e sem cobiça. Sem governo, sem estado, sem fronteiras, sem leis, sem polícia, sem exército, sem juízes, sem políticos, sem bancos, sem cartórios, sem contratos, sem advogados, sem contadores. Mas extremamente sofisticada, culta, tecnologicamente avançadíssima, sem doenças, sem nenhuma ignorância, sem preconceitos, sem disputas. Utopia? Não: muito difícil. Dificílima. Mas não impossível. E essa é a tendência da humanidade. E será atingida em alguns milhares da anos pela evolução natural. Mas pode ser abreviada para apenas alguns séculos se for feito um grande esforço, continuado e ininterrupto por dezenas de décadas a fio. Não se consegue atingir isso por revolução nenhuma, só por evolução. Tem que acabar com toda a pobreza, toda a ignorância, todas as doenças. Paralelamente vão se tomando medidas legais para acabar com o trabalho assalariado e transformar todo trabalhador em sócio, isto é, em patrão. Atividades cooperativas e comunitárias, feitas de graça, vão substituindo as atividades mercantis. Como alojamentos comunitários, refeitórios comunitários, lavanderias comunitárias, vestuários comunitários, centros de lazer, creches, escolas, bibliotecas, garages comunitárias, com carros e motos disponíveis. Ninguém precisa ter nada particular. Todo mundo trabalha de graça e tem tudo de graça. Mas não na base de troca. Isso é perfeitamente possível, não havendo preguiça e nem cobiça.

Professor, o Alberto me respondeu sobre o Hangout, ele disse o seguinte: Por favor, agende para o dia 08/11 e peça pra ele entrar em contato pelo meu email. Muito obrigado! Abraços! A data está boa para você?‎

Está ótima. Às 22 horas mesmo? Confirme para que eu divulgue e me passe as coordenadas para o acesso.

O mundo pode acabar ?‎

Claro que sim. Dentro de uns quatro ou cinco bilhões de anos a Terra será tragada pelo Sol que explodirá e poderá transformá-la em gás ou fragmentos. Um ou dois bilhões de anos antes, ela ficará tão quente, com a transformação do Sol em Gigante Vermelha, que inviabilizará qualquer tipo de vida. Muito antes, daqui a meros dez ou vinte milhões da anos, a espécia humana se extinguirá. A própria estrutura material do Universo será totalmente desfeita dentro de algumas centenas de trilhões da anos, no que se chama "Big Rip". Isso se, antes, nenhum grande asteroide colidir com a Terra e a fragmentar. Quanto ao fim da humanidade por alguma grande guerra, peste ou desastre ecológico, isso, normalmente, não acaba com toda a população, restando alguns que, dentro de algumas dezenas de milhares de anos, conseguirão povoar a Terra nos mesmos níveis de hoje, com novas formas de civilização. Quem sabe bem melhores do que a nossa.

Boa tarde! O que o senhor entende pela Mitologia Grega?‎

Minhas noções de Mitologia Grega não são aprofundadas. Tenho conhecimento dos principais deuses e seus atributos, mas não conheço bem todos os detalhes.

Prof. Ernesto, o que o Sr. acha da juventude de hoje, que crê no evolucionismo, mesmo tendo como maior parte da família (que tende na maioria das vezes estimular nas crenças populares e espirituais) acreditando que se existe um criador de tudo e todos?

Crer no evolucionismo não é uma atitude sensata. É preciso que se aceite o evolucionismo porque se está convencido de que seja verdadeiro por evidências e provas e não por crença. Só se pode crer em algo se não houver nenhum conhecimento estabelecido por evidências e provas a respeito. Então se pode crer no que apresentar os maiores indícios de plausibilidade, crença essa sempre provisória e passível de rejeição, face a outros indícios mais convincentes ou à obtenção de evidências ou provas. Que se convencer da veracidade da Teoria da Evolução em oposição à opinião corrente em sua família, deve argumentar com eles para convencê-los de seu equívoco e, não conseguindo, estabelecer um "modus vivendi" em que, uns aos outros, aceitem as concepções divergentes e se respeitem, sem agressões nem chacotas. Mas não se deve abdicar de conhecimentos bem estabelecidos em favor de crenças gratuitas, apenas para não discordar de quem quer que seja, inclusive pais, irmãos e cônjuges.

Os conhecimentos necessários para se formar um bom profissional estão todos nos livros? Ou seja, é possível ter o mesmo conhecimento de psicologia que um psicologo formado, sem ir à faculdade?

Em boa parte sim, mas não completamente. Não que os professores vão ensinar além do que está nos livros, se você tiver acesso a uma grande variedade de livros, mas é que o ambiente da faculdade, onde há contato com professores e colegas, possibilita a discussão e troca de idéias, para elucidar os pontos nebulosos ou controversos, bem como para contestar e propor outras alternativas inéditas. Os bons professores abrem espaço em suas aulas para críticas e fomentam o debate, o que é muito enriquecedor. Isso não acontece no estudo solitário.

Professor, sobre o Hangout! Ele pediu pra eu entrar em contato com você! Enviei pelo teu facebook uma mensagem. Ele quer o Hangout para amanhã, mas você precisa responder a ele. Ele me disse que enviou-te um email. Aqui está a página dele: http://www.facebook.com/supermemoria?fref=ts‎ Marcelo Augusto

A questão é que hoje eu tenho uma reunião da Academia de Letras à noite e, durante o dia, o facebook é bloqueado no colégio. Então eu só poderei acessar o Facebook sexta-feira, à noite, para responder. Além do mais, nesta sexta-feira eu irei a um aniversário e não vou poder. Tem que deixar para a semana que vem ou outra. Posso qualquer dia, exceto nas quartas feiras em que produzo e apresento um programa de música clássica na Rádio FM da UFV.

Professor, eu tava assistindo o hangout do Pierluigi Piazzi e tive a ideia de indiciar você pro Hangout Mentes Brilhantes. O criador do Hangout parece ter gostado da ideia. Você toparia ir?‎

Sim. Já participei de um. É só combinar.

professor qual sua teoria da nossa criação

Nenhuma, porque nós não fomos criados. Nós evoluímos a partir de espécies antecessoras até o primeiro ser vivo, que surgiu por acaso da matéria inanimada.

Você acha que os adolescentes estão se acabando no mundo das drogas e do trafico ?‎

Há muitos que sim, mas não é a maioria. Uma fração maior ainda se acaba é pelo álcool, que também é uma droga, mas não proibida. Só que faz muito mal, também.

é possivel amar e odiar uma pessoa ao mesmo tempo?‎

Acho que não. O que se pode é amar e sentir raiva de algumas atitudes ou aspectos da pessoa. Mas não odiar. Odiar é algo global. É um sentimento que ninguém deve ter por ninguém. Inclusive porque faz mais mal a quem odeia do que a quem é odiado. Se se odeia, não se ama

O que o senhor acha sobre a desigualdade social?‎

Completamente injustas. Admití-las como inevitáveis e, até, desejáveis é o que caracteriza a visão direitista e conservadora, enquanto o esquerdismo e o progressismo se caracterizam pela inadmissão das desigualdades. Todo esforço tem que ser envidado para que elas acabem. Não estou dizendo que todas as pessoas sejam iguais, mas sim que a sociedade tem que dar a todos as mesmas oportunidades e não discriminar ninguém. Cada um poderá ou não aproveitar as oportunidades, mas ninguém pode boicotar as tentativas dos outros de melhorar. Um mundo ideal não possui classes sociais. Todos são prósperos, bem educados, saudáveis e felizes. Não há pobreza e nem grande riqueza. Não há proletários nem aristocratas. Todos são burgueses. Mas há variedade cultural. Dois males têm que ser abolidos para se conseguir isso: a preguiça e a cobiça.

Camarada E. Von Rückert, o sr não acha que a democracia em um país atrasado mentalmente como o Brasil, facilita a política do ''Pão e Circo''? O sr também não acha que isso atrasa o desenvolvimento do País?‎

Sim, mas é assim que tem que ser. Por enquanto só a democracia é que representa uma forma justa de se governar. Os problemas conjunturais têm que ser resolvidos sem mudanças estruturais. Qualquer tentativa de se implantar alguma ditadura é nefasta. Porque as ditaduras são muito mais corruptas e injustas, além se se moverem ao capricho dos mandatários, que não permitem nenhuma contestação. Melhor do que a democracia só a anarquia. Ainda a alcançaremos, mas tem que ser gradual. Pela democracia é possível se fazer as correções de rumo necessárias e combater a corrupção. É lento, mas é mais seguro e justo. O problema é combater o mal sem tolher liberdades. Muito difícil, mas tem que ser assim.

Acredita no Nibiru/Segundo Sol?

De forma nenhuma. Isso é enganação.

Como vc era na escola? Era difícil de se enturmar com os colegas?

Com a maioria eu não me enturmava. Mas tínhamos um grupo de colegas caxias e CDFs com quem eu me enturmava bem. Os que hoje são chamados de "nerds". Só que, à época (década de 1960), não havia computadores, muito menos internet. Havia meninos e meninas. Todavia, o resto da turma não zoava de nós. Pelo contrário, éramos muito admirados e respeitados. Pediam-nos ajuda nos estudos e nós ajudávamos a todos. Tanto que, ao me formar, fui o único a ser aplaudido de pé, longamente, por meus colegas.

Qual a diferença entre socialismo e comunismo ?‎

No socialismo todos são empregados de um único patrão, o governo. No comunismo ninguém é empregado de ninguém, todos são patrões. No capitalismo há quem seja patrão e quem seja empregado. Note que o que aconteceu na União Soviética e seus satélites, absolutamente, não foi comunismo. Foi um socialismo de estado totalitário e sem liberdades. Uma barbaridade. Comunismo é uma beleza, especialmente se for anárquico. É preciso entender que comunismo, socialismo e capitalismo são sistemas econômicos, enquanto democracia, totalitarismo e anarquia são regimes políticos. Pode-se ter qualquer combinação deles, exceto socialismo anárquico.

Ernesto, o que você acha das pessoas que se opoem ao feminismo, em especial homens, como se este fosse um modo de ofensa?‎

Que são pessoas mesquinhas, tacanhas, egoístas, bitoladas, complexadas, autoritárias, inseguras, injustas. Que não têm a menta aberta, não são igualitárias, não são altruístas, não são responsáveis, não são democráticas. O feminismo é a única atitude sensata e coerente a se ter. Ou seja, a igualdade total de direitos e deveres para homens e mulheres, sem o menor privilégio para nenhum deles. Totalmente indefensável são o machismo e o femismo, que pregam privilégios para homens ou para mulheres, respectivamente. O simétrico do feminismo é o masculinismo, que advoga o mesmo que o feminismo.

Professor, não consegui entender a resolução do exercício no livro. Você pode resolver da sua forma e explicar detalhadamente? A Questão é: Determine a equação da superfície esférica de Centro (0, -4, 3) e tangente ao plano de equação: x + 2y - 2x -2 = 0. A resposta é: 9x²+9y²+9z²+72y-54z-31‎

A esfera em questão terá centro no ponto e raio igual à distância do ponto ao plano.
Dado um plano de equação Ax + By + Cz + D = 0 e um ponto de coordenadas cartesianas ortogonais (a, b, c), a distância do ponto ao plano é dada por: d = |(Aa + Bb + Cc + D)/√(A² + B² + C²)| . No caso do plano x + 2y - 2z - 2 = 0 e do ponto (0, -4, 3), obtemos:
d = |(1x0 + 2x(-4) -2x3 -2)/√(1² + 2² +(-2)²)| = | -16 / √9 | = 16/3
A equação de uma esfera de raio r e centro em (a, b, c) é (x - a)² + (y - b)² + (z - c)² = r² .
No caso em tela, isso fica: (x - 0)² + (y + 4)² + (z - 3)² = (16/3)² . Desenvolvendo:
x² + y² + 8y + 16 + z² - 6z + 9 = 256/9 ou 9x² + 9y² + 9z² + 72y - 54z - 175 = 0.

Qual a opinião do senhor sobre o aborto? (não apenas o fato de ser legalizado ou não, o fato de "matar uma criança)‎

http://wolfedler.blogspot.com.br/2013/07/o-que-achas-sobre-o-aborto-voce-e-favor.html
http://wolfedler.blogspot.com.br/2011/02/professor-o-senhor-e-favor-ou-contra-o.html

Após o Stalinismo, criou-se um espectro do mau, uma caricatura macabra diante do Comunismo e especialmente do marxismo. Você acha que Comunismo é um ideal ruim?‎

Depende do que se está chamando de Comunismo. Se for o regime implantado na União Soviética, de um socialismo de estado totalitário, de partido único, policialesco, sem liberdades, é algo muito ruim mesmo. Mas isso não é o verdadeiro comunismo, que consiste no fato de que são as pessoas as próprias donas dos meios de produção e de seus serviços. Isto é, uma economia de trabalhadores que não são empregados assalariados. Que deve existir em um regime político de plenas liberdades, democrático e, de preferência, anárquico. Esse é o verdadeiro comunismo e é ótimo. Mas ele nunca existiu de verdade, exceto em ensaios no Ucránia, por um brevíssimo período e no kibutzim de Israel, que não se configuravam em uma nação.

Existe alguma situação em que ter autoconhecimento e autocontrole pode ser ruim ou prejudicial?‎

Pelo que me consta, absolutamente não. Sempre é bom ter autoconhecimento e autocontrole.

Professor, quero passar alguns dias em Nova Iguaçu, RJ, tem algum hotel que pode me recomendar? Não conheço nada por lá.. se puder me ajudar.

Também não conheço Nova Iguaçu.

Afinal, o que é ser belo?‎

Ser belo é ser capaz de provocar na pessoa que esteja percebendo, por algum sentido, a coisa em questão, um prazer, dito estético, que consiste em considerar a sensação visual, auditiva, tátil ou de outro sentido, como agradável. Isso, geralmente, está associado a aspectos de harmonia e suavidade, mas sem monotonia, com contrastes que não sejam gritantes. Bem como a capacidade de suscitar sentimentos de alegria, afeição, paz e similares.

O que achas disto, professor? http://universoracionalista.org/marte-ha-cerca-de-2-bilhoes-de-anos/‎

Belíssima concepção. Não necessariamente correta, mas plausível.

O que torna a luz algo tão incrivel? Ela é radiação eletromagnética mas mesmo assim a sua parte visivel não atravessa objetos sólidos. Poderia citar um diagrama mostrando (ao nivel atômico ou molecular) de como a luz viaja no espaço? Ela seria uma radiação carregando fótons ou estou errado?

Não é isso. A radiação eletromagnética consiste de campos elétricos e magnéticos variáveis que se auto propelem, fenômeno descrito pela indução eletromagnética direta e inversa. Os fótons são porções da radiação que são emitidas e absorvidas por sistemas de partículas, apenas em quantidades inteiras deles. Ao longo da propagação não existem fótons, mas apenas na emissão e absorção. Cada sistema material possui níveis de energia dos estados em que podem se configurar, que limitam a absorção e emissão de radiação eletromagnética apenas aos fótons cuja energia coincida com a diferença de energia dos estados admissíveis do sistema. A estrutura da ligação entre as partículas do sistema estabelece se fótons absorvidos sejam reemitidos ou não. Se eles forem reemitidos internamente, o sistema é transparente para a frequência daqueles fótons, caso contrário é opaco. Isso depende, também da temperatura e densidade do sistema. Há sólidos transparentes, como há gases opacos. O Sol é gasoso, mas é opaco. O Universo primitivo, nos primeiros 380 mil anos, era totalmente opaco, como se o Universo todo fosse o interior de uma única estrela. O interior do Sol é totalmente negro. Ele só é brilhante da superfície para fora.

Atendendo a pedidos:‎

 http://wolfedler.blogspot.com.br/2012/06/cite-uma-forma-eficiente-de-estudo.html

Você acredita que o universo surgiu do nada? Mas será que isso é mesmo possível?‎

"Do nada", não, pois não existe e nunca existiu "o nada". O Universo surgiu sem ter do que provir, isto é, "de nada". "Nada" é a inexistência de qualquer coisa. Aliás, esta é, também, a concepção dos criacionistas, que consideram que tal surgimento foi um ato criativo de uma entidade supra-natural, extrínseca ao Universo, a que denominam "Deus". A existência de tal entidade é controversa e muito implausível. Todavia, a alternativa ao surgimento sem ter do que provir é a de que o Universo sempre existiu. Pode ser. No entanto os indícios observacionais são no sentido de que houve um momento em que o conteúdo do Universo passou a existir, ou seja, os campos, a matéria, a radiação, o espaço, o tempo, as estruturas, as interações, as ocorrências, com todos os seus atributos, quais sejam, extensão, massa, carga, energia, movimento, intensidade e tudo o mais. Antes desse momento não havia nada, nem espaço vazio, nem mesmo "antes". Isso não é uma questão de acreditar e sim de verificar. Se for verificado que sempre existiu Universo é o que se deverá considerar. Mas, em razão dos atuais conhecimentos, há que se considerar que houve um surgimento e que, portanto, como não havia nada do que provir, tal surgimento não foi uma transformação. Argumenta-se que as leis de conservação o proíbem, mas as leis de conservação se aplicam só ao que existe. O evento de passagem da inexistência para a existência da totalidade das coisas está fora de seu alcance.
Um último comentário é de que o denominado "Argumento Kalam" de que seria impossível ao Universo ser eterno para o passado é falacioso. Não é por ele que se diz que o Universo teve um surgimento. É uma questão fática. Em meus blogs já analisei essa falácia. Procure por "Kalam" na caixa de busca deles:
www.ruckert.pro.br/blog
www.wolfedler.blogspot.com

É a favor do Ensino Religioso nas escolas?

Religioso não, mas de religiões, sim. A diferença é imensa. Ensino Religioso é como aula de catecismo. É uma doutrinação religiosa em uma particular religião. Ensino das religiões é uma abordagem histórica e filosófica de todas as principais religiões existentes, em que se estudam suas doutrinas, suas escrituras sagradas, suas práticas, sua história, sua disseminação, suas obras, sua cultura, sua arte e tudo o mais a respeito, para que os jovens possam analisar criticamente todas elas e fazer uma escolha consciente da que pretendem aderir. Inclusive, têm que ser apresentadas as concepções ateístas e agnósticas. De forma completamente isenta e não partidária de nenhuma. Pelo menos é preciso se apresentar o islã (sunita e xiita), o judaísmo, o budismo, o jainismo, o paganismo, o espiritismo, o hinduísmo, o xintoísmo, o catolicismo, o protestantismo, o neo-pentecostalismo, o mormonismo, o siquismo, o candomblé, a umbanda, o taoísmo, o kemetismo e outras relevantes. Considero que isso seja de extrema importância, justamente para que ninguém siga qualquer religião simplesmente porque é a dos seus pais ou a que a maioria dos outros o faz.

Ernesto, ano que vem vou cursar engenharia, provavelmente precisarei de uma calculadora cientifica, e ja quero comprar pra ir aprendendo a usar, vc sabe me indicar alguma que seja boa, que eu possa ficar bastante tempo com ela?‎

Há três excelentes, com arquiteturas diferentes:
A HP-50G, da Hewllett_Packard (http://www8.hp.com/us/en/products/calculators/product-detail.html?oid=3235176#!tab=features);
A Texas TI-nspire CX-Cas (http://education.ti.com/en/us/products/calculators/graphing-calculators/ti-nspire-cx-cas-handheld/tabs/overview):
A HP Prime, a mais avançada que existe (http://www8.hp.com/us/en/prodserv/calculator.html).
Você pode baixar um emulador gratuito dela em:
https://arvoov.com/items/29/HP-Prime-Emulator.html
http://tiplanet.org/forum/archives_voir.php?id=19606

Professor, pretensão é com s. Leia mais

Obrigado pela correção.

http://mulhercompa.blogspot.com.br/2013/10/musica-brasileira-heranca-perdida.html Ernesto, poderia fazer um comentário sobre o que você achou do meu texto? Gostaria muito de sua opinião, é importante para mim. Obrigada. Tenha um bom dia

Concordo plenamente. Muito bem escrito. Veja isto:
http://ask.fm/wolfedler/answer/103080518941

Professor!! dá dicas ai, pra estudar matemática em casa, e também para estudar nas provas??‎

Digite no Google:
inurl:ask.fm/wolfedler estudar

http://ask.fm/wolfedler/answer/103074766877 Que interessante, professor! E, realmente, "Lacrimosa" é linda, eu não conhecia. Eu também aprecio música judaica e de hinários protestantes, vc conhece?‎

Conheço hinários protestantes, especialmente o "Hináirio Luterano Sueco", que acho muito bonito. Mas não conheço música judaica e gostaria de conhecer. Brahms compôes várias peças para órgão com base em hinos luteranos que são magníficas.

Camarada E. Von Rückert, o sr acha que com o tempo, o número de ateus tende a aumentar ou diminuir?

A aumentar. Em razão do aumento generalizado da prosperidade e, em decorrência, do nível educacional. Não estou dizendo, como isso, que religiosos sejam ignorantes ou burros, mas é fato de que a proporção de ateus seja maior entre pessoas mais intruídas.

Qual e o valor/importância da arte pra você?

Muito grande. Porque a arte, face a sua gratuidade, isto é, não se tratar de nada necessário, expressa, mais do que tudo, a liberdade do homem e seu espírito criativo, que supera meramente a luta pela satisfação das necessidades. A arte, como a ciência e a filosofia, são expressões da inteligência e da sensibilidade, como a política é uma expressão da vontade (sem deixar de lado a inteligência e a sensibilidade). A arte é supérflua, mas é justamente para o supérfluo que o homem dedica-se a produzir mais do que o necessário. Justamente porque se compraz em fruir o prazer estético desconpromissado com os aspectos utilitários é que o homem se destaca em relação aos outros animais. Assim a arte, como o pensamento, são as atividades mais elevadas da humanidade. É o que distingue o homem.

Qual a sua opnião sobre uma mulher de 22 anos que não gosta de namorar rapazes da sua faixa etária prefere namorar homens acima de 30 anos?

Que ela é inteiramente livre de fazer as escolhas sentimentais que lhe aprouver. Não existe nenhuma determinação de que só se possa gostar e se relacionar com pessoas da mesma faixa etária. Cada um que proceda do modo que achar melhor. Criticar qualquer que seja o posicionamento de alguém a respeito revela uma mentalidade mesquinha e preconceituosa.

Realmente, o senhor é incrível! O senhor sabe usar as palavras, tem belos argumentos, e ainda é muito realista. A humanidade precisa de um cérebro que nem o seu, só assim pra resolver grandes problemas que vivemos hoje

Obrigado pelo apreço demonstrado. Fico contente em ler isso.

Onde o senhor estava em Outubro de 1998? só pra testar a sua memória.‎

No Brasil, pois já era nascido e nunca saí daquí. Mais especificamente, nesta cidade de Viçosa, Minas Gerais, pois à época, eu já estava trabalhando onde ainda trabalho e não era mês de férias

Vc disse um dia que não chama ninguém de senhor pq se colocaria em uma posição de inferioridade. Mas se um dia tiver que falar com o presidente ou juiz, evitará a "vossa excelência?" ''Vossa Magnificência'' para reitores,etc..? "Vossa Senhoria" para chefes executivos, policiais civis e federais?‎

Também não uso esses tipos de tratamento, nem em correspondências. Para evitar usar "você" e não ter que usar senhor ou vossa excelência, mudo a redação. Por Exemplo (fictício);
"À Presidente da República do Brasil,
Dilma Russeff.
Solicito-lhe a concessão de uma audiência consigo neste mês de novembro para tratar de questões relativas a situações que ferem a laicidade do Estado em muitas circunstâncias da vida política nacional, para o que desejo que essa Presidência determine ao Ministério da Justiça a emissão de Portaria regulamentadora da proibição de crucifixos em repartições públicas, bem como a retirada da frase "Deus Seja Louvado" das cédulas de reais.
Agradecido pela atenção."

Como ter certeza do que a pessoa diz em relação à sentimentos (através de palavras)? Será que devemos confiar em qualquer coisa que dizem para nós?‎

Não se pode confiar em tudo o que se diz, mas se pode confiar se o que se diz espelha o que se faz. Não se pode saber o que alguém sente ou pensa se ele não disser. Mas se pode saber se o que ele diz que pensa e que sente seja verdade, se o que ele faz confere com o que ele diz. Ações e atitudes é que revelam o caráter de uma pessoa.

Você tem noção do interesse capitalista por trás do tráfico de armas e drogas, mais especificamente em São Paulo e Rio de Janeiro (que são os que mais recebem o tráfico) e parte do Paraná?

Claro que sim. Isso é uma barbaridade. Mas não é isso que faz a ruindade do capitalismo tal que se apresenta. Isso é um aspecto conjuntural. A ruindade do capitalismo está da desigualdade que é promovida entre os grandes capitalistas e os trabalhadores assalariados de baixos salários. Mas esse não é o caso de assalariados de altos salários nem de micro-empresários. Os micro-empresários são patrões e são detentores de capital que estão num nível social e econômico bem abaixo dos executivos assalariados das grandes empresas. Então a questão não é da estrutura do capitalismo e sim da conjuntura capitalista. Mesmo assim, acho que a estrutura do capitalismo propicia o surgimento desse estado de coisas. Todavia um capitalismo totalmente igualitário, em que todos sejam capitalistas e todos sejam igualmente prósperos, não seria ruim. Esse seria a melhor maneira de abolir o capitalismo.

Vamos supor que uma pessoa se de bem com pessoas de todas as raças , crenças , culturas e etc e se dá mto bem com os negros e tals. Mas acha mulheres negras feias apenas ñ ficaria com elas. Isso é racismo ou ñ ?‎

Não é racismo sentir atração por pessoas de certas raças e não por de outras. Tanto da parte de homens quanto de mulheres. Mesmo apreciar mais a beleza (de quem seja bonito, naturalmente, porque qualquer raça tem gente feia e gente bonita) de pessoas de algumas raças e menos de outras. Racismo é considerar que as pessoas sejam inferiores por serem de algumas raças em comparação com outras. Usar o termo "raça" é considerado politicamente incorreto, e mesmo, cientificamente. No entanto prefiro usá-lo para caracterizar aspectos fenotípicos próprios de certos grupamentos, quanto geneticamente isolados, desde que tal uso não se configure em juízo de valor. É claro que chineses são diferentes de nórdicos, que são diferentes de polinésios, que são diferentes de africanos, que são diferentes de árabes, que são diferentes de ameríndios em vários aspectos fenotípicos. Não vejo problema em chamar isso de "raça" e não considero que seja racista por pensar assim, pois não atribuo a essas diferenças nenhum critério de valor ou outras características que não elas mesmas, como inteligência ou caráter.

http://ask.fm/wolfedler/answer/103078758941# Resposta interessante, em vista que na Finlândia tem faltado mão-de-obra barata, o dito "peão" pra indústria ou serviços como jardinagem, mecânico, encanador e pedreiro. Quase 98% da população adulta lá tem diploma universitário.‎

Isso é ótimo. Assim é que tem que ser. Esses serviços têm que ser feito pelos doutores mesmo. Cada qual na sua casa. Ou então, que se cobre caro por eles. O mesmo que uma consulta médica. Senão ficam sem ser feitos. Façam uma cooperativa de coleta de lixo em que, por rodízio, as pessoas façam o serviço, de graça, deixando o governo de lado. Isso é que é anarquia da boa. Serviços feitos de graça pelas pessoas em cooperação.

http://mulhercompa.blogspot.com.br/2013/10/musica-brasileira-heranca-perdida.html O que acha desse artigo? Gostaria muito que você o lesse, por favor, se não for pedir demais. O que você achou dessa publicação?‎

Isso mesmo, gostei de ler.

É verdade que a equação de Schrodinger está para a Mecânica Quântica como a 2º Lei de Newton está para a Mecânica Newtoniana?‎

Sim. É mais ou menos isso.

É possível acontecer o Apocalipse?

Claro que não. Isso é uma ficção fantástica. Uma obra de imaginação inteiramente maluca.

Vc seria feliz se tivesse um emprego que ganha apenas um salário mínimo pra sempre ?‎

De modo nenhum. Mas poderia ser feliz se vivesse em uma sociedade sem dinheiro em que trabalhasse de graça e tivesse tudo para mim de graça. Esse tipo de coisa é que tem que ser incentivado para, aos poucos, o dinheiro ir perdendo o seu valor até não precisar mais existir. Inclusive, incentivar as pessoas a não serem empregadas, mas empresárias. Isto é. Não ter salário nenhum, mas vender seus produtos e serviços como autônomos.

O governo deve investir em Ciência?

Sim, mas não em primeiro lugar. Em primeiro lugar tem que ser a educação. Por meio dela é que se conseguirá produzir ciência, acabar com a pobreza, com a doença, com a insegurança, com a criminalidade e todos os demais males sociais. E esse investimento tem que ser colossal e permanente, ao longo de muitos e muitos milênios, até que tudo funcione perfeitamente sem governo e sem dinheiro.

Você é feliz sobre/vivendo no capitalismo?‎

Não nesta forma de capitalismo que existe aqui, em que poucos detentores do capital exploram o trabalho de muitos trabalhadores assalariados. Mas em um capitalismo em que todos fossem capitalistas e não houvesse trabalhador empregado, ou seja, em que os trabalhadores fossem os donos dos empreendimentos em que trabalhassem e não houvesse concentração de dinheiro em poucas mãos, isso não seria ruim. O ideal não é acabar com a burguesia e sim acabar com o proletariado, de modo que a população toda do mundo seja burguesa. Então não haverão classes. Não é preciso haver luta de classes. O proletariado não tem que vencer a burguesia. Tem é que se tornar burguês. Já pensou em todo mundo adulto tendo curso superior? Todo mundo tendo excelente saúde? Todo mundo sendo bem próspero? Isso é que é o ideal. Esse é que é o caminho para o anarco-comunismo.

na sua opinião , Ciência , militarismo e política andam juntos ?‎

Não. Cada qual tem o seu interesse e busca a colaboração do outro para alcançá-lo. Mas são divergentes e só convergem conjunturalmente, em função de objetivos pontuais.

O senhor considera Suécia, Finlandia e Noruega socialistas? Achei que eram social-democracias.‎

Social-democracia é uma forma de socialismo hibridado com o capitalismo. Muito melhor do que o socialismo estatizante monopartidário e totalitário e muito mais próximo do comunismo e do anarquismo. O modelo marxista para o comunismo é um modelo completamente equivocado. O bem da humanidade se dará com o anarco-comunismo. Mas ele não será nunca alcançado pelo socialismo estatal e sim por uma pulverização tão grande do capitalismo que levará toda a população a ser capitalista, com a abolição do trabalho assalariado, até que o dinheiro e a propriedade deixem de existir por falta de necessidade.

Vc gosta de música sacra mesmo sendo ateu?

Sim, porque não? É linda, musicalmente falando. Especialmente a de Bach e Mozart. Já ouviu "Lacrimosa"?
Como diz o Alain de Botton, é pena que o ateísmo nunca tenha produzido arte da mesma estatura que a religiosidade produziu, em todas as religiões. Não só música, mas escultura, pintura, arquitetura e todas as demais. Isso precisava ser feito, ou seja, uma arte portentosa, tendo inspiração científica, filosófica e puramente humanística, sem nenhum apelo a nada extra-natural e social. Existe, mas é muito incipiente.

Ernestinho, você é o anarquista que a burguesia ama. ♥ É isso ae, bora todo mundo abandonar a luta, sentar ouvindo Chopin e deixar esses proletas afundados nas culturas podres que os representam. Vamos deixar que o Grande Milagre da Educação cumpra o papel revolucionário por nós. TAH SERTO.‎

Exatamente. É isso que está certo! As revoluções são funestas e não resolve o que pretendem. E qual o problema de ouvir Chopin? Trata-se de música de excelente qualidade. O que eu quero é, para começar, até conseguir chegar á anarquia, acabar com o proletariado, transformando cada proletário em burguês. E acabar com a plutocracia e a aristocracia também. Sem revolução. Por leis e mudanças econômicas e sociais. Esse é o meu pensamento.

Desde 1976 há eleições presidenciais em Cuba, isso é Democracia.Os Cubanos não são pobres, só não há grande fartura pelo atraso industrial, mas, por exemplo, 85% dos Cubanos tem casa própria.Há qualidade de vida, Cuba é o 59º País com maior IDH do mundo, enquanto o Brasil é o 85º.

Sim, mas eleições presidenciais sem oposição, com partído único. Isso é democracia? Parece até a Arábia Saudita, onde os locais podem ter qualquer religião, desde que seja Islamismo Sunita. Caso contrário são condenados à morte.

já fumou maconha?‎

Nunca e nem tenho a menor pretenção. Também nunca fumei tabaco e nem pretendo

Bonito. E esse aspecto evolutivo aí tá pelego demais pra mim, mas show. Bonito mesmo assim. Só que explica aí como a gente alcança a ~evolução~ tratando a cultura do gueto como cultura lixo, sem valor e chula? E a emancipação proletária, fica como? Não fica? Deixa as elites cuidarem da cultura?‎

Esta é a sua opinião, de que discordo. A emancipação proletária se dará com a migração dos proletários para a classe média, que, quando for a unica, acabará com o conceito de classes sociais. E, à medida que o povo for tendo acesso a níveis mais elevados de educação, acabará mudando suas predileções estéticas naturalmente, passando a apreciar a produção cultural que você chama de "elitista". Isso tem acontecido sempre que pessoas deixam de ser proletárias e se alçam a níveis maiores de renda e de educação. Por outro lado, no passado, o samba se originou nos guetos e é uma música de melodia, harmonia, ritimo e poesia maravilhosos. O Jazz e o Blues também surgiram nos guetos de New Orleans e são música de primeiro calibre. O fato da elite ter assimilado o Jazz, o Blues e o Samba se deveu a sua qualidade intrínseca, que superou qualquer preconceito contra a origem proletária deles. Isso não acontece com o Funk. O proletariado é capaz de fazer música e poesia de alta qualidade musical e literária sim. Veja o caso de Cora Coralina.

E eu não acho que o Socialismo cubano deu tão errado assim, talvez para os nossos padrões ocidentais.‎

Deu sim. Os cubanos são pobres. O socialismo de lá não lhes concedeu prosperidade. E eles não estão satisfeitos com a situação de lá. Lá não há liberdade plena. O governo não é democrático. Socialismo que deu certo foi na Suécia, Noruega, Finlândia, Israel.

Tá beleza então, cara. Só é um pouco complicado organizar revolução socialista libertária desprezando cultura popular. Música caipira de raiz é música popular, mas não é proletária. Não se escuta isso nos guetos. Mas tá show, eu que tô malucão, ver racismo em paladar elitista é maluquice mesmo.‎

Uma sociedade libertária jamais será alcançada por revolução nenhuma. Só por evolução. E ela vai acontecer por meio da educação. E a educação consiste, justamente, na capacitação popular para se elevar a um nível de conhecimento e cultura atualmente restrito às elites. Ou seja, não se trata de igualar toda a sociedade com as referências ditas "populares", mas em igualar toda a sociedade com as referências ditas "elitistas". Em suma, que toda a sociedade se torne uma única classe média, tanto em termos de prosperidade, quanto em termos de valores culturais.

Professor, o que acha dos argumentos usados nas respostas deste usuário ‎@Heydrich88 ??‎

Completamente inverídicos. Revelam sua estreitesa mental e seu preconceito visceral, completamente irracional. Não há diferença genética que estabeleça superioridade de capacidade intelectual de nenhum povo em relação a outro. Essas diferenças são individuais. O fato da Europa ter-se destacado tecnologicamente em relação a outros povos se deveu a conjunturas geográficas, climáticas e históricas que, se tivessem ocorrido com outros povos, eles é que estariam na vanguarda tecnológica. Em relação a outros valores culturais, não tecnologicos, as civilizações chinesa, indiana e árabe, por exemplo, são equivalentes à européia. Quanto aos negros, digo que sua situação de baixo desenvolvimento que possibilitou a dominação européia sobre eles se deve às condições da natureza africana, que não lhes propiciou desafios a serem superados, especialmente o frio. O frio é um construtor de civilizações. O mesmo se aplica ao aborígenes da Polinésia e aos indígenas das Américas, exceto os Maias, Incas e Astecas. Nesses casos houve outros reptos a serem superados.

Não gostar é totalmente respeitável, bicho. Mas não foi isso que você falou - disse que detesta, que é horrível, chulo, pobre, sem valor. Até que ponto essa opinião é apenas paladar musical? Não ocorre influência social nesse pensamento? Saca esse som, maluco: http://youtu.be/4SIq7STXcZg

De modo nenhum. Acho isso mesmo. E não tem viés social nenhum. Se fosse produzido por alguma elite de qualquer cor, minha opinião seria a mesma. Esse som, para mim, é pobre de harmonia e melodia e a letra é pobre de poesia. Mas não é só o funk que é pobre de música e poesia. O sertanejo universitário também é horrível. Michel Teló, Mamonas Assassinas, Luan Santana também são horríveis. É o que eu acho.

Professor, na sua opinião o que deu mais errado:O Capitalismo Americano ou o Comunismo Chinês ?‎

O Capitalismo Americano, mesmo que eu não concorde com ele, não deu errado. Para eles deu muito certo. O Comunismo Chinês deu errado, especialmente a "Revolução Cultural". Tanto é que eles deixaram-no de lado e se voltaram para uma economia capitalista em uma política totalitária. O Socialismo de Estado, que foi chamado errôneamente de Comunismo, pelo modelo da União Soviética, copiado na China, no Leste Europeu e em Cuba, é desastroso. Não tem nada de comunismo de fato. No verdadeiro comunismo, os meios de produção não são do governo e sim das pessoas. Só que não há empregados. Todos são patrões.

Ernesto, você acredita nos illuminati? tem alguma opinião sobre?‎

Os Illuminati existiram na Baviera no fim do Século XVIII, mas não existem mais. Há quem diga que sim, mas isso não é confirmado.

Você pode admitir isso ou não. Gostar de blues e jazz não é desculpa. Blues e jazz são estilos negros alçados à posição de cultura de elite.

Que seja. Mas há música popular que eu gosto muito, como a caipira de raiz.

Que motivos levam o senhor a bloquear alguém aqui no Ask ?‎

Falta de educação.

Camarada E. Von Rückert, o sr não acha que esses ateus que simpatizam com o satanismo acabam manchando a imagem do próprio ateísmo? Chega até ser cômico: ''Deus não existe. Viva Satan''. Cômico e incoerente.‎

Completamente incoerente. A noção de Satanás só tem sentido no contexto da existência de Deus. Quem adora Satanás é contra Deus, mas acredita nele. Ateus não são contra Deus, pois sabem que ele não existe e não se pode ser contra algo que não exista. O que ateus lamentam é que pessoas sejam enganadas por sua crença em Deus. Mas, também, não são inimigos de que creia em Deus.

Não gosto de Indie. Se alguém me perguntasse o motivo, seria porque simplesmente não curto. Não me interesso. Como posso afirmar algo sobre as letras indies se nunca ouvi todas? Sua afirmação sobre funk é totalmente equivocada, e é fruto de uma visão elitista sobre a cultura da periferia. (+)‎

Não é não. Já ouvi funk e não gostei. Como não gosto de Axé, pagode, sertanejo universitário e outras. Não gosto. É o meu gosto. Muita gente não gosta de música sacra e eu gosto. Cada um tem o seu gosto. Gosto de ópera, gosto de ballet, gosto de música clássica, gosto de samba, gosto de Bossa Nova, gosto de tango, gosto de "Easy Music", gosto de "New Age". Se você acha que isso seja elitismo, então é, para você. Sou elitista, pronto. Não preciso gostar de alguma música porque seja daqui ou dali. Isso é demagogia. Se for por isso, eu sou elitista porque tomo vinho e não tomo cerveja, porque bebo chá (não infusão de outras plantas, mas de chá mesmo - Camellia Sinensis). Porque gosto de usar gravata e paletó, porque não uso tênis, mas só sapato social, nem uso camiseta de malha com escrito, no máximo camisa pólo, com gola. É o meu modo de ser e não acho que seja condenável por critério nenhum.

Porquê nunca tira minhas dúvidas? A quem recorrer, ao superman?‎

Eu não recuso resposta a ninguém em particular. Acontece que me chegam uma 60 perguntas por dia e eu só dou conta de responder umas 25. Algumas vão ficando para trás, não por escolha, mas por acaso. É inevitável. Quando a resposta depende de uma pesquisa de minha parte e, na hora, estou sem tempo, deixo para depois, só que me esqueço. De vez em quando faço uma varredura para ver umas relevantes que eu deixei para depois. Priorizo as de interesse geral em relação às particulares. É um critério meu.

Professor, quantas pessoas você bloqueou em seu Ask?‎

Umas duas ou três, no máximo.

Ernesto você já fez a prova do Enem? Qual a maior nota que já conseguiu?‎

Nunca fiz.

http://ask.fm/wolfedler/answer/62421758237 Mas, Ernesto, que opinião racista é essa?!‎

Isto não é opinião racista nenhuma. Não gosto de funk porque acho horrível, todavia aprecio jazz e blues, que são músicas de origem negra, que ouço muito e adoro. Meu gosto musical se prende tão somente às características musicais e poéticas da música e não às origens étnicas de quem a faça.

Por que será que as pessoas tiveram tanta dificuldade no Enem na questão do Nano Kid professor?‎

Não fiz o ENEM e nem tomei conhecimento das questões. Só vou vê-las amanhã.

Como faço para manter as baratas longe do meu quarto?‎

O melhor é você chamar uma firma de desinfestação e fazer uma em sua casa toda. Depois manter tudo na mais perfieta higiene. Mas não só o seu quarto, como também a casa toda e as adjacências.

O que acha de certa ala do PSDB paulista querer exterminar o ensino de história e filosofia, das escolas públicas?‎

Uma barbaridade. História e Filosofia são essenciais para a compreensão do mundo em que estamos inseridos e da vida. Mesmo que eu discorde da metodologia pedagógica usada, considero que esses assuntos não podem deixar de ser vistos na Educação Básica. E têm que ser visto de forma espiralada, isto é, o mesmo assunto abordado no fundamental e no médio, mas nesse com maior abrangência, delalhes e profundidade.

Na tua opinião, é possível, para alguém que tem não afinidade alguma com exatas e tenha dificuldade pra aprender, supra essa dificuldade? Ou o senhor acha que quem prefere humanas (e tem facilidade) deve investir nisso e deixar de lado o que aparenta dificultoso?

Acho importante que toda pessoa adulta tenha conhecimentos e habilidades de todas as áreas, no nível da Educação Básica (Fundamental e Médio), não importa a área em que vá atuar, faça ou não um curso superior (considerando que TODOS tenham que ter a Educação Básica completa). Isso porque esse nível básico provê a pessoa de conhecimentos gerais para entender o mundo em que está inserido (Mas não todos). Assim, é muito importante que advogados entendam de física e biologia, que médicos entendam de matemática e literatura, que engenheiros entendam de geografia e história e assim por diante. Nesse nível, até o Ensino Médio. De modo que, em minha opinião, você deva se esforçar, mesmo que vá atuar na área das humanas, em saber o conteúdo e desenvolver as habilidades das disciplinas das áreas de exatas e biológicas também. Além de outras coisas que as escolas não ensinam mas deveriam, como consertos domésticos, finanças, artes, corte e costura, culinária, jardinagem, horticultura, computação, mecânica de veículos, direção de autos, maternagem e paternagem e muito mais. É perfeitamente possível superar as dificuldades de aprendizado no que quer que seja da Educação Básica (Fundamental e Médio), pois é um conhecimento elementar. Basta força de vontade e saber como estudar corretamente, como eu expliquei na outra resposta. É claro que não pode ter a mínima preguiça.

O senhor é estóico?‎

Bastante. Cultivo uma sínteses dialética do estoicismo com o epicurismo, que já é uma síntese, mas não dialética, do hedonismo com o eudemonismo.

Você acha que a religião trouxe maus beneficios para o sociedade? Eu acho que sim

Maus benefícios? A religião trouxe alguns benefícios e outros malefícios, mas, para mim, os malefícios são maiores. Os benefícios se referem à caridade que elas fazem, ao controle comportamental que promovem e o consolo que concedem às pessoas nas vicissitudes. Todavia isso o fazem às custas de um engodo. Além do mais, cultivam uma atitude de passividade e submissão perante os opressores, além de, muitas vezes, levarem doentes à morte, na confiança de curas milagrosas. Toda a caridade, controle e conforto que elas podem prover é perfeitamente factível pela própria sociedade e pela filosofia. Não é preciso recorrer ao sobrenatural. O pior, contudo, é que todas elas são inverdades. E a verdade é um valor mais elevado do que a fé.

Admiro quem consegue devorar vários livros ao mesmo tempo, porém, não consigo criar o hábito da leitura. E apesar da minha profissão (professora), livros não me atraem. Sou fascinada por jornais, revistas e websites. Alguma dica para que eu possa me interessar mais pelos livros? Obrigada!‎

Sim. Pegue um livro e se forçe a lê-lo, mesmo sem estar disposta. Só o abandone se for muito chato. Mas, usando da força de vontade, você vai se acostumando a ler, mesmo sem gostar e acabará gostando. Se não conseguir ter a força de vontade não tem jeito. Desista! Isso vale para qualquer coisa que queira fazer, como emagrecer, fazer exercícios, aprender novo idioma, aprender música, aprender a nadar. Tudo depende da força de vontade. Como adquirí-la? Pela força de vontade, pensando nos benefícios que pode trazer e se imaginando exageradamente como seria se não conseguisse.

Costumo estudar durante uma semana o mesmo assunto, por que quando chega na hora da prova eu não consigo lembrar como fazer algumas questões? Isso seria nervosismo?

O nervosismo vém da insegurança e a insegurança vém da forma incorreta de estudar. Todo estudo tem três momentos que precisam ocorrer no mesmo dia, na sequência certa, mas com intervalos entre eles. O primeiro é o da aquisição e entendimento do assunto. Isso é feito por leitura, que tem que ter os tópicos anotados e as ênfases marcadas ou sublinhadas. Cada parágrafo que se lê, se pergunta: entendido? Se não, leia de novo ou busque outra fonte de informação. É bom ler duas vezes. uma em silêncio, outra falando. O segundo momento, que tem que ser atacado depois de algum intervalo em que se faça outra coisa, é o da compreensão e aprendizagem, Para isso é preciso fazer um esquema, como se fosse ensinar o assunto, buscando argumentos para convencer outros do que se quer saber. Redija uma espécie de apostila. Mas isso tem que ser à mão e não no computador. É para associar a memória motora à visual. O terceiro momento, que tem que ser no mesmo dia, antes que se durma, consiste em aplicar o assunto por meio da resposta de questionários, da feitura de exercícios e da solução de problemas. Então se deve dormir para o cérebro transferir o conteúco para a memória cortical de longa duração e fixar o aprendizado. No dia seguinte, antes de estudar novo assunto, faça um teste do que aprendeu do dia anterior, resolvendo questões inéditas.

Numa anarquia, o dinheiro existe? Não bastaria a distribuição igual dos produtos e serviços, feitos por cada um?‎

Uma das características da anarquia é a ausência de dinheiro e de propriedade. Mas isso tem que acontecer espontaneamente, por falta de necessidade e não por decreto ou lei. Da mesma forma que o governo e as fronteiras. A anarquia vai chegando aos poucos e dentro de poucos milhares de anos já estaremos nela. Nâo se pode impor anarquia, senão não é anarquia. O anarquismo é a visão de que a anarquia seja o ideal e a proposta de como se chagar lá. Não pode ser por revolução, como o querem algumas correntes. Uma revolução é incapaz de levar à anarquia.

Tenho 22 anos, é muito tarde pra começar a ler? Qual seria o tempo diário ideal em cima dos livros? (Intervalos, continuidade, horarios etc)‎

Nunca é tarde para nada. Acho bom ler umas duas horas só por dia, para começar. Umas quatro nos sábados e domingos. Não leia um livro só de cada vez. Leia uns dois ou três e vá revesando. Leia em todos os momentos em que tiver chance. Leve um livro para onde for. Leia no ônibus, nas esperas, no banheiro, na cama. Para de ver muita televisão e leia em vez disso. Comece por livros que você goste. Se não estiver gostando, pare e mude para outro. Aos poucos vai aumentando o leque que você vai gostar. Leia romances e livros de divulgação. Leia revistas e jornais.

o senhor e mto rebelde ? ta de zoa ?‎

Tenho um estilo aristocrático mas tenho idéias muito avançadas. Não concordo com a pedagogia atual e faço uso da minha. Não ensino o que vai cair no ENEM e nos vestibulares mas o que é importante para a vida, para o entendimento do mundo, do Universo. Uso o método da redescoberta, que faz do estudante um cientísta, para ele mesmo descobrir e deduzir tudo. Complico bem o assunto, para forçar ele a quebrar a cuca e desenvolver a inteligència. Então contrario o que os alunos querem, que é só moleza e o que a direção quer, que é alunos satisfeitos. Essa é a minha rebeldia. Além do mais, não ensino só Física e Matemática. Em minhas aulas de Física eu dou lições de Ética, de Política, de Filosofia, de Vida, enfim.

Como "estudar" matemática? É bom ler ou apenas treinar exercícios?‎

O que é preciso, para estudar bem, não só matemática, mas tudo, é estudar como se fosse lecionar o assunto. Isto é, preparar uma aula dele, arranjando as melhores maneiras de explicá-lo, inventando problemas para ilustrá-lo (eu disse "inventando" e não pegando os já prontos). Os exercícios é bom lê-los para ver se sabe fazer. Se souber, pule. Faça os que não tiver certeza que sabe. Quanto aos problemas (que não são meros exercícios, mas situações complicadas), faça vários, mas só depois que estiver bem seguro da teoria. Isso envolve saber deduzir as fórmulas, saber em que se aplica e não se aplicam, bem como identificar as situações que corresponde a tal ou qual teoria.

O sr defende a liberdade plena e irrestrita de expressão? Inclusive pra escarnecer de indivíduos já mortos?‎

Sim, desde que seja usada com responsabilidade e educação. Pode contestar e repudiar quem quer que seja, vivo ou morto, desde que embasado em verdades.

O senhor não pensa em voltar a dar aulas?‎

Sim, gostaria. Mas não me enquadro mais nas exigências das escolas da Educação Básica da atualidade. Sou muito rebelde. Gostaria de ensinar, no ensino básico, que Deus não existe. Mas não iriam me deixar. No bacharelado em Física, eu ensinava cosmologia e física quântica. Isso seria bom ensinar de novo.

http://ask.fm/wolfedler/answer/103008381725 PEGANDO GANCHO.... O que acha dessa frase de Anísio Teixeira?? http://kdfrases.com/frase/120407‎

Corretíssimo!

http://ask.fm/wolfedler/answer/103026266653 Pegando gancho. Eu trabalhei numa Escola de Educação Básica (creche a Infantil II). E a escola, no ato da matrícula, tinha uma ficha com 3 perguntas sexuais sobre a criança. Achava ridículo e me constrangia em perguntar aos pais

Não acho que seja ridículo e nem constrangedor. Acho que sexo deva ser um assunto tão normal para se falar a respeito como qualquer outro. Quais eram as perguntas?

O senhor, nessa idade, se define como Anarquista. Me surpreende. Acredita mesmo num mundo sem Estado e sem instituições?

Claro que sim. E considero que seja a tendência natural da humanidade. Veja tudo o que escrevi a respeito em meus blogs, colocando a palavra "anarquismo" na caixa de busca ou nesses sites de respostas colocando no Google: inurl:wolfedler anarquismo .

Qual a profissão mais aborrecida de sempre?

Para mim é a profissão de bancário. Detesto mexer com dinheiro. Jamais a exerceria. Não tenho nada contra as pessoas que a exerçam. Mas eu detestaria ser. Quer dizer, fora outras, como a de carcereiro, carrasco, ou similares.

Vi que o senhor foi criado em Barbacena, você conhece o Museu Do Louco, no antigo hospício aonde aconteceu o "holocausto brasileiro"? O que acha desse episódio?‎

Esse museu foi instaurado depois que eu saí de lá e eu nunca o visitei. Mas conhecia a existência do Hospital Colônia e ouvia dizer do que ocorria lá, como a venda de cadáveres, mas não de tudo. Era algo misterioso. Lá havia, como ainda há, devido às condições de baixa pressão atmosférica e pouca umidade, muitas casas de saúde mental particulares, além dessa e do Manicômio Judiciário, que é uma prisão para condenados loucos. O episódio é, todo ele, uma tragédia vergonhosa, perpetrada por políticos e médicos realmente do "exército do mal".

Pra quem tem fé a vida nunca tem fim?

Depende de qual seja a fé. No caso da fé cristã, realmente a vida do "eu" tem um começo mas não tem fim. Isso é complicado de se entender, pois o tempo é uma entidade física que poderá parar de passar no Universo. Será que as almas continuarão a viver fora do Universo? E o que seria isso? Haveria um "lugar" em que as almas vivas viveriam? O que significa viver sem um organismo? Haveria pensamento? Como se daria a percepção visual ou auditiva sem sensores físicos de luz e de som, já que são fenômenos físicos? Alma, fora do corpo, não sendo uma entidade física, tem extensão? Tem localização? São muitas as questões levantadas pela consideração da existência de uma alma espiritual que teria uma "vida" fora do organismo biológico. Inclusive o que significaria "fora", se espírito não ocupa lugar?

O que você acha sobre falar de sexo para crianças?‎

É importane que se fale, mas no momento em que elas quiserem saber, sem se adiantar. Então não se pode inventar histórias mirabolantes, nem dar uma aula biológica do sistema reprodutor. Tem que ser na forma que elas sejam capazes de assimilar e apenas na extensão e profundidade que elas estejam inquirindo. Não vejo dificuldade nenhuma, desde que os pais e irmãos mais velhos encarem o sexo com a maior naturalidade e, inclusive, se mostrem nus às crianças, sem a menor vergonha. Mas não precisam exibir o ato sexual.

Olá Professor.Considerando que o desastre nuclear de Fukushima, já atingiu o nível 7 de gravidade e o caso só tende a piorar já que o alicerce da usina está prestes a desmoronar , você acha que deveriamos nos preocupar com a radiaçao aqui no Brasil? Há meios de nos protejermos da radiaçao emitida?

Realmenbte é preocupante, mas qualquer providência tem que ser tomada lá. Se a radiação escapar para a atmosfera ou para o oceano, vai acabar se espalhando pelo mundo sem que se possa fazer nada. Mas a intensidade vai diminuindo muito à medida que se afasta do local. E lá está muito longe de nós. Mesmo as bombas atômicas que foram explodidas na atmosfera nos ensaios dos Estados Unidos e da União Soviêtica, muito mais fortes do que as de Hiroshima e Nagasagui, não nos perturbaram aqui. Elas foram lançadas ou no meio do Oceano Pacífico (atol de Bikini), na Nova Zembla e ou no meio de desertos como o do Novo México, Nevada e no deserto ártico da União Soviética.

Faz tempo q o senhor não entra no face? Pois a foto ainda está no clima de dia das crianças, ou foi o senhor q decidiu deixa?‎

Realmente não tenho ido muito lá.

o senhor acredita que sexo é essencial Para a vida humana?‎

Para a espécie humana como um todo, é essencial, já que, sem ele, a espécie seria extinta. Para cada pessoa, individualmente, não é essencial. Uma pessoa pode, perfeitamente, passar a vida toda sem fazer sexo e não sentir falta nenhuma. Ou, mesmo que sinta falta, não fazer porque resolveu assim, como os padres, monges e freiras que cumprem seu voto de castidade, como existem. Isso não impede que ela viva feliz. Em geral, contudo, sem o sexo a vida de uma pessoa não fica completa e ela não se sente feliz. Mas isso não significa que seja essencial, como o ar, a água e o alimento.

mas com o tempo isso não implicaria em falta de produtos? mesmo com pouca demanda certas coisas fariam falta,como se resolveria isso? Ps: sigo o senhor a um tempo e cada dia aprendo algo novo com suas respostas,muito obrigado professor

Sim. Essa é a questão. No anarquismo, se houver alguma atividade, como lixeiro, que ninguém tenha interesse em fazer, já que todos são igualmente ricos, ou seja, ninguém tem dinheiro nenhum, ficará sem ser feita, até que alguém veja que é preciso e resolva fazer. Nesse caso do capitalismo pulverizado, alguns bens ficarão sem oferta até que alguém ache que deva se dedicar a produzi-lo. Isso é normal.

qual é a resposta Ernesto? http://img845.imageshack.us/img845/8867/04pu.jpg‎

um terço.

Mas você não acha que se a sequência de Fibonacci é só uma propriedade da natureza, uma "missão" pra cada indivíduo não poderia ser só uma outra propriedade, em vez de algo que provesse algum ordenamento superior do mundo e da existência.

Não. São fatos inteiramente distintos. MIssão significa programação prévia. Isso não existe na natureza. A sequência de Fibonacci não é nada programado. É algo que acontece por coincidência. Cada um pode ter, por coincidência, uma aptidão para se dedicar e se dar melhor em tal ou qual atividade. Mas não é uma missão, porque não é nada previsto para essa pessoa. Além do mais, ela não precisa se dedicar ao que tenha mais tendência para se realizar. Se se dedicar será mais fácil. Mas não precisa ser mais fácil. Pode ser mais difícil, se ela quiser.

Mas e se a pessoa trabalhar em algo de baixa demanda? ela não iria receber bem pouco independente do esforço no trabalho?‎

É só mudar de trabalho. Quando poucos houver para atender a demanda, esses poucos serão bem remunerados. Se não houver nenhum, quem quiser o produto, faça por si mesmo ou fique sem.

Professor, é possível uma pessoa que nasce com fé em "Deus" e com um tempo desacreditar totalmente na existência dele?

Claro. Foi o que aconteceu comigo. Fui um católico fiel e fervoroso até 19 anos. Queria ser santo. Daí, em função de meus estudos aprofundados e abrnagentes de religião (todas), filosofia, física, cosmologia, neurociências, evolução, história e sociologia, cheguei a conclusão de que a fé (qualquer uma) é totalmente descabida e que não existe Deus nenhum, de nenhuma concepção, nem teísta, deísta, panteísta, pandeísta nem panenteísta. Que todas as religiões estão erradas. Que não existe alma espiritual imortal, nem céu, nem inferno, nem anjos, nem demônios. Tudo é invenção humana. Então me tornei ateu na modalidade cética e não dogmática. Qualquer um pode chegar às mesmas conclusões se se dedicar ao estudo aprofundado e abrangente do assunto. Mas tem que meter a cara pra valer, sem a menor preguiça.

Com quantos anos o senhor se deu conta que deus não existe?‎

Entre 19 e 24 anos.

O sistema educativo me parece defasado e falho. O conteúdo é mecanizado, empurrado goela abaixo. Quase sempre aparece de forma desestimulante, fora de um contexto que ''toque'' o aluno. Não se ensina a pensar, mas a decorar. Horários rígidos. Metodologia obsoleta. Como professor, qual sua opinião?

Concordo plenamente. Inclusive tenho minha proposta, baseada na experiência da "Escola da Ponte" de Portugal. Mas lá é de nível fundamental apenas. Acho que pode ser extendida ao nível médio e ao superior. Para começar são abolidas as séries, as turmas, as salas, as aulas, as disciplinas, os programas. Existe um conteúdo global a ser vencido. Mas isso é feito por meio de grupos de estudo, em espaços abertos, com a escola totalmente transformada em uma grande biblioteca, com inúmeros computadores, vários laboratórios, muitas oficinas, atividades de campo cotidianas fora da escola, sem horário, sem uniforme. Todos os professores e professoras em dedicação exclusiva, orientando os aprendizes e a escola aberta ininuterruptamente. Os temas são todos interdisciplinares e devem ser vencidos, cada um, em duas semanas, num trabalho de grupo que é avaliado por uma banca apenas com as menções "vencido" e "não vencido". Neste caso terá que ser melhorado e ressubmetido a avaliação. Não há tempo mínimo nem máximo de conclusão do nível. Basta ter vencido todos os projetos previstos. Mas a sua ordem fica a critério de cada estudante, obedecidos pré-requisitos. A disciplina é mantida pelos próprios alunos que têm um tribunal deles mesmos. Há assembléias e todos trabalham, inclusive na conservação da escola, junto com os professores. Não há faxineiros. Eles fazem a comida e tomam as refeições na escola. Uma beleza de anarquia. E uma beleza de ordem e disciplina. Cada um pode se dedicar a projetos do seu interesse pessoal, à medida que se interessa. Não se fixa em programa nenhum. Estuda-se o que cai e o que não cai em exames. Por exemplo, cosmologia, relatividade, física quântica, neurociências, religiões, educação sexual (como transar gostoso), educação para a paternidade e a maternindade, corte, costura, jardinagem, marcenaria, eletrotécnica, hidráulica, mecânica de autos, direção de veículos, contabilidade, finanças, pintura, música, canto, escultura, teatro, cinema, dança, construção civil, natação, qualquer esporte. Isso é que é educação.

Professor, escravizar é com 'z' e não com 's'

Certo. Obrigado pela correção.

Algumas pessoas usam a sequência de Fibonacci como uma evidência de um design do universo por um ser superior. O que o senhor acha disso?‎

Não tem o menor cabimento. Isso está ligado à "razão áurea". Trata-se apenas de uma propriedade da natureza que não precisa de nenhum projeto para acontecer. É algo natural da natureza. Veja isto:
http://www.ruckert.pro.br/blog/?p=4545

Camarada E. Von Rückert, por que não surgem mais artistas bons quanto os da década de 50 á 80?‎

Porque as atividades artísticas, especialmente música, cinema e teatro (incluindo novelas) se tornou uma atividade puramente comercial, em que o que interessa é só o lucro e não a qualidade da arte. Em vez de educar o povo para apreciar uma arte de alto nível, a indústria do entretenimento se rendeu à "lei do menor esforço", que é a lei do emburrecimento, segundo a qual vende mais tudo o que não exige reflexão mental para ser apreciado. Com isso não só estamos levando a maior parte da população para o brejo lodoso da arte vulgar, como também embotando seus cérebros, o que nos transformará, no futuro, em um país de burros e ignorantes, que poderá, facilmente, ser dominado por quem detenha cultura, conhecimento, tecnologia e tudo o que os desafios mentais são capazes de prover.

o senhor acredita que todo mundo tem um missão aqui a ser cumprida?‎

Não. Ninguém tem missão nenhuma a ser cumprida. Se tivesse, isso significaria que haveria algo que provesse algum ordenamento superior do mundo e da existência. Isso não existe. O nascimento de cada um é um evento aleatório. Ninguém tinha que nascer. Nasceu, por acaso. E não nasceu com propósito nenhum. O único propósito da vida é, apenas, viver. Isso vale para qualquer ser vivo, inculsive os humanos. Todavia, como a evolução nos proveu de inteligência e consciência, sentimos necessidade de darmos um significado à nossa vida. Isso pode ser feito, por cada um, encontrando algo em que se realize e que lhe faça sentir que o fato de estar vivo está sendo importante para fazer o mundo melhor. Para mim, por exemplo, encontrei minha razão de viver em diminuir a ignorância das pessoas, difundindo o conhecimento e levando todos ao hábito de examinar, refletir, criticar e, se for o caso, contestar, seja o que for, por mais "sagrado" que possa parecer. E, também, apresentar minhas sugestões de melhoria do mundo, como é o caso do ateísmo e do anarquismo.

Ernesto, você concorda que as obras de Paulo Coelho não passam de meras "receitas de bolo"?‎

Já li dois livros do Paulo Coelho e desisti de ler os demais. Para mim são péssimos, tanto literariamente falando quanto em termos de conteúdo. Ele, subrepticiamente, faz o proselitismo de suas crenças espirituais e mágicas, no que presta um grande desserviço ao povo, por alimentar ilusões. Não sei se são "receitas de bolo", mas são enganações fatais.

O senhor pode explicar melhor essa sua visão de que ninguém deve ser empregado? na prática isso não significaria que todos teriam "salários" mais baixos?‎

Não. O que todos teriam é salário nenhum. Seriam sócios, isto é, participantes dos lucros e dos prejuízos. Assim é que é justo e correto. O lucro seria distribuído pelos trabalhadores. Isso é ótimo, até para que todos se empenhem para o máximo desempenho de sua empresa, pois ela é deles.

"Uma pessoa sem sexualidade tem um amor obsessivo por um cara, mas esse gosta de uma meretriz e pretende se casar com ela. A pessoa que já sofreu por amores resolve se vingar da puta, pois acha que ela é uma pedra no caminho. Já que ele não pode te-lo, ninguém pode" Diga sua opinião sobre o assunto.‎

Digo que essa pessoa que quer se vingar é uma pessoa pérfida, isto é, do mal, exatamente por seu egoísmo. Se se gosta de alguém o que se quer é a felicidade de quem se ama, mesmo que isso signifique que o amado vá viver um amor com outra pessoa. Então se quer que eles sejam felizes em seu amor, mesmo que isso nos entristeça. Mas não temos que odiar nenhum dos dois por isso. Continuemos a amar quem não nos ama e passemos a amar, também, alguém que nos ame. Amor não precisa ser exclusivo. Inclusive pode ser que esse nosso amor nos ame e à outra também. Porque não viver ambos os amores? Com o conhecimento e o consentimento de todos, certamente

- Focault afirma que a busca pelo conhecimento sempre tem um propósito: se caracteriza pela vontade de dominar ou apropriar. Ele fala que a suposta busca pela ''verdade'' não passa de uma deturpação da ''Vontade de poder'', impulso humano que Nietzsche considerava primordial. - O que pensa sobre?‎

Discordo totalmente de Foucault. Há quem busque o conhecimento para dominar ou apropriar, sem dúvida. Mas isso não é a regra geral. Há muitos que buscam o conhecimento por duas outras razões: por que gosta de saber ou porque quer ajudar e fazer o bem. Isso existe é não é incomum. Há muita gente que é, de fato, altruista e quer agir para melhorar o mundo e socorrer as pessoas. E outras que fruem um prazer imenso em deter conhecimento, sem querer saber de nenhuma utilidade para ele. Esse é o meu caso. Adoro saber só por saber. Muitas vezes ninguém sabe que eu sei alguma coisa, mas o fato de saber, para mim, é extremamente fascinante e prazeroso. Também discordo de sua afirmação de que a busca pela verdade oculte uma "vontade de poder". O ser humano tem vontade da poder, tem vontade de saber, tem vontade de fazer e tem vontade de sentir. A intensidade de cada uma delas varia de pessoa para pessoa. Para uns, o poder é tudo, para outros não é nada. Quem coloca a vontade de saber como primordial, busca a verdade pela verdade, como um valor em si mesmo. Essa noção de vontade de poder é uma das noções de Nietzsche de que discordo completamente, além de outras, como também há umas que eu concordo. O problema de muitos filósofos, sociólogos e psicólogos é querer simplificar tudo em uma máxima única para cada assunto. Isso não existe. O mundo e o ser humano são complexos demais para serem enquadrados em princípios simples.

Você concorda com o conceito de ”escravidão do salário” ?‎

Sim. Existem muitas pessoas que se auto-escravisam ao salário e não se libertam dele, obtendo um meio de ganhar dinheiro por sua conta, sem ser empregado. Acho que o ideal, a médio prazo, para a humanidade, em termos sócio-econômicos, é a extinção do trabalho assalariado e a transformação de todo trabalho em trabalho empresarial. Ou seja, cada um seja um empresário autônomo ou sócio do empreendimento em que trabalha. Que nenhum trabalhador seja empregado e que nenhum patrão não seja trabalhador e viva só dos rendimentos de capital. Isto é, que o capital seja totalmente pulverizado, sem que ninguém seja "dono", individual ou em grupo pequeno, de qualquer empreendimento econômico, exceto no caso do autônomo. Por exemplo, professores seriam professores empresa, que venderiam seu trabalho como um produto e não por um salário. Para mim esse é o melhor caminho para a anarquia, em que os conceitos de propriedade e de dinheiro, bem como de governo, estado e fronteiras serão abolidos. O socialismo estatal com a ditadura do proletariado, modelo assumido pela antiga União Soviética para se chegar ao comunismo, para mim, é completamente ineficaz, bem como ineficiente. O ideal é não haver salário para ninguém, isto é, ninguém ser empregado.

Você acredita que o amor e o ódio andam juntos?‎

De modo nenhum. Pode haver amor e ódio juntos, pode haver só amor e pode haver só ódio. Depende de cada caso. O bom é que haja só amor e nunca haja ódio. É possível uma pessoa se educar para jamais odiar. O ódio é péssimo não só para o odiado, mas, principalmente, para quem odeia e para a sociedade. Pode-se ter raiva e ficar irado contra ações, atitudes ou conficções pérfidas de outras pessoas. Mas isso tem que levar a ações positivas de combate a tais fatos sem que se odeie quem os faz. Ou de desprezo ou ignoração (inventei esta palavra agora). Quando se ama alguém, pode se ficar magoado com alguma atitude da pessoa amada. Mas isso não deve se transformar em ódio, jamais. Ódio é algo que tem que ser abolido da humanidade. Completamente.

sei que pessoas ateus ñ faz sentido temer a morte né ? por causa daquele paradigma de que " Se morri já ñ posso mais temer ou desejar , etc " Algo assim. Mas ainda sim acredito que muitos ñ desejam morrer. Vc tem medo da morte ou algo assim ?‎

Absolutamente não. Já dei esta resposta inúmeras vezes aqui. É o que você disse. Isso não significa que queira morrer. Como a vida é uma preciosidade ímpar, quero aproveiá-la ao máximo. Pelo contrário, quando eu acreditava em Deus e no céu é que eu queria morrer logo, para ir para o céu e ter papos eternos com Deus, a fim de que ele me ensinasse tudo a respeito de todas as coisas do Universo, já que minha curiosidade científica sempre foi imensa, como ainda é.

''Pesquisas cientificas apontam que quem tem fé vive mais.'' Os ateus viverão menos.‎

Isso é uma média e se deve ao fato de que, na sociedade, ateus sejam discriminados. Se o comum fosse ser ateu, se a sociedade como um todo fosse atéia, se ser crente é que fosse uma excentricidade que as pessoas considerariam inadequada e o crente fosse discriminado por o ser, então os ateus é que viveriam mais, porque estariam amparados pelo conforto da aceitação de sua condição como a correta pela sociedade e os crentes, rejeitados, viveriam menos. Viver o tempo todo sem a aceitação geral, mesmo que se tenha personalidade bastante forte para não se importar, é emocionalmente desgastante. A pessoa se sente como uma espécie de criminosa, mesmo sabendo que não é. Mas nosso cérebro evoluiu para se comprazer com a aceitação do grupo. Por isso é que os jovens, em geral, apresentam, quase todos, os mesmos gostos, os mesmos estilos. Quem é diferente é rejeitado e isso é desconfortável. Sei disso, pois sempre, desde criança, fui diferente do grupo. Mas eu sempre tive uma personalidade extremamente forte para não ceder. Mas isso me custará alguna anos de vida a menos. Não me importo, pois sei que estou contribuindo para que, no futuro, a ateísmo é que seja o normal.

Gostaria de saber se concorda com essa idéia: ''A maioria passará pela vida sem instrumentos que possibilitem criar uma imagem realmente lúcida do mundo. Não desenvolverão aptidões para analisar idéias, tampouco terão polidez para apreciar a arte. Outros se perderão em ilusões. Poucos conhecerão''.‎

Nas atuais circunstâncias da humanidade, sim. Mas isso não por incapacidade, e sim por falta de educação adequada. Quando todas as pessoas adultas do mundo, sem a menor exceção, forem muito bem educadas, como deveriam ser. Todas serão capazes de juízos críticos e de apreciação estética, bem como de se protejerem de ilusões. Ainda chegaremos lá.

A mulher pode ocupar o mesmo lugar que o homem na sociedade?‎

Certamente que sim. Sem a menor dúvida. Em qualquer papel ou ocupação. Exceto gestar, parir e aleitar, que só as mulheres o fazem, todo o resto pode ser feito tanto por homens quanto por mulheres. Claro que há alguma mulher ou algum homem que não seja capaz disso ou daquilo. Mas nada é impossível, a priori, por elemento de qualquer sexo. O ideal é que toda atividade seja exercida, metade por homens, metade por mulheres. Sem exceção.

Você acha que o sexo feminino é um sexo frágil?‎

Claro que não. De modo nenhum. Cada um é forte ou fraco em algum aspecto. Além do mais, isso varia muito individualmente. Não há características que sejam válidas para a totalidade das mulheres nem para a totalidade dos homens. O que há são aspectos mais encontradiços em homens ou em mulheres.

Tem twitter? Coloca o link, Ou melhor coloca o link de qualquer coisa tua aqui,

Veja-os aqui:
www.ruckert.pro.br

Se vc escrevesse um filme. E antes de públicar vc visse que as pessoas gostam de outras coisas e ñ do q vc escreveu. Mudaria o roteiro pra agradar o seu público alvo e atrair mais pessoas pela sua causa ou faria do jeito q vc gosta mesmo , mas sem ter sucesso ?‎

Faria do meu jeito, mesmo sem sucesso. Sem a menor dúvida.

Com o advento dos e-Readers, eficientes leitores digitais que comportam até 1.500 livros em alta qualidade, não virou tolice juntar pilhas de livros físicos?‎

Absolutamente não. Os livros físicos valem pelo seu "glamour". Além do mais é muito mais confortável ler o livro de papel, inclusive em comparação com os e-readers pequenos. São mais resistentes a quedas, pingos de café e outros danos. Além de terem o valor sentimental de terem pertencido a meu pai, meu avô, meu bisavô. Ou que eu ganhei de presente de pessoas queridas. Absolutamente não é tolice ter uma biblioteca de livros de papel, mesmo que, em alguns casos, eu os possa ler na tela. Mas não é tão gostoso.

Professor, como o senhor explica a questão das pirâmides Egípcias e Maias, a forma de avançada de construção para aquela época, e a perfeição nas medidas das mesmas?

Pela mestria dos construtores delas, aliado ao fato de que se dispunha de millhares de trabalhadores e dezenas de anos de construção. Todo o processo pode ser explicado por meios inteiramente disponíveis à época.
http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=45227&op=all
http://pt.wikipedia.org/wiki/Necr%C3%B3pole_de_Giz%C3%A9

Olá,professor!Em primeiro lugar,gostaria de dizer que admiro muito suas respostas e seu trabalho!O senhor poderia me dizer quando começou a interessar-se pelo estudo da física e matemática?Obrigada!‎

Adoro matemática e ciências desde que me entendo por gente, isto é, desde o curso primário (atualmente as séries iniciais do ensino fundamental). Meus pais me incentivaram, dando-me livros de divulgação para crianças desde cedo. E nunca me contentava apenas em saber o que se ensinava na escola.

O sr não acha que os primeiros passos para a internacionalização do mundo seja a derrubada do capitalismo e a extinção da religião?‎

Tudo tem que ser levado a frente paralelamente. A derrubada do capitalismo tem que ser feita não por uma revolução, mas por uma tão grande pulverização dele que acabem todos os empregados e todos sejam patrões, até que se torne um sistema comunista, sem patrões (nem o governo), levando, inclusive, à abolição do dinheiro. Enquanto isso, a educação filosófica vai levando ao abandono das religiões. Mas tudo tem que ser alcançado por uma evolução. As revoluções são danosas, até mesmo para se obter o que pretendem.

Professor, acha que apenas um ano de intenso estudo (sim, intenso estudo) é possível entrar em uma faculdade federal ou uma como a USP ou ITA? Obrigado pela atenção, seu Ask é admirável.‎

Sim. Mas é preciso que se tenha uma certa base, especialmente do Nível Fundamental. E é preciso saber estudar de modo adequado, isto é, solitariamente, escrevendo um roteiro, como se fosse um plano de aula para você ensinar aquilo que está aprendendo.

Uma pena que o corpo docente e o conselho de física de muitas instituições de ensino superior não cheguem nem perto da metade do conhecimento do senhor. Parabéns por transmitir ainda que uma pequena parte do seu conhecimento aqui nesse mundo virtual.

Obrigado pela consideração.

Camarada E. Von Rücker, o sr é contra ou a favor da internacionalização da Amazônia?‎

Por enquanto não. Mas considero que, futuramente, o mundo inteiro deva ser internacionalizado, isto é, todas as nações sejam abolidas. Ou seja, um mundo inteiramente sem fronteiras. Mas isso ainda vai demorar alguns séculos.

Opa , sou ateu e tenho dúvidas ! De que forma serei sepultado ? Para ser enterrado , é necessário religião ?‎

Claro que não precisa de ter religião para ser sepultado. Os cemitérios são públicos. Há alguns privativos de certas religiões, mas há os municipais. Neles qualquer um pode ser enterrado, tenha qualquer religião ou nenhuma. Quanto ao velório, é preciso deixar passar um tempo antes de enterrar, para salvaguardar a hipótese de catalepsia. Também é uma ocasião para que as pessoas possam expressem seus pêsames à família. Mas não precisa haver nenhum aparato religioso acoplado.

Professor, você acha que uma pessoa deixa de amar quem ela tanto ama, para amar uma pessoa que ame a ela?‎

Não. Mas ela pode amar a outra também. Porque tem que deixar de amar a primeira? Um é um amor não correspondido e outro é correspondido. Que se curta o correspondido sem precisar de renegar o não correspondido.

Os livros que estão atrás de você na sua foto, são da sua biblioteca ?‎

Sim. Veja isto: https://picasaweb.google.com/108296387069664000122/MinhaBiblioteca

Professor, o que acha da ''suposta'' arca de nóe que foi achada? Eu sei que o você já respondeu essa pergunta, mas não estou achando

 achando ://‎  Mad King http://ask.fm/wolfedler/answer/102836197917
http://ask.fm/wolfedler/answer/71996731677
http://ask.fm/wolfedler/answer/71999493661

Qual foi o melhor livro que já leu na vida?

Servidão Humana, de Somerset Maugham

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Você usa os mesmos critérios de achismo, e a utilização de fontes que não revela (dito como "diversas fontes" em http://ask.fm/wolfedler/answer/102966026781 ) em sua carreira acadêmica?

Em tudo o que eu pesquiso, academicamente falando, eu cito as fontes e depois tiro minhas próprias conclusões. É assim que se constrói a ciência e a filosofia. Quem apenas faz um levantamento do que outros já descobriram não cria nada. Essa é uma grande crítica que faço aos estudos filosóficos no Brasil. Não se formam filósofos e sim "entendidos em filosofia". Tem-se medo de ousar apresentar suas próprias considerações que divirjam do que dizem os filósofos consagrados. Ora, mas eles são consagrados, justamente, porque, à sua época, divergiram do estado do conhecimento então vigente. É muito importante que sempre se diga o que se "acha", com base nos estudos e reflexões. Estudo sem crítica nem propostas novas não adianta muito.

acha que se o número de gays e lésbicas um dia ultrapassar o número de hetéros. E ñ tiver tantas pessoas ricas ao ponto de terem bebês de proveta (ensiminação artificial) , ñ tivessem recursos pra dar continuidade a espece e tbm ñ houvesse sexo da forma natural por mto tempo. Acha que a espécie huma‎

A proporção de homossexuais por orientação se revela, em todas os povos, em torno de 12%. Considerando que homossexuais também podem ter filhos, mesmo que haja heterossexuais que pratiquem a homossexualidade, não há perigo de extinção da humanidade. O número de homossexuais não está aumentando. O que está acontecendo é que muitos que se ocultavam e se reprimiam, por medo de condenação social, agora estão se assumindo. Isso é bom para a felicidade de todos.

"A arte existe, porque a vida não basta."(Ferreira Gullar). Concorda?

Certamente que sim. A arte não é uma imitação da vida. É uma superação. Ela parte da vida e a ultrapassa, revelando o que não é possível na vida. Ou algum ideal não impossível mas muito difícil. A arte é uma forma expressar os sonhos.

Vc já pensou em fazer um curso sobre sexualidade e genero? Suas respostas estao sendo baseadastem senso comum e esta deslegitimando as pessoas homos p estao tentando mostrar seu discurso baseado no sistema opressos PS. isso nao é nada anarquista.‎

Discordo totalmente de você. Não estou, em absoluto deslegitimando orientação sexual nenhuma e nem comportamento sexual nenhum, mesmo divergente da orientação. Tudo em sexo é válido, exceto coação. Não sei onde você vê alguma opressão no que eu disse. É como se eu não pudesse dizer que um negro seja negro, que um branco seja branco, que um gordo seja gordo, que um magro seja magro, que um bonito seja bonito, que um feio seja feio, que um inteligente seja inteligente, que um burro seja burro, que um culto seja culto ou que um ignorante seja ignorante. Isso é uma constatação. Não envolve nem elogio nem depreciação. Não acho que ser branco ou ser negro seja depreciativo para ninguém. Nem que ser magro ou ser gordo. Nem que ser feio, burro ou ignorante. É só uma condição, muitas vezes à revelia da vontade da pessoa. Portanto não passível de valorização. Quem é inteligente ou bonito não tem mérito nenhum em o ser. Da mesma forma quem seja heterossexual não é culpado de o ser. Nem quem seja homossexual, bissexual ou assexual. Seja por orientação ou seja por escolha. Porque culpa se atribui a algo que seja um mal. E essas possibilidades não são mal nenhum.

Se fosse escolher morar em uma civilização antiga,qual seria?‎

A grega, sem a menor dúvida. Em Atenas, no século de Péricles.

Baseado em que vc defende esse conceito de homossexualismo?‎

Baseado no fato de que existem dois fatos distintos. Um, chamado homossexualidade, é uma orientação natural dentre as possíveis orientações sexuais, isto é, a que dirige o interesse sexual natural, isto é, a atração física, por pessoas do mesmo sexo. Da mesma forma que há quem tenha atração por pessoas de sexo oposto, no que consiste a heterossexualidade, a ambos, a bissexualidade e a nenhum, a assexualidade. Todavia uma pessoa de certa orientação sexual pode, se quiser, por gosto, contrariando sua orientação e sua atração natural, relacionar-se sexualmente de modo diverso, isto é, com alguém do mesmo sexo quando sente atração pelo oposto ou por alguém do oposto, quando sente atração pelo mesmo. Nesse caso, o seu comportamento não se configura em homossexualidade nem em heterossexualidade, respectivamente, mas em homossexualismo e heterossexualismo, respectivamente. Percebe a diferença? Ambas as situações, a orientação e o comportamento são legítimos e não se configuram em erro nenhum. Em relação ao sexo, para mim, só é errado a coação. No que os envolvidos estiverem de acordo, não há problema.

A questão é que não existe mais. Não se usa homossexualismo para nada, para fazer referência a nada. Não se usa. É essa a questão e você não entendeu. Não tem aplicabilidade para além do seu achismo umbilical.‎

OK, fico com meu achismo umbilical.

Idolatria é pecado?‎

Nada é pecado, pois pecado seria uma ação contrária à vontade de Deus. Como Deus não existe, não tem vontade. Mas pode ser um mal. Idolatria, se não acarretar nenhum malefício para ninguém, não é um mal. É indiferente. Mas é uma perda de tempo, uma vez que nenhum ídolo tem poder nenhum para nada. Nem os santos, nem os anjos, nem entindade nenhuma.

Prof., você recebeu minha pergunta da suposta prova matemática de William Lane Craig pela ressurreição de Jesus?‎

Sim, mas terei que pesquisar para responder e ainda não achei tempo.

Faça o favor e leia antes de sair pregando sua palavra como absoluta. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2010/05/16/interna_brasil,192631/index.shtml‎

Em nenhum momento eu afirmei que nem a homossexualidade nem o homossexualismo sejam doenças mentais. Claro que não são. O que eu afirmo é que são coisas diferentes, ambas válidadas. A primeira é uma orientação natural e o segundo é uma opção consciente, não correspondente à orientação natural. Nenhum é doença e nenhum é errado. Mas são diferentes e devem ser descritos por palavras diferentes.

Ah tá. Então você respondeu na base do "achismo" e ainda afirma que está correta como verdade universal. http://ask.fm/wolfedler/answer/102961839389 ENTENDI, JOVEM. Tá certo, mesmo. Novamente, parabéns, superou as expectativas da coerência.‎

Todo mundo coerente sempre só fala o que acha. Isso é que é coerência. Incoerência é achar uma coisa e falar outra. Se você diz que é incorreto usar a palavra homossexualismo, mesmo não sendo o caso de uma orientação natural, é porque você acha isso, não importa se acha baseado em outras opiniões ou em uma conclusão de você mesmo. Inclusive porque outras opiniões também refltetem o que alguém, o pioneiro da concepção "achou". E ele podia estar discordando de outras opiniões. Eu estou emitindo a minha, discordanto tanto de quem considera que só se possa usar o termo "homossexualidade" quanto de que considera que sempre se deva usar o termo "homossexualismo". Acho que cada um tem a sua aplicabilidade e deve ser usado de acordo. Se ninguém apresentou essa proposta, eu a estou fazendo.

http://ask.fm/wolfedler/answer/102964236317 Nesse casp. quem vai fiscalizar se a atração é natural ou não?‎

É só perguntar a quem esteja se relacionando. Um casal hetero pode ser composto por um ou ambos de horientação homo. Da mesma forma que um ou ambos que estejam tendo uma relação homo podem ser naturalmente heteros. Tanto uma situação quanto a outra são perfeitamente legítimas, isto é, tanto a homossexualidade quanto o homssexualismo são válidos, a primeira sendo uma situação e o segundo sendo um comportamento. Não vejo razão para ser contra o uso correto da palavra. O que não vejo razão é para condenar qualquer um dos casos, principalmente por que considera que não seja "natural". Ora, se só pudessemos fazer o que fosse natural, não poderíamos usar roupas, não poderíamos cozinhar alimentos, não poderíamos fazer uso de nenhum artefato, não poderíamos tomar remédios. Além do mais, na natureza, há animais que praticam relações homossexuais, inclusive não tendo essa orientação, mas só por, digamos, farra.

http://ask.fm/wolfedler/answer/102961127197 qual a sua fonte de afirmação? Onde você leu/pesquisou/assistiu para ter essa ideia? Conte-me mais.‎

Isso eu concluí de tudo o que eu li em variáveis fontes e refleti a respeito. Portanto é o que eu "acho". Não sei mais dizer, mas já li sobre isso em muitos lugares. Minha conclusão é a que apresentei e defendo.

http://ask.fm/wolfedler/answer/102964236317 e por fim, você acha que alguém que se relaciona com uma pessoa do mesmo gênero está se relacionando por não estar com vontade ou desejo?‎

Não do mesmo gênero e sim do mesmo sexo, no caso. Claro que ela está com vontade, mas uma coisa é querer outra é ter a atração interna. São situações diferentes. Uma pessoa homossexual pode querer fazer sexo com uma do outro sexo e uma pessoa heterossexual pode querer fazer sexo com outra do mesmo sexo sem ter a atração natural, o desejo, mas porque está com vontade de experimentar, ou, já tendo experimentado, porque gostou e quer.

O uso "correto" do termo homossexualismo 99% das vezes é/vai ser usado com más intenções. Deve ser abandonado pq é um desserviço. Mesmo usando com explicações que podem fazer algum sentido pra quem vê de fora, continua perpetuando algo ruim e causando desconforto. É ISSO que deve ser considerado.‎

Discordo. Acho que tanto a homossexualidade orientacional como o homossexualismo opcional são inteiramente válidos, mas são distintos. E acho que se deva usar a palavra certa para cada caso.

Se a palavra Homossexualismo traz desconforto e remete à um sistema de opressão gerado na sociedade contra pessoas que sentem atração fisica e afetiva exclusiva por pessoas do mesmo gênero, não deveríamos abandonar tal palavra?‎

Nesse caso ela não pode ser usada. Mas pode e deve no caso do relacionamento não se originar de uma atração natural. Não é para ser abandonada e sim usada corretamente.

Ernesto, conte-me a sua posição acerca do livre-arbítrio. Acredita em uma visão Sartreana ou Schopenhaureana do problema? Ou usa algum outro autor pra fundamentar a sua própria concepção?

Minhas concepções, concernentes ao que quer que seja, provêm de tudo o que estudei a respeito, sobre o que refleti. De modo que podem ter contribuições de muitos autores, mas, em geral, eu nem sei mais de quem. Ao final, são de responsabilidade inteiramente minha. Ou seja, é o que eu "acho". Quanto ao livre-arbítiro, admito que ele exista, em decorrência do indeterminismo quântico, isto é, como, na natureza, não há como se prever, indubitavelmente, a consequência de qualquer ação, especialmente em nível microscópico, isso significa que não existe nada que tenha que ser assim ou assado. O comportamento macroscópico apresenta uma aparência de determinismo e causalidade em razão da probabilidade de eventos compostos por um grande número de eventos atômicos estar muito concentrada, com a função de densidade tendendo para uma função delta de Dirac. Ou seja, mesmo que as influências genética e ambiental sejam fortíssimas, não são determinantes para uma decisão, que ainda pode ser tomada, voluntariamente, em oposição a todas as diretrizes. Não existe o "maktub", nem destino. Não só o homem, mas os animais também possuem liberdade de escolha em suas decisões. O futuro global do conjunto de eventos do Universo em um corte de Cauchy global, isto é, em uma hipersuperfície tridimensional espacial do espaço-tempo quadridimensional correspondente a um dado valor de tempo cosmológico é completamente imprevisível, estando ligado a três tipos de relações: as causais incontornáveis, as aleatórias ou fortuitas e as causais deliberativas, isto e, decidas por agentes conscientes, como animais. vivos, dentre os quais o homem.

Ernesto, para você, qual o estilo de música que você considera o melhor, desde os anos 60 até atualmente?‎

A Bossa Nova

Ja vi algumas respostas suas que diz que quando nós morremos, acaba definitivamente tudo, o que seria o "tudo"?

Além do funcionamento do organismo, especialmente do sistema imunológico, o que permite que a flora e a fauna parasitas iniciem o processo de destruição do corpo, são cessados todos os processos psíquicos, que decorrem do funcionamento do cérebro, como as memórias, o raciocínio, as emoções, a consciência e a auto-consciência. Com isso a noção de "eu" desaparece. Isto é, a pessoa deixa de exisitir somática e mentalmente. Seu cadáver, mesmo ainda não corronpido, não é mais ela.

Nossa, que bizarra sua explicação. Parabéns por fazer um desserviço às pessoas que seguem sua página.‎

Nossa, que bizarra sua explicação. Parabéns por fazer um desserviço às pessoas que seguem sua página.‎  Jéssica Ipólito Não vejo bizarrice em minha explicação. Ela é correta

Já lecionou para algum aluno que tinha algum grau de autismo?‎

Não.

Devemos ser sonhadores?‎

Claro que sim. Sem sombra de dúvida. São os sonhadores que mudam o mundo. As pessoas pragmatistas, utilitaristas e práticas, que só pensam no sucesso em ganhar a vida, não fazem propostas inovadoras e não agem para transformar a realidade e melhorar a vida de modo a aumentar a harmonia, a fraternidade, a justiça, o prazer de viver, a felicidade. Mesmo que não consigam realizar todos os sonhos, só o fato de sonharem e de se empenhar em sua realização já é um grande motor para a melhoria do mundo. Todas as pessoas que fizeram diferença para o bem da humanidade foram sonhadoras. Mas também foram lutadoras pela realização de seus sonhos

Nossa, sua explicação sobre "homossexualismo" está equivocada. Essa palavra não se usa mais, lembra? Já foi derrubada há um tempo.

Ela não se usa quando se refere à orientação sexual, mas pode ser usada quando se refere a uma opção não coincidente com a orientação. Isso também acontece. Se uma pessoa tem a orientação homossexual mas escolhe ser heterossexual, ela está praticando o heterossexualismo, já que, naturalmente, ela seria homossexual. Homossexualidade é a condição natural da pessoa que sente atração sexual pelo mesmo sexo. Homossexualismo é a prática da homossexualidade por quem não tenha atração natural pelo mesmo sexo.

Desculpe me pela indecência da pergunta, e não precisa responder caso não queira. Mas como é a masturbação/sexo para um homem nessa idade?‎

O sexo continua sendo da mesma forma com a idade. Diferenças na rigidez e na duração da erecção não são significativas, pelo menos até mais de 70 anos.

Você concorda com a máxima humeniana: do ser não se pode derivar o dever? Em outras palavras, que sentenças normativas não podem ser deduzidas a partir de sentenças factuais?‎

Certamente que sim.

Quando falar "homossexualidade" e "homossexualismo"?‎

 Homossexualidade é uma orientação sexual natural nata da pessoa. Homossexualismo é um comportamento escolhido por opção sem correspondência com a orientação natural

Olha, a pergunta é meio estranha, mas, os hermafroditas são registrados com qual sexo na certidão?‎

Veja isto: http://en.wikipedia.org/wiki/Intersex#Identification_documents
(não clique no link, copie e cole na barra de endereço)

O que o Sr. acha do Comunismo? Boa tarde!

Digite no Google: inurl:wolfedler comunismo

domingo, 12 de janeiro de 2014

ACERTO

Então não é a composição a chave do mistério, mas a mistura/preparação? Ou seja, fazer uma engenharia reversa na Coca-Cola que é o problema?‎

Exatamente!

Qual é a sua opinião sobre o Adolf Hitler?‎

Digite no Google: inurl:wolfedler Hitler

O senhor viu isso? http://ask.fm/pedrobimbola‎

Sim. Não tem nada a ver comigo. Já denunciei.

Quer dizer que mesmo com espectômetro químico não é possível saber a fórumula da Coca-Cola? E quanto ao DNA, até onde eu sei só 5% dele é mapeado, é verdade isso?

Eu não disse isso. Mas um espectrômetro de massa não informa a composição química, mas apenas a fração de átomos de cada tipo que o material contém. A composição, contudo, pode ser descoberta por outros processos, todos de tentativas. Isso nem sempre dá certo. Mesmo que dê, não informa de onde se obteve a substência e nem o modo como foi preparada. E isso altera o sabor.

Como os egípcios sabiam as horas exatas quando inventaram o relógio de Sol?

Não sabiam. A partir do relógio é que as definiram. Só sabiam quando era meio dia ou a hora do nascer e por do Sol. Foram os egípcios que definiram que a hora fosse a 24º fração do dia. O dia é um intervalo de tempo astronômico natural facilmente identificado como o tempo que medeia dois meios-dia consecutivos e o meio-dia pode ser identificado como o momento em que a sombra de qualquer haste vertical é mínima.