terça-feira, 10 de abril de 2012

Ernesto, o que seria a definição correta do "nada" e "acaso" que se tanto fala em discussões na net

Nada não é algo e sim a ausência de tudo. Não se pode dizer "o nada", pois não se trata de um ente. Ausência de matéria, de radiação, de campos e de todos os seus atributos, como extensão, massa, energia, spin, carga, o que for. Além de ausência de espaço, tempo, eventos, fenômenos, ocorrências, dinâmicas, leis. Como também de espíritos, se os houver. Vazio já seria a ausência de conteúdo substancial (matéria, radiação e campo), mas com a existência do espaço não preenchido. Então vazio seria algo, diferente de nada. Só que não existe vazio no Universo nem fora dele (aliás não existe nada fora do Universo, nem espaço vazio). Vácuo seria um espaço apenas não preenchido por matéria, mas tendo campo e radiação. Muito bem.
Acaso é a situação em que algum evento ocorra sem que seja determinado por coisa alguma, completamente fortuito. A maioria dos eventos que se dão no Universo são desse tipo, isto é, incausados. O que pode acontecer é que o estado misturado do sistema em questão indicar a probabilidade de qualquer transforação que se dê com ele em certas circunstâncias.

Filosofia, Ciência, Arte, Cultura, Educação (formspring)

2 comentários:

Luciano Sabino disse...

Por causa do ateísmo é que a vida fica sem sentido!!!

Ernesto von Rückert disse...

Não vejo relação nenhuma desse comentário com o tópico.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails