sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Gosta de Fernando Pessoa?

Gosto muito mesmo. Já leu o seu conto "Um banqueiro anarquista"? Fabuloso.

É possível tornar-se um gênio?

Sim, se já se nasce com muita inteligência e se a aprimora ao longo da vida. Mas também tem que ter muita força de vontade e muita sensibilidade. Todavia há quem tenha tudo isso e não se torne um gênio. Para tal tem-se que se dedicar duramente ao entendimento e ao desenvolvimento de algo, com grande empenho e tenacidade. Sem nenhum esmorecimento. Todavia, também, há que faça isso e não se torne um gênio, por não ser suficientemente inteligente e criativo. Gênio é algo extremamente raro. Muito raro mesmo. Não é meramente um grande talento.

Sabedoria é o princípio de inteligência ou seria o contrário?

Sabedoria e inteligência são coisas distintas. Pode-se ser inteligente e não ser sábio, como pode-se ser sábio sem ser muito inteligente. Mas um pouco inteligente é preciso ser para se ser sábio. Outro conceito correlato, mas distinto, é o de sapiência, que consiste em de dominar vastos conhecimentos. Uma pessoa inteligente também não precisa ser sapiente, mas uma pessoa, para ser sapiente, tem que ter um certo grau de inteligência. Inteligência é mais básico, sendo algo orgânico, isto é, dependente da anatomia e fisiologia do cérebro, especialmente ligada ao número de conexões sinápticas entre os neurônios. Não só o número, mas também entre quais neurônios essas conexões são abundantes. A inteligência é a capacidade de aprendizado fácil e rápido, bem como a capacidade de solução de desafios e problemas colocados pela vida ou por algo que se esteja estudando. Sabedoria já é uma questão de julgamento de valores e de tomada de decisões. E sapiência é conhecimento, devidamente justificado e classificado.

Conversando com outro seguidor seu ontem percebi que ambos buscamos o significado de seus palavras quando não as conhecemos,para assim entender a fundo o que disse, acho válido e outra forma de se aprender algo além de sua resposta.

Considero que as palavras que uso sejam de conhecimento amplo de quem me segue. Mas, se não souber, o que tem que fazer é isso mesmo, buscar o significado. O bom para ampliar o vocabulário é ler muito, especialmente obras de autores clássicos, que usam um vocabulário mais refinado, e ir consultando o significado a cada palavra desconhecida. Mas pode ler, também, jornais e revistas.

O que diferencia um gênio das demais pessoas?

Sua inteligência superlativa, sua criatividade superlativa, sua capacidade de trabalho superlativa, sua capacidade de comunicação superlativa, sua perseverança superlativa, sua persistência superlativa, sua paciência superlativa, sua tenacidade superlativa, sua confiança em si mesmo superlativa. Isso aí, tudo junto.

Como dizia Clarice Lispector: '' Ateísmo é o único tipo de crença em que se estiveres errado você ganha''.

Ateísmo não é uma crença, é uma descrença. Se eu estiver errado em considerar que Deus não existe, o que eu ganho com isso?

Diga-nos professor, é correto usar de palavras cultas, usar do vocabulário intelectual o tempo todo? Se não entenderes o que diz é erro de quem estudou ou você precisa se adequar ao nível de capacidade de cada um para ser entendido?

Acho que se deve usar o palavreado adequado a quem ouve. Por exemplo, aqui no Ask eu considero que todos tenham, pelo menos, o Ensino Médio ou o estão cursando. Portanto são pessoas instruídas e conhecedoras da norma culta de língua portuguesa, bem como tendo domínio de um vocabulário mais abrangente. Mas, se eu for falar com alguém que só tenha os primeiros anos do Fundamental, vou usar um vocabulário mais palatável para essa pessoa. Sem, contudo, jamais cometer erros de português, como usar o adjetivo "independente" em lugar do advérbio "independentemente", quando for o caso. Ou falar "a nivel de" ao invés de "em nível de ". Ou ainda "namorando com João", ao invés de apenas "namorando João". E assim por diante.

9, 19, 29,39,49,59,69,79,89,90,91,92,93,94,95,96,97,98,99.

Correto, obrigado pela correção.

Desculpa insistir no assunto, mas... você não sente uma fobia ao pensar que, quando morrer, nunca mais vai existir, nem sentir nada, nem pensar? E que esse nunca mais é eterno, e que não há como reverter essa situação? Como você acha que é a melhor forma de lidar com isso?

Não sinto nada de ruim. Acho que isso é perfeitamente normal. Só existo entre o nascimento e a morte. Não tenho nenhum problema em considerar que eu não existia antes de nascer e nem em considerar que não vou existir mais depois que morrer. Não vejo forma nenhuma de lidar com isso a não ser aceitar com tranquilidade, pois não há escapatória. O "Eu" é uma função de meu organismo enquanto biologicamente vivo. Pronto! Sendo assim eu preciso fazer desse intervalo, para mim, um tempo precioso e muito bem aproveitado. E, para mim, o proveito dele reside no que eu puder fazer para favorecer o bem do mundo.

Incorreto, são 20 noves de zero a cem!

Não. São eles: 9, 19, 29, 39, 49, 59, 69, 79, 89, 90 e 99(dois noves). Quais são os outros oito?

Numa abordagem moderna, pode-se dizer que aceleração e gravidade são as mesmas coisas ?

Não. Há aceleração que não se deve a gravidade. Por exemplo a de um automóvel quando arranca. O que acontece é o seguinte: Sem contato externo, não se consegue distinguir, localmente, se se está em um referencial acelerado ou se se está em um referencial inercial, dentro de um campo gravitacional. Todavia isso pode ser decidido a partir de medidas não locais, ou seja, pela comparação dos efeitos em pontos separados. Num campo gravitacional a aceleração por ele provocada possui gradiente no mesmo sentido da aceleração e num referencial acelerado em sentido oposto ou é nulo.

Por que hoje tenho muita facilidade para compreender qualquer assunto, mas antigamente não? QI aumenta ao longo do tempo?

Pode aumentar, mas o principal fator para isso é que, com a idade, você vai acumulando mais informações, que facilitam o entendimento.

Na sua opinião, como devemos tratar o problema do terrorismo no ocidente? Ao contrário do que se pensa, o islamismo não é uma religião que prega a paz, tendo até trechos, no Alcorão, incitando a morte de infiéis.

O que é preciso é mudar a cosmovisão do islã, pois há muçulmanos que não pensam assim. O ideal seria acabar com todas as religiões, mas isso é coisa para milhares de anos. Todavia é preciso se fazer um trabalho de laicização dos paises muçulmanos. Isso aconteceu no Irã, antes da revolta dos Aiatolás e na Turquia. Pode acontecer no resto do mundo islâmico também. Há países islâmicos, como a Indonésia, o Paquistão e Bengladesh em que a Xaria não é aplicada. Enquanto isso, os países que sofrem efeitos do terrorismo islâmico têm que combatê-lo sem tréguas, mas sem considerar que todo muçulmano seja terrorista.

Você afirma que o Comunismo não deu certo na União Soviética porque virou uma ditadura. E por quê o povo não lutou contra esta ditadura se não era o que queria? Qual a garantia que se tem hoje em dia que isto não tornasse a acontecer caso se se optasse pelo Comunismo novamente?

A questão é que o comunismo foi instaurado por uma revolução, que foi, por sua vez, derrotada por outra revolução, a bolchevista. Os bolchevistas traíram os comunistas. O comunismo não pode ser instaurado por uma revolução. Tem que ser atingido pela evolução, de modo gradual e legítimo. Assim não há como se instaurar o comunismo hoje. Só dentro de alguns séculos, enquanto a humanidade vai progressivamente evoluindo, passando, intermediariamente, não pela ditadura do proletariado mas pela social-democracia. O que se pode fazer, atualmente, é difundir a ideia de que o comunismo é o melhor e ir fazendo leis para, gradativamente, ir acabando com a propriedade privada, com a herança, incentivando o comunitarismo de todas as atividades, levando as empresas a transformarem seus empregados em sócios, até que não haja mais emprego assalariado no mundo. Inclusive, também, ir, pouco a pouco, estimulando o trabalho de graça e a economia de doação e não de troca, muito menos por dinheiro.

Sabe dizer se Einstein conheceu Marie Curie e se chegou a trocar ideias com ela ?

Veja isto:
http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2014/12/albert-einstein-aconselhou-marie-curie-ignorar-os-trolls-em-1911.html

Ernesto, a bibliografia sobre o ateísmo é bastante escassa aqui no Brasil. Mesmo assim, quais os livros que você considera fundamental para alguém aprofundar os estudos sobre o tema? PS: Tenho muitas dificuldades em procurar livros relacionados ao naturalismo metafísico e fisicalismo...

A Wikipedia, em inglês, permite que você construa um livro com todos os artigos que achar sobre dado tema. Começando por "Atheism" e buscando as ligações com outros artigos em cada um, você fará um livro bem abrangente e detalhado, inclusive com razoável profundidade. Em português se pode fazer isso também, mas os artigos são menos completos. Quanto a livros, eu recomendo:
Sistema da Natureza - Barão de Holbach - Martins Fontes
Memória - Jean Meslier - Antígona
A Essência do Cristianismo - Ludwig Feuerbach - Vozes
Sobre a Bíblia Sagrada - Robert Ingersoll
Porque sou Agnóstico - Robert Ingersoll
Quebrando o Encanto - Daniel Dennett - Globo
Deus não é Grande - Christopher Hitchens - Ediouro
Tratado de Ateologia - MIchel Onfray - Martins Fontes
Por que não sou Cristão - Bertrand Russell - L&PM
A Morte da Fé - Sam Harris - Cia. das Letras
Deus, um Delírio - Richard Dawkins - Cia. das Letras
The Portable Atheist - Christopher Hitchens - Da Capo
Religion Explained - Pascal Boyer - Basic Books
Quantum Godas - Victor Stenger - Prometheus
The Atheist's Guide to Reality - Alex Rosnberg - Norton
Godless - Dan Barker - Ulysses
Has Science Found God? - Victor Stenger - Prometheus
The New Atheism - Victor Stenger - Prometheus
The Cambridge Companion to Atheism - Michael Martin - Cambridge
Why There is no God - Armin Navabi - Atheist Republic
God, the Failed Hypothesis - Victor Stenger - Prometheus
The Atheist Universe - David Mills - Ulysses
God and the Folly of Faith - Victor Stenger - Prometheus
Faith vs. Fact - Jerry A. Coyne - Viking
Breaking the Spell - Daniel Dennett - Penguin
View more

Você acha que algum dia o Socialismo e oComunismo vão prosperar e se estabelecer como modelo econômico ?

O comunismo é um sistema econômico mas o socialismo é um sistema político-econômico. A diferença é que o socialismo está vinculado à existência de um estado onipresente e onipotente, que é o patrão de todos, e o comunismo é anti-estatizante e nele não há patrões e nem empregados, portanto não há salários. Tenho plena confiança de que o comunismo, mas não o socialismo, será implantado no mundo inteiro em questão de alguns séculos, por um processo evolutivo e não por nenhuma revolução. E, em seguimento, a anarquia, que é o sistema político que faz o perfeito casamento com o comunismo. Anarquia é a expressão mais perfeita da ordem, pois é uma ordem sem mando nem obediência. Sem governo e sem governados. Sem estados e sem fronteiras.

Ernesto, meu pai tem 60 anos e parece um jovem de 40 anos. Sempre praticou exercícios, você acha que isso é mais genético ou os exercício ao longo da vida realmente o ajudaram? Quanto tempo você acha que ainda vai viver? Até os 80?

Sim. A prática de exercícios ao longo da vida, desde a infância, é muito salutar, desde que não sejam exagerados. Eu nunca os fiz e nunca tive nenhuma vontade de fazer, como praticar esportes e, sequer, assistir. Não me move nenhum entusiasmo e nem curiosidade. Assim, prejudiquei minha saúde de modo irreversível e não vejo que possa ir muito além dos setenta anos.

Impressiona-me que você acredita na humanidade, no caráter das pessoas, elas se perderam, agem inferiormente a essência, a dor ensina os ignorantes pois seria a unica linguagem entendível, o sofrimento cura a ignorancia e enaltece a sabedoria!

Pode ser que algumas pessoas se perderam de sua humanidade, mas isso não é a regra. A humanidade das pessoas ainda está nelas e é nessa centelha de bondade, justiça, ternura, honestidade, solidariedade, compaixão, bem como nobreza e bravura que eu me fio para crer que o mundo é viável como um lugar aprazível, próspero, harmônico, fraterno, justo, benevolente e feliz para todos no futuro e isso poderá ser alcançado por um processo educativo de alguns séculos ou poucos milênios. Não vejo que o sofrimento seja necessário para se espancar a ignorância e alcançar a sapiência e a sabedoria. O que é necessário é a conscientização, que advém do esclarecimento. E é isso que eu me proponho fazer em venho fazendo há décadas.

Ernesto, considero o ateísmo como sendo a descrença na existência de divindades, mas, algumas pessoas dizem que o ateísmo é a crença na inexistência. Isso me parece redundante. O teísmo poderia ser dito então, como sendo a descrença na inexistência. Qual a coerência lógica?

Descrença na existência não é o mesmo que crença na inexistência. A primeira é uma atitude negativa e a segunda positiva. O ateísmo, pelo menos o cético que eu postulo, é negativo e não positivo. O teísmo, por outro lado é uma atitude positiva, inclusive porque, a respeito da crença em deidades, existem outras possibilidades, como o deísmo, o panteísmo, o pandeísmo, o panenteísmo, o politeísmo e o henoteísmo. Além disso, o ateísmo, geralmente, também inclui a descrença em qualquer realidade sobrenatural, como almas, anjos, demônios e outros que tais. Todavia, o ateísmo dito "forte", que é dogmático e não cético, pode ser considerado como uma crença na inexistência de deuses. Todavia eu não vejo como sustentar sua posição, já que tanto a inexistência quanto a existência de deuses são fatos não evidentes e não comprovados.

Você tem medo de morrer?

Nem um pouco. Apenas temo o sofrimento que pode ser que ocorra antes da morte, dependendo de como ela se der.

Diga-nos algo que ainda não teve tempo de aprender mas deseja, algo em particular que desconhece e espera estudar um dia?

Gostaria de aprender alguns idiomas, como alemão, grego clássico e russo. Bem como aperfeiçoar meu inglês, francês, espanhol e italiano, dos quais três últimos leio, mas não escrevo nem falo bem. Também gostaria de aprender a tocar violino, a compor sinfonias e a esculpir em mármore. Física é algo que estou sempre estudando. Atualmente estou estudando gravitação quântica. Do mesmo modo que Filosofia. Para isso, é claro, eu teria que viver, ainda, mais algumas décadas. Como tenho 67 anos e sou portador de insuficiência cardíaca, não acho provável que aconteça. Há quem me questione para que eu quero aprender isso tudo, se não vou precisar, nem usar para, por exemplo, ganhar dinheiro. Respondo que quero aprender só para fruir o prazer de saber, bem como de estudar. Acho muito mais interessante estudar do que ficar vendo televisão, coisa que, tirando os noticiários, quase nunca faço.

Mesmo que todas as explicações a respeito do universo fossem dadas e, não existisse mais espaço para o deus das lacunas e do deísmo, o ateísmo ainda seria a posição lógica correta. Pois, mesmo a alegação sendo implausível, como a panteísta, não se pode fornecer evidência de inexistência. O que acha?

Ausência de evidência ou comprovação da inexistência não significa evidência ou comprovação da existência. Como não há nem uma nem outra e como os indícios da inexistência são maiores e mais fortes, eu considero que não existe.

Se uma pessoa tem uma escrita rebuscada naturalmente, ao escrever algo ela deve se forçar a simplificar?

Não. Cada um tem o direito de ser como é. Não é preciso se adequar a nenhum padrão. Apenas se deve curar para não errar. Rebuscamento ou simplicidade são opções igualmente válidas. É como o estilo de se trajar. Todavia é preciso que isso seja feito, quando o for, de modo natural, sem afetação ou esnobismo. Porque isso, sim, é um defeito.

"Deus é uma resposta preguiçosa." Comente.

De certa forma, sim. Apesar de mentes brilhantes, como a de Agostinho de Hipona e Tomás de Aquino terem dispendido muito fosfato para propor tudo a respeito de tal entidade. Todavia, trata-se da forma mais fácil de se dar explicação para quase tudo. Mesmo que, em muitos casos, essa explicação seja desconcertante. Se se refletir muito mesmo a respeito de tal conceito, mesmo considerando que há conceitos distintos, dependendo da fé que se professe, pode-se concluir que há grandes incoerências nele. Além do fato de que, novamente um estudo amplo e profundo, vai indicar que tudo o que se explica por meio de alguma interveniência divina, pode perfeitamente ser explicado sem ela. Daí a total falta de necessidade de se apelar para ela. Isso, é claro, não descarta sua possível existência. Mas, se Deus não é necessário para nada e a suposição de sua existência conduz a várias incoerências, porque supor que exista?

Professor, não entendi a parte dos vetores consecutivos.. https://ask.fm/wolfedler/answers/141263433245 . Poderia explicar novamente?

Um paralelogramo é uma linha poligonal fechada, isto é, segmentos de reta unidos por seus extremos que fecham com o extremo do último unido ao início do primeiro. Se se escolher um vértice como o inicial, digamos o ponto A, os lados do polígono serão os segmentos que unem cada ponto ao seguinte, Isso pode ser representado por um vetor. E esses vetores devem ser encadeados, isto é, a extremidade de cada um coincide com a origem do seguinte. Assim, num quadrilátero tem um vetor que vai de A a B, um que vai de B a C, um que vai de C a D e um que fecha, indo de D a A. Os coeficientes dos unitários desses vetores são as diferenças das coordenadas dos pontos (B - A), (C - B), (D - C) e (A - D), nessa ordem. Mas esses vetores não são livres e sim localizados, de modo que, para formar um quadrilátero, não podem se interceptar. Assim a escolha de quais são os pontos A, B, C e D, não é arbitrária, tendo que ser feita de forma que os vetores não se cruzem.

O senso moral de uma pessoa é inato ou pode ser melhorado/piorado significativamente pelo meio e fatores externos?

Pelo que me consta, não é inato e sim aprendido pelo exemplo, convívio e ensinamento de seus cuidadores, da escola e da sociedade. Tanto é que existem várias morais, variando com a época, o lugar, o estrato social, a filiação religiosa e outros fatores. Seria importante que toda moral fosse estritamente ética, isto é, permitisse e prescrevesse o que fosse ético e proibisse o que não fosse, não proibindo o que fosse e nem permitindo ou prescrevendo o que não fosse. Mas isso não é o que acontece em muitos casos. Todavia a sociedade pune as transgressões morais e não as éticas.

Uma pessoa de nível de inteligência normal não deveria buscar atividades muito intelectuais? Ela têm que buscar atividades que coincidem com o nível do seu intelecto?

Isso vai depender do gosto dela, Não há o que alguém deva ou não fazer. Mesmo quem seja muito inteligente e tenha grande facilidade de aprendizado, pode gostar de fazer o que não requer estudo nenhum. Se a pessoa gosta de temas intelectuais, mas é pouco inteligente, ela pode superar isso com um esforço redobrado. Uma pessoa pouco inteligente pode aprender tudo o que uma inteligente consegue, só que com um esforço imenso que a inteligente não vai precisar ter. Se é o que ela gosta, que assim proceda.

Uma pessoa que não estuda nada pode esperar notas altas

Claro que pode. Se ela for bem inteligente e tiver excelente memória, ela pode aprender tudo só assistindo a aula (em que tem que prestar muita atenção e ser bem participativa com perguntas) e já saber definitivamente, sem precisar estudar. Meu filho era assim. Ele quase não estudava e, nas provas, fechava o olho e via a aula passar como um filme.

Professor, em uma questão de geometria analítica, é fornecido quatro pontos com suas respectivas coordenadas no espaço, e declarado que tais pontos são vértices de um quadrilátero plano. O objetivo da questão é mostrar que esse quadrilátero é convexo. Como poderia resolver essa questão ?

Para que os pontos estejam em um plano é preciso que todos os produtos vetoriais dos pares deles sejam paralelos. Isto é, que se possa achar um denominador comum dos coeficientes dos unitários de todos os pares de produtos vetoriais. Para mostrar que é convexo é preciso mostrar que todos os produtos vetoriais entre os consecutivos tenham o mesmo sinal. Dados os pontos A, B, C e D, de tal modo que os segmentos entre eles não se interceptem (senão não formam um quadrilátero), os vetores consecutivos são (B - A), (C - B), (D - C) e (A - D). Os produtos vetoriais, dois a dois, podem ser calculados por determinante. Como já se sabe que eles são paralelos é só ver se todos os pares de consecutivos têm o denominador comum dos coeficientes de mesmo sinal.

Então quer dizer que depois de resolver uns 500 exercícios já dominarei qualquer assunto de matemática?

Não se você não tiver a teoria na ponta da língua, sendo capaz de escrever um livro a respeito sem consultar nada e inventar os 500 exercícios e, especialmente, problemas que ele for apresentar.

Concorda com a frase: ''a fé é o argumento dos ignorantes'' ?

Sim, mas não só dos ignorantes. Há muitos que não são ignorantes e que também possuem fé. Inclusive sendo inteligentes. A questão é que não se debruçaram com suficiente profundidade e abrangência para estudar, em suas várias facetas, a questão, de modo imparcial e isento. Todo o que fizer isso, se convencerá, primeiro, do total despropósito da fé em si mesma, seja qual for ela. Segundo, da inveracidade de suas propostas, também seja qual for ela.

Se um meteoro fosse cair na terra, assim como nos filmes nós o veríamos a tempo de fazer algo? Ou ele nos mataria antes da imagem dele ser percebida por nós por causa da relação de tempo\espaço que explicou a pouco?

Atualmente os astrônomos são capazes de monitorar um bólido espacial enquanto ele ainda estiver bem longe, em termos do Sistema Solar (centenas de milhões de quilômetros). Se ele não for muito grande é possível mandar um foguete com uma poderosa bomba de hidrogênio para explodir ao chegar a ele e o fragmentar. Ou, então, desviar a sua rota de colisão com a Terra. Mas se ele for bem grande isso não será possível e todos morreremos. Mas poderemos ver a sua aproximação até o choque.

O papel do Papa no mundo é útil? Ele tem alguma influência positiva ou só existe pra viajar e pregar o que acha que é certo?

Acho que todas as religiões, sejam as que forem, bem como seus líderes, são totalmente nocivas ao bem do mundo. Um mundo bom não pode ter religião. Além de difundirem mentiras, elas consomem tempo, energia e dedicação de muitas pessoas que poderiam ser usados para acabar com os males do mundo. E promovem inimizades e conflitos entre seus grupos. Sem elas a paz seria muito mais fácil. É certo que elas fazem algo de bom, como caridade, fraternidade entre os membros de cada uma, bem como controle moral do comportamento. Todavia nada disso requer qualquer religião para ser feito. Basta a Filosofia. Que, infelizmente, não é considerada mais importante, por exemplo, do que a Matemática e todas as demais disciplinas dos currículos escolares. Com Filosofia não se precisa de Religião nenhuma. As pessoas se tornam virtuosas pelo valor intrínseco do bem e não por qualquer recompensa ou punição. Portanto o Papa, se quiser mesmo ser uma pessoa importante para o mundo, deveria abolir a religião católica e renunciar a seu posto. Com o exemplo da católica, quem sabe as outras também não se auto-destruíssem.

Euclides, Tales e Pitágoras são os matemáticos mais importantes da história?

Não. Eles são os pioneiros, junto com os indianos. Mas os mais importantes foram Newton, Lagrange, Laplace, Gauss, Euler, Bernoulli e outros que não me ocorre agora.

E a teria que diz que o universo não tem exatamente um fim, mas em um determinado ponto dele vc atravessaria e voltaria ao início, ja ouviu falar sobre?

Sim, mas não é bem assim. Se o Universo fosse finito, ele teria que ser positivamente encurvado. Isso não significaria que ele possuísse um fim, isto é, uma barreira limitante de seu conteúdo. Indo-se sempre para a frente, se daria uma volta pelo Universo e se voltaria ao ponto de partida, vindo por trás. Não exatamente ao mesmo ponto porque, enquanto isso, ele continuaria se expandindo. Pode ser que assim o seja, mas, então, seu raio de curvatura deveria ser imenso, de modo que essa volta, à velocidade da luz, levaria trilhões ou quatrilhões de anos Todavia os dados observacionais indicam que o Universo seja aberto, isto é, infinito em extensão, com curvatura global nula.

Já experimentou que tipos de drogas?

Remédios que os médicos me receitam por estar doente.

Professor, gostaria de já propor um outro hangout com o amantes da astronomia a você. Pensamos em fazer em Julho. O que acha?

Sim, sugiro a questão das medidas das distâncias astronômicas e da descoberta da matéria escura e da energia escura.

Ainda não entendi porque o Direito não está entre os campos de conhecimento pelos quais você se interessa, já que o mesmo usa muita ética e filosofia que voce gosta tanto!

Porque eu acho um absurdo que exista alguém que faça algo errado, cometa crimes ou desonestidades. Se eu fosse um juiz, arrebentava com qualquer um assim e nem queria saber o que a lei diz a respeito. Além de, se fosse advogado, jamais defenderia quem não estivesse com a razão. Sem falar que sou totalmente contra qualquer tipo de acordo. Isso só beneficia quem não tem razão. E se eu visse algum inocente condenado ou um culpado absolvido eu faria um banzé das arábias. Um escândalo mesmo. Sem a menor compostura. Não admito que isso ocorra, jamais. Acho que o direito teria que ser baseado na ética e não na lei ou na moral. Pronto, nem precisava de lei nenhuma. Porque se uma lei não for ética ou for anti-ética eu a descumpro de modo totalmente manifesto, não importa se eu vá para a cadeia.

Como funciona o seu processo de obtenção dos mais variados conhecimentos através da leitura?

Lendo, uai! Mas lendo com atenção e parando para pensar em cada parágrafo. Marcando os trecho importantes, para uma consulta futura. Não faço anotações ou apontamentos. Minha memória é ruim para as coisas comezinhas do cotidiano, mas é ótima para o que eu estudo. Só que tem que ser algo a respeito de que eu esteja fissurado por saber. Aprender o que não se quer, por obrigação, eu não faço. Por sorte, na escola, eu queria saber tudo o que era ensinado e muito mais. Todavia tem assuntos que eu não gosto mesmo: direito, administração, negócios, finanças, agricultura, pecuária. Economia e política eu gosto de seus aspectos filosóficos e não práticos. Aliás eu não sou nada prático, seja sobre o que for. Sou um teórico consumado.

Você toma bebidas alcoólicas?

De vez em quando e sempre bem pouco. Gosto de Brandy, Cognac, Whisky (se for Scotch), Ron, Gin, Vodka, Absinto, Vinho do Porto e outras do tipo sempre puras e sem gelo. Como, também, licores (Cointreau, Stregga, Amaretto del Orso, Amarula, Chartreuse). E vermuths. Mas só uns sessenta mililitros. Gosto também de vinho às refeições, se for do bom, mas, também, só três quartos de cálice. Cerveja, às vezes eu tomo com tira-gosto (nunca animal) se for aquelas especiais, tipo Pale-Ale, Bock, Lager. Pilsen eu não gosto.

Em porcentagem, quais as chances de você entrar pra política?

Zero

Como dominar a geometria analítica?

Do mesmo modo que se domina qualquer conhecimento. Metendo a cara pra valer no estudo amplo, minucioso e profundo. Assimilando todas as definições com cuidado para memorizar, também, as circunstâncias, isto é, a que ela se refere e a que ela não se refere. Sabendo deduzir todas as fórmulas e demonstrar todos os teoremas, principalmente, também, estando bem consciente de suas hipóteses, ou seja, em que situações eles se aplicam em em quais não. Vai-se lendo os livros (é bom que seja mais de um), parágrafo por parágrafo e pensando se o entendeu. À medida que se vai estudando se vai fazendo os exercícios sobre aquilo e ao fim do capítulo, se respondem os questionários, se deduzem os teoremas inéditos propostos e se resolvem os problemas de aplicação apresentados. Todo problema, bem como todo exercício, deve ser feito, primeiramente, só com letras, até se chegar à expressão que o soluciona. Então se substituem os valores numéricos, se houver. Isso vale para qualquer disciplina matemática e física. Absolutamente não há nenhum macete para facilitar a vida do estudante.

A mulher tem um cérebro maior na área que controla as emoções?

Tire sua própria conclusão, lendo esses artigos:
http://brasil.elpais.com/brasil/2015/11/30/ciencia/1448904392_009014.html
http://veja.abril.com.br/ciencia/nao-ha-diferenca-entre-o-cerebro-masculino-e-o-feminino-diz-estudo/
http://veja.abril.com.br/ciencia/homens-sao-de-marte-e-mulheres-sao-de-venus-para-a-psicologia-isso-e-uma-bobagem/
http://www.pensamento-cultrix.com.br/doc/MarteVenus.pdf
http://mundodapsi.com/cerebro-feminino-masculino/
http://cerebromasculino.com/diferenca-entre-cerebro-masculino-e-o-feminino/

Como era sua vida aos 24 anos?

Aos 24 anos, em 1974, eu já era casado há dois anos, mas ainda não tinha filhos. Era professor de EPCAR e da UNIPAC, em Barbacena, onde morava, da UFJF e da UFSJ, antes de sua federalização, para as quais eu viajava para lecionar. Dava umas 42 aulas por semana, desde 1972 e umas 24, enquanto fazia a faculdade, de 1968 a 1971 (formei logo que completei 22 anos). Tinha um automóvel Volkswagen Sedã 1500. Já havia me tornado ateu e estava quase convencido de ser comunista e anarquista. Em 1976, com 26 anos, mudei-me para Viçosa, em que passei a lecionar na Universidade Federal.

Qual é a melhor aplicação de sempre?

Quanto às financeira, não tenho a menor ideia, pois esse tipo de assunto jamais me interessou. Mas acho que a melhor aplicação é amar e a segunda é estudar. Todavia essas aplicações de tempo e esforço, não podem ser feitas com a intenção de se ter qualquer retorno. Têm que ser a fundo perdido.

Seus filhos desde sempre gostavam do saber ou você às vezes tinha que chamar atenção para se focarem mais nos estudos?

Meus filhos sempre foram estudiosos e fascinados com o conhecimento. Sempre foram os melhores alunos da turma e me pediam para lhes ensinar muito mais do que era pedido na escola. Tanto que entraram para a Universidade Federal com 17 anos, no primeiro vestibular que fizeram, em cursos muito concorridos (Engenharia de Alimentos e Medicina Veterinária). Minha filha, por exemplo, passou em 17º lugar entre 20.000 candidatos no vestibular de 1996. Depois ela passou no concurso para a Receita Federal em 32º lugar dentre 8.000 candidatos. Meu filho foi fazer um intercâmbio, em nível de doutorado, nos Estados Unidos e foi convidado para ser pesquisador da Universidade do Estado de Minnesota e já está lá há dez anos, com visto de permanência. Minha filha era mais estudiosa (a engenheira), mas meu filho (o veterinário) aprendia mais sem precisar estudar, só de prestar atenção na aula. Então ele estudava vários outros assuntos por diletantismo (como engenharia mecânica). Acabou sendo contratado para ser pesquisador em genética e melhoramento de soja e agora está trabalhando em genética e melhoramento de aveia e cevada, coisa de agrônomo e não de veterinário.

Se você estiver errado e se existir um céu, um Deus, como você se sentiria vendo tudo que fez e pregou ter sido em vão? Você disse que mantém a mente aberta, mantenha nessa hipótese, tudo que disse para nós e seus alunos ter sido um grande erro, se sentiria enganado? Vitima de um estudo ''burro''?

De modo nenhum. Se eu tivesse alguma alma que sobrevivesse à morte de meu organismo biológico, continuando como sede de meu "eu" e, então, eu me deparasse com o Deus existente, eu lhe questionaria por que razão fez questão de não se manifestar, de modo que se pudesse verificar que existisse. Porque a conclusão que tiro de que não existe não é nada "burra" e nem "ignorante". Pelo contrário, é fruto de muito estudo e reflexão, que levaram a essa conclusão. Já que a fé, absolutamente, não pode ser erigida como critério de verdade para nada.

O que você acha de algumas pessoas de movimentos sociais que dizem que se for homem não pode se simpatizar com feminismo, se for branco não pode se simpatizar com a causa negra?

Uma besteira completa. Claro que pode! Eu sou um homem branco visceralmente feminista e completamente a favor da total igualdade racial entre todas elas no mundo.

È verdade que o que vemos no espaço pode não existir mais? Por exemplo um meteoro atingiu um planeta e ele desapareceu, o tempo que aquela imagem demora para chegar até aqui pode levar a crermos que aquilo ainda está la?

Sim, devido à velocidade finita (mesmo que bem grande - trezentos mil quilômetros por segundo) de propagação da luz. Quanto mais longe algo estiver, há mais tempo atrás é que estamos vendo o que aparece. Mas isso não leva a crer que ainda está lá, se soubermos desse fato. A Lua que vemos é a Lua de um segundo atrás. O Sol, de oito minutos atrás. A estrela mais próxima de nós, a de quatro anos atrás. O centro da Via Láctea, como era há trinta mil anos atrás. A galáxia grande mais próxima, Andrômeda, como era há dois milhões e meio de anos atrás. O lugar mais longe possível do Universo, como era há treze bilhões e oitocentos milhões de anos atrás. O que estiver além disso não é possível se ver atualmente porque, desde que o Universo existe, a luz não teve tempo de chegar até nós. Mas chegará, em algum momento futuro. A região do Universo até onde se pode ver é chamada de "Universo Observável". Mas, além dele, há mais Universo. Cada lugar do Universo tem o seu "Universo Observável", que é uma esfera em torno desse lugar com noventa e dois bilhões de anos-luz de diâmetro. Esse tamanho não é o de uma esfera de treze bilhões e setecentos milhões de anos-luz porque, enquanto a luz vinha caminhando para nós, o Universo foi se expandindo. Um ano-luz é a distância que a luz caminha em um ano, o que equivale a nove trilhões e meio de quilômetros.

Já pensou que em vez de estudar criar algo? Algo grande, revolucionario que mude vidas, que mude o mundo, ter seu nome na história, não que seja importante pra vc, seria para as outras pessoas, vc se importa com elas não é?

Mas o meu estudo conduz, exatamente, à realização de um projeto que é o de esclarecer as pessoas e difundir o conhecimento. Não precisa ser revolucionário. Não gosto de revoluções. E nem é preciso que eu seja reconhecido e tenha meu nome na história. O que é preciso é que mais e mais pessoas se tornem bem informadas, conscientes, responsáveis, cultas, mais inteligentes, mais sensíveis, com mais disposição e resolução. Isso é que venho pregando em meu proselitismo que não é religioso, mas visa, justamente, espancar a ignorância e fazer tudo isso. Esse é o meu modo de me importar com as pessoas e de beneficiar a sociedade, bem como o mundo, incluindo a natureza. Para isso é preciso que eu estude. Mas o estudo, para mim, também é uma fonte de imenso prazer, mesmo que seja totalmente inútil. Aliás, o valor das coisas não está em sua utilidade.

A guerra é essencial para ter a paz e revolução,as pessoas não mudam por bem , tem que ser pelo mal, precisam aprender os principios básicos da vida, passar fome, passar por tdas as necessidades humanas para darem valor ao que realmente importa, vamos defender a guerra, ela é um mal necessário!

Discordo total e completamente! De modo nenhum. O progresso social da humanidade pode, deve e tem que ser alcançado por evolução e não por revolução e nem guerra nenhuma. Não é preciso sofrer para se dar valor à paz, à harmonia, à felicidade. Não é preciso ser injustiçado para dar valor à justiça. Quem afirma isso comete um grande equívoco. Temos que pugnar (mas isso não significa guerra) para que o processo educativo leve todos a esse mundo ideal, sem revoluções e sem guerras. Um mundo pacífico, harmônico, fraterno, justo, livre, equânime, próspero, saudável, aprazível para todos e não só para alguns.

Você me esclareceu muitas duvidas de ontem pra hoje e uma em especial que concordei e levarei para a vida, agradeço por isso, dificilmente acontece de uma coisa fazer mudar o que penso ou fazer sentido para uma duvida, aprecio a sua boa vontade em nos responder.

Obrigado por essa apreciação. Isso foi, justamente, a razão pela qual eu me dispus, desde que entrei para o Orkut, quando ele foi fundado, passando pelo Fomspring, pelo Facebook (onde continuo) e chegando ao Ask, em seus primórdios. Antes desses sítios eu já tinha meus blogs, nos quais escrevia. Minha intenção sempre foi difundir o conhecimento, espancar a ignorância, provocar o espanto, refletir, comentar, esclarecer, contestar. E, principalmente, divulgar o ateísmo, o anarquismo e o comunismo como as melhores propostas para a humanidade. Enquanto isso, também vou divulgando a cultura, a ciência, a filosofia e as artes. O que recebo em troca são essas manifestações, como a sua e como a de um ex-aluno meu do Bacharelado em Física da UFV, que fez doutorado nos Estados Unidos e foi contratado pela NOAA, que veio ao Brasil ver sua família e veio a Viçosa, longe da sua cidade, só para me ver e testemunhar que para ele, eu não fora só um professor de Física, mas, também, um professor de Vida. Me emocionei.

Ler livros em voz alta ajuda nesse poder de dicção? Ou apenas abrir a boca com coisas aleatorias ja é um exercico? Nos ensine como chegar ao seu nível em relação a isso, terias o poder de convencimento se assim quisesse, nos diga como ser alguém capaz de falarmos por nós mesmos...

Acho que ler em voz alta ajuda sim. Mas tem que ser alta mesmo, como se tivesse fazendo uma palestra ou dando aula. E muito, bastante tempo mesmo. Em meu caso a boa dicção se aperfeiçoou ao longo do tempo, pois me tornei professor aos dezoito anos, no começo dando muitas aulas, até que passei a ter dedicação exclusiva na Universidade Federal de Viçosa, aos vinte e seis anos e, então passei a dar menos aulas. Só parei de dar aulas aos cinquenta e um anos. A experiência docente é uma escola muito boa para retórica. Mas tem que ser muita aula, digamos, umas quarenta por semana. Assim você fala umas oito horas por dia, em voz alta, excetuando-se sábados, domingos e feriados. Claro que só vai ser válido se você se esforçar para falar sempre de modo correto, bem silabado, controlando a respiração, com a cabeça erguida e várias outras técnicas que se pode aprender nos livros a respeito. E tem que falar com lógica e coerência, construindo frases gramaticalmente corretas. Daí se ter que estudar gramática, se ler muito e se escrever muito. Ou seja, ser muito diligente em relação ao assunto.

Qual é a sua opinião sob todos os refugiados islâmicos na Europa?

Não há uma resposta única para todos, pois há os que são pessoas pacíficas que estão fugindo de uma perseguição e de países hostis a elas, como há, infiltrado neles, terroristas islâmicos. Aos primeiros eu dedico minha solidariedade e compaixão. Aos segundos meu desprezo. Acho que todos os países democráticos e pacíficos, sejam de população de maioria cristã, budista, xintoísta, muçulmana, ateísta ou o que for, devem recebê-los (inclusive o Brasil - pode mandar um para minha casa), mas manter vigilância para identificar terroristas e expulsá-los.

are you communist?

Yes, completely. And, also, an anarchist. But not a socialist, since socialism is linded to totalitarism, statism and other bad things. For now I prefer a Social-democracy, until the humanity turns well evolved to can be anarchist and comunist.

Você é estudado, formado e entendido em várias areas e ao mesmo tempo diz não ter dinheiro nem para tirar férias, ou seja, fazer faculdade na intenção de ser bem sucedido não compensa?

Não é essa a razão. Eu ganho bem. Não tenho dinheiro porque tenho muitas despesas. Pago pensão a minha ex-mulher e estou amortizando muitas dividas que fiz no tempo em que 13 pessoas eram sustentadas por mim e minha segunda mulher. Além do mais eu aplico muito dinheiro na continuação da formação de minha biblioteca que doarei ao povo (na qual já apliquei mais de três meios de milhão de reais - atualizados - ao longo de mais de quarenta anos). Além disso, minha casa é um asilo de cães recolhidos estropiados na rua e isso também envolve muitos gastos. Depois eu nunca fui uma pessoa ligada ao aspecto financeiro da vida, por isso nunca tive nenhuma poupança e nenhuma aplicação. Gasto tudo o que ganho. Se eu ficar pobre, fiquei, o que é que tem? Não tenho bem nenhum, exceto um automóvel Kadett 1995, que nunca vou trocar por outro, enquanto viver. Moro na casa de minha segunda mulher. Por outro lado, para mim, sucesso financeiro é uma rematada bobeira. Meu objetivo na vida nunca foi esse. Sempre foi pugnar pelo bem do mundo, espargindo conhecimentos, de graça. Não abandono meu emprego porque não consigo obter comida e outros bens que necessito de graça, como eu acho que tudo deveria ser. Sou um comunista que não apenas prego essa ideia, mas a vivo, compartilhando muito do que é meu com os outros.

https://extra.globo.com/noticias/brasil/stj-nega-liberdade-mae-de-quatro-criancas-condenada-por-furtar-ovos-de-pascoa-21391425.html

Publicado para conhecimento da falta de proporção da justiça na aplicação de penas, comparando com a mulher do Sérgio Cabral, que é rica.

As férias de verão estão cada vez mais perto. Qual é o teu grande plano?

Aqui no hemisfério sul ainda falta muito para o verão. Nem sei se ainda estarei vivo quando chegar lá.

Alguem aqui ja mudou a sua opinião em relação a algo? Você já aprendeu alguma coisa nova com as pessoas daqui?

Sim. Foi aqui. através do animadruga, que eu me convenci a me tornar vegetariano. Como eu, geralmente, respondo perguntas e não as faço, neste ask eu não aprendo muita coisa. Inclusive porque a maior parte dos que me perguntam são jovens. Isso não significa que jovens não possam ser sábios mas, em geral, pela própria idade, ainda não tiveram tempo de acumulara muito conhecimento na vida. Todavia, volta e meia, muitos me recomendam a leitura de livros que acabo lendo e aprendendo. Por exemplo, agora estou estudando gravitação quântica. Já estou acabando com o segundo livro a respeito, em nível de divulgação. A seguir passarei para livros técnicos mesmo (com matemática pesada). Isso eu já fiz, por exemplo, com a proposta de teoria das Supercordas. Estou sempre estudando e aprendendo novidades. Quando fiz meu mestrado em Cosmologia, esses assuntos ainda estavam sendo gestados. Depois eu fui chamado para participar da administração da Universidade e releguei a pesquisa a um segundo plano. Só continuei dando aulas no Bacharelado em Física. Depois que me aposentei, voltei a estudar Física, só por prazer, especialmente Cosmologia e Física de Partículas. Como também Filosofia, Neurociências, Evolução. Bem como Música e História da Arte.

O que acha da teoria que diz que a tecnologia que temos hoje já existiu antigamente e foi destruída por outra ''teoria''? Por isso vemos construções sem explicação racional, como piramides por exemplo, consideraria essa teoria? Poder ser válida?

Acho inverídica. A tecnologia moderna, envolvendo eletrônica, mecânica, química e todos os demais conhecimentos científicos nunca existiu na humanidade. Pode ser que exista e tenha existido em outros planetas, mas isso é impossível de saber. As pirâmides têm explicação racional sim. Procure na internet mesmo.

Depressão tem cura ou só controle?

Acho que pode ter cura sim. Mas não é fácil. Todavia não sou médico nem neurologista nem psiquiatra para afirmar com garantia. Tem que perguntar a um deles.

Ernesto, acha válido cursar fisica na universidade do porto em portugal? Tenho tios que moram lá. Seria melhor do que cursar aqui no brasil?

Não acho que o Curso de Física da Universidade do Porto seja melhor do que o da USP, da Unicamp, DA UFRJ, da UNESP, da UFMG. da USP de São Carlos ou da UFRG, por exemplo.

Você é um pastor e tem seu rebanho, pessoas que não tem capacidade de pensar por si só procuram um alguém para idolatrar e servir como guia, isso é perigoso, pois se você estiver errado, levará a todos para o abismo.

Todavia eu sempre esclareço e argumento a favor do que digo, bem como concito a que me contestem e só concordem comigo após refletirem. Não gosto de que me considerem guru mas um esclarecedor, um abridor de mentes, para que não se atenham ao que está estabelecido e sejam críticos. Se alguém considerar que erro peço que argumentem para me convencer disso. Mesmo que eu não me convença, eu publico os argumentos contra mim, para que as pessoas reflitam e decidam. Sou uma pessoa filosófica e científica e, portanto cética. Jamais dogmática.

A sexualidade concentrada para apenas um tipo físico é fruto da educação, pode se ver crianças atraidas por crianças do mesmo sexo, sem exceção, ou seja, se for para rotular, todos nascem bissexuais e a educação de cada um o leva a mudar isso para apenas um foco especifico as tornando limitadas.

A educação impinge a heterossexualidade sim. Todavia não nascemos bissexuais. Alguns sim, outros hetero, outros homo, outros assexuais. A atração de crianças impúberes por outras do mesmo ou do sexo oposto não é sexual.

Violar uma regra ou lei feita por uma pessoa sem caráter e que as fez em benefício próprio é um erro? Respeita-las não ser ser vitima de um sistema? Burlar elas não seria se respeitar como ser pensante que sabe que aquilo não vale o que dizem?

Primeira resposta: Não é um erro, pelo contrário, é o que é certo.
Segunda resposta: Sim, seria compactuar com um sistema viciado.
Terceira resposta: Sim, violá-las é se afirmar como racional e livre.

As vezes uma resposta simples esclarece uma questão, a vida não é uma filosofia, a filosofia que é uma vida.

Não. A simplicidade é um engodo. A vida tem que ser filosofada sim. E a vida não é simples, pelo contrário, é muito complexa. E só o que é complexo é que funciona. Por isso é que somos um organismo extremamente complexo. A filosofia é a mestra da vida. Há que se pensar em como se ser e se ser como se pensa. Do mesmo modo que há que de dizer o que se faz e se fazer o que se diz.

Como dizia Clarice Lispector: '' SEREMOS ETERNOS ENQUANTO PENSARMOS QUE SOMOS, SEREMOS IGNORANTES SE CONCORDAMOS COM ISSO, SEREMOS DO TAMANHO DO MUNDO SE ASSIM QUISERES, SEREMOS O UNIVERSO SE NÃO NOS SUCUMBIRMOS A PRÓPRIA IGNORANCIA!

Mentira! Por mais que você pense que é eterna, você não é. Você pode achar que é ignorante e não ser. O que se pensa e o que se quer não é o que se seja, por mais forte que seja esse pensamento e esse querer. O que pode acontecer é que se seja iludido de se ser o que não se é por pensar que se é ou se querer que se seja. Mas o que se é é algo objetivamente verificado, independentemente do que se pense e se queira a respeito.

Com respeito ao audio ou vídeo de um político corrupto,caso alguem faça isto sem autorização judicial quem faz está sujeito a reponder judicialmente como calúnia e difamação;A não ser que seja parte na conversa.Alem disto,sem autorização judicial não vale como prova.Leia fruto da árvore envenenada.

Mesmo que não possa ser considerado prova, se se constatou que alguém prevaricou, legalmente ele não pode ser condenado, mas eticamente já o está, do mesmo modo que socialmente e politicamente. Para mim, se o flagrante é verdadeiro, mesmo que não seja judicialmente válido, é prova sim e teria que ter o seu valor jurídico reconhecido. A verdade é um valor superior à legalidade, do mesmo modo que a ética está acima da lei.

O escuro é ausência de luz e o nada ausência de tudo?

Sim. Como o frio é ausência de calor. Mas o mal não é a ausência do bem. Há conceitos que se distribuem quantitativamente, ao longo de uma semi-reta, começando do zero. Todavia há os que se distribuem ao longo de uma reta, com o zero no meio e tendo valores positivos e negativos. Outros, inclusive, se distribuem ao longo de mais de uma dimensão, como as cores. Ou seja, se distribuem em um plano (duas dimensões), no espaço (três dimensões) ou, mesmo, em mais de três dimensões. Um exemplo desses tipos é o posicionamento político-social-econômico.

Você trabalha demais, precisa de férias, uma praia, uma viagem sem ser histórica, precisa desocupar a mente, não se aposentar, apenas um tempo para si mesmo e para refletir sobre o nada, pensar sobre o nada...

Para começar eu não tenho dinheiro para gozar férias nenhuma. Segundo eu adoro pensar e sempre penso muito, inclusive sobre o "nada", que não é "o nada", uma vez que não se trata de um ente. Inclusive o artigo da Wikipédia em português sobre o nada (a primeira versão) é de minha autoria. Terceiro, eu fruo imenso prazer em estudar e isso, para mim, é um verdadeiro lazer.

Poxa vida! É uma pena que curso Engenharia. Adoraria fazer uma iniciação/TCC nos temas que você recomendou aqui: https://ask.fm/wolfedler/answers/141242984989 são super interessantes e maravilhosos!

O problema que apresentei de cálculo de órbitas de naves espaciais com a ajuda do impulso gravitacional dos planetas é um problema de engenharia, pois envolve a determinação do tempo, da intensidade e da direção do acionamento dos foguetes para que a nave passe da órbita solar para a órbita planetária ao se aproximar de algum planeta.

Se uma pessoa vaza algum áudio de corrupção de algum político, sem nenhuma autorização por parte dela ou jurídica, essa pessoa que expôs o corrupto, também será punida?

Não sei dizer, mas acho que não deveria, pois, certamente o acusado jamais autorizaria a divulgação do flagrante de corrupção. Então ele tem que ser divulgado sem autorização mesmo. Mas isso é um grande serviço que é prestado à nação, portanto deve ser objeto de prêmio e não de punição.

Estou vendo um vídeo, vc fala muito bem tanto quanto escreve!

Obrigado pela apreciação. Pretendo fazer mais vídeos, mas não acho tempo, uma vez que trabalho, normalmente, umas dez horas por dia e ainda dispendo bastante tempo na produção do meu programa na rádio. Sem contar o tempo que passo respondendo a essas perguntas, lendo e estudando, além de todos os afazeres domésticos.

Posso utilizar a equação de Gauss nos espelhos planos, considerando-os como uma pequena porção do espelho esférico ?

Simplesmente tomando o limite do raio de curvatura ou da distância focal tendendo ao infinito. As fórmulas, para a relação entra as posições do objeto e da imagem, bem como para a ampliação, então, se reduzem às equações válidas para os espelhos planos.

Em uma situação hipotética em que aconteça uma nova ditadura militar, uma pessoas que sejam trans/gays e etc por exemplo irão sofrer retaliação por parte dos militare?

Como saber? Há militares anti-gays, como a besta do Bolsonaro. Mas não sei, estatisticamente, como isso se dá na comunidade militar como um todo, especialmente em suas camadas superiores.

Caso um país se torne anarco capitalista hoje, a cúpula de quem "manda" passaria do estado pros empresários como uma nova forma de estado?

Sim. Daí o grande perigo e a total inadequação do anarco-capitalismo como um sistema a ser estabelecido na sociedade.

Considerando a reciprocidade da teoria que o universo se expande e visando as ''provas'' de sua existência, concluímos que ele não existe e é apenas ilusão de óptica, vemos o que aprendemos a ver, no vazio a mente cria uma resposta e aquilo conforta o psicologico que anseia por uma resposta!

Nada disso! Absolutamente NÃO se conclui que o Universo não existe. Claro que há a possibilidade do solipsismo que não há como refutar cabalmente, mas cujos indícios de falsidade são imensamente poderosos para se poder refutá-la com confiança. Uma vez não aceito o solipsismo, a existência do Universo é cabalmente demonstrada por inúmeras constatações, começando com os astros do Sistema Solar, que, inclusive, já foram visitados por artefatos humanos. Além deles, o resto produz efeitos detectáveis na Terra que permitem concluir por sua existência. Inclusive é interessante notar que muitas das constatações a respeito do Universo vão, exatamente, em sentido oposto à resposta que se anseia encontrar, com base nos paradigmas aceitos no momento. Assim se deu com a esfericidade da Terra, com sua rotação, com o sistema heliocêntrico, com a existência da Via Láctea, com a existência de nebulosas extra-galáticas (outras galáxias), com a expansão do Universo, com a Matéria Escura, com a Energia Escura e outros fatos.

Olá professor. Gostaria de saber como aprender as coisas de melhor maneira. Irei inicar o curso de física e gosto de ser excelente naquilo que faço. Nunca mais tinha lhe feito perguntas, abraços!

Aprende-se dedicando-se ao estudo com pertinácia, sem esmorecimento, por meio de várias fontes de informação, que sejam fornidas de argumentos convincentes e justificativas do que digam, para que se possa testá-las e elas se logrem vencedoras de todas as refutações. É preciso assimilar bem o que se aprende. Então é preciso dedicar tempo, muito tempo, com concentração, por anos a fio. Isso furtará tempo para o lazer e outras atividades. É uma escolha que se tem que fazer, inclusive sabendo que muito conhecimento não redundará em sucesso financeiro, por exemplo. Tem-se que ter um deslumbramento pelo conhecimento de modo que se o deseje como fim e não como meio para se atingir nada além, exceto a felicidade que se desfruta em o possuir.

Li muitas respostas, cheguei a conclusão que vc se sente o dono da verdade e razão, se colocando como o ser da verdade absoluta e que opinioes contrárias as suas se tornam erradas automaticamente, isso o levará a ignorancia e limitação para expandir a mente ao que realmente é relevante e as verdades

Acontece que tudo o que eu digo é, exatamente, o que estou convicto de que seja a verdade. Senão eu mudaria, como sempre estou disposto a mudar, uma vez convencido e já o fiz inúmeras vezes. Não vejo como alguém possa defender algo de que não esteja convencido. E eu estou convencido, justamente, porque jé estudei e refleti bastante sobre o assunto. Por exemplo, já fui católico fiel e queria ser santo. No entanto, estudando profunda e abrangentemente religião, filosofia, evolução, cosmologia, neurologia e historia pude concluir que a fé é um total despropósito e que deus não existe. Todavia gostaria que existisse e estou aberto a admitir que exista se me convencerem. O mesmo digo a respeito de minhas convicções anarquistas, comunistas e outras. Não é verdade que eu considere ser dono da verdade absoluta, simplesmente porque jamais se pode saber qual seja ela. Minha mente já é expandida e encontra-se aberta para se expandir sempre mais. Todavia não aceito nada que não seja convenientemente demonstrado e justificado, mesmo sabendo que não seja possível se ter certeza.

Ainda, discordo de você quanto ao dinheiro, que nada mais é que um facilitador de trocas, sendo assim, não é per se algo ruim, muito pelo contrário. O problema são os grandes corporativistas e os estados, que sempre expropriam terceiros e os escravizam. Seja com república, seja com monarquia, etc.

Dinheiro, de fato, é um facilitador de trocas. Mas o que eu acho ruim são, exatamente, as trocas. Isso não é válido. A economia tem que ser de doações, sem trocas. Cada um doa o fruto de seu trabalho à sociedade, sem trocas. Todo mundo doando uns aos outros, todos terão tudo. Não haverá ricos e nem pobres. Alguns doarão mais do que recebem, outros receberão mais do que doam. Isso e que é justo. De cada um segundo a sua capacidade, a cada um segundo a sua necessidade. Basta não haver preguiça nem cobiça. Tudo compartilhado, tudo coletivo. Inclusive mulheres e maridos, pais e filhos. Claro que é preciso abolir os estados e as corporações, sejam grandes ou pequenas. Bem como as religiões. Isso se alcança por meio da educação, em especial a do caráter, para transformar toda pessoa em uma pessoa virtuosa, abnegada, altruísta, justa, honesta, diligente, prestativa, solidária, nobre, enfim, santa, mas de uma santidade ateísta.

Sobre "medidas de distâncias astronômicas", eu não sei como fazer algo diferente. Você já orientou artigos assim de graduandos? Por exemplo, posso conhecer muito bem o tema, mas ele precisa ter algo diferente dos outros artigos, não?

Um trabalho de conclusão de curso de graduação não precisa ser inédito. Ele é só uma revisão de conteúdo sobre um tema. A medida das distâncias astronômicas é um tema muito interessante, envolvente e complexo, pois existem muitos métodos, em função da faixa de distâncias abrangida, cada um calibrado pelo que é usado em distâncias menores no intervalo em que eles se superpõem. Assim se têm os métodos de paralaxe, das estrelas variáveis, das estrelas mais brilhantes, das galáxias mais brilhantes, do desvio para o vermelho e da meia vida do brilho das supernovas. Também se pode aproveitar e discutir a avaliação das massas de estrelas e de galáxias, o que levou à descoberta da matéria escura (a descoberta da energia escura se deveu a medida de distâncias pelo método da meia vida do brilho de supernovas). Outro assunto interessante são os métodos de detecção de exoplanetas e avaliação de suas massas e distâncias a suas estrelas. Já orientei um trabalho sobre isso, nos idos dos anos 80 do século passado.

O que achou desse livro do Olavo? Usa palavrões? Ele é ignorante mesmo?

Olavo de Carvalho é ignorante em ciências mas não o é em humanidades. Todavia, nelas, mesmo tendo conhecimento, é adepto de cosmovisões equivocadas, sendo um reacionário, conservador, tradicionalista, direitista, católico medievalista, escolástico e por aí vai.

Os vícios são fraquezas da alma ou do caráter ?

Alma não existe. São fraquezas de caráter, que é uma característica psíquica, mas o psiquismo é um fenômeno orgânico.

Professor, o livro de metodos matemáticos que vc sugeriu, que envolve equações integrais, tem quais pré-requisitos? E para começar os estudos em mecânica quântica, o que preciso dominar? Se possível responda as duas por favor. Muito obrigado professor

Os pré-requisitos dos Métodos Matemáticos da Física, seja qual for o livro, são os Cálculos Diferenciais e Integrais e a Álgebra Linear e Geometria Analítica. Quanto à Fisica Quântica, é preciso estudar, antes, as Físicas Gerais de 1 a 4 e, depois, a Física Moderna introdutória, além dos Métodos Matemáticos, da Mecânica Clássica e do Eletromagnetismo (que, por sua vez, também requerem as Físicas Gerais e os Métodos Matemáticos). Por isso é que a Física Quântica é lecionada nos dois últimos períodos do Bacharelado em Física. Note que essa Física Moderna Introdutória que eu menciono, muitas vezes é denominada "Física Quantica", no título de alguns livros, como o Eisberg-Resnick (que recomendo). Mas ainda não é a Física Quântica mais formal, matematicamente falando.

Quanto a voz é importante para a imagem da pessoa perante as outras, quanto ela impacta na vida de cada um? Ela é o aspecto mais importante na vida de alguém? Seja socialmente, profissionalmente, etc. O saber falar bem , se expressar é tão importante quandto nós achamos?

Sim. Uma boa voz, uma boa retórica, exarada de modo gramatical, semantica e dialeticamente corretos é muito importante para o convencimento geral do que se pretende dizer. Todavia não é o mais importante. O mais importante é se ter pleno conhecimento do tema, em abrangência e profundidade suficientes para fazer face a qualquer contestação. Isso quanto a se pretender ensinar algo e convencer alguém disso. Todavia, a vida é muito mais do que isso e, para a condução da vida em todos os seus aspectos o mais importante é se ter bom caráter. Muito mais importante do que se ter inteligência, conhecimentos, habilidades e competências. Porque, no caso humano, a vida ocorre envolvendo interação com outras pessoas e, para o bem geral, é preciso que tudo se dê de modo ético, cordial, fraterno, harmônico, gentil, positivo e aspectos do tipo. Isso é muito mais importante do que levar vantagem na interação com os outros. É mais importante servir do que ser servido. Dar do que receber. amar do que ser amado.

é correto dizer que newton inventou a física? mas ele n inventou o comportamento da natureza? isso é ilógico, certo? E você considera o experimento do prisma e da luz de newton, bem como o livro que ele escreveu, genial?

Newton não inventou a Física. Vários, antes dele, se ocuparam do estudo de fenômenos físicos, desde Tales de Mileto. Nem ele mesmo chamava o tema de seus estudos de Física e sim de Filosofia Natural. E os cientistas, até meados do século dezenove, eram chamados de naturalistas. De fato, Newton foi genial, e sua maior contribuição foi considerar que não havia diferença no comportamento dos objetos celestes e terrestres. Além, é claro, de ter enunciado suas três leis do movimento e sua lei da gravitação universal, bem como suas contribuições para a ótica.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_da_f%C3%ADsica

Gosta dos poetas com linguagens rebuscadas ou prefere os de linguagem simples, como o Mário Quintana?

Tanto uns quanto outros. Só não gosto de poetas vulgares e chulos, bem como de estética enviesada e deplorável. Gosto da beleza das palavras e de melodia do encadeamento das sílabas. Podem ser simples ou rebuscadas.

O MUNDO PRECISA SER DO JEITO QUE É, SOFRIDO, DOLOROSO, PQ ATRAVÉS DO SOFRIMENTO QUE SE ENALTECE O BEM E A SABEDORIA, PROCURAR SOLUÇÕES PARA OS ASPECTOS RUINS DO MUNDO É IGNORANCIA E COMO DIZIA CLARICE LISPECTOR: '' QUE A DOR SE TRANSFORME EM RUÍNAS DE DESESPERO E O SOFRIMENTO TE GUIE AO SOL''.

Nada disso. Clarice Lispector estava errada. Não é preciso haver mal nem feiura para que o bem e e beleza sejam realizados e apreciados. O mundo será muito melhor se só houver o bem e a beleza. É preciso lutar para que isso ocorra. Esse é o ideal que persigo: um mundo bom, livre, aprazível, fraterno, harmônico, justo e feliz. E tenho confiança que será atingido em alguns séculos ou poucos milênios.

Como a ausência do amor afeta o cotidiano do homem moderno?

A ausência de amor afeta a vida de pessoas humanas de qualquer época: passada, presente ou futura. E não apenas de pessoas humanas, mas de animais também, desde que tenham um psiquismo mais elaborado. Primeiro porque ela ocasiona vários problemas somáticos, como taquicardia, pressão alta, problemas digestivos (prisão de ventre ou diarréia), dor de cabeça, diabetes e vários outros e muito especialmente, depressão, que é uma doença e não apenas uma ocorrência, como tristeza ou ansiedade. Segundo, no caso humano, a falta de amor provoca um vazio de significado na vida, que pode levar, até, ao suicídio. Portanto amar é preciso, porque muitos amando, muitos serão amados. E amor é algo que não se vende nem se troca, apenas se dá, sem exigir recompensa. Tem que ser assim. Ame, mesmo que não seja amado. Mas todos amando, todos serão amados. E tem mais, amor não pode ser contabilizado e nem impedido, seja por que razão for. Não se pode dizer que não se pode amar alguém porque já se ama outra pessoa. Pode-se amar a várias pessoas e quanto mais amor houver no mundo, melhor. Estou falando de todo tipo de amor, inclusive o erótico. Não pode ser cerceado e nem vivido ocultamente. Tem que ser livre e aberto.

Professor, quantidade de publicação realmentw conta mais do que deveria? Eu preferiria ter uma publicacao relevante do que várias sem impacto como muitos professores meus.

Conta, mas isso é um grande equívoco. É preciso avaliar a qualidade e o impacto das publicações e, inclusive, aquelas que não sejam feitas em revistas de corpo editorial. Mas os avaliadores não o fazem porque dá muito trabalho. Muito trabalho mesmo. E, hoje em dia, tem-se ojeriza de trabalho. Muito triste.

NA CONCEPÇÃO TÂNTRICA AS TREVAS NÃO TEM EXISTÊNCIA REAL PQ SÃO APENAS AUSÊNCIA DA LUZ, A LUTA CONTRA AS TREVAS É UMA LUTA SEM SENTIDO POIS SÓ SE DEVE LUTAR CONTRA O QUE EXISTE, QUESTIONE O SEU INFERNO PESSOAL E RECRIE O UNIVERSO INTERNO POR SI SÓ E ASSIM SERÁ LIVRE PRA DIZER E SER O QUE QUISER!

Ora, mas eu já tenho o meu universo interno. Não preciso recriar nada. Tenho plena liberdade de dizer o que eu quiser. Claro que trevas são a ausência de luz. Isso não é uma concepção tântrica. É uma constatação fática. Mas as lutas contra as trevas tem sentido sim. Porque você pode lutar contra a ausência de muita coisa: a ausência de luz, a ausência de bondade, a ausência de verdade, a ausência de justiça, a ausência de conhecimento, a ausência de amor. Eu luto contra todas essas ausências e isso é algo que faz muito sentido. Essas ausências provocam um mundo ruim, provocam infelicidade. Essa concepção de que lutar contra as trevas não faz sentido é totalmente equivocada. Por outro lado, o mal, de modo diverso do que concebia Agostinho de Hipona, não é, meramente, a ausência do bem. Ausência de bem é uma situação neutra. O mal é positivamente engendrado para provocar sofrimento, dor, prejuízo, tristeza e tudo de ruim. O mal tem que ser combatido, com todo o empenho, mesmo se esse combate causar dano e prejuízo ao combatente. Mas o bem do mundo é superior ao bem pessoal.

Que sabe você faz as pazes com o barbeiro?! Já causou bastante polêmicas aqui, como gosta de fazer!

Meu cabelo é deixado, ora grande, ora aparado. O que eu não gosto é de ser sempre do mesmo modo. Mas, mesmo com ele grande, ora eu o uso amansado com gel, ora revolto. Qualquer dia eu o aparo. O mesmo acontece com a barba. Várias vezes eu já a usei e deixei de usar. Ou andar de gravata. Todavia há alguns aspectos do vestuário que eu nunca uso, como tênis e camiseta de malha com desenhos ou escritos. No máximo uma camisa pólo lisa. Prefiro camisa de pano com botões. O que eu detesto é ter um ar esportivo. Leia isto:

Relacione esses três itens: inteligencia, conhecimento e Deus.

A aquisição de conhecimentos requer inteligência. Mas pode-se ser inteligente e não se ter muitos conhecimentos. Quanto a Deus, é uma abstração inexistente na realidade objetiva. É só um conceito, uma ideia.

Professor, pq a maioria dos direitistas brasileiros confundem comunismo com voto de pobreza? Burrice ou desonestidade intelectual?

Por rematada ignorância politica, social e econômica. Mas há esquerdistas que também têm uma visão equivocada de comunismo, considerando-o uma ideologia estatizante. Comunismo é um sistema econômico e não político. E não é o sistema em que todos sejam empregados do único patrão, que é o estado. Isso é capitalismo de estado. No comunismo todos são patrões, não há empregados.

Quais os melhores físicos e professores de física que o Brasil já teve?

Para mim foram Leite Lopes, Jaime Tiomno, César Lattes, Schenberg, Swieca, Tsallis, Damy, Hamburger (Marido e mulher), Candotti, Mascarenhas, Goldenberg, Nussensweig, Amoroso Costa, Frota Pessoa, Fleming, Sala, Novello e outros que não me ocorrem agora.

Considerando que a inteligencia seja a forma otimizada de processar e utilizar informações adquiridas seja por conhecimento empírico ou epistemico, quando surgiu a inteligencia? Acredito que na primeira vez em que o homem perguntou de quem é, de onde veio e para onde vai.

A inteligência é muito mais antiga do que a espécie humana. Ela já está presente em muitos animais, não só os primatas, mas, também em canídeos, cetáceos, psitacídeos e, até, em cefalópodos, que são invertebrados. Em verdade todo animal possui algum grau de inteligência. E ela não requer conhecimento epistêmico. Inteligência é a capacidade de aprendizado e resolução de problemas da vida. No caso da espécie humana e das outras do gênero homo, ela é particularmente desenvolvida.

Você esteve vivo para presenciar o regime militar, professor. Sente falta? Foi melhor que o momento em que o país encontra-se? Comente.

Sim, a Revolução de 1964 me pegou com 14 anos. Como morador do interior não sofri reveses, mas aqueles foram anos de chumbo. Foram muito ruins. Não sinto falta nenhuma, pelo contrário, sinto repúdio. Não foi melhor que o momento atual, mesmo que o atual esteja muito ruim. Mas a democracia e a liberdade são bens preciosíssimos. Mesmo com essa corrupção que existe aí, é preferível, do que uma ditadura. Ainda bem que estamos pondo os podres para fora e atacando a corrupção. Na ditadura isso seria impossível. Espero que aquilo não volte nunca mais. Pelo menos pelos próximos trilhões de anos. Engana-se redondamente quem pensa que Bolsonaro seria a solução. A direita é uma barbaridade tão ruim ou pior do que essa esquerda podre que o PT nos legou. Tem que ser uma esquerda proba e ilibada. Libertária. Não estatizante. Uma Social-Democracia por enquanto, até que se possa atingir uma anarquia comunista, como é o ideal de perfeição do estabelecimento da sociedade. Mas isso só se chega por meio de uma evolução civilizatória e não de revolução nenhuma. E vai levar séculos para se atingir.

Olá, Ernesto. vi uma pergunta que fizeram a você sobre livros de Física básica (Alonso & Finn, Moysés, Berkeley). Além desses, o que você acha do Newtonian Mechanics (A.P. French, MIT) e qual deles (ou qual série de livros) você indicaria inicialmente para um bacharelado em Física rigoroso?

Não conheço esse livro do French. Em verdade não estou atualizado com os livros modernos das disciplinas do Bacharelado. Dos que eu conheço e fiz uso, eu recomendo:
Métodos Matemáticos da Física: Arfken
Mecãnica Clássica: Symon
Eletromagnetismo: Reitz
Física Moderna: Eisberg & Resnick
Física Quântica: Cohen-Tannudji
Física Estatística: Reif
Ótica: Jenkins
Estado Sólido: Kittel
Física Nuclear: Martin
Física de Partículas: Griffiths
Gravitação e Cosmologia: Ohanian
Há outros modernos que não posso opinar por não os ter estudado. Note que estou elencando livros para um curso de Física Teórica, que é a minha área. A Fisica Experimental em não saberia opinar.
Todavia considero importante que não se estude em um livro só. Pelo menos deve-se consultar uns três. Não precisa comprá-los já. Pode-se valer de bibliotecas. Mas, com tempo, é bom ir formando uma biblioteca particular mais fornida. Não precisa ser como a minha que tem uns sete mil volumes.
View more

Qual é a diferença entre a pessoa ser protagonista da construção de algum conhecimento, através de observações, reflexões e análises, e recebê-lo pronto, de um estudo anterior? Um pode ser considerado como mais valioso do que o outro, ou ambos são válidos?

Sim. O primeiro é mais valioso. Mas o segundo também é valioso, só que menos. A construção do conhecimento é mais valiosa do que a transmissão do conhecimento, por mais valiosa que esta também seja. A transmissão é de ouro mas a construção é de platina.

Interessante você dizer que os fins nunca justificam os meios, sendo que afirmou uma vez que, se fosse Truman, teria jogado as bombas atômicas na cabeça dos japoneses...

A questão é que, nesse caso, seria uma escolha entre dois meios, um ruim e outro menos ruim. O fim era terminar a guerra. Claro que sem a capitulação dos Estados Unidos ao Japão, o que, também terminaria a guerra. Descartando essa hipótese, a ruim seria a continuidade da guerra convencional por anos ainda, com a perda de muito mais vidas do que a hipótese menos ruim, que foram as bombas atômicas que, demostrando a capacidade destruidora dos Estados Unidos, fez o Japão capitular.

Ernesto, vc tem algumas sugestoes de temas para eu escrever um artigo de revisão de literatura relacionados a física? Estou no 4° semestre e alguns professores disseram que é importante ter publicações para ser selecionado no mestrado.

Sugiro "Interpretações da Mecânica Quântica". Um assunto interessantíssimo. Outro assunto: "Medidas de distâncias astronômicas". Outro, ainda: "Uso da gravidade de planetas para impulsionar naves em viagem para planetas mais externos".

A vida sem a morte não faz sentido?

É impossível haver vida sem morte porque dentro de algum tempo, nenhum lugar do Universo será compatível com a existência da vida, o que ocorrerá dentro de alguns trilhões da anos. Portanto nenhum ser vivo poderá viver mais do que esse tempo.

https://ask.fm/wolfedler/answers/119779276573 Você tem certeza de algo?

Tenho certeza de que eu existo. Mas não tenho certeza de que existe um mundo objetivo fora de minha mente. Nem mesmo que eu possua um corpo. Todavia estou inteiramente convicto de que exista. A partir daí eu construo várias outras convicções, como a de que estou, agora, digitando isto em meu computador. Mas não posso ter certeza de que isso é o que acontece e que não seja apenas uma alucinação. Todavia estou convicto de que aconteça.

Ernesto, nós apredemos no cálculo que toda força que é gradiente de alguém é conservativa. Toda força conservativa a energia mec. é conservada. Uma força dependente do tempo pode ser gradiente de um potencial. Essa força é conservativa? A energia mec. nesse potencial não é conservada.

Não. A conservação da Energia para forças que sejam o gradiente de um potencial só vale se esse potencial não for dependente do tempo. Veja, por exemplo, o item 3.12 do livro de Mecânica do Symon (Campus, 1982, pg. 142).

https://ask.fm/wolfedler/answers/130939039261 mas o tempo menor medido não é para o referencial que está em movimento? se uma pessoa sai com velocidade altíssima e uma pessoa fica na Terra, o tempo maior será da pessoa que fica na Terra?

Foi exatamente o que eu disse. O tempo é medido por um relógio. No relógio que está parado em relação ao viajante passa menos tempo. No relógio que está se movendo em relação ao viajante (o que está na Terra), passa mais tempo.

Você costuma ter boas idéias. O problema,muitas vezes é que não vejo como colocá-las em prática. Por exemplo: Como acabar com as escolas particulares se o governo não dá conta de abrir o número suficiente de escolas e você mesmo trabalha em uma?

Uma das formas é o governo arrendar as particulares existentes e pagar as mensalidades dos alunos diretamente à escola, estipulando um valor, com todos os alunos estudando de graça e as vagas preenchidas por sorteio ou por zoneamento. Como as escolas particulares são geridas empresarialmente, isso sai mais barato do que abrir uma escola pública, onde há funcionários demais, que trabalham de menos. Quanto às públicas, para começar, tem que acabar com a estabilidade (aliás em todo o funcionalismo) e passar a geri-las com eficiência e eficácia, o que, em geral, o funcionalismo público não se importa. Ou então privatizar todas elas e transformá-las em escolas arrendadas. Com o Ministério da Educação agindo como agência reguladora, que só repassaria o dinheiro mediante uma avaliação da qualidade do ensino, mas não medida em termos do número de aprovações mas em termos do resultado de um exame, como o ENEM e com a criação de um ENEF para o Ensino Fundamental, de participação obrigatória. Ou com a federalização de todas as escolas, o que o Cristóvam Buarque já mostrou que sai mais barato, desde que se demitam todos os incompetentes e negligentes. Porque as escolas municipais e estaduais são muito controláveis pelo poder politico local. Alias é preciso acabar com todo e qualquer cargo ou função não acessado por concurso público, mesmo os de confiança, exceto os cargos políticos ascendidos por eleições. E que a manutenção nos cargos e funções seja dependente de uma avaliação, digamos de dois em dois anos, procedida de modo bem rigoroso e isento de influências políticas. Em outras palavras, moralizado.

Sabe me informar de onde Olavo de Carvalho tirou informações de que 80% dos formandos no Brasil são analfabetos funcionais? https://youtu.be/GqBSjZea4iA , https://youtu.be/XNHxU7DIY4s , https://youtu.be/Tpwc-7hTnmY

Não. Olavo de Carvalho emite muitas opiniões sem base.

Como educar o caráter do povo? Através de boas escolas ou da família? Se for através de boas escolas, só os ricos as possuem e se for através das famílias elas, na maioria, estão ocupadas em ganhar o sustento.

Acontece que todas as escolas tem que ser boas, inclusive as públicas. Elas não são por uma questão circunstancial que pode ser consertada. Começando, por exemplo, com a abolição de todas as escolas particulares. E, por meio da educação escolar, as crianças e adolescentes de bom caráter, paulatinamente, vão se tornando uma fração maior da população até que, em algumas gerações, todos sejam de bom caráter, uma vez que os que não forem terão morrido. Se isso começar agora, o resultado pode ser alcançado em algumas décadas ou poucos séculos.

Ernesto, você mencionou a estocagem de livros como uma espécie de mau caratismo por parte do povo, porém aqui no Brasil isso não é considerado pirataria, tampouco baixar músicas desde que seja para uso pessoal.

Não é uma questão de ser legalmente considerado ou não e sim uma questão de ser eticamente válido ou não. Nem sempre o que seja legal é ético e nem sempre o que não seja legal não é ético. E o importante é ser ético e não legal.

Ernesto, a seguinte afirmação é verdadeira: a energia mecânica é sempre conservada em forças conservativas? Os livros dizem que sim. Mas quanto as forcas dependentes do tempo? É possível achar um potencial, mas a energia mecânica nao é conservada.

Forças que dependem do tempo não são conservativas e o potencial que se obtém é um potencial generalizado e não um verdadeiro potencial. Além do mais, se o potencial depende do tempo, é porque o sistema não é isolado. Mesmo que essa variação dependa de processos internos, como reações químicas ou nucleares, mecanicamente o sistema não se encontra isolado, havendo transformação interna de outra modalidade de energia em energia mecânica.

O que se fazer quando se tem muita coisa pra estudar e pouco tempo?

Tirar o tempo de outras atividades, como dormir, descansar, ver televisão, acessar a internet, namorar, passear, baladar, ir a bares e várias outras. Caso dispenda tempo em locomoções (exceto se estiver dirigindo), aproveitar o tempo de trajeto estudando (mas pode gravar a leitura de um texto num pendrive e ir ouvindo enquanto dirige). Levar sempre o material de estudo consigo para estudar enquanto espera o que for.

Por gentilêza... Complete-o O Brasil precisa de:

Vergonha na cara. Isso! Já o dizia Rui Brabosa (que, aliás, era primo do pai da minha mãe). O problema do Brasil é o mau-caratismo de muita gente. Não é que haja políticos corruptos e sim que corruptos entram para a política para poder fazer das suas. Do mesmo modo que entram para os negócios, para a advocacia, para a magistratura e várias ocupações em que consigam realizar seus nefastos intentos. E se tornam corruptos desde a infância por incentivo dos pais. O pior é que o grosso da população também não tem conduta ilibada. É condizente com pequenos deslizes, no trânsito, por exemplo. Usam programas piratas. Xerocam livros. Isso faz parte da cultura disseminada como algo normal e aceitável. Então não adianta reclamar dos políticos, empresários, juízes, procuradores e essa gente corrupta. A questão é de falta de educação e caráter do povo.

Seria correto dividir o mundo entre Elois e Morlocks?

Não. Isso é ficção do H. G. Wells. Em verdade as pessoas não podem ser divididas em duas categorias opostas, seja em relação ao que for. Do mesmo modo que os cronópios e famas do Júlio Cortázar. Há gradações de todos os aspectos. Claro que alguns são mais elois ou cronópios e outros mais morlocks ou famas. Eu, por exemplo, estou mais para cronópio e eloi do que para fama e morlock. Mas não inteiramente.

Vejo pessoas de extrema-esquerda muitos falam que tem os trabalhadores tomarem o poder, agora é o momento. Se isso realmente acontecesse na tua opinião o Estados Unidos iriam deixar? Não haveria mortes?

Uma tomada revolucionária de poder é algo inteiramente indefensável e abominável. Exceto para impedir uma tirania. Mas o Brasil é democrático. Essa corrupção toda é conjuntural e não estrutural. Uma revolução de esquerda é tão péssima como uma revolução de direita. O país tem que evoluir para uma Social-Democracia, enquanto a humanidade não for suficiente civilizada para ser anárquica. Mas tudo dentro da legalidade, sem revolução.

Quem quer "levar vantagem" numa monarquia é distituído do cargo. Na república pode roubar a nação à vontade, já que não é necessário pensar nas próximas gerações (governos transitórios). Gosta de uma ditadura positivista, né? Resumo da república: https://ask.fm/olivertwist125/answers/142429975938

Isso vai depender de quem seja o monarca. Ele também pode ser ladrão. E não há como se fazer o impedimento legal do rei. Não gosto de ditadura nenhuma, muito menos monárquica, e abomino o positivismo, bem como o pragmatismo e o niilismo. E a monarquia, mesmo parlamentar. E as religiões. Todas, inclusive o cristianismo e, especialmente o islamismo.

https://www.youtube.com/watch?v=FvIrk4v7dqU Vídeo muito bem feito! Entre tantas outras coisas, uma das razões para o golpe da república foi o fim da escravidão. A república é imoral! É uma desgraça! Acabou com o Brasil! O Brasil nunca teve 20 anos de paz com a república. Não é coincidência!

A república em si, conceitualmente, não tem nada de imoral. Pelo contrário, a monarquia é que é imoral, pois supõe que alguém, por ser membro de uma família especial, teria direito apriorístico de ser o chefe da nação. Ora essa família, historicamente, alcançou o poder, seja onde for, por meios ilegítimos, a partir da força. Logo sua descendência, quando mantém esse poder, apenas perpetua uma ilegitimidade. Por outro lado a república, por construir o governo a partir da manifestação dos governados, é legítima e portanto, ética e moralmente correta. O que acontece no Brasil é uma questão circunstancial e não estrutural, advinda da cosmovisão mais difundida entre a população de "levar vantagem" e não de viver para servir à coletividade. Ou seja, os desmandos da república não se devem ao fato de ser república e sim ao fato das pessoas serem imorais. Isso também aconteceu na monarquia brasileira, mesmo considerando um reto caráter do Imperador, em que a arena política também era eivada de golpes e contragolpes dos liberais e dos conservadores.

- Já ouviu falar em Deus? - Já. - Que que é? - É um homem que morreu. https://www.facebook.com/groups/1642242382706906/?multi_permalinks=1865111127086696¬if_t=feedback_reaction_generic¬if_id=1495390434015275

Claro que já ouvi falar. Mas não se trata de homem nenhum e sim de uma entidade extrínseca ao Universo, que seria dotada de poderes ilimitados, inclusive para criar o Universo a partir de nada. Só que tal tipo de entidade é meramente uma abstração sem existência real. Todavia grande parte da humanidade supõe que exista de fato, mas possui variadas concepções de seus atributos. Alguns consideram que existam vários, como o hinduísmo, o politeísmo greco-romano, o kemetismo e outras, inclusive a cristandade que, com sua concepção de um deus trino, em verdade é uma religião triteísta, mesmo que os teólogos cristãos o neguem.

https://www.youtube.com/watch?v=831HRM-55z8 BBC Proms 2010: Tchaikovsky 'Manfred' Quê grandiosidade!

Também adoro esse Manfredo. Junto com a Sinfonia Patética, considero as maiores obras de Tchaikowsky. Tenho uma gravação em LP com a Filarmônica de Londres, regida por Rostropovich e, em CDs, tenho com a Geswandhausorchester de Leipzig, regida por Kurt Masur, com a Orquestra de Philadelphia, regida por Eugene Ormandy, com a orquestra do Concertgebouw de Amsterdã, regida por Bernard Haitink e com a orquestra Philharmonia de Londres, regida por Paul Kletzel. Apesar de ser em LP, considero a interpretação do Rostropovich a melhor. Essa do Vasily Petrenko eu não conhecia.

Sente saudade da época em que trabalhou na EPCAR?

Sim. Porque eu lidava com alunos muito interessados em aprender e que respondiam as exigências e desafios de um ensino puxado, como era dado. Isso é muito gratificante para um professor e eu não achei isso em nenhum outro lugar. Além do mais tratava-se do estabelecimento de ensino mais organizado e bem planejado que já trabalhei. Muito exigente com os professores também. Isso é muito bom e compensava as características militares que existem lá e que eu, em geral, não aprecio. Acho que uma escola civil pode e deve ter os mesmos aspectos de organização e exigência. As escolas particulares não têm, porque isso espantaria os alunos e as públicas porque não há culhões por parte das superintendências e direções para ser assim e enfrentar os alunos que só querem saber de moleza. Algumas poucas, como o Coluni da UFV, conseguem ser assim, sem ser militares.

Conhece a estrela KIC 8462852? Se sim, tem alguma teoria que possa explicar do por que ser a estrela que mais perde brilho?

Parece que a razão para que a estrela de Tabby tenha uma variação periódica tão grande no brilho (20%), bem como uma variação secular enorme também, não seja devido a nenhuma "esfera de Dyson" mas ao fato de que um grande planeta que a orbitava caiu sobre ela formando uma região mais fria, que emite menos luz. Quanto, pela rotação da estrela, essa região se volta para a Terra, o brilho da estrela diminui. A perda secular de brilho seria, também, devido ao esfriamento gradual dela devido ao fato do planeta ter-se incorporado a sua massa. Certamente que deveria ser um planeta de tamanho muito grande, ou mesmo, outra estrela de um sistema binário, bem mais fria. Se ela é da classe F, sua temperatura pode ser de 7500 K enquanto uma da classe M pode ter só 2000K na superfície. As de classe M podem ter metade do diâmetro do Sol e, portanto, um oitavo de seu volume e massa. A Tabby tem uma vez e meia a massa do Sol.

Meu professor falou que vidro é um líquido e que o escoamento da água em hemisférios diferentes são em sentidos diferentes. isso está certo?

Em certo sentido sim, o vidro é um líquido de altíssima viscosidade, pois não apresenta estrutura cristalina, de modo que suas moléculas podem escorrer umas sobre as outras. Tanto é que o vidro não tem um ponto de fusão. Ao ser aquecido ele vai amolecendo aos poucos. Um sólido cristalino passa direto para o estado líquido em uma temperatura de fusão bem definida para cada pressão. Todavia, em outros aspectos, o vidro é sólido, pois apresenta tenacidade e dureza, bem como se quebra sob tensão. Quanto ao escoamento, ele deve estar se referindo ao sentido da rotação de escoamento em um ralo de pia, por exemplo. De fato, como no caso dos furacões, o sentido da rotação deveria ser oposto em cada hemisfério, o que depende da "força de Coriolis". Todavia o volume de água que escoa em uma pia é pequeno para que isso seja perceptivel sendo o sentido da rotação do escoamento determinado pelas irregularidades da pia que provocam atritos maiores em lugares diferentes.

https://ask.fm/wolfedler/answers/141227414045 ... Na Filosofia é raríssimo encontrar um gênio jovem, que tem cultura imensa (aqui é o ponto), que tem uma filosofia própria ou críticas bem fundamentadas às teorias de outros filósofos. Na Física e Matemática é muito mais comum.

Não é verdade. Alguns filósofos deram suas contribuições originais entre os 20 e 30 anos. Schopenhauer escreveu "O mundo como vontade e representação" aos 31 anos. O que acontece é que Física e Matemática são assunto que, para serem aprendidos, se requer muito raciocínio, mas não tanta leitura e reflexão, enquanto Filosofia requer um volume muito grande de leitura e de reflexão sobre o que se lê, o que consome muito tempo e faz com que a pessoa só elabore suas propostas numa idade mais avançada.

quantos pontos de qi se aumenta após concluir um bacharelado em física? Você pensa?

Depende muito. Um Bacharelado em Física, quando é conduzido de modo sério pelo estudante, que se revela um aluno brilhante, representa a superação de muitos desafios cognitivos que, de fato, contribuem para a aumento da inteligência. Mas uma quantificação depende de levantamentos estatísticos de que não tenho conhecimento.

Ernesto, já ouvi falar que antigamente as pessoas estudavam física sem se preocupar com os exercícios. Como se processa esse método? Como fixar os conceitos na cabeça, sem pratica-los excessivamente com exercícios?

O que eu não entendo é como se pode fazer exercícios e resolver problemas sem ter os conceitos bem fixados antes. Sempre que estudei, considerei os exercícios e problemas como uma aplicação decorrente do conhecimento, do entendimento e da compreensão completos e cabais da teoria. O mais importante é a teoria, os conceitos, as definições, a delimitação da aplicabilidade das leis e dos teoremas. Isso tudo tem que ser assimilado ANTES de se tentar fazer qualquer exercício ou resolver qualquer problema. Com se faz? Simplesmente estudando a matéria conceitualmente, como se estuda Filosofia, por exemplo. E acompanhando muito bem as deduções de fórmulas de modo a poder reproduzi-las sem consulta. Física tem que ser estudada assim, Como se estuda Biologia. Com a diferença de que, depois, também tem a parte de exercícios e problemas (que são coisas diferentes). E mais: É importante que eles sejam resolvidos, sempre, primeiramente de forma puramente literal para, só no fim, serem substituídos os valores numéricos e feitas as contas. Sempre considerando os algarismo significativos e as unidades. E que se treine, também, a deduzir novas fórmulas, não apresentadas na exposição da matéria, para que o aluno treine o processo de dedução, que é mais importante que as aplicações. Da mesma forma que se tem que saber como se induz uma lei a partir de constatações empíricas. Para isso é preciso haver aulas práticas de laboratório nas quais, antes de se ver a teoria a respeito, os alunos obtenham as relações empíricas, que são as leis da Física (que não são deduzidas e sim induzidas).

o quão urdidos eram os raciocínios de Einstein? quão urdido eram os raciocínios de Albert Einstein?

Vou responder uma vez só. Os raciocínios de Einstein eram extremamente urdidos e muito sutis, pois ele considerava o que, até então, os físicos nem pensavam em considerar. Mesmo os que haviam já apresentado as equações para a dilatação do tempo e a contração do comprimento, Lorentz e Poincaré, o fizeram de forma "ad-hoc" sem terem atinado para um princípio geral do qual essas relações poderiam ser deduzidas. Na Relatividade Geral, então, Einstein foi mais ousado ainda e mudou completamente a concepção vigente de que espaço e tempo fossem entidades apriorísticas, passando a considerar a entidade conjunta espaço-tempo, como, simplesmente, o próprio campo gravitacional. Portanto o espaço-tempo passou a ser algo "a posteriori", isto é, decorrente da distribuição de massa e energia no Universo.

porque pessoas tem mais facilidade com filosofia do que física e matemática? você disse que física e matemática são para pessoas inteligentes mesmo.

Filosofia, estudada com rigor mesmo, não é mais fácil do que Física nem Matemática. E muito mais difícil do que História e Geografia, por exemplo. Mais difícil do que Química e Biologia. Matemática, Física e Filosofia são as matérias mais difíceis que existem. Porque elas requerem muito raciocínio e não apenas memorização. E os cálculos, no caso de haver, não são simples operações aritméticas, como acontece em Química e Biologia. São equações diferenciais (no nível superior), que envolvem exponenciais, logaritmos, trigonometria e várias outras ditas "funções especiais". O que acontece com a Filosofia é que muitos se limitam a uma abordagem superficial e pensam que estão entendendo de Filosofia. Ou, como acontece no Ensino Médio, não filosofam, mas apenas estudam "História da Filosofia". Como se em Física e Matemática se estudasse a "História da Física" e a "História da Matemática". Então elas seriam fáceis também.

Você já teve vontade de ser rico?

Nunca. E tem mais: acho que ser rico é algo ruim e nada ético numa humanidade tão pobre. Para mim, ser rico só seria aceitável se todo mundo fosse rico. Se eu ganhasse na loteria, aplicaria para ajudara a acabar com a pobreza no mundo. Para mim eu pagaria minhas dívidas, que são muitas. Fundaria uma fundação para difundir a cultura, a educação (uma escola particular gratuita e de qualidade), bem como o ateísmo, o comunismo e o anarquismo, que são os melhores caminhos para um mundo bom.

Professor, o que acha desse tipo de apresentação? Acha que desprestigia a academia e a seriedade do espírito científico que as pesquisas de mestrado e doutorado devem ter? https://www.universoracionalista.org/o-desprestigio-da-academia-brasileira/

Acho sim. em verdade nem tenho disposição para ler a tese, mas acho que certas formalidades são importantes serem observadas. Não simpatizo nem um pouco com Deleuze e Guattari. Junto com Lacan e Foucalt acho que são uns falastrões.

Como explicaria essa coincidência? http://tinyurl.com/lohebua

Magia e bruxaria não existem. Não fazem o menor efeito. Do mesmo modo que orações.

Existe radiação de fundo que não seja a radiação de fundo cosmológica?

Sim, existe a radiação de fundo produzida pela própria humanidade com suas transmissões radiofônicas, televisivas e intercomunicativas. Também existe a radiação produzida pelo conjunto das estrelas. A diferença é que a radiação de fundo é extremamente homogênea e isotrópica. Daí a sua identificação com um fenômeno cosmológico, além do fato de ser algo previsto pela teoria do big bang.

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

A RÉ-pública falhou novamente. Mas desta vez vai dar certo... https://goo.gl/4dAXmu ... Temer, Dilma e Lula não ficariam uma semana no governo numa monarquia. Mas o bom mesmo é a república, que terá eleições indiretas. E quem vota? Os próprios corruptos. E outra: a república foi um GOLPE!

Todos os problemas que o Brasil enfrenta são conjunturais e não estruturais. A monarquia é um problema estrutural. A república democrática é, sem dúvida, muito melhor do que qualquer monarquia, mesmo parlamentar, muito menos absolutista. Só não é melhor do que a anarquia. Mas esta requer um nível de civilização que a humanidade ainda não atingiu. Confio, contudo, que atingirá em alguns séculos ou poucos milênios. A eleição indireta do substituto do presidente é uma norma constitucional que tem que ser observada, mesmo que os eleitores sejam corruptos. Não se pode ficar mudando a constituição ao sabor das circunstâncias. Constituição é para durar séculos. Se bem que a nossa não é boa, por não ser uma proposição de princípios e sim uma lista de procedimentos. Assim não é bom.

Ernesto, o magnetismo é relativistico? Pensei em nós, na terra em movimento e mesmo assim consideramos uma carga Q parada. O movimento dessa carga para gerar campo, é relativo nao é? E se nós nos movermos, mantendo-a "parada", detectaremos seu campo? (CONT) (CONT) Se sim, isso quer dizer que o universo por si só, esta em movimento?

O magnetismo é relativistico sim. Mas isso não significa que o Universo esteja em movimento, pois movimento é relativo e não ha nada fora do Universo em relação a que ele possa se mover. Os sistemas existentes no Universo é que se movem, uns em relação aos outros.

Aproveitando, também gostaria de perguntar o que você acha do paradigma da linguagem, a "linguistic turn", especialmente comparando-o com a ideia descartiana de "cogito ergo sum". Expor o pensamento é mais importante que o pensar?

Não. Pensar é mais importante. Porque você não pode expor pensamento nenhum que não tenha sido, antes, pensado. Isso é óbvio. Mas, saber expor o que se pensa também é extremamente importante e imprescindível. Só que não mais que pensar em si mesmo.

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Concorda com a frase "os fins justificam os meios" se sim ou não por quê? O que seria capaz de fazer para se tornar rico?

Não, absolutamente não!. Nenhum meio que não seja ético pode ser feito para atingir algum fim, mesmo que esse seja louvável. Jamais faria nada para me tornar rico porque acho que ser rico é uma consumada bobeira. Pelo contrário, em toda a minha vida sempre compartilhei e distribuí meus bens para os outros, o que me levou a não ser rico, mesmo que meus rendimentos sempre tenham sido bons. Nunca tive poupança e nem aplicação financeira nenhuma. Gasto sempre tudo o que ganho e, grande parte, com os outros.

Engels

"Marx e eu somos em parte responsáveis pelo fato de que, de vez em quando, nossos discípulos dão maior peso ao fator econômico do que deveriam. Fomos obrigados a enfatizar seu caráter central em oposição a nossos adversários, que o negavam e nem sempre havia tempo, espaço e oportunidade para fazer justiça aos outros fatores envolvidos nas interseções recíprocas do processo histórico"

Professor, em quais aplicações as Equações Integrais são mais convenientes do que Equações diferenciais?

Há problemas de difusão e transporte que não se enquadram em equações diferenciais, mas se enquadram em equações integrais. Além disso, mesmo que o problema possa ser enquadrado em equações diferenciais, as equações integrais se revelam mais poderosas quando se tem condições que não são apenas iniciais ou de contorno, mas são estabelecidas em uma região do espaço ou em um intervalo de tempo. O capítulo 16 do livro de Física Matemática do Arfken e Weber (Campus - 6ª ed. - em português) faz uma boa explanação do tópico, com abundantes exemplos de aplicação. O assunto também pode ser achado no capítulo 5 do livro Applied Analytical Mathematics for Physical Scientists do James Cushing (Wiley - muito bom).

"Para tal as pessoas consciente têm que fazer uma campanha agressiva de esclarecimento popular para que ninguém vote em corruptos. " Então, por que o senhor não votaria no Bolsonáro? É por puro preconceito ideológico seu?

Não. É porque a sua ideologia é inteiramente malsã. É nefasta. Não é preconceito, pois preconceito é uma indisposição sem motivo. Minha oposição ao Bolsonaro é motivada por minha total oposição a suas idéias.

É possível ter amor romântico e desejo sexual entre pessoas de personalidades e ideologias políticas totalmente antagônicas?

Claro que sim. Todavia o encetamento de um relacionamento gâmico seria problemático, pois, no dia a dia, essas divergências atrapalhariam muito a convivência. Mas eles poderiam ser amantes não gamicamente unidos, cada um vivendo sua vida independente e se encontrando amiúde apenas para curtir sexo e momentos românticos. Inclusive poderiam ter, cada um, seus parceiros ou parceiras gâmicos, desce que esses soubessem do fato de que eles fossem amantes. Esses parceiros ou parceiras, por sua vez, também poderiam ter suas ou seus amantes, todos sabidos e consentidos.

no fundo no fundo, o que estamos fazendo quando falamos algo (seja proposição ou sentença), é relacionar diferentes elementos de diferentes categorias da realidade? Você poderia dissertar sobre isso? E aproveitando, a distinção entre sentença e proposição?

Uma proposição não necessariamente relaciona elementos de categorias diferentes da realidade. Pode relacionar elementos de uma mesma categoria. Pode, também, apenas relatar propriedades de elementos ou narrar ocorrências, bem como descrever processos. Sentença é um conceito gramatical, enquanto proposição é um conceito lógico. Uma proposição é feita por meio de uma sentença.

Ernesto, que solução, ou ação paliativa, você sugeriria para atual situação política que se encontra nosso país?

Acho que se precisaria fazer o impedimento do Temer (se ele não renunciar) e se proceder à eleição indireta, como prevê a constituição. Não acho que se deve ficar mudando a constituição a todo momento em que surja um problema. Constituição é para continuar válida por séculos. Então, nas próximas eleições, não se eleger nenhum desses políticos corruptos. Para tal as pessoas consciente têm que fazer uma campanha agressiva de esclarecimento popular para que ninguém vote em corruptos. Com um novo congresso, se poderia aprovar leis muito mais rigorosas de combate à corrupção, como a perda definitiva (para o resto da vida), dos direitos políticos e o confisco total dos bens dos corruptos, bem como sua proibição de trabalhar em cargos públicos (mesmo não políticos), pegar empréstimos e várias outra medidas que os coloquem na miséria para o resto da vida.

O que é mais fácil de entender, física ou matemática?

Em nível elementar (ensino médio) a Física é mais fácil do que a Matemática. Em nível superior de graduação, a Fisica já fica mais dificil do que a Matemática, já que faz uso de todos os conhecimentos matemáticos, requerendo, ainda, conhecimentos específicos. em nível de mestrado e doutorado, ambas são equivalentemente difíceis.

Se o Nazismo é de direita, por que a URSS armou a Alemanha Nazista ?

Stalin fez um pacto com Hitler:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pacto_Molotov-Ribbentrop

sendo o senhor um fisico e um filósofo, poderia me dizer porque os filósofos ficaram em alerta e criticaram duramente, bem como físicos, o posicionamento do Stephen Hawking em falar que a filosofia está morta?

Porque é mentira. A filosofia não está morta. Hawking está falando bobagem. Certamente que muito assunto que antes era considerado filosófico passou a ser considerado científico. E outros ainda o podem ser. Todavia há vários que não há como deixar de ser filosófico e passar a ser científico. A ética não é científica. A lógica não é científica, a estética não é científica. a epistemologia não é científica. A questão maior do Hawking e outros que pensam como ele a respeito é a metafísica. O problema é que eles têm uma noção equivocada de metafísica, como uma disciplina que cuidaria de uma suposta realidade objetiva não natural. Mas a metafísica não é isso. Essa realidade objetiva não natural não existe. Todavia a metafísica cuida da categorização da realidade e das características de cada categoria, bem como de seu estatuto existencial, por exemplo. O que acontece é que a cosmologia antes era considerada como parte da metafísica e, agora, é uma disciplina científica. Assim alguns consideram que a metafísica não tem mais propósito. Mas o que ela ainda cuida não é possível ser abordado cientificamente.

Gosta da sonata ao luar? É impressionante a paz que ela transmite.

Sim, mas não é minha preferida de Beethoven. Prefiro a "Les Adieux", a "Appasionata", a "Hammerklavier".

Quais seus compositores preferidos?

Brahms, Beethoven, Bach, Tchaikowsky, Dvorak, Mozart, Haydn, Wagner, Liszt, Chopin, Schumann, só para citar meus onze preferidos, já que não gosto de números redondos.

Qual sinfonia de Bethoven você mais gosta?

A terceira é a minha preferida.

Ernesto, como você lida com pessoas que mentem muito sobre quem são e, com as que criam caso com pequenas falhas do outro?

São uma bobocas. Minha atitude com elas é desmascará-las com franqueza e sem piedade, para que deixem de ser bestas. Claro que de forma educada, sem ofender. Mas sendo firme e positivo. O que eu nunca admito é "fazer de conta que não percebeu", "não criar constrangimento". Pessoas idiotas têm que ser constrangidas mesmo. E o melhor é que seja em público, com várias testemunhas.

O que acha da propriedade intelectual?

Não acho que seja legítima. Para mim toda produção intelectual deve ser disponibilizada de graça para a população. A pessoa que a produz, enquanto houver dinheiro no mundo, precisaria ter outra fonte de renda, como o magistério, por exemplo, mesmo que seja como, por exemplo, fazendo palestras. Enquanto existem estados e governos, os intelectuais, cientistas e artistas poderiam ser pagos pelo governo, como os professores universitários, para produzir suas obras a serem disponibilizada à população como livros a preço de custo, quadros em museus e em repartições (com a abolição das religiões as igrejas e templos poderiam ser transformadas em museus e em auditórios), pela apresentação de concertos com entrada franca (em que os instrumentistas também seriam pagos pelo governo). Até que sejam abolidos os estados, os governos, a propriedade e o dinheiro e tudo seja de graça.

Preferias ter um emprego de escritório que pagasse bem ou um emprego aventureiro que pagasse menos?

Nem um nem outro. O que eu preferiria é não ter emprego e sim trabalhar como autônomo em uma atividade criativa, como escritor, filósofo, pintor, compositor (de música clássica), conferencista, cientista ou professor (não empregados). Apesar de ser um empregado, não gosto de ser empregado. Mas também não gosto de ser patrão. Gosto de ser autônomo. Como um médico, advogado ou engenheiro sem emprego. Mas não gosto de ser médico, advogado ou engenheiro. Não faço questão de ter uma renda alta.

Enunciados em filosofia, são o mesmo que "proposições". Proposições são representações linguísticas dos juízos, isso todos sabemos, mas enunciado seria uma espécie de preposição sumária a ser ainda explicada ou comprovada?

Não. Enunciado é apenas uma proposição declaratória do que se considera que algo seja. Não precisa ser sumária e, em geral, é algo já estabelecido como verdadeiro, por alguma comprovação ou evidência. Mas pode ser uma proposta a ser verificada também.

Faz aí seu top5 Países para morar, se quiser.

Noruega, Áustria, Islândia, França, República Tcheca.

Prof, quais são os melhores livros que abordam mecânica estatística?

Os que eu conheço, possuo e já estudei (pelo menos consultei) são dos anos 80:
Heat and Thermodynamics - Mark W. Zemansky - Mc.Graw-Hill (bom)
Física Térmica - C. Kittel - Reverté (em espanhol)
An Introduction to Statistical Physics - W.G.V. Rosser (adotado por mim quando lecionei)
Termodinâmica, Teoria Cinética e Termodinâmica Estatística - Sears & Salinger - Guanabara Dois (em português)
Statistical Physics - H. Eugen Stanley - North-Holland
Fundamentals of Statistical and Thermal Physics - F. Reif - McGraw-Hill (muito bom)
An Introduction to Statistical Thermodynamics - T. I. Hill - Addison-Wesley
Statistical Physics - F. Mandl - Wiley (bom também)
The Principles of Statistical Mechanics - R. C. Tolman - Dover (pós-graduação)
Equilibrium and Nonequilibrium Statistical Mechanics - R. Balescu - Wiley (pós-graduação)
View more

O que tu considera pior de lidar: Amar e não ser retribuído ou ser amado e não poder retribuir?

Amar e não ser retribuído é um sofrimento pior.

A diferença entre a capacidade de processamento dos computadores é física, portanto, se refere ao hardware. De outra forma, dependendo do software, a capacidade de processamento de dois processadores iguais podem ser diferentes. A diferença do cérebro superdotado, portanto, é física ou mental?

Tanto uma coisa quanto a outra. No cérebro hardware e software não são coisas independentes. O hardware (conexões sinápticas) é construído pelo software (solicitações de processamento mental). Da mesma forma que as conexões sinápticas são destruídas pelo desuso. Então, quanto mais se estimular a mente para funcionar, mais o cérebro se municia de conexões entre os neurônios e, até mesmo, de neurônios, que podem ser construídos a partir do material das células gliais. Todavia uma superdotação sempre tem um componente primordial genético, isto é, inato e hereditário. Mas ele pode ser ampliado ou reduzido pelo uso ou desuso. E isto é especialmente válido nos primeiros anos de vida, ou seja, quando se é bebê. A inteligência do adulto depende dos estímulos na tenra infância (tenra mesmo, antes de dois anos). Estímulos sensoriais cruzados, isto é, que relacionem entre si, numa mesma percepção ou ação, vários sentidos e órgãos, como visão, audição, olfato, tato, sensação térmica, paladar, musculação, fala e os outros sentidos.

quando vemos que estamos tentando entender um assunto e sentimos aquele "nó" no cérebro ou algumas confusões, o que está acontecendo, biologicamente? Mais conexões sinápticas estão surgindo e a inteligência está aumentando? (especialmente em matemáica)

Sim. É isso. Portanto é bom insistir. Mas deve-se dar um intervalo de uma noite de sono entre as tentativas. Bem como buscar abordagens alternativas e pesquisar o que já foi feito a respeito.

http://www.amantesdaastronomia.com.br/2017/01/reflexao-ontologica-de-vacuo-vazio-nada.html Isso aqui está bem urdido?

Sim. A redação desse artigo, do Sílvio Zanin, é, praticamente, uma transcrição de artigos meus publicados em meus blogs, bem como do artigo "nada" da Wikipedia, que também, originalmente, é de minha autoria (confira o histórico). Veja isto:
http://www.ruckert.pro.br/blog/index.php?s=v%C3%A1cuo+vazio+nada
http://wolfedler.blogspot.com.br/search?q=v%C3%A1cuo+vazio+nada

http://expressodiario.com/apos-receber-amecas-de-muculmanos-grupo-lgbt-cancela-manifestacao/ ... HAHAHAHAHA...

Isso não é para rir, é para se indignar com as autoridades que não tiveram coragem de enfrentar os preconceituosos para garantir os direitos das minorias. Isso mostra o quanto ainda falta para o mundo ser verdadeiramente civilizado.

Não consigo confiar em alguém que usa de signos para justificar seus atos e seu comportamento. Em que tipo de pessoa você não consegue confiar?

Nessas também. Pessoas que acreditam em astrologia e outras bobeiras do tipo não são confiáveis porque depositam nessas crenças infundadas a confiança de que sejam eficazes, quando não valem absolutamente nada. Assim não se pode confiar de que o que elas vão fazer seja garantido, pois não é em seus esforços que elas baseiam o resultado. Isso também vale para crenças religiosas. Confiar no poder da oração, por exemplo, é algo completamente despropositado. Ou, por exemplo, no poder do pensamento positivo. Infelizmente há muita gente que acredita nessas coisas. Outro tipo de gente que não inspira confiança são as pessoas mentirosas. Mesmo que, em geral elas digam mentiras inocentes, ou apenas se gabem de ser o que não são.

Professor, em um curso de licenciatura em matemática, se aprende a como ensinar os assuntos do ensino médio ou se aprende assuntos do ensino superior também? Teoria dos aneis, teoria dos números, etc..

Na licenciatura, no esquema atual, isso não é estudado. O que considero um grande erro. Para mim a licenciatura teria que ser uma especialização (em nível de pós-graduação) do bacharelado.

É ético matar alguém para defender quem ama?

Matar em legítima defesa é ético. Tanto de si mesmo quanto de outrem. Mesmo que não se ame essa pessoa.

Até quando a democratização e facilidade de opinião é boa, uma vez que qualquer idiota pode fazer textos que parecem verdade em que outros tantos idiotas acreditam? É um mal necessário para a livre expressão?

Mesmo correndo esse risco não se pode, de modo nenhum, cercear a liberdade de expressão. Se se falar mentira e isso provocar algum prejuízo, que se processe o mentiroso. Todavia muitas mentiras são ditas e se considera que são aceitáveis. Por exemplo, as mentiras que as religiões, qualquer uma delas, dizem sobre a existência de alguma realidade sobrenatural e tudo que seja correlato. Mas elas têm essa liberdade e isso está certo. Quem acreditar, que acredite. Quem, contudo, sabe que são mentiras, tem o dever ético de proclamar esse fato.

Desde o filósofo grego Parmênides e, de certo modo, até mesmo antes dele, é q a interpretação "materialista" do universo passou a ganhar corpo. Newton e outros intensificaram esse paradigma. O que lhe pergunto é: No nível mais profundo, o universo é constituído de matéria ou de algo imaterial ?

>continuação da pergunta< O intencionando perguntar é : No seu nível mais profundo e, utilizando palavras emprestadas da filosofia, a essência do universo é "concreta" ou "abstrata" ?
O conteúdo substancial do Universo, inclusive de que é feito a matéria e a radiação, são os campos. Mas campo é uma entidade física. E é "concreto" e não abstrato. Todavia é preciso entender que o Universo não é feito de conteúdo substancial estático que, por acaso, experimenta mudanças em seu estado. Essas mudanças, isto é, os processos, são constituintes essenciais do Universo. Ele só existe em processo. Daí se considerar o espaço e o tempo como constituintes de uma única entidade, que não é apriorística e sim decorrente da existência do conteúdo e de suas alterações de estado.

Se após assistir a este vídeo (https://www.youtube.com/watch?v=zrK89Ht7sKI) você continuar a favor da imigração islâmica na Europa - pode confirmar os dados apresentados-, será confirmado que você é canalha, mau-caráter, sem vergonha, putinha do islã. Mau-caráter tem de ser desprezado!

Esse cara é um direitista fanático. Não concordo com ele. Sou a favor do acolhimento de refugiados, seja de que procedência forem, seja de que religião forem. Não é uma posição islamofílica. Não sou a favor do islamismo, bem como do judaismo, do budismo, do hinduísmo e nem do cristianismo. Em verdade sou contra toda e qualquer religião. Mas acho que tem-se que ter compaixão, solidariedade, humanidade, caridade. Seja para quem for que estiver sendo perseguido. Acho que a doutrina islâmica, realmente, é belicosa e o corão prega a "jihad". Mas as pessoas muçulmanas não compactuam, necessariamente, com essa doutrina. E se elas estão sendo perseguidas, inclusive por muçulmanos mesmo, têm que ser acolhidas. O Estado Islâmico é uma barbaridade e precisa ser extinto. Mas não os povos que eles perseguem e dominam. Pensar do modo que penso não é se enquadrar nos epítetos que você mencionou, de modo nenhum. Muito pelo contrário. Os belicosos é que são assim. Sejam muçulmanos ou sejam cristãos. Sejam totalitaristas ou sejam democratas. Sejam comunistas ou sejam capitalistas. Não tenho nenhuma simpatia para com a direita. Sou esquerdista e disso me orgulho. Porque a esquerda é o único posicionamento político-social-econômico decente. Mas também sou contra a esquerda totalitária e estatizante, antidemocrática e intolerante. Repudio os governos soviético, cubano, chinês, da Coréia do Norte e de todos os países que se disseram socialistas e, até, comunistas, sem o serem de modo nenhum. O regime deles é um ferrenho e hediondo "capitalismo de estado", policialesco e imoral.

Como uma pessoa que defende a ética pode ser contra o porte de armas ? O argumento é pautado justamente na ética de preservar a própria vida em meio a um risco, e tal defensa pode se dar acompanhado por um recurso, no caso em específico, a arma. Ou você é parcialmente ético, Ernesto ?

De modo nenhum. Não vejo que deixe de ser ético se recusar a possuir armas e defender que elas sejam vedadas à população. Isso não tem nada a ver com ética e sim com uma postura de convivência social pacífica.

Onde gosta de comprar roupas?

Gosto é de mandar fazer em alfaiates (masculinos ou femininos), costureiros ou costureiras. Assim eu faço o desenho do modo que eu penso. Quando, por acaso, vou comprar, faço questão de escolher o que, exatamente, não se esteja usando ou esteja completamente fora de moda. Tenho birra de estar na moda.

A natureza garante ao indivíduo o direito primordial de preservar a sua existência parante a um evento fatal, e para isso, dispões o uso de qualquer recurso para tal finalidade. Portanto, o porte de armas deveria ser legitimado. Quem é contra só pode ser bandido ou gente mal intencionada.

Nada disso. Quem é contra é, exatamente, muito bem intencionada. O que ela quer é que, não existindo armas (nem para bandidos) os crimes que se valem delas se reduzirão drasticamente. A proteção contra os bandidos se consegue com uma alta eficiência da polícia e da justiça, acompanhada de punições de rigor muito elevado. Sou contra a pena de morte mas sou a favor da prisão perpétua com trabalhos forçados. Numa humanidade civilizada sequer seriam fabricadas armas. Para se defender de animais selvagem poderia apenas haver armas de sedação.