domingo, 13 de fevereiro de 2011

O que responder quando alunos lhe perguntam "Para q usarei isso ou daquilo dessa matéria(matemática,física,química,geografia,história,que seja)na minha vida?" ?

Quem pergunta isto tem uma visão completamente antolhada da vida. Só pensa na utilidade prática imediata de seus saberes. É um verdadeiro bitolado. É preciso entender que o que se aprende na Educação Básica (Ensinos Fundamental e Médio) é um corpo de conhecimentos e habilidades para a vida como um todo e não para o exercício específico de nenhuma profissão. No Ensino Médio Regular Geral, que não é profissionalizante, mas preparatório para os Estudos Superiories, isto é mais nítido ainda. Toda pessoa, seja o que for fazer na vida, tem que ter conhecimentos de tudo o que é visto na Educação Básica, senão será uma pessoa ignorante e incapaz de compreender o mundo natural e social em que está inserida. Além disso, o estudo e a aprendizagem desses conteúdos, não apenas passa conhecimentos e habilidades, como também promove o necessário aprimoramento da sensibilidade, da vontade e, principalmente, da inteligência, para dar à pessoa a competência requerida para a vida adulta, seja em que atividade for. Matemática, Física, Química, Biologia, Desenho, Geografia, História, Filosofia, Sociologia, Português, Literatura, Redação, Inglês, Espanhol, Artes, Música, com todos os conteúdos e, friso de novo, habilidades desenvolvidas, constituem o cabedal mínimo exigido para que a pessoa não seja ignorante em sua atuação pessoal, social e profissional, como um portador de diploma de nível superior. É preciso deixar de lado esse pragmatismo idiota e entender que a inserção da pessoa na sociedade requer um traquejo cultural, humanístico, artístico e científico que só o conjunto dessas disciplinas pode dar. É inconcebível um engenheiro que não entenda de história, geografia e artes, um médico que não entenda de matemática, filosofia e sociologia ou um advogado que não entenda de física, química e biologia no nível em que são ensinados no segundo grau, que é elementar. Uma pessoa assim não é capaz de fazer juízos embasados sobre as questões que se apresentam à consideração de qualquer um a todo momento, sobre o mundo, a natureza e a sociedade. Tudo isso tem muita, mas muita mesmo, aplicação na vida da pessoa. Desprezar esse conhecimento todo é atestar o desejo de ser um ignorante e despreparado. Quem tem nível superior é, queira ou não queira, um intelectual e, como tal, tem que dominar vastos conhecimentos em muitas áreas, mesmo que só se aprofunde naquela a que se dedica. Mas conhecimentos do nível médio não são nada aprofundados.

Ask me anything (pergunte-me o que quiser)

Um comentário:

Felipe C. Novaes disse...

Simplesmente genial. Sempre senti oltade de falar tai coisas para o grande número de pessoas que ouço falando coisas desse tipo. O problema é que isso me estressa de tal maneira, pelo absurdo da alegação, que na maioria das vezes não sou nada educado e paciente ao comentar o que acho. rs

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails